Gazeta do Reinado #42

Não entre em pânico! A Gazeta do Reinado está de volta com muitas noticias inconclusivas sobre os mais variados assuntos. Ou não.

Editorial: pontualidade yudeniana!

Apesar de subestimados, os goblins também podem ser pontuais quando querem (ou quando podem). Sabendo que todos vocês achavam que iriamos atrasar novamente, fizemos questão de trabalhar com afinco através das madrugadas para trazer mais um fabuloso, épico e cheirosinho número da Gazeta do Reinado com as notícias mais bombásticas de toda Arton!

A cheia do Rio dos Deuses afeta uma grande capital da Liga Independente! Um terrível e desconhecido pirata ataca a costa oeste de Arton! O que um grupo de mortos-vivos estaria procurando em vários pontos do Reinado? Suposta cura para a Praga Coral? Seremos processados por levantar mais dúvidas (e criar ganchos) do que trazer respostas?

Conhecemos também o mais novo membro do Protetorado do Reino e nas colunas fixas: os já tradicionais classificados da Gazeta!

Tudo isso sem falhar nem um dia!

— O inconclusivo editor.

O Rio Movente inunda Fross!

joaopaulosp90-gazetadoreinado42-01

Conforme a situação dos reinos fronteiriços ao Rio Panteão e ao Rio dos Deuses vem se tornando cada vez pior devido ao intenso fluxo de água que vem da região das Sanguinárias, outro evento tão incomum quanto atingiu Fross, capital do reino de Callistia: o Rio Movente.

Um dos fenômenos mais intrigantes de Arton, o Rio Movente é um curso d’água que não possui um leito fixo, surgindo e desaparecendo completamente dentro de poucas horas. Sempre surge ligando dois rios normais e até então, nunca havia passado por uma grande cidade. Há quem acredite, inclusive, que se trata de uma serpente elemental gigantesca, que vaga livre pelo reino.

Seja qual for sua origem, com a chegada do Movente a situação se tornou insustentável: as águas alcançaram até mesmo a região nobre de Fross, afetando inclusive o castelo do regente, Planthor Drako. Indignadíssimo com a situação lastimável do castelo, prometeu uma polpuda recompensa a qualquer grupo de heróis que possam atuar ao lado do exército local integrando a força tarefa que está empenhada em erguer móveis e outros objetos de valor dentro do castelo.

Do outro lado da crise, o último membro do Protetorado do Reino na região, Riley Wall, está prestando socorro às vítimas e organizando um mutirão de ajuda a população mais pobre. O reino das águas declarou independência há alguns anos e não faz mais parte oficialmente do Reinado, algo que o protetor tem plena consciência. “Parece óbvio que alguma coisa atraiu o Movente para cá” — disse.joaopaulosp90-gazetadoreinado42-02

Riley Wall, Membro do Protetorado
“Gostaria de poder dizer que sinto muito”

Nascido em uma família pobre e numerosa de Valkaria, Riley Wall foi criado nos becos fétidos da capital do Reinado. Uma queda que resultou em uma perna quebrada aos quatro anos provou algo que os pais, um casal de oleiros, já desconfiavam. Ele era incapaz de sentir dor. O que poderia significar uma bênção, provou-se uma maldição. Riley se feria, às vezes com gravidade, mas nunca se dava conta disso.

Inúmeros clérigos foram consultados ao longo do tempo (quase sempre para curá-lo de uma infecção provocada por ferimentos causados em brigas que arrumava nos becos) e todos foram unânimes em afirmar: Riley não viveria além dos vinte anos, vítima daquela mesma maldição. Para não se tornar um peso e viver ao máximo o resto da vida que lhe restava ajudando as pessoas, alistou-se no Protetorado do Reino.

Descrição: Riley é muito magro e um tanto curvado. Como não sente dor, extrapola os limites do próprio corpo, apresentando uma resistência desproporcional ao porte físico. Tem inúmeras cicatrizes dos ferimentos acumulados pelo tempo, nenhuma tão grave quanto a da perna. Devido a ela, ele manca um pouco ao caminhar. A origem humilde é visível nos andrajos que veste junto com os pedaços de armadura que recebeu do Protetorado. Mas ele parece estar bem assim.

Ridley Wall: humano, Lutador 5/Guerreiro Pobre 3, LB; ND 8; Médio, desl. 9m; PV 98; CA 21 (+4 nível, +1 Des, + 5 Casca Grossa, +1 Ao Sabor do Destino); corpo-a-corpo: 2 socos +13 (1d8 +12) ; hab. briga (1d8), durão +1, empatia com o povo, evasão, golpe poderoso, golpe relâmpago, malandragem (trocação), poder da simplicidade +1 (cestus), resoluto ,voto de pobreza ; Fort +10, Ref +5, Von +6; For 20, Des 12, Con 19, Int 10, Sab 15, Car 13.

Perícias & Talentos: Acrobacia +12, Atletismo +16, Cura +13, Diplomacia +12, Iniciativa +16, Ofícios (alvenaria) +11; Ao Sabor do Destino, Autossuficiente, Ataque Desarmado Aprimorado, Casca Grossa, Duro de Ferir, Duro de Matar, Rigidez Raivosa, Surto Heróico, Vitalidade.

Equipamento: cestus, pedaços de uma armadura.

Ficha — Tormenta Alpha
F0 (esmagamento), H2 (3 em combate), R2, A3, PdF0 (perfuração); 20 PVs, 10 PMs.
Kit: Abnegado (heroísmo).
Vantagem Única: Humano.
Vantagem Regional: Aventureiro Nato: em combate, recebe H+1 (Deheon, 0pt.).
Perícias: Geografia (de Ciências), Natação (de Sobrevivência) e Primeiros Socorros (de Medicina)
Vantagens: Pontos de Vida Extras.
Desvantagens: Código de Honra (abnegado e heróis; -2 pts.) e Maldição (incapaz de sentir dor. Riley nunca sabe o quão próximo está da morte e por isso não pode usar poderes ou vantagens que se beneficiam disto; Ele também não tem controle dos próprios Pontos de Vida -2 pts.).

Bônus: Novo Kit de Personagem – Abnegado
Função: Tanque
Exigências: A2, Código de Honra dos Heróis e do Abnegado (veja adiante)

Algumas pessoas escolhem viver em função de outras. O Abnegado é um destes. Abrindo mão de confortos e privilégios, ele faz um voto de pobreza e parte pelo mundo ajudando e defendendo aqueles que precisam de uma mão amiga.

Para a maior parte dos habitantes do Reinado, os abnegados não passam de mendigos e desocupados. Contudo, isto está muito longe da verdade. Eles acreditam em legados mais duradouros que bens materiais e por isso também nunca pedem nada em troca, tampouco ficam com presentes ou objetos de valor por muito tempo. Para eles, comida e abrigo vale mais do que ouro ou posses.

Código de Honra do Abnegado (-1 ponto): não adquirir posses ou bens materiais de valor. Nunca pede nada em troca. Proibido de possuir Riqueza ou artefatos mágicos que possuam custo em PEs.

Armadura Completa: seu corpo é protegido por uma armadura completa. Quando você sofre um acerto crítico, pode fazer um teste de Armadura. Se for bem-sucedido, o acerto crítico é anulado, e você sofre apenas dano normal.

Heroísmo: nenhum inocente será ferido na sua presença. Sempre que algum personagem em sua linha de visão for atacado, você pode escolher sofrer o dano em seu lugar; você recebe um bônus de +2 em H para revidar o golpe contra o atacante.

Parede de Escudos: você é um perito em defesa, conquistando grande técnica no uso de escudos. Ao custo de 2 PMs, você pode somar o valor de sua Armadura a Armadura de um único companheiro adjacente pelo resto do combate.

A mecânica dos kits de personagem são explicados no Manual do Aventureiro Alpha.

Terror nos mares artonianos
Um novo capitão pirata tornou-se motivo de muita dor de cabeça para o Império de Tauron e até mesmo para a Irmandade Pirata. Seu nome ainda é desconhecido, mas os relatos sobre os feitos deste infame bandido estão tomando grandes proporções na costa oeste de Arton.

O que ele pretende é um mistério para as autoridades. Tanto embarcações do Império de Tauron, quanto da Irmandade Pirata e até mesmo de aventureiros já foram alvo dos ataques do bando.

Os poucos sobreviventes contam que o navio do capitão, uma fragata completamente negra chamada Escuridão possui propriedades mágicas. Mais de um relato conta sobre o poder de regeneração da embarcação que, logo após um combate, por mais duro que tenha sido, aparenta estar intacta. Histórias mais exageradas contam que o navio foi feito com uma madeira especial de Tollon ou Galrasia e por isso consegue se regenerar.

Por mais estranho que possa parecer, há relatos de ataques do misterioso capitão também na costa leste do Reinado.

Doutor de Sallistick afirma ter encontrado a cura definitiva para a Praga Coral

É isso mesmo que você acabou de ler! Um doutor de Sallistick afirma ter encontrado a cura definitiva para a Praga Coral. E mais, ele está disposto a distribuí-la gratuitamente para todo e qualquer interessado do reino de Lomatubar.

Há alguns anos, o doutor Galdin veio para Lomatubar com intuito de estudar a fundo a Praga Coral. Nem mesmo a revolta dos orcs e a invasão de Tapista o impediram de continuar suas pesquisas. Ele alega ter encontrado registros do próprio Covariel e, a partir deles, desenvolver um antídoto para a doença.

Habitantes de pequenas comunidades do reino relataram terem visto o doutor em ação e, milagrosamente, curando pessoas que já se encontravam em estágio avançado da doença. Além de distribuir vacinas que, segundo ele, impediriam o contágio. Porém, alguns habitantes contam que as pessoas ‘curadas’ começaram a apresentar um comportamento muito estranho, e em alguns casos, fizeram questão de abandonar tudo e partir acompanhando o doutor como forma de agradecimento.

O Império de Tauron já estaria ciente dessa situação. Assim como os orcs rebeldes e o culto do Feiticeiro Vermelho que não ficaram nada felizes com essa notícia.

Grupos de mortos-vivos incomuns são avistados

joaopaulosp90-gazetadoreinado42-03

Um fato um tanto inusitado vem chamando atenção em alguns pontos do Reinado nas últimas semanas. Vários grupos de mortos-vivos estão sendo vistos nos mais variados lugares.

Moradores contam que os mortos-vivos agem de modo organizado, na medida do possível para criaturas que já estão mortas, e que aparentam estar procurando por alguém ou por alguma coisa. Alguns, inclusive, tentam obter informações com a população, mas em geral causam muita confusão amedrontando os moradores ou iniciando combates com a milícia ou aventureiros que estejam de passagem pelo lugar.

Pouco se consegue entender das rústicas palavras ditas por eles, mas em geral, os moradores costumam repetir dois nomes: “Sabuera” e “Panthro”. Não há nenhum significado conhecido para os dois nomes até o momento.

Classificados da Gazeta

Anunciar nos Classificados da Gazeta é muito fácil! Faça o seu anúncio na seção destinada aos comentários do artigo. Os mais criativos serão reproduzidos na próxima edição da Gazeta! Lembre-se: Tenha bom senso ao redigir a sua mensagem. Não reproduziremos artigos, mas sim pequenas manchetes.

— Bárbaro Meio Dragão desempregado oferece seus serviços de taxi aéreo na cidade de Valkaria. Viagens de negócios ou turismo. Oferecemos o melhor em termos de entretenimento e segurança de voo. Agende um passeio conosco, a RedDragon Airlines agradece a preferência. Desfrute da maravilhosa vista da Estátua de Valkaria. Nossos passeios incluem uma descida segura nos ombros da Deusa. (Eduardo Naddar)

— Não voe na RedDragon não! Na minha mão é mais barato e tem mais emoção na Companhia do Goblin do Balão! A Companhia de Balão com um preço que cabe na sua mão e um balão que cai como uma luva! (Rodolfo Freitas)

Armageddon e Moreau do Bode
Moreau do Bode • 12/08/2015

Comentários