Brigada Ligeira Estelar – A Voz do Sabre #08

Milícias em Colônias Espaciais? Crise entre dois mundos? Nobres criminosos? Segredos Políticos de Alcova? Está de volta A Voz do Sabre, com novos ganchos de aventura para Brigada Ligeira Estelar!

Sabre

Olá, aqui é Fides Antevorte de volta, após os terríveis eventos em Uziel! Demoramos um pouco a retornar por motivos de segurança, mas estamos atentos a tudo o que acontece na Constelação do Sabre — de conspirações e segredos até as pequenas notícias que a grande mídia da Constelação procura esconder em nome dos seus próprios interesses políticos! Não vamos perder mais tempo com nariz de cera — o que importa é que, mais uma vez, estamos no ar!

Nas Luas de Dabog

Dabog é um gigante gasoso, o terceiro maior planeta do império e o maior mundo do décimo-quinto sistema do Sabre, o mesmo aonde fica Arkadi — portanto, zona de guerra contra os Proscritos. Dos seus vários satélites, seis são colonizáveis — Ziva, Zeme, Lada, Dola, Hala e o mais populoso deles, Vesna, talvez a maior proporção populacional de Evos no Sabre. Juntos, eles são considerados o Território de Dabog e estão sob jurisdição de Arkadi — um planeta agrícola que jamais priorizou a exploração espacial. Esse descaso abriu espaço para a formação de milícias nessas colônias; é mais fácil que elas existam do que movimentos separatistas, quando há tanta dependência de contato externo para sobreviver (e não há como negar que as luas de Dabog costumam ser vítimas de piratas espaciais).
Isso é um problema complexo, mas previsível. O ponto foi que recentemente foi avistada, em Vesna, a Belonave Polidoro do Capitão Nataniel Argus — ex-membro da Marinha Estelar Imperial e, após sua aposentadoria, um aventureiro que como tal empresta suas armas à causas justas. Pesam sobre Argus grandes suspeitas de ser ligado à milícia da Vanguarda Sideral. Ele nunca assumiu abertamente essa ligação, mas já lutou a seu lado várias vezes, e não podemos deixar de levar em conta a possibilidade de que ele considere a causa da Vanguarda justa…
Por outro lado, se houver algum movimento perigoso e ele for apoiado pela Vanguarda, é possível que tenhamos problemas — ainda mais em uma zona de invasão!

Crise entre Gessler e Trianon?

Dom Enzali Droz, de Gessler, é um dos mais respeitados parlamentares desse planeta e surpreendeu a todos nesta última semana ao propôr um teto por lei para a presença de mercenários de seu próprio mundo em Trianon. E apesar da polêmica, a proposta faz sentido.
Gessler e Trianon fazem parte do mesmo sistema solar e tem um tráfego comercial intenso — sendo Trianon a maior cliente dos mercenários de seu mundo vizinho. Qualquer um se perguntaria se esse nível de intercâmbio com Trianon é desejável: quanto dinheiro de Trianon realmente acaba nos bolsos de seus mercenários, em detrimento das próprias guardas? Que tipo de visão sobre Gessler tem o povo de Trianon? O grande medo de Droz é que, no caso da maré política virar, isso dê margem a uma guerra que possa ser levada ao território Gessleriano — e que não vai trazer nenhum centavo a eles.
É óbvio que Dom Droz pensa no futuro de Gessler a longo prazo, mas muitas pessoas no parlamento de seu mundo detestaram a ideia — já que seus negócios com Trianon tendem a ser muito lucrativos. Por isso ele está sob risco de vida, e está procurando operativos de outros mundos que o protejam até que se faça a votação. Mas como estamos falando de Gessler, quem seria corajoso o suficiente para proteger alguém que de uma tacada só agregou tantos inimigos?

Fuga do Calabouço dos Céus

Ainda sobre Trianon: Nenhum órgão de mídia falou, mas fomos informados que neste último fim de semana, ocorreu uma fuga da mais afamada fortaleza prisional do planeta — o Calabouço dos Céus. O nome do fugitivo nós prometemos não revelar publicamente, mas oficialmente ele se trata de um homem preso por matar sua própria namorada após uma crise de ciúmes, o que é estranho: para um detento com esse perfil, uma prisão comum bastaria. Normalmente isso ocorre quando há algo a ser silenciado. É comum, na verdade.
Esse homem nos foi encaminhado e se diz inocente do crime. Estávamos céticos até que ele nos dissesse o nome raramente mencionado do Clube Escarlate!(*) Ele era o piloto de um Mastim (os robôs que atacam os alvos vivos perseguidos como esporte pelos membros do clube), e ela não era realmente sua namorada dele de acordo com suas palavras; foi morta por saber demais e ele foi o bode expiatório. Nosso prisioneiro precisa resgatar seus entes queridos e sair do planeta — porque no seu entender, não há uma autoridade confiável em Trianon e os membros do clube são todos parte da nobreza. Além disso, se alguém com poder de fogo ajudar nosso fugitivo, será transformado em caça. Como se isso não bastasse, as autoridades querem capturá-lo para saber como ele conseguiu escapar do Calabouço dos Céus! Há interesse em não comprometer a reputação da mais isolada prisão do planeta…

De Noite na Cama, eu Fico Pensando…

O assunto da vez em Leocádia, a Capital Imperial, é a belíssima cortesã Lupa Vorena, de origem desconhecida. Os duelos em seu nome já levaram a um número de feridos enorme, entre oficiais da Brigada Ligeira Estelar, da Guarda Regencial de Albuquerque e até mesmo da Elite do Sabre. No entanto, uma fonte quente nos afiançou que ela é uma mentalista perigosa, que não foi detectada pelo Instituto Takemiya por ser muito bem treinada: foi graças a seus encantos que determinado nobre (cujo nome não podemos revelar a pedido da fonte) assinou um acordo que liberou recursos para uma quantidade não especificada de naves espaciais para interesses particulares — com a anuência de figurões do judiciário!
Lupa Vorena não é seu verdadeiro nome, mas um nome de guerra. Quem é e a quem ela serve? E claro, sabemos que duelos entre pretendentes ciumentos são vistos por cortesãs como diversão — mas convenhamos que no caso dela, parece um tanto excessivo demais para ser apenas… coisa de cortesã. O que ela pretende com isso? Ah, sim: vimos imagens da moça. A ala masculina da Voz do Sabre garante: ela não precisa ser mentalista para virar a cabeça de ninguém, podem acreditar.

Até a próxima, e que as Estrelas do Universo protejam a todos nós.

___________________

(*) Mais informações sobre o Clube Escarlate AQUI e AQUI.

Alexandre Lancaster • 11/05/2016

Comentários