Caverna do Saber #02 — Mega Bônus Acumulado!

Na segunda coluna de sua série sobre regras, Guilherme Dei Svaldi discute o sonho de todo o apelão (e o pesadelo de todo o mestre) — a acumulação de bônus!

guilherme-caverna-do-saber-02

Para quem gosta de escarafunchar livros de regras, poucas coisas são tão boas quanto descobrir um novo bônus para seu personagem. Mas, logo após o êxtase da descoberta, vem o temor trazido pela pergunta:

“Será que acumula?”

Esta coluna irá discutir exatamente quais bônus acumulam com quais em Tormenta RPG. Prepare-se para alcançar novas escalas de poder… Ou para apagar boa parte de sua ficha de personagem!

 
Mas Por Que Tudo Não Acumula com Tudo?
Antes de começarmos, vamos responder a uma pergunta comum: por que não simplificar a vida de todo mundo e simplesmente dizer que todos os bônus acumulam entre si? Por dois motivos: realismo e jogabilidade.

Não é realista dizer que todos os bônus acumulam entre si, pelo simples fato de que na vida real certas coisas não funcionam em conjunto. Não é possível vestir duas armaduras completas uma por cima da outra. Se fosse, todos os cavaleiros fariam isso! Ou, pelo menos, aqueles com dinheiro para pagar pelos dois conjuntos… O excesso de peso, e o fato de que as juntas não estariam em sincronia, fariam com que o personagem simplesmente não conseguisse se mexer.

Em termos de jogo, simplesmente dizer que todos os bônus se acumulam tiraria parte da estratégia do jogo. Para quem gosta de regras, é divertido encontrar combinações que funcionam (os famigerados combos). Mas, obviamente, se todas as combinações funcionassem, essa graça sumiria!

 
Regra Básica — Fontes de Bônus
Tormenta RPG é baseado no Sistema d20, o mesmo de Dungeons & Dragons 3ª edição, Pathfinder e diversos outros jogos. Em D&D, havia uma regra que determinava que todo bônus tinha que possuir um tipo; assim, não tínhamos simplesmente um “bônus de +2”, mas sim um bônus de melhoria de +2, ou um bônus de competência de +2, ou ainda um bônus de compreensão de +2.

Esses tipos existiam justamente para determinar o que acumulava com o que: bônus de tipos diferentes acumulavam, bônus de tipos iguais, não. A lógica era simples, mas na prática a regra era burocrática. Existiam muitos tipos de bônus, e para que a regra funcionasse, tanto os jogadores quanto o mestre tinham que saber exatamente qual o tipo de cada bônus. E ainda existiam algumas exceções…

Em Tormenta RPG, não temos tipos de bônus. Em vez disso, usamos a fonte dos bônus. A lógica é parecida: bônus de fontes diferentes acumulam, bônus de fontes iguais não. Além de termos menos tipos de fontes, é mais fácil saber de onde determinado bônus vem do que saber de qual tipo ele é (uma informação arbitrária e que precisava ser decorada).

Em outras palavras, apenas sabendo de onde vem os bônus, você pode dizer se eles se acumulam. Um bônus de +1 em ataques fornecido por um item e um bônus de +1 em ataques fornecido por uma magia acumulam; dois bônus de +1 em ataques fornecido por dois itens, não. Simples.

Em Tormenta, temos as seguintes fontes de bônus:

  • Habilidades de raça
  • Habilidades de classe
  • Talentos
  • Itens
  • Magias

 
Exceções e Clarificações
Com a regra básica explicada, vamos às exceções e clarificações.

• Habilidades de classe e talentos. Bônus fornecidos por habilidades de classe acumulam-se entre si, a menos que sejam fornecidos pela mesma habilidade. Assim, o bônus na CA fornecido pela habilidade sexto sentido de um monge acumula com o bônus na CA fornecido pela habilidade autoconfiança de um nobre. Já um nobre/swashbuckler não soma duas vezes seu bônus de Carisma na CA (embora possa somar os níveis de nobre com os níveis de swashbuckler para determinar a progressão da habilidade).

O mesmo se aplica a talentos. Bônus fornecidos por talentos acumulam-se entre si, a menos que sejam fornecidos pelo mesmo talento. Note que alguns talentos possuem efeito cumulativo, como Poder Mágico, mas esses casos são explicados no próprio talento.

• Bônus na CA de Armaduras e Escudos. Bônus de armaduras acumulam-se com bônus de escudos e com itens mágicos. Não se pode vestir duas armaduras, nem se empunhar dois escudos.

• Aprimoramentos de Itens. Aprimoramentos de itens não são cumulativos entre si, independentemente da fonte. Assim, uma espada longa magistral +1 fornece um bônus de +2 nas jogadas de ataque (pelo aprimoramento magistral) e de +1 nas jogadas de dano (pelo encantamento +1), mas não um bônus de +3 nas jogadas de ataque.

• Acumulando Efeitos de Magias. Como a regra básica diz, efeitos de magia não se acumulam entre si. Assim, um personagem sob efeito de força do touro e força dos justos recebe apenas +4 na Força, não +8. Da mesma forma, um personagem sob efeito de escudo arcano e sexto sentido recebe apenas +8 na CA (o maior entre os dois), não +12. É possível escapar dessa limitação; um personagem sob efeito de escudo arcano e de agilidade do gato recebe +6 na CA, mas apenas porque agilidade do gato não fornece um bônus direto na CA, e sim um bônus na Destreza. O bônus na Destreza, por sua vez, aumenta a CA.

• Acumulando Efeitos de Itens. Mais uma vez, como a regra básica diz, efeitos de itens mágicos não se acumulam entre si. Então, usar dois anéis de proteção +2 vai fornecer apenas +2 na CA, não +4.

Braçadeiras da armadura são uma exceção, e se acumulam com bônus de outros itens mágicos, mas não com bônus de armaduras.

Outra exceção são os tomos e manuais que aumentam permanentemente os valores de habilidade. Após usados, esses bônus não são considerados como pertencentes aos itens mágicos que os originaram (passam a ser parte permanente dos personagens) e portanto acumulam com itens mágicos. Um personagem pode aumentar uma habilidade em até +5 pelo uso de livros, e este bônus não é cumulativo com aquele concedido pela magia desejo.

• Aumentar e Dobrar Margem de Ameaça. Um caso especial. Nenhum efeito que dobra a margem de ameaça de uma arma é cumulativo. Em outras palavras, é possível dobrar a margem de ameaça de uma arma apenas uma vez. Caso uma arma tenha um efeito que aumente sua margem de ameaça e outro que a dobre, o efeito que dobra é aplicado primeiro. Assim, uma espada longa de mitral afiada tem crítico 16-20, não 15-20 (normal 19-20, dobrado para 17-20 pelo afiada, baixado para 16-20 pelo mitral)

• Multiplicadores de Dano. Multiplicadores se somam antes de multiplicarem o dano, subtraindo-se 1 de cada multiplicador após o primeiro. Assim, um personagem com o talento Investida Implacável (causa dano dobrado com uma investida montada) que faz um acerto crítico com um machado de batalha (multiplicador x3) causa dano x4, não x6.

• Condições. Se várias condições se aplicarem a um mesmo personagem, aplique todos os seus efeitos. Se os efeitos entrarem em conflito, aplique apenas o mais severo. A lista de condições é encontrada no capítulo O Mestre do módulo básico de Tormenta RPG.

Obviamente, como tudo que diz respeito aos bônus dos personagens, esse artigo certamente gerará dúvidas! Se você tiver alguma, deixe-a nos comentários. Vamos tentar impedir que as dúvidas se acumulem…

 
Este artigo foi escrito com a colaboração de Christiano Linzmeier Vepech, do blog Mais de Mil Dados.

Guilherme Svaldi • 30/03/2015

Comentários