[TRPG] Classes: Policial, Sobrevivente e Megalopolisomante (em construção)

Espaço para mostrar o material criado por você, de contos a desenhos. Leia e comente sobre as criações dos colegas do fórum!
Avatar do usuário
Pontus Maximus
Mensagens: 722
Registrado em: 09 Dez 2013, 21:15

[TRPG] Classes: Policial, Sobrevivente e Megalopolisomante (em construção)

Mensagem por Pontus Maximus » 25 Set 2018, 19:33

TRPG: Policial, Sobrevivente e Megalopolisomante.

EM CONSTRUÇÃO

Galera é a primeira vez que faço algo para TRPG, peço uma ajuda para os navegantes mais experientes e paciência, apesar de ter conhecimento e experiência em TRPG, eu não mestro pois não tenho nenhum livro, tenho como referência a Tormenta Wiki, vou apresentar três novas classes fan service (ou pelo menos vou tentar). A princípio vou fazer um resumo das três classes novas made in fan service, e mais uma vez peço dicas e conselhos, se você gostar me dá uma forcinha, então vamos lá:

Policial:

Os Policiais são homens e mulheres de farda (uniforme) que são os mais notórios combatentes pois representam a lei e a ordem a favor dos bons e punição dos maus, policiais mesmo tendo apoio de milícias locais de cidades e vilarejos eles não estão restritos a pequenas jurisdições, percorrendo lugares assim como aventureiros (mas eles nem sempre gostam desse rótulo).

A origem dos Policiais em Arton se deve ao fato de que essa classe não é de origem artoniana, essa classe surgiu na Terra então a maioria dos policiais são nativos de nosso mundo, mas gradativamente eles estão se espalhando por todo o mundo onde a fantasia se torna palpável, os primeiros policiais em Arton nem sempre são vítimas das tempestades de areia do Deserto da Perdição, magos por motivos desconhecidos costumam abduzir pessoas da Terra para o Reinado, outra hipótese é o oposto, cientistas e feiticeiros do governo descobriram a existência de outros mundos habitados, usando pessoas como cobaias para viajarem entre os planetas por terem descoberto de alguma forma, em investigações perigosas, descobriram algum plano secreto do governo, enfim as hipóteses são variadas, mas uma coisa é certa, Policial é sempre Policial, Herói é sempre um Herói, mas existem corruptos as vezes, uma minoria desonesta (felizmente os corruptos são poucos)

Pré-requisitos:
Código de Ética: O Policial deve fazer valer a lei no Reino onde ele se encontra, mas caso as leis locais vigentes sejam injustas ao olhos do Policial, ele pode deixar de cumpri-las enquanto estiver em solo hostil, mas perde seus poderes até que deixe o país onde está ou que as leis mudem.
Tendência: Qualquer uma exceto Caótico e Mau.
Bônus Base de Ataque +4

Porte Legal de Armas: O Policial pode usar armas de fogo/pólvora sem ter nenhum problema com a lei.

Autoridade Constituida Espiritualmente: Todo Policial a partir do 1 nível podem causar danos em qualquer inimigo que sofra danos apenas por mágica (muitos policiais são capazes disso mesmo que não se dêem conta disso).

Armadura de Kevlar Balístico: O Policial possui uma Armadura de Kevlar junto com uniforme capaz de ignorar todo acerto crítico causado por ataques de longo alcance por armas de longo alcance e magias de dano máximo três vezes por dia a partir do 3 nível, depois de cada 5 níveis posteriores o uso aumenta para 6, depois para 9 e etc...

Faca na Caveira:


Sobrevivente:

Definir a origem de um Sobrevivente é algo fácil e ao mesmo tempo difícil de detalhar_ pois são muitos os tipos de sobreviventes que podem existir, geralmente essas pessoas foram vítimas de grandes catástrofes que os obrigaram a se tornarem o que são e se unirem a outros sobreviventes em busca de um lugar no mundo para viver e chamar de lar, mas um novo tipo de sobrevivente tem surgirdo na sociedade, são pessoas que, cansadas do estresse da civilização, do consumismo, do materialismo, da ganância e desvalorização da vida nos centros urbanos, decidiram migrar na esperança de encontrarem um novo estilo de vida mais simples e livre, tais pessoas são chamadas de "Pessoas que vivem fora do sistema", pessoas estas que mesmo sendo bem graduadas profissionalmente abandonaram boa parte de suas antigas vidas por uma outra vida mais suave e que valorize mais o próximo, formando comunidades auto-sustentavel, mas não se enganem, um sobrevivente pode ser um adversário capaz de vencer grandes catástrofes e batalhas, pois ou aprendem a lutar e sobreviver na prática ou se preparam antes adquirindo desde condicionamento físico, até a buscarem conhecimentos de sobrevivência fora das " florestas de pedra" que, apesar de terem suas virtudes, também apresentam seus riscos que variam desde a bandidagem e violência até os ricos e magnatas que não se importam com pessoas menores.

Este tipo de sobrevivente são originalmente vindos da Terra e são os mais aptos a sobreviverem e ajudar outros a sobreviverem em suas comunidades e esconderijos, podendo até mesmo serem qualificados como os mais qualificados a reconstruir o mundo em cenários apocalípticos, sobreviverem ate mesmona a Tormenta, mas achar o seu lugar no mundo, onde possam viver em paz, geralmente leva-se um tempo indeterminado de peregrinação pelo mundo, em Arton os Sobreviventes Fora do Sistema podem vir para nele acidentalmente, por fendas místicas que ligam ambos os mundos ou pelas tempestades de areias do Deserto da Perdição.

Pré-requisitos:
Tendência: Qualquer uma.
Bônus Base de Ataque +4

Megalopolisomante:

A Megalopolisomancia (como o próprio nome já mostra) é uma técnica difícil e perigosa de se aprender no ocultismo, a magia necessária para aprende-la vem de fontes pouco confiáveis (para não dizer coisa pior), em Arton talvez as energias e condições sejam mais favoráveis, mas seja como for o mágico precisa extrair poder de entidades mais poderosas e realizar um pacto ou algum tipo de aliança sobrenatural, o Mago deve está ciente que, em busca de poder o caminho da Megalopolisomancia pode ser um caminho sem retorno. No entanto a finalidade do Megalopolisomante também está direcionada a veneração de algum deus, entidades ou forças muito acima dos parâmetros de conhecimentos humanos, mas nem todo deus/entidade/forças podem querer um servo um bruxo de alto nível, por si só esse detalhe já é motivo de desconfiança, mas muitos usuários de magia não se preocupam com isso, eles dizem que "respeitando a natureza da magia e de seus mestres superiores, não há o que temer".O Megalopolisomante precisa se observador e atencioso constantemente.

A Megalópolisomancia trata-se da arte mágica de criar lugares consagrados a amplificação dos poderes de qualquer usuários de poderes ligados ao ocultismo e a magia, esses lugares ampliam o poder do próprio Mago como seus rituais, mas servem para outros aliados do Mago também, desde que eles também sejam também praticantes de poderes místicos, exceto por pessoas que cultuam o bem, apenas usuários de tendência Leal e Neutra para baixo podem se beneficiar desses locais. A Megalópolisomancia consiste em criar lugares como Casas, Mansões, Prédios, Fazendas e até mesmo Cidades com uma estrutura que sirva como grandes símbolos ocultistas, suas formas geométricas devem estar de acordo com os símbolos ocultistas mágicos ou de acordo com o gosto de seus mestres superiores (de origem muitas vezes duvidosas), um Mago Megalopolisomante não pode se beneficiar de Templos e Igrejas, pois as forças ou deuses sempre serão conflitantes e opostas, exceto se o deus/entidade/força for a favor de ter poder a todo custo.

Para os teóricos da conspiração cidades como Washington formam um pentagrama gigante se visto de cima, o Pentágono americano talvez sejam obras desses bruxos que sobreviveram as perseguições da santa Inquisição, mas o que poucos sabem é o fato de que os Megalopolisomantes mais avançados conhecem Arton e abrem portais secretos para viajarem entre os planos ou enviarem "candidatos" a uma viagem forçada sem volta. Uma seita com esses magos talvez planejem dominar a Terra usando a magia de Arton e suas relíquias.

Pré-requisitos:
Ser usuário de magia.
Tendência: Leal e Neutro, Neutro, Leal e Mau, Neutro e Mau ou Caótico e Mau.

Responder

Voltar para “Fan Fiction & Fan Art”