Monster Chefe #06 – Magatixa

Está servido o mais novo prato saído dos fornos do MONSTER CHEFE, o programa em que o monstro é produzido ao vivo, com a participação da galera do chat!

O Monster Chefe é um programa quinzenal em que criamos um monstro com “ingredientes” escolhidos pela audiência no bate-papo que rola simultaneamente ao programa. Mas se você perdeu a transmissão não tem problema! Você encontra todos os programas anteriores no canal do YouTube da Jambô Editora – ou conferir o maluco processo de criação logo aqui embaixo, se preferir.

Para acompanhá-lo ao vivo, siga ou assine nosso canal no Hitbox!

Esta curiosa praga urbana surge em regiões com alta incidência de lixo “mágico”. Sejam materiais alquímicos, varinhas exauridas, frascos com restos de poções, todos esses refugos atraem magatixas. São relativamente comuns em cidades com forte presença de aventureiros, como Valkaria, Malpetrim, Vectora e Smokestone. Já no reino de Wynlla, se multiplicam tanto que são uma missão tradicional para aventureiros iniciantes: dar um jeito num ninho de magatixas!

Suas origens são contestadas entre os estudiosos; alguns acham que eram lagartixas ou outros répteis de pequeno porte, como iguanas e calangos, que foram de alguma maneira contaminados por resíduos mágicos. Outros, mais devotos, veem nas magatixas uma clara bênção de divindades marotas e caóticas como Wynna, Hyninn ou Nimb.

A magatixa é um réptil quadrúpede do tamanho de um gato ou cão pequeno, com uma pesada carapaça cinzenta de aparência metálica que lhe recobre o dorso e o topo da cabeça, deixando expostos apenas as patas e partes ventrais da criatura. A carapaça pode se transmutar, numa fluidez quase líquida, em uma crista afiada – normalmente quando a magatixa se sente ameaçada ou pretende arrombar portas ou paredes de madeira em busca de refugos para se alimentar.

Esses refugos são todo tipo de “lixo mágico”, mas magatixas também gostam de devorar pergaminhos encantados e beber poções. Aventureiros distraídos podem perder esse tipo de itens para magatixas malandras e famintas. Para piorar, magatixas são conhecidas por sua flatulência única, com um forte odor adocicado – que um teste de Identificar Magia (CD 18) é capaz de reconhecer como “cheiro de magia”. O problema é que esse odor é capaz de interromper a concentração de conjuradores, sendo uma espécie de defesa natural dessas pestes. Esse hábito detestável também rende às magatixas inúmeros apelidos chulos entre o populacho artoniano: peidinho-de-bruxa, bufa arcana, traque-de-Wynna, rojão-de-feiticeiro e muitos outros.

 

Magatixa, ND 1/2

Ao contrário do que sua aparência pode sugerir, a magatixa é um tanto mais inteligente que um simples animal. Elas são capazes de entender (mas não falar, ler ou escrever) os idiomas mais falados em suas cidades natais. Também são espertas o bastante para procurar lugares propícios para formar seus ninhos ocultos a uma distância razoável de lixos mágicos, como sótãos e porões de lojas de objetos mágicos ou bibliotecas, ou galerias de esgoto diretamente abaixo desses lugares.

Quando ameaçadas, magatixas levantam suas cristas cortantes e atacam seus inimigos rolando agressivamente – mas somente se estiverem em superioridade numérica. Se detectarem auras mágicas tênues ou moderadas, expelem seus flatos disruptivos à vontade, para deter conjuradores. Elas costumam fugir de auras mágicas poderosas ou avassaladoras, pois sabem que é poder demais para encararem.

Alguns lugares tentam domesticar magatixas, principalmente para usá-las como detectores de magia ou proteção contra conjuradores, mas até agora não se sabe de ninguém que tenha sido bem sucedido. Rumores dizem que pelo menos um mago de Malpetrim tem uma magatixa como familiar, sendo imune aos efeitos do flato disruptivo.

Monstro 1, Mínimo, Caótico e Neutro
Iniciativa +2
Sentidos:
Percepção +0, visão no escuro, farejadora arcana.
Classe de Armadura: 18.
Pontos de Vida: 6.
Resistências: Fort +3, Ref +5, Von +0, susceptibilidade à magia.
Deslocamento: 6m, escalada 6m.
Ataques Corpo-a-corpo: crista +2 (1d4–1, 19-20).
Habilidades: For 6, Des 15, Con 10, Int 6, Sab 10, Car 11.
Perícias: Furtividade +2, Identificar Magia +7.

Farejadora Arcana (M): a magatixa está sob efeito constante de detectar magia. Ela recebe as informações completas da magia a cada rodada em que usar uma ação padrão para se concentrar.
Flato Disruptivo (M): como uma ação padrão, a magatixa pode emitir um flato capaz de tirar a concentração de usuários de magia. O gás afeta um cone de 4,5m e dura 2 rodadas. Qualquer conjurador lançando uma magia na área deve fazer um teste de Vontade (CD 10 + nível da magia). Se falhar, perde a magia, mas os PM são gastos mesmo assim. Múltiplos flatos na mesma área de efeito aumentam a CD do teste em +2 para cada flato adicional.
Susceptibilidade à Magia: todas as magatixas são extremamente vulneráveis à magia apavorante gás de Luigi. Elas não tem direito a teste de resistência e recebem 1 ponto de dano não letal a cada 2 rodadas de duração da magia.
Tesouro: dobro do padrão (sempre itens alquímicos, poções ou pergaminhos).

Álvaro "Jamil" Freitas • 15/06/2016

Comentários