A volta do Dragão

A DRAGÃO BRASIL voltou. Esse é o essencial que você precisa saber. Mas se quer saber mais, eu conto.

editora-db-volta-1

 
Sabe quando algum grande empresário vai comentar um grande acerto durante uma palestra e diz que tudo foi cuidadosamente planejado? Pois é. Eu não vou fazer isso não. A gente não tinha a menor ideia de que a DB voltaria, até ser tarde demais.

A história já está ficando lendária, por isso vou encurtar: uma série de posts no Facebook relacionando a DB e a série Stranger Things da Netflix culminou em uma mini edição adaptando-a para 3D&T. Era um pdf simples, gratuito, diagramado por mim depois de uma virose terrível, no mesmo formato das primeiras edições da revista lá em mil-novecentos-e-noventa-e-kurt-cobain-ainda-era-vivo.

Eu não sabia o tamanho do que eu estava fazendo. Meus amigos e parceiros de trabalho também não. A gente só achou que ia ser bacana. A gente só queria fazer algo legal e se divertir no processo.

A brincadeira atingiu no peito meio milhão de pessoas no Facebook. Uma marretada de nostalgia que bateu e voltou bem na nossa cabeça. Foi tipo Inception. O que era “nem a pau”, virou “e se..?” e o que era “e se…?” virou “vamos fazer”.

Foram semanas discutindo, debatendo e negociando para chegar no formato que resolvemos adotar para esta nova encarnação da Dragão Brasil. Não basta trazer o ícone de volta. Não basta se alimentar da nostalgia. É preciso revitalizar, modernizar, se adequar a novas realidades.

Por isso decidimos utilizar o Apoia.se, uma plataforma de financiamento coletivo recorrente. Um tipo de financiamento baseado na troca de experiências, que visa dar ao criador de conteúdo segurança suficiente para produzir o que sabe fazer e – especialmente – o que seu público quer ver. Conforme o apoio aumenta, aumentam também os benefícios, a quantidade de matérias e o tempo que a equipe pode dedicar à revista.

A Dragão Brasil nasceu como uma revista de RPG e se tornou uma publicação plural, que dava espaço para contos, quadrinhos, games e outras vertentes da cultura nerd. Quando deixamos a antiga editora em 2005, essa evolução foi interrompida. Hoje ela começa a ser retomada.

Tudo isso só aconteceu graças a todos vocês, que mesmo com a vida adulta batendo na porta, mesmo com os dados esperando uma nova chance, mesmo com os livros surrados guardados com carinho na prateleira, continuaram nos acompanhando ainda assim. Que torceram pela volta. É como se uma multidão tivesse gastado uma magia “Desejo” em nome da Dragão Brasil. E nós, como mestres, jamais seríamos capazes de ignorar um pedido desses.

Há muito planejamento nessa volta da Dragão, mas há muito coração também. Como tudo o que fizemos na nossa longa carreira, a gente só quer fazer algo legal e se divertir no processo. Esperamos que vocês continuem nos ajudando.

E que também se divirtam.

— J.M. Trevisan
Editor Executivo da Dragão Brasil

Para participar da Dragão Brasil, visite a página da revista no Apoia.se!

Para saber mais sobre a volta, leia a matéria do Omelete sobre a revista.

Jambô Editora • 10/10/2016

Comentários