Inferno Movido a Vapor — Orcs

Conheça os orcs de Gandara, os remanescentes de um dos maiores povos que já habitaram esse mundo.

A raça dos orcs já foi grande e poderosa, em um passado distante, muito anterior a passagem de Mephisto. Por falta de união entre as antigas tribos, foram subjugados primeiro pelos elfos, depois pelos anões que os escravizaram aos milhares. Com uma grande força e resistência incomum, se tornaram máquinas de trabalho e de guerra, além de cobaias perfeitas para experimentos químicos e implantes mecânicos.

Orcs — A Força Contida

Quem sair daqui com vida, avise os outros: vocês não são bem vindos!
— Tulah “Punho de Guerra”, líder das tribos órquicas.

Orcs são humanoides de grande porte, tendo uma média de altura de quase dois metros e peso próximo a 200 kgs. São robustos, de ombros largos e tronco forte. Sua pele é resistente e coberta por uma fina camada de pelos que variam do marrom ao verde. Os olhos tem tons amarelados ou vermelhos, sempre profundos. Têm uma resistência formidável a ferimentos, frio ou calor excessivo. Também costumam suportar cargas de trabalho e de marcha que fariam qualquer outra raça sucumbir de exaustão.

São contrários a tecnologia e a armas de fogo, repudiando o uso de qualquer instrumento que não dependa de força para ser utilizado. Alguns deles inclusive valorizam o uso de armaduras extremamente pesadas para demonstrar força. Um orc se orgulha de sua tribo e da história de luta de sua gente, e jamais irá envergonhar os antepassados recuando diante do perigo.

Hoje, orcs livres ainda lutam para provar que são fortes e que as máquinas são um erro. Para eles, são o fogo das caldeiras e a fumaça das fábricas os verdadeiros responsáveis pelo fim do que sobrou desse mundo. Já orcs escravos desejam reconhecimento e liberdade. Não são raros membros desta raça que buscam apoio para a causa de sua espécie e lutam para libertar os irmãos das tribos remanescentes.

Vantagem Única: Orcs (3 pontos)

Nicho, F+2. Orcs respeitam e cultivam apenas a força. Eles já começam muito mais fortes que um humano, e podem ultrapassar o limite imposto pelo Nicho nessa característica.

Armadura Extra (físico). Orcs possuem um couro resistente e músculos poderosos, capazes de lhes proteger de ferimentos que matariam criaturas de outras raças.

Restrição de Poder (incomum) e Interferência. Orcs não se dão bem com máquinas e outros itens modernos. Eles param de funcionar, quebram ou exigem o dobro do esforço para funcionarem nas mãos de um orc.

Enterrem meu coração na curva do rio…

Em tempos passados a raça órquica dominava quase metade de Aarseth, o continente ao leste de Gandara. Haviam tribos espalhadas desde as florestas que estavam onde hoje é o reino de Bolt até o extremo norte, próximo ao polo. A imensa maioria era nômade, vagando sempre atrás de caça ou lutando contra outras tribos por território. Foi em uma dessas incursões em direção ao sul do continente que os orcs encontraram pela primeira vez um povo diferente de tudo o que conheciam: frágil, tagarela e quebradiço: os elfos.

Elfos e orcs se enfrentaram em uma batalha por território que durou trinta anos. Ao fim do combate, a magia élfica subjugou boa parte das tribos, expulsando os remanescentes cada vez mais para o norte. Ainda que de tempos em tempos, grupos isolados partissem em confronto contra eles, nunca mais se tornaram uma real ameaça para as cidades do povo da floresta.

Após a passagem de Mephisto e o fim do mundo, uma nova guerra eclodiu, dessa vez entre elfos e anões, nativos do continente oeste. E o resultado foi bem diferente: privados da magia elemental, os elfos foram completamente dizimados da face de Gandara pelas máquinas de guerra anãs. Foi durante essa batalha que os primeiros encontros entre estes dois povos aconteceram. Orcs atacaram pelotões de infantaria anã, terminando derrotados e escravizados.

Até os dias de hoje, o comércio de escravos órquicos é uma atividade extremamente disseminada e lucrativa, fazendo com que sejam caçados até mesmo no que restou de seu território. A desconfiança deles em relação a armas de fogo e a máquinas em geral é um dos principais fatores que contribuem para a submissão forçada do povo. Milhares deles são empregados nas minas anãs, onde trabalham por dias inteiros sustentados por elementos químicos que os privam de cansaço, fome ou dor. O preço por isto é um período de vida bruscamente reduzido ou mutações que se não os matam, acabam transformando as vítimas em criaturas insanas.

A última concentração órquica livre do mundo é mantida em segurança por uma liga de quatro grandes tribos regidas por um único chefe, o orc conhecido como Tulah Punho de Guerra. Além da linha de frente protegida por ele estão as tribos livres, isoladas por este cinturão de guerra. Nos demais reinos apenas tribos esparsas de orcs são encontradas, em geral, fugitivos das minas e plantações de propriedade do Império Anão.

Mas eles ainda lutam. É a força o que distingue um orc das criaturas mais frágeis, e é seu dever não demonstrar dor ou sofrimento. Não importa as provações que ainda terão que passar, eles o farão com coragem, para provar que são fortes. Podem privá-los da liberdade, da dignidade e da própria vida, mas nunca irão ver uma expressão de fraqueza ou desespero manchar seu rosto.

Você pode ver mais vantagens únicas de Gandara através desta tag. Além disso, está convidado a curtir nossa página no facebook para saber primeiro o que estamos preparando para o Inferno Movido a Vapor.

Armageddon • 06/10/2017

Comentários