3D&T — Relacionamentos

Os social links de Persona, na sua campanha de 3D&T!

Na Dragão Brasil 122, foi publicada a adaptação do jogo de videogame Persona 5 para 3D&T. Para deixar a adaptação mais simples dentro do formato da revista, no entanto, foi feita uma opção por se dedicar aos elementos mais básicos: além da descrição do cenário, as próprias personas do título, suas formas de aquisição, evolução e uso em combate. Com isso, é possível aproveitar o cenário do jogo e desenvolver aventuras pelos mundos do inconsciente coletivo, sem realizar grandes alterações dentro do sistema.

A série Persona, no entanto, é conhecida por muito mais do que apenas combates e caça a seres mitológicos. Um elemento muito marcante na série é o seu simulador de vida estudantil, com os protagonistas indo à escola, desenvolvendo proficiências sociais e cultivando o relacionamento com outros personagens. Na adaptação da revista, optou-se por sugerir que isso seja feito de forma simplificada: os jogadores têm a opção de gastar seus dias desenvolvendo estas características, e isso dá a ele PEs bônus para adquirir os benefícios que elas representam.

Alguns podem sentir falta de um sistema mais robusto para representar este aspecto do jogo. É isto que é apresentado a seguir, como um complemento à adaptação da revista: regras detalhadas para desenvolver o relacionamento entre os personagens, para que o grupo adquira, ao longo da campanha, confidentes e links sociais que os concederão benefícios e vantagens únicas.

As regras a seguir, é claro, são completamente opcionais. Use-as se quiser adicionar este tipo de dinâmica às suas partidas, mas não se sinta obrigado se considerá-las complexas ou burocráticas demais.

Barista, colega, estudante, hacker, doutora... Todos podem te ajudar de alguma forma!

Barista, colega, estudante, hacker, doutora… Todos podem te ajudar de alguma forma!

 

Cultivando Relacionamentos

Ao longo de suas aventuras, os personagens travam contato com toda sorte de personagens. Do taverneiro da estalagem até o rei-imperador, do mecânico do hangar de robôs até o próprio príncipe regente do império estelar, muitos podem cruzar o seu caminho, e deixar ou não marcas duradouras.

Muitas vezes, no entanto, cabe ao próprio personagem cultivar o relacionamento com estes NPCs, e investir seu tempo e recursos para desenvolvê-lo. E isso pode trazer benefícios: a intimidade entre os dois o fará se importar com você, e ajudá-lo de diversas formas em momentos de necessidade. Quem sabe mesmo a sua relação com um deles não atinja um nível maior de intimidade, e vocês se tornem algo mais do que meros amigos…

Obviamente, não é com todo NPC aleatório que você encontra na rua que você precisará fazer isso. É para aqueles mais importantes, ou cujo relacionamento cultivado pode lhe trazer maiores benefícios, que você pode utilizar uma nova característica exclusiva para representar o crescimento da intimidade e amizade entre vocês.

 

A Característica REL

 

Um bar é um bom lugar pra aprofundar um relacionamento...

Um bar é um bom lugar pra aprofundar um relacionamento…

O nível de proximidade entre personagens pode ser medido usando uma nova característica, chamada Relacionamento (ou REL). Ela é medida na mesma escala das outras características do jogo: seu valor vai normalmente de 0 até 5, mas podem existir níveis “sobre-heroicos,” para personagens com um nível de intimidade ainda mais profundo.

Cada personagem com a qual você queira estabelecer algum tipo de relacionamento deve usar uma característica separada. Assim, para medir o seu relacionamento com o personagem Tom, o taverneiro NPC, você usará a característica REL (Tom); para Zírel, o ladino elfo do seu colega de grupo, REL (Zírel); e assim por diante. Para não se perder no avanço do relacionamento com diversos personagens, você pode usar esta ficha especial em formato PDF (o arquivo contém a ficha duas versões: uma com fundo limpo, para facilitar a impressão, e outra com um fundo do jogo, se quiser uma ficha mais bonitinha).

Você pode comprar pontos em seus relacionamentos da mesma forma que faria com outras características. Cada ponto de REL custa 1 ponto de personagem, ou 10 PEs, até 5; acima disso, utilize os valores de características sobre-heroicas. Estes Pontos de Experiência representam o esforço do próprio personagem em cultivar estes relacionamentos: o tempo gasto com o companheiro, o esforço em criar um vínculo, até mesmo o dinheiro gasto em presentes e outros mimos, quando isto for relevante.

Alternativamente, também pode-se usar Pontos de Relacionamento (PRLs) para medir este avanço, que funcionam como PEs exclusivos para a característica REL. Os PRLs são distribuídos pelo mestre ao final da aventura, de acordo com alguns critérios específicos:

  • Ao final de uma aventura em que o personagem ajudou ou se relacionou com outro com quem possui REL, o mestre pode dar àquele relacionamento entre 1 e 3 PRLs, de acordo com o seu julgamento.
  • Cada dia gasto dentro da campanha para interagir e cultivar um relacionamento pode render de 1 a 5 PRLs, a critério do mestre, que pode pedir um teste ou jogada de dados para definir o valor ganho.
  • Realizar missões e buscas especiais a pedido de um personagem pode render de 1 até 10 PRLs, a critério do mestre, levando em consideração a dificuldade da missão em questão. Estas buscas em geral serão elas próprias mini-aventuras ou aventuras inteiras, de forma que os pontos ganhos serão parte do prêmio por concluí-las com sucesso.
  • A critério do mestre, cada jogador também pode receber entre 1 e 5 PRLs bônus ao final de uma aventura, para distribuir como quiser entre os seus relacionamentos.

Sempre que acumular 10 PRLs em um relacionamento, eles se convertem automaticamente em um novo ponto de REL (utilize os valores de características sobre-heroicas para REL acima de 5).

É possível, é claro, perder pontos de REL, se acontecerem atitudes e problemas que abalem a relação entre os personagens. E se ganhar esta confiança é difícil, perdê-la pode ser muito fácil: a característica sempre perde pontos inteiros, em quantidade determinada pelo mestre de acordo com a situação. Assim, um acontecimento menor, como apenas não estar presente quando algo importante aconteceu, pode fazê-lo perder 1 ponto de REL; já uma traição maior pode fazê-lo perder 2, 3 ou até mais pontos de uma única vez.

 

Relacionamento (REL)

0

Os personagens são completos desconhecidos.

1

Vocês se conhecem de algum lugar, embora nem sempre se lembrem de onde.

2

Há uma simpatia mútua entre ambos.

3

Vocês podem se considerar amigos.

4

Esta é a verdadeira amizade, com a qual sempre se pode contar na hora da necessidade.

5

Os personagens são melhores amigos – e podem estar a apenas um passo de serem algo mais do que isso…

 

 

Relacionamento com NPCs

E quais as vantagens de cultivar o relacionamento com um personagem? Isto dependerá da campanha, do mestre e do personagem em questão.

Seja amigo da médica e descole uns analgésicos potentes!

Seja amigo da médica e descole uns analgésicos potentes!

De maneira geral, cabe ao mestre determinar as vantagens de cultivar o relacionamento com NPCs. À medida que o NPC desenvolve a sua confiança no personagem, diversos benefícios podem ser concedidos, de acordo com a sua posição e função dentro do mundo de campanha. Alguns exemplos:

  • Um vendedor pode conceder descontos no custo em PEs de itens à medida que o seu relacionamento com um personagem avança. Como regra geral, que o mestre pode ajustar de acordo com a sua campanha, o desconto pode ser igual à metade da REL entre eles, arredondado para cima (assim, uma REL 3 daria 2 PEs de desconto na compra de itens). Um item nunca pode custar menos do que 1 PE para ser adquirido, mas cada vez que o desconto atingir o valor do item ele receberá um item extra para cada PE gasto. Por exemplo, ao comprar uma poção de Cura Menor (que custa 1 PE) com 2 PEs de desconto, o personagem receberia duas poções extras gastando apenas 1 PE.
  • Um comerciante especialista, como um ferreiro de uma vila medieval ou um mecânico de robôs futurista, pode oferecer serviços e itens melhores à medida que o seu relacionamento avança.  Como regra geral, os personagens podem adquirir itens que custem até RELx5 PEs. Assim, com REL 1 apenas itens que custem até 5 PEs podem ser adquiridos; com REL 2, já poderão ser adquiridos itens de até 10 PEs; e assim por diante.
  • Um tutor arcano pode ter mais feitiços disponíveis para ensinar aos magos do grupo à medida que o seu relacionamento com ele melhora. Como regra geral, que o mestre pode ajustar conforme for conveniente, ele pode ensinar um feitiço que use até RELx5 PMs ao personagem, uma vez por aventura.
  • Outros tipos de mestres e professores também podem ensinar novas habilidades conforme a sua REL com os personagens aumenta. Mestres de combate, como um professor de esgrima ou de defesa pessoal, podem conceder bônus de FA ou FD com certos tipos de dano ou em situações específicas. Mestres em perícias podem conceder bônus em testes, ou mesmo ensinar Habilidades Extraordinárias como se fossem magias (veja no Manual do Defensor).
  • Um dono de estalagem pode oferecer serviços melhores à medida que o seu relacionamento se desenvolve. REL baixa pode permitir o uso de quartos mais confortáveis, que recuperam PVs ou PMs mais rápido; enquanto os níveis mais altos podem dar acesso a jantares especiais e outros serviços únicos, que concedem bônus nas características dos personagens por um tempo determinado (geralmente até 24 horas) após serem utilizados.
  • Um rei ou outro governante pode conceder vários benefícios dentro do seu reino, à medida que a sua confiança no personagem aumenta. Nos níveis mais baixos, leis podem ser torcidas, e a guarda fazer vista grossa para as atividades do personagem; nos mais altos, ele pode mesmo usar o seu valor de REL para realizar testes sociais dentro do reino (“você sabe com quem está falando? Eu sou amigo do rei!”).

Além destes benefícios específicos, em alguns testes de perícia para lidar com o NPC em questão, em especial envolvendo a perícia Manipulação e suas especializações, o jogador pode utilizar a sua REL com aquele personagem no lugar da Habilidade, se a primeira for maior.

 

Relacionamento com Personagens dos Jogadores

Embora o relacionamento seja mais simples de lidar com NPCs, se o mestre quiser também é possível permitir que a característica REL seja usada entre personagens do próprio grupo. Isso dará a eles alguns benefícios especiais.

Sempre que um personagem usar uma magia ou outro poder de cura em um personagem com quem possui valor de REL, a sua intimidade irá fortalecer o efeito. Ele pode somar a sua REL a qualquer valor rolado de cura de PVs ou de recuperação de PMs. Por exemplo, gastando 4 PMs em uma Cura Mágica em um personagem com quem tem REL 3, ele curaria 2d+3 PVs, ao invés de apenas 2d.

Além disso, uma vez por aventura para cada ponto de REL, o personagem pode usar a sua intimidade para incentivar o companheiro de alguma forma. Fazer isso não custa ações ou movimentos, e concede a ele um bônus em uma jogada igual à sua REL.

Da mesma forma, o personagem pode usar a força do relacionamento para tentar livrar um companheiro de um efeito mental prejudicial, como medo ou dominação. O companheiro terá direito a um novo teste de Resistência para se livrar do efeito, que receberá um bônus igual à REL entre os personagens. Isso gasta um dos seus usos do relacionamento.

Entre dois personagens de jogadores, a característica REL é sempre única: ambos podem gastar seus pontos e PEs para aprimorá-la, e os bônus recebidos valerão para ambos os personagens.

Com esse narigão, espero que me ajude a farejar inimigos!

Com esse narigão, aposto que ele me ajuda a farejar inimigos!

 

Quando usar o Relacionamento?

Obviamente, a característica REL não é adequada para todo grupo ou campanha. Cabe ao mestre e a todos os jogadores decidirem se querem adicionar esse nível de complexificação e burocratização na sua mesa. Por outro lado, pode ser uma adição divertida, que inclui uma dinâmica nova e diferente à forma como a campanha se desenvolve.

Uma opção mais simples é, ao invés de tratar os relacionamentos separadamente para cada personagem, tratá-los sempre como um elemento coletivo, afetando o grupo como um todo. Isso é útil principalmente com relação a NPCs: ao invés de contabilizar separadamente o Relacionamento de cada NPC com cada personagem, utilize uma única característica representando a confiança que ele possui no grupo todo. Isso torna mais fácil estabelecer o avanço de benefícios com o aumento da característica, já que todos estarão recebendo-os em conjunto.

Também é possível usar as duas opções em conjunto. Assim, certos NPCs que se relacionam com todo o grupo, como um rei, comerciante ou dono de estalagem, possuem um único valor de REL para todo o grupo. Outros, como um professor de magia ou mestre de esgrima, que se relacionarão apenas com seus pupilos, terão valores de REL exclusivos para estes personagens.

O mesmo pode valer para o relacionamento entre personagens jogadores. Ao invés de cada personagem ter um valor de REL para cada outro personagem, use apenas um valor de REL coletivo do grupo todo, representando a confiança geral que há entre eles. Assim, os benefícios serão recebidos por todos os personagens do grupo, sempre que agirem em conjunto. Passa a ser mesmo um incentivo para mantê-los juntos: como diz o velho ditado RPGístico, não separe o grupo!

BURP • 01/12/2017
tags: 3D&T

Comentários