Touhou RPG - Sidequests

Avatar do usuário
Shino
Mensagens: 315
Registrado em: 12 Jan 2014, 13:54
Localização: Atualmente em Elios!!!
Contato:

Re: Touhou RPG - Sidequests

Mensagem por Shino » 04 Set 2014, 17:25

Para Reno e Michio


— Ah, obrigado!!! Fico feliz com isso!

Sorriu novamente, um pouco mais largo que o primeiro, estava começando a se acostumar com a idéia, já não acreditava na “normalidade” do mundo, visto que ele mesmo não era normal, um homem “sonhava” estar em outro mundo, a ponto de sentir perfeitamente o cheiro, o frio ou calor, sentir o vento em seu rosto, voar como um pássaro ao lado de uma garota, humana ou não.

— Não adivinho, eu estudei elas, nem sempre os sonhos se resumem em lutas, às vezes são coisas comuns, como os Hanamis, às vezes são ainda mais comuns, como um dia vi Youmu visitar a vila humana e comprar melancias para Yuyuko, não é mentira o que os fãs acham, não admiti frente a eles, mas deixei implícito, ela é uma verdadeira comilona.

Sorriu novamente!

— Infelizmente esta é uma pergunta que nem mesmo eu tenho a resposta, lembro de uma vez estar “nas sombras" da Suwako e ela conversava com a Sanae sobre isso, sobre este feito da Kanako, e quando a garota perguntou o mesmo a loira, ela respondeu:

— Vai saber, nem a mim ela contou isso, tem vezes que a Kanako é muito mesquinha!

...

— Quando diz céu, quer dizer o Nirvana, onde a Tenshi mora? Se sim, basta ir ao ponto mais alto da montanha youkai e voar em linha reta para cima que, entre as nuvens, assim o irá alcançar.

— Se o inferno que se refere for o Makai, o reino de Shinki, mãe da Alice, deve cruzar uma caverna atrás do templo Hakurei, mais ou menos por ali!

Apontou na sua construção mágica, onde estaria a suposta caverna que leva ao mundo dos demônios.

— Mas se for o antigo inferno, ele esta abaixo do Palácio dos Espíritos da Terra, onde mora as irmãs Komeiji. O mundo dos Sonhos pode ser acessado pelo lago Hakurei, em noites de lua cheia, quando a luz da lua reflete no lago ele muda para uma coloração vermelha, parecendo uma gigantesca possa de sangue puro.

— Já a Lua, agora você me pegou, existe um caminho dentro do Eintei que permite acesso a Lua, mas se os Lunarians existem mesmo? Como o homem foi a Lua? Será mentira americana? Ou eles estão ocultando fatos do publico?

— Pela sua expressão vejo que não tem conhecimento algum de lá, o que aconteceu que uma vez, estava eu “nas sombras” da Reisen e a vi servir a Kaguya, a Eirin, e outras duas mulheres, as atuais princesas da lua. E elas conversaram sobre a situação do império lunar, que fica no lado negro da lua. Então levando em conta dos fatos de agora, deve sim haver um reino na lua, mas porque não sabemos de nada?

...

— Complicou de novo, Maiyohiga, a mansão da Yukari, quem sabe, só ela, Chen e Ran devem saber como acessar aquele lugar, eu só ouço a Reimu falando do lugar, mas nunca soube se ela visitou ou não, nunca estive “nas sombras” da Yukari quando ela ia para casa. Bem, a Ran visita a Vila Humana para comprar mantimentos, então recomendo ir até ela, ou seguir a Chen.

...

— Estou por fora disso, como vou saber de pontos vulneráveis da Barreira, só vim descobrir que o mundo que eu contava minhas historias era real por você :D

...

— Está querendo ser imortal? :D

— Pelo que eu sei, só elas sabem como fazer, parece que exige um poder da Kaguya para o fazer, então só elas mesmo, se quer encontrar o lugar, pergunta para a Mokou, ou então pede a Keine, para pedir a Mokou, assim você chega lá.

— Realmente, não há coincidências, mas desta vez não foi um sonho, estas duas são as únicas personagens que nunca existiram, ou pelo menos, nunca sonhei com nenhuma delas. Elas na verdade são minhas próprias experiências do local, como disse sempre sonho estar ao lado de alguém, mas ouve poucos sonhos nesses últimos anos que eu estava sozinho a vagar nas sombras e surgia em Gensokyo. Como todos os sonhos eu era invisível aos de lá, então como não estava ao lado de ninguém, inventei elas duas, se não percebeu, Renko é praticamente a Reimu, e a Maribel a Yukari, tem fãs que fantasiam um relacionamento amoroso das duas, então as criei como grandes amigas, elas são os únicos seres de minha autoria dentro das minhas obras.

— Eita por%@! Gender bender parte dois?

Novamente outro susto, aquele sim era o poder mais assustado do rapaz, aos olhos do homem, principalmente quando se fica tão incrivelmente perfeito, não faltava nada, cabelos, olhos, corpo, voz, era uma mulher frente aos seus olhos, seria mulher também internamente?

— Desculpa, ainda me assusto com essas mudanças suas, então a Hoshiguma tem uma aprendiz, que interessante, posso fazer dela um chefe de um próximo jogo, vejamos, temos essa Oni, a Akane, se bem que prefiro ocultar esse seu poder de mudar de forma, o SynGyoku que o diga, ninguém gosta dele por ele ter uma forma de homem. Não tem mais nenhuma garota no grupo, seria bom ter pelo menos umas cinco garotas no mínimo?
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA TOUHOU RPG ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA CAVALEIROS DO ZODÍACO ALPHA ♦ ♦
Imagem Imagem
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ PERSONAGEM: TENRU DE LINCE ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

Avatar do usuário
Keitarô
Mensagens: 1321
Registrado em: 09 Dez 2013, 19:58
Localização: Mahoyiga

Re: Touhou RPG - Sidequests

Mensagem por Keitarô » 04 Set 2014, 18:33

Reno

Digeriu uma a uma as respostas. A maioria não era objetivamente o que queria, não dava uma solução pronta; mas também não era uma resposta dispensável, tratava-se da maneira de como fazer, com relativa certeza, o que desejava. O que havia perguntado. "Deus escreve certo por linhas tortas", diz um ditado popular terrestre, o ruivo havia conhecido.

— Ser imortal... não é exatamente o meu objetivo. Quanto mais uso os poderes, mais me aproximo da barreira do que é e o que não é, Jun'ya-san... eu só desejo isto. Eu agradeço por suas respostas, investigarei a fundo a maioria delas utilizando o que me ensinou, e achei curioso o fato de jamais ter visto Yukari. Não houve um jogo em que ela era a inimiga final? Você enxergou Reimu lutando contra você? Yukari é realmente alguém que parece controlar tudo, não é mesmo? Ela deve saber de seus atos.

Depois, resolveu voltar ao normal. Sentiu que, se fosse possível, sentiria-se cansado com tantas mudanças de forma física, mas já não podia se sentir cansado. Assim, lembrou e comentou mais algumas coisas:

— Ora, é só dizer que Akane pode se tornar o que quiser. Assim como pode criar o que quiser. A princípio como ilusões sólidas... mas também pode torná-las reais. Projeta seus sentidos para onde quiser, pode se regenerar sempre, jamais se cansa, come ou dorme, e pretende adquirir o Elixir Hourai para estar sempre nas Barreiras. Tenho uma ligação especial com Yukari, mas ela não sabe disso. "Coincidências", afinal — e deu de ombro.

Levou a mão ao queixo, pronto para concluir a conversa, e mentalizou a resposta que queria:

— Se interessá-lo, posso apresentar depois algumas pessoas que existem e ainda não foram visualizadas por você em seus desdobramentos. Também podemos visitar Gensokyô de verdade, mas por enquanto não consigo dobrar a Barreira Hakurei... fomos enviados para cá por Patchouli. Mas sinto que em breve conseguirei. Como posso fazer para contactá-lo? Assim, podemos ir conversando.

Ajeitou a peruca. Era apenas um adulto fazendo cosplay de Rinnosuke novamente. Maribel não existia e Yukari jamais fora vista por ZUN... mas se Yukari existia mesmo sem nunca ter sido vista, por que Maribel não existiria? Pela descrição da personagem, ela e Renko poderiam estudar em uma faculdade que existisse em Mega City. Teria que investigar isso outra hora.

À noite observaria a Lua, e veria o que seria possível descobrir.

OFF: acho que, com as respostas dele, este extra pode encerrar.

Avatar do usuário
Shino
Mensagens: 315
Registrado em: 12 Jan 2014, 13:54
Localização: Atualmente em Elios!!!
Contato:

Re: Touhou RPG - Sidequests

Mensagem por Shino » 05 Set 2014, 13:39

Para Reno e Michio


— Não Reno-san, não quis dizer que eu nunca vi a Yukari, sim já a vi, já estive “nas sombras” dela, mas nunca a vi voltando para casa enquanto estava com ela, talvez ela soubesse que eu estava ali e não queria mostrar o lugar, é bem possível.

...

— Nossa, a Akane é tão poderosa assim, então ela não serve para personagem jogador, esta mais para um chefe final, ou de estagio extra... Que louco deixaria alguém jogar com uma personagem dessas :D

...

— Seria bem legal conhecer as personagens, claro, ficarei feliz em ver Gensokyo com meus próprios olhos. Já sabe usar um computador, acho que sim, já que falou da Wikia de Touhou, então anota meu Twitter e meu Facebook, anota também meu celular. Aqui, deixa eu escrever.
ZUN lhe entrega um pequeno papel com todas as informações.

— Estarei esperando o contato de vocês, até outro dia!

(OFF: Seguinte gente... cansei... desse lenga-lenga das férias, isso mesmo, estou mal :twisted: Por isso, até o domingo eu recomeço o MegaCity, então só mais uma postagem de cada no SideQuest. E digam o que fizerem, com quem fizeram (ui), porque não vou dar resposta, é encerramento desse cap. E preparem-se, pq como diria o "Coisa", "Tá na hora do pau!")
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA TOUHOU RPG ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA CAVALEIROS DO ZODÍACO ALPHA ♦ ♦
Imagem Imagem
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ PERSONAGEM: TENRU DE LINCE ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

Avatar do usuário
Galahad
Mensagens: 1910
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:33

Re: Touhou RPG - Sidequests

Mensagem por Galahad » 05 Set 2014, 21:31

Kenji


Final do Terceiro Dia

— Isso é uma promessa, Remilia, irei fazer com que memórias ruins sejam algo do passado para aquele quarto.

Após se despedir de sua mestra, Kenji seguia para seu quarto, onde desabafava para suas elementais, e o jovem arqueiro sorria aos palavras de Aika e Kiyone, sorria pois sabia que tinha aquelas mulheres maravilhosas ao seu lado, e mesmo que aquela situação fosse inusitada para muitos, as elementais aceitava. O jovem voltava a se sentar, encarando as duas, que agora estava trocando caricias , e com um tom que mistura sua gentileza de costume com um pouco de malícia, dizia para elas.

— Eu também nunca achei que o que temos é um crime ou algo para sentir vergonha, minhas amadas. Sabe, apenas vim pensando se isso é egoísmo meu ou não, e por isso que eu quero dar tanto amor a vocês quanto vocês me dão, e até mais. Vocês todas são especiais para mim, e mostrar isso a cada dia é meu dever como marido, tristeza ou cansaço algum me impedirão de fazer isso!

Com estas palavras, o jovem seguia para sua palavra, se aproxima das duas elementais, aproveitando aquela proximidade das duas para poder dar atenção para ambas, trocando beijos e caricias, além de outras coisas. O jovem arqueiro devotava toda sua atenção e energia para as duas elementais, a tristeza que sentia devido as palavras de Remilia ainda estava presente, mas fora "empurrada" para um canto mais afastado de seu coração, pois agora o amor que sentia por Aika e Kiyone era maior que qualquer tristeza, e Kenji demonstraria isso para as duas mesmo que esgotasse todas suas energias.

Manhã do Quarto Dia

Kenji acordava mais tarde, embora a noite tenha sido cansativa, e com seus altos e baixos, ainda fora uma boa noite, e amanhã parece que prometia também. Via as duas mulheres num deslumbrante visual, preparando o desjejum, fazendo com o estômago do arqueiro roncasse com o apetitoso cheiro. Kenji se aproximava da dupla, dando um beijo carinhoso nas duas.

— Bom dia, minhas amadas. Dormiram tão bem quanto eu? Depois de uma noite tão bom, nada melhor que um desjejum reforçado, não?

O jovem sentava com a dupla, conversava e ria, enquanto se deleitava com aquela maravilhosa refeição, relembrava do dia que passaram; do monumento que visitaram, de com ele honrava o valor de lembrar aqueles heróis que se sacrificaram por seu país; lembrava da ia ao cinema, de como fora divertido aproveitar aquela forma “contar histórias” que existia naquele mundo; e por fim, mas não menos importante, da volta no parque, o momento que tivera com elas.

— Esses são o tipo de memória que quero ter com vocês, e com certeza teremos mais, isso eu prometo.

Após isso, passava um pouco mais de tempo com elas, até que via que estava na hora de dar atenção para uma outra certa dava, o arqueiro se despedia das duas, e se arrumava para sair, e quando saía do quarto já de banho tomado e arrumado para um novo e emocionante dia na França, encontrava sua dama esperando.

— Bom dia, Okuu-san, espero não ter te deixado esperando muito. Eu sei que esse mundo não lhe foi muito gentil, por isso que lhe mostrar outro lado dele, a beleza que ele tem, ainda que não esta beleza não se compare com a sua. Ouvi dizer que o passei pelo rio que corta esta cidade, o Sena, é bem romântico.

Avatar do usuário
Inoue91
Mensagens: 616
Registrado em: 08 Jan 2014, 02:38

Re: Touhou RPG - Sidequests

Mensagem por Inoue91 » 05 Set 2014, 21:50

Inoue

*Inoue, estava sorrindo quando Hibiki abriu a porta, antes que pudesse falar alguma coisa, Hibiki o puxo pelo braço e o levou até fora do caminhão, um pouco assustado com a reação da garota apenas dizia.

–- Mas o que é isso? Estão gravando algo para o show de amanha que será uma surpresa?

*Hibiki então começa a falar e a elogiar como Inoue era sortudo, dizia que ele tinha uma linda namorada, uma irmãzinha fofa , mas novamente antes que Inoue pudesse dizer alguma coisa a garota o expulsa do local, ficou desapontado e sem entender o que tinha acontecido, ele apenas decidiu voltar para o seu quarto.

*Caminhava com as mão nos bolsos resmungando do acontecido, Inoue estava um pouco bravo com a atitude de Hibiki, no meio do caminho acabou encontrando Genjurou o qual o convidou para ir molhar a garganta. Como fazia um bom tempo que Inoue não bebia e como o que ele tinha planejado para fazer tinha ido por água abaixo, acabou aceitando o convite.

*Rapidamente caminharam até o bar do hotel, apesar dele ser mais caro que os bares comuns, eles possuíam algumas opções de bebidas diferenciadas, o que fazia a diferença de preços compensar. De início, bebiam apenas cerveja, bebiam lentamente a fim de apreciar o seu sabor, e para poderem ter uma conversa agradável.

–- Com todo o respeito Genjurou-San, mas qual o problema de Hibiki? Fui até o caminhão em que elas estavam, para ver minha namorada e minha irmã e a maluca me expulsou sem mais nem menos, isso não foi nada legal (Dava um gole em sua bebida)



*Após acabar sua cerveja Inoue pedia para o garçom encher novamente o caneco, enquanto o garçom a enchia, ele caminhava até a jukebox, olhava a seleção de músicas disponíveis e ao encontrar uma música que gostava, inseria uma moeda na máquina e a selecionava para tocar, voltou para seu assentou e voltou a conversar com Genjurou.


-– Não sei se a música é de seu agrado, mas um pouco de música deixa o ambiente mais amigável não concorda? Vamos apenas aproveitar o resto do dia e relaxar um pouco, embora meus planos inicias fossem outros.


*A movimentação do bar começou a aumentar e hospedes dos mais diversos tipos começaram a aparecer, tinha o executivo que estava viajando a negócios, o pai de família que procurava relaxar um pouco, um casal apaixonado que estava um encontro onde provavelmente o homem pediria a mulher em casamento e entre outros. A música que Takashi havia selecionado havia acabado fazia pouco tempo, mas os amantes da música não podiam deixar que o bar só ficasse com o barulho das conversas alheias, por este motivo musicas dos mais diversos gêneros foram sendo tacadas a medida que o tempo passava.

*Ao lado da mesa de Inoue e Genjurou, estavam sentados um grupo de jovens que aparentemente estavam comemorando uma promoção que um deles havia recebido no local onde ele trabalha, não sabe dizer o que aconteceu mas por algum motivo Inoue e Genjurou estavam comemorando junto com aquele pequeno grupo de jovens, e foi ai então que a verdadeira bebedeira começou.

*Inoue para comemorar a promoção do jovem que acabara de conhecer mandou a casa trazer dozes de Boilermaker, quando a bebida chegou, todos pegaram o menor copo, jogaram dentro do maior copo, brindaram e então beberam todo o conteúdo do copo grande. Apos beber Inoue limpava a boca com a costa de sua mão esquerda, seu rosto estava começando a ficar com uma coloração avermelhada.


*Eram onze horas da noite Inoue estava em um canto da mesa brincando com alguns palitos de dente, haviam lhe passado um desafio onde ele supostamente teria que transformar um numero em outro, mexendo apenas 2 palitos, era uma atividade relativamente facil, Genjurou rodava um guarda chuva de cocktail em sua boca, o grupo parecia ter perdido o animo, talvez teria sido o baque da bebida que haviam tomado anteriormente, mas Inoue queria transformar aquela noite em um noite inesquecível, talvez ele ja estivesse um pouco alterado pelo álcool, assim quando teve uma ideia Inoue, levantou e bateu com as duas mãos na mesa e começou a falar.


–- Já sei, que tal transformarmos esta noite em uma noite épica, uma noite inesquecível? Que tal fazermos uma noite de bebedeira e desafios (Pegava um mapa do local, e então um guia de bares locais, ficou analisando por uns quinze minutos e então trassava uma rota ligando doze pontos no total) – Como dizia aqui eu planejei uma lendária rota de deleite alcoólico, no total são 11 bares e o último ponto é aqui no hotel, iremos bar a bar em busca de doses desta maravilha chamada Boilermaker e para animar ainda mais faremos uma lista com atividades das mais variadas as quais nos dará uma pontuação, e no fim aquele que pontuar mais será o vencedor, bom já sairemos vitoriosos se aguentarmos o porre que tomaremos ao longo destes onze bares, então o que me dizem, estão dentro ? (Dizia estendendo o punho para o centro da mesa)


*Genjurou foi o primeiro a aceitar, os demais jovens formaram uma rodinha entre eles e então começaram a discutir,após alguns minutos discutindo os três jovens aceitaram a proposta e então se apresentaram, o mais alto deles era o Pierre, o que havia conseguido a promoção era Louis e Jean era o mais novo deles.

*Com tudo já planejado, faltava apenas escrever a lista de desafios, cada participante pegou um guardanapo e uma caneta, e começaram a escrever uma pequena lista com os possíveis desafios seguidos de uma determinada pontuação, após todos escreverem, foram feitas as escolhas das melhores ideias, elas então
foram escritas em um outro pedaço de guardanapo, dentre os itens estavam.

1.Seja atendido em um estabelecimento sem vestir os sapatos e a camisa - 10pts
2.Troque de calças com um estranho 10 pts Toda roupa 30 pts
3.De um beijo francês em uma garota - 10 pts

15.Obter o sutiã de uma garota- 10 pontos. Obter sua calcinha - 20 pts.
16.De uma mordida na refeição de um estranho - 30 pts.
17.Prenda alguém em um poste com fita adesiva -25pts.

21.Roube alguma coisa do Michio - 15pts
22.Corra 1km pelado - 35pts
23. "Vive la révolution" - Entre no espirito Frances, se vista como Napoleão e em uma praça leia o código napoleônico - 25 pts.

34. Trajar o Lucian em uma sukumizu. 100pts.
35. Em um skate pular sobre 5 mendigos -15pts.
36. Apalpe uma garota -20pts.

47. Cheirar wassabi - 25pts
49. Pule nas costas de um policial e fique montando por 8 segundos - 25 pts.
50. Invada uma festa de casamento e beije a noiva -45 pts.


*E assim foi dada a largada

Meia Noite e Meia ( Primeiro Bar: O Primeiro Posto)

*Por mais que já estivessem um pouco bêbados, o grupo ainda tinha consciência do que estavam fazendo, muitos aproveitaram disso para completarem alguns dos desafios, Inoue tomou coragem e em uma rua tirou toda sua roupa e correu pelado por 1km, Genjuro entrou em uma loja de convenienciosa e não se sabe o que ele fez, mas em apenas 10 segundos ele foi expulso do local, Pierre beijou uma garota, Louis e Jean, não completaram nada da lista.


*O pequeno grupo não perdeu tempo, ao chegar no primeiro bar, mandaram ver, compraram algumas doses de boilermaker, e viraram de uma vez, neste bar teve de tudo, teve bebida, diversão, controvérsia, mulheres e teve drama.

Inoue – 35pts
Genjurou - 20pts
Pierre – 10pts
Louis – 0pts
Jean – 0pts

Uma e Quarenta e Cinco da manha ( Terceiro Bar: Os bons companheiros)

*No caminho para o terceiro bar, eles estavam se sentindo invencíveis, estavam tão confiantes, que começaram a fazer coisas mais ousadas da lista, Inoue conseguiu depois de muita conversa trocar de calças com um estranho, Genjurou foi louco o suficiente para cheirar wassabi, Pierre tentou invadir uma festa de casamento que estava tendo em um salão de festa mas falhou drasticamente, Louis apalpou um garota e foi rápido o suficiente para fugir do namorada dela, infelizmente Jean tentou montar nas costas de um policial e acabou sendo preso.

*No terceiro bar Louis se esbarrou com a irmã de Jean, o que foi muito bom para ele, pois ele levou ela até o banheiro de deficientes e esbarrou com ela de novo.


Inoue - 55pts
Genjurou - 65pts
Pierre - 30pts
Louis - 30pts
Jean -- 20pts



Duas e meia da manha ( Quinto Bar: O cão de duas cabeças)

*No caminho para o quinto bar nenhum membro do grupo conseguiu realizar alguma coisa da lista, eles apenas entraram no bar e pediram uma dose de boilermaker, tomaram rapidamente e partiram para o sexto bar.

Inoue - 80pts
Genjurou - 75pts
Pierre - 40pts
Louis - 45pts


Três e vinte da manha ( Sétimo Bar: A cabeça do Rei)

*Todos ali já haviam ingerido mais de sete canecos de boilermaker, estavam andando trançando as pernas, o nível de álcool no sangue de cada um dos integrantes deste grupo devia estar quase no limite, Louis teve um ataque de panico e começou a vomitar, ele ficou tão paranoico que o grupo foi obrigado a deixá-lo em um banco de uma praça qualquer, eles estavam tão bêbados que não eram mais capazes de dizer a pontuação ou até mesmo anotá-la.

*Não se sabe como e da onde Pierre mas conseguiu uma garrafa de champagne, ele agitou a garrafa, subiu no capo de um carro, colocou a garrafa por entre as pernas e então estourou a rolha deste modo jorrando a bebida nas poucas pessoas que passavam pela rua ( provavelmente elas estariam indo para algum bar).

*Dentro de A cabeça do rei, estava tendo um show ao vivo de uma banda a qual Inoue nunca tinha ouvido falar, estava tão afetado que não saberia dizer se a música era boa ou se era ruim, ficaram la por um tempo, e em um determinado momento, os três encontravam-se abraçados uns aos outros enquanto pulavam e tentavam cantar juntos com o ritmo da música, tudo ocorria bem até que se formou um mosh, embora a real intenção deste ato não seja agredir fisicamente os participantes, uma cotovelada acabou acertando a cabeça de outro participante o que acabou gerando uma briga generalizada, entre socos e chutes o grupo conseguiu sair ileso do local.



Inoue – ??pts
Genjurou – ??pts
Pierre - ??pts
Louis - ??pts

Quatro da manha ( Nono Bar: A colmeia )

*Pierre não aguentou chegar no nono bar, ele passou muito mal e teve que abandonar o grupo, que de momento era apenas ele, Inoue e Genjurou.A passagem pelo nono bar foi apenas para entrar e tomar a dose da bebida, pois nem Inoue e Genjurou estavam mais aguentando.

Inoue – ??pts
Genjurou – ??pts
Pierre – ??pts

Quatro e meia da manha ( Hotel, Desafio Completo)

Inoue e Genjurou não sabiam dizer nem como estavam andando, cambaleavam muito, não sabiam dizer quantos canecos de Boilermaker eles haviam ingerido, era uma valor extremamente alto, e qualquer humano estaria morto ou em coma alcoílico, não sabiam dizer quem ganhou a tal gincana, embora eles tenham feito as atividades até a chegada do hotel, eles haviam parado de somar os pontos logo apos o quinto bar, eles apenas comemoraram por terem consigo completar o caminho dourado. Na realidade pouco ligavam para o ganhador da gincana, haviam conquistado algo épico e construído uma boa amizade, eles só esperavam que aqueles três jovens que os acompanharam não tivessem complicações maiores nos dias seguintes.

Inoue – ??pts
Genjurou – ??pts


Vencedor: Indefinido

*No fim das contas só havia sobrado Inoue e Genjurou, ambos andavam um apoiado sobre o outro para que não caíssem no chão, os dois estavam muito bêbados. Apos chegar em seu quarto Inoue se despediu de Genjurou e com muita dificuldade abriu a porta, estava bem tarde e por isso tentou caminhar até sua cama sem fazer muito barulho, por estar muito escuro ele não conseguia enxergar muito bem, esbarrou em alguns moveis, e quando achou que tinha esbarrado contra sua cama apenas soltou o seu peso sobre ela, e do jeito que caiu adormeceu.

*Inoue acordou no dia seguinte com a sensação de que sua cabeça explodiria a qualquer momento, ela doía muito, sua boca estava seca, e tudo o que ele mais queria neste momento era um copo de água para poder se hidratar um pouco, levou a mão a cabeça e tentava lembrar o que havia acontecido no dia anterior, ele não conseguiu lembrar de muita coisa, assim apenas se levantou de forma a ficar sentado na cama, permaneceu com os olhos fechados por mais um tempo, embora sua cabeça doesse, seu estômago não estava doendo, para falar a verdade ele estava ficando com fome pois conseguiu sentir um delicioso cheiro que lhe havia aberto o apetite, assim lentamente abriu os olhos uma silhueta de uma mulher se formava de maneira embaçada, lentamente a imagem foi tomando foco, até que Inoue pode ver que se tratava de Fiora.

–- Bom dia amor, sinto que minha cabeça explodirá em breve(Fazia uma pausa)-- Eu não bebia deste jeito ha um bom tempo, espero não ter feito nada constrangedor. Ontem a noite quando eu cheguei, por um acaso eu cai em cima de você? Não me lembro de ter tirado a camisa nem os sapatos.

*O estômago de Inoue roncava avisando que estava com fome, ele viu que uma farta mesa o esperava, e uma pequena baba escorreu pelo canto de sua boca, rapidamente Inoue limpou a baba com a mão, e se preparava para ir comer, mas percebeu que Hina não estava presente e decidiu esperar por ela. Enquanto esperava por Hina, decidiu tomar um banho e após banhar-se e vestir roupas limpas Hina chegava de seus exercícios matinais, esperou ela se arrumar e assim comeu aquela deliciosa comida na com paninha de sua queria irma e namorada.

*Após comerem juntos, ajudou a lavar a louça, e com tudo arrumado foi surpreendido por Hina e Fiora, as quais lhe presenteavam com um CD feito por elas mesmas.


–- Um presente para mim? (Dizia enquanto pegava a caixa do CD, por um momento Inoue olhava para ela fixamente e após alguns segundos dizia) –-Nossa, sabem que eu até tinha esquecido é meu aniversario. Por algum motivo e eu acho que até sei qual, meus pais acham perda de tempo comemorar tal data, então acabam proibindo essa comemoração la na casa. Eu, Hina e o restante de nossos irmãos discordamos desta visão, e sempre dávamos um jeito de nos presentear. De todo jeito achei muito nobre da parte de vocês, isso realmente significou muito para mim (Dizia enquanto algumas lágrimas de felicidade escorriam pelo seu rosto).

“Isto explica muita coisa, Hibiki viu que eu estregaria a surpresa que ambas tinham para mim, e me expulsou de la daquele jeito, tenho que falar com Genjurou mais tarde e retirar o que disse a respeito dela ontem”

*Inoue então se ajoelhava e dava um beijo na testa de Hina, seguido um caloroso abraço fraternal. Logo em seguida ficava de pé e por estar em frente de Hina dava um simples e carinhoso beijo em Fiora.

*Este pequeno momento fez com que algumas lembranças de seu passado voltassem, mais precisamente em um dia em que partiria para uma missão e se despediu da mesma maneira de suas falecidas esposa e filha, mas por algum motivo desta vez Inoue não se sentiu triste, ele estava feliz.

–- Olha que tal, aproveitarmos o dia juntos? Inicialmente eu estava planejando em ir para a praia, mas acho que podemos fazer algo mais especial, o que me dizem de fazermos um piquenique ? Passamos no mercado compramos o que precisamos, voltamos aqui preparamos e então partimos para um lugar bem bonito onde poderemos aproveitar, topam ? (Dizia com um sorriso no rosto)


Extra

*Inoue estava sentado em uma cadeira em seu quarto do hotel enquanto lia o jornal, estava tentando se atualizar com as noticias do mundo, em cima da mesa havia uma xícara de café, a qual Inoue tomava pequenos goles de tempos em tempos, após se atualizar com o que estava acontecendo com o mundo dobrou o jornal e o colocou em cima da mesa, ao lado da onde havia colocado o jornal, estava o presente que havia recebido mais cedo, olhou para ele e então se tocou que não o tinha escutado até o momento, aproveitando que Hina também estava no quarto foi até ela e perguntou.

--Hina-chan poderia me fazer um favor ? Gostaria muito de ouvir o CD que você e Fiora-san me deram, mas meu Discman ficou lá em casa, poderia usar sua magia e ir pegar para mim? Como é uma coisa bem simples e como eu sempre passo mal nesses teleportes queria que fosse em meu lugar. Ele está na segunda gaveta da minha mesa junto com o headphone.

*Esperava pela resposta de Hina, caso ela aceitasse, simplesmente esperava até ela voltar, quando voltasse a agradeceria e então abria o CD e o colocava em seu Discman, colocava o headphone em sua cabeça, sentava em um lugar confortável e então apertava play.

Avatar do usuário
Shino
Mensagens: 315
Registrado em: 12 Jan 2014, 13:54
Localização: Atualmente em Elios!!!
Contato:

Re: Touhou RPG - Sidequests

Mensagem por Shino » 06 Set 2014, 02:00

Para o Kenji

Com a aproximação do rapaz, cada uma das duas garotas o beijou, um duplo em cada lado de sua face e voltaram a preparar a comida.

— Sim Darling! Dormi muito bem!
— Digo o mesmo que a Aika-senpai, minha noite de sono foi muito boa!

A verdade era que elas tinham dormido menos que você, mas pouco transparecia isso, na verdade elas estavam bem mais revigoradas que você, a pele macia e cheirosa, os cabelos brilhantes, aqueles sorrisos radiantes, capaz de clarear a mais escura noite. Eram flores, e como tal, necessitavam de serem regadas e de muito amor, Kenji provera ambos a noite toda!

Comeu, e comeu bem, tinha comida para um exercito, e o mais notavel que pudesse parecer, Kenji comeu a maior parte, e aparentemente precisava. Energia, muita energia, ainda que se empanturra-se não parecia ganhar uma grama se quer, nem a barriga cresceu, as forças estavam sendo repostas naquele momento, se não havia encontrado nada energético o bastante, fariam muitas comidas diferentes para repor tudo que fosse gasto, e o seu físico estava aceitando muito bem.

— Sim mestre, teremos muitas boas memorias, tenho certeza disso! Aaaahhhh!!!

Kiyone pegava um pedaço de carne e levava em direção a sua boca, o aviso sonoro era o sinal de que ela desejava lhe alimentar!

...

— Sim, sim!

A estabanada youkai se agarrava ao seu braço, tanta maciez, de longe a mais avantajada da turma e isso seria uma benção, ou problema, bem não era hora para refletir isso. Kenji conduzia Utsuho para um romântico passeio, os Bateau-mouche são os famosos barcos turísticos que cruzam o Rio Sena, um dos mais belos e notáveis pontos turísticos de Paris. Dele era possível ver outros pontos turísticos que foram construídos a sua margem ou proximidades.

De inicio foi a própria torre Eiffel, lugar que Kenji já havia conhecido, mas que a garota youkai nunca havia visto, foi de lá que a excursão de uma hora começou. Após a torre veio o Palais de Chaillot, o Grand Palais, o Obelisco, que mesmo distante mostrava-se magnifico. Uma bela viagem, embalada pelas românticas musicas francesas...



...E guiada pelos audio guides, que traziam todas as informações de cada ponto turístico em diversas línguas incluindo a língua nativa de ambos, o japonês.

— Sim, é lindo mesmo, tantas coisas bonitas, tanta paz.

Sorriu, os melões (melões o que, melancias isso sim), da jovem cada vez mais pressionados contra o braço do rapaz. Engraçado como ela lhe causava tanta excitação, era de todas a mais pura, e ainda sim, a mais sensual, não precisava de decotes, roupas curtas ou coladas, apenas sorrir, falar coisas infantis e esmagar aqueles titãs contra você. Não tinha jeito, sentiu o sangue escorrer do nariz!

— Kenji-sama, quero sempre estar ao seu lado, quero que me mostre o mundo, me mostre as coisas lindas que ele tem a oferecer...

Corou!

... e também, me ensine tudo que devo fazer, para ser uma boa, esposa! (Cruzado de Direita!!!)
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA TOUHOU RPG ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA CAVALEIROS DO ZODÍACO ALPHA ♦ ♦
Imagem Imagem
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ PERSONAGEM: TENRU DE LINCE ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

Avatar do usuário
Galahad
Mensagens: 1910
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:33

Re: Touhou RPG - Sidequests

Mensagem por Galahad » 06 Set 2014, 10:19

Kenji

Kemji com certeza lembraria daquela refeição, não apenas por causa do sabor, mas por causa da companhia, tal como lembraria do almoço que tiveram no dia anterior, o jovem não arqueiro não reclamava de nada do que comera lá, aceitava os ovos mexidos, o arroz que fora cozido de forma perfeita, e quando Kiyone lhe oferecia carne, o jovem arqueiro ria um pouco, e aceitava a carne, se aproximando dela, e mordendo o pedaço de carne.

— Kkkkk, vocês são incríveis mesmo. Aaaahhh.


...

Já no barco, junto de Okuu, o arqueiro sorria, e enquanto ouvia o audio guides do passeio, apontava para a Torre onde estivera no primeiro dia de passeio, e contava para a youkai sobre o local, mas focando-se mais sobre como era a vista do local, a sensação de estar tão alto sobre a cidade; quando viam os outros monumentos, escutava sobre eles antes de falar qualquer coisa, comentava sobre como gostaria de os visitar um dia ao lado dela. E quando sentia um dos efeitos que a garota lhe causava, passava as costas da mão discretamente no nariz, não conseguia acreditar como ela conseguia mexer tanto com ela, e mesmo sem ela tentar!

"Acho que de todas elas, talvez ela seja a que eu mais queira proteger...."

Quando Okuu falava sobre como gostaria estar sempre ao seu lado, que ele mostrasse mais daquele mundo para ela, o jovem já estava com uma expressão alegre no rosto, que apenas se intensificava quando ela corava, falando sobre ele ensinar a ela como ser uma boa esposa, o que deixava ele sem resposta por alguns segundos, se recuperando do "golpe certeiro" que lhe acertara!

— Nós estaremos sempre juntos, Okuu-san. Conheceremos este mundo até seu ultimo canto! E ser sobre uma boa esposa. — o jovem se aproximava mais dela, tocando seu rosto com a mão livre, dando-lhe um suave beijo nos lábios. — não acho que você precise aprender muito, você já é carinhosa, gentil, e dedicada, assim como está sempre querendo fazer seu melhor, já é uma boa esposa. De noite, quando fomos encerrar uma de nossas últimas noites neste país, talvez possamos fazer uma das coisas que torna marido e mulher mais íntimos.

Mas apesar destas palavras, Kenji não queria ir tão longe com ela, queria conservar parte daquela inocência. Dava mais um leve beijo nos lábios da youkai, adorava aquele jeito de Okuu, sabia que iria lutar com mais determinação, pois tinha mais uma pessoa para proteger, e que protegeria aquela inocência de Okuu, não deixaria que mais nada de ruim acontecesse com ela! O arqueiro continuava vendo e aprendendo sobre os diferentes pontos de Paris, e quando estivessem no final do passeio, perguntava a um dos guias sobre algum ponto que pudessem ir, talvez alguma parque com maior beleza natural.

Avatar do usuário
Nulo
Mensagens: 469
Registrado em: 09 Dez 2013, 20:17

Re: Touhou RPG - Sidequests

Mensagem por Nulo » 07 Set 2014, 00:00

Keiko

— Hahaha, é tão maravilhoso troçar humanos.

Keiko continuava seu passeio com a Layla pela cidade, jactando com o jeito que era cobiçada e admirada pela escória. Saber que seu antigo ego temia e sucumbia à criaturas como estas a deixava bastante perplexa; como pôde ser tão idiota?

— Vamos, temos de comemorar...as nossas novas vidas!

E então o desdém e caos continuava. Fazia humanos passarem vergonha, atraía aqueles mais libidinosos para uma armadilha e depois cuidava deles com um belo soco no rosto, apertava campainhas e corria, usava-se da telepatia para achar pessoas duvidosas e colocar os policiais para trabalhar...

Puro Schadenfreude.

***
Mais tarde, voltava ao hotel e esperava o horário do show das Symphogears chegar.

— Vamos, Layla-chan? — Trajava-se numa das roupas que comprara com a fada mais cedo e usava-se de magia de vôo para alcançar um lugar bem mais alto e escondido na arena do show, pelo menos ali, não seria perturbada por algum humano indesejado. Repousava o seu corpo contra o de Layla, as mãos entrelaçadas e com o auxílio de sua visão melhorada por magia, assistia ao show dali, encantada. Virava o rosto e encarava aqueles olhos esmeraldinos, seduzida. — Obrigada por tudo, Layla-chan. — Os lábios se encontravam e o show parecia ficar em segundo plano.

O poder do amor era impressionante.

***
Era madrugada e Keiko deixara Layla no quarto do hotel. Saiu e moveu-se ao telhado do hotel, ficando a vislumbrar à lua cheia dali. As "férias" estavam acabando e amanhã já iria para a famosa Megacity. Pensava nos objetivos dessa sua visita ao mundo dos humanos, nas garotas que vira nos aposentos de Remilia no dia que foi para a superfície, em todos os inimigos que enfrentara até agora.

— Muito aconteceu, não? — Gargalhava, olhando para o volume em seu busto e os cabelos enegrecidos. Quem diria que mudaria tanto? Sua mente vagava e lembrava-se das Symphogears cantando e dançando mais cedo. Memórias brotavam em sua mente onde ela dançava em rituais com uma outra garota... ou seria como outra garota? — Kagura...? — Parecia tão familiar e tão estranho ao mesmo tempo. — Onigashima... — Lembrava-se da ilha de outrora e se seria interessante passar lá após a missão. Ainda tinha o risco de ser caçada logo logo, mas não havia o que temer. Afinal, um lanche surpresa nunca é demais. — Falando em lanche... — Ela se levantava após detectar a presença de humanos na mata ali perto. A mão deslizava sobre a barriga e a língua passava pelos lábios. Um sorriso animado perfazia o seu rosto e ela saltava em direção à escuridão.

— Ainda tenho tempo para mais uma "sobremesa". — Dizia enquanto sentia a brisa da noite durante a "queda". Pousava e adentrava na mata, a mente clara e decidida. Só tinha uma curiosidade.

"Como serão os humanos de Megacity...?"


A noite é uma criança e dessa vez...ela seria a caçadora.

(OFF: E com isso, termino as postagens da sidequest. Para megacity! o7)

Avatar do usuário
Shino
Mensagens: 315
Registrado em: 12 Jan 2014, 13:54
Localização: Atualmente em Elios!!!
Contato:

Re: Touhou RPG - Sidequests

Mensagem por Shino » 07 Set 2014, 12:37

Para Kenji

— Oui, oui Monsieur, a um excelente parque não muito longe daqui, fica no 19° arrondissement, o senhor pega a linha 7 bis do metrô e salta na Rua 1 de Botzaris!

Seguindo as coordenadas passadas pelo atendente, o jovem casal chega ao Parc des Buttes-Chaumont um belo e vasto parque na cidade luz, seu designer era algo mais natural, rustico, mas não deixava de impressionar, de inicio se podia ver uma gigante ilha rochosa, com mais de 30 metros de altura, bem no meio de um lago.

Imagem

— Que lindo Kenji-sama, quanta natureza, quanta paz!

Mais uma vez Okuu o derrubava, inocentemente ela agarrou seu braço esquerdo e espremeu o mesmo contra seu generoso busto, aquilo o estava matando... de alegria!!!

— Na cidade antiga não há florestas como essa, na verdade, não há floresta alguma dentro da cidade, estranho não é?

Conhecimento comum, mais que ainda não havia alcançado aquela linda cabecinha oca. Florestas não crescem dentro de montanhas, somente acima delas, afinal, não tem sol!

— Olha Kenji-sama! Olha!

Bem distante, mas facilmente você conseguia enxergar, vinha uma família, um pai, uma mãe, um casal de filhos, a menina era mais velha, segurava a mão do pai, o menino era mais novo, mas conseguia caminhar perfeitamente seguro pelas mãos da mãe, os quatro caminhavam juntos, emparelhados um ao lado do outro, pela gigante ponte que os conduzia a um pequeno templo no alto da rocha. Quando já estavam pertos, a youkai os saldou, que em resposta também o fizeram.

— Tenham um bom dia!!

Imagem
Substitua os transeuntes por pela família descrita.

Uma caminhada longa cansaria a muitos, para vocês, não era nada, estavam em perfeita forma física, e mesmo Kenji, que tivera uma noite puxada, não sentiu efeito nenhum do trajeto.

No alto do lugar estava um pequeno templo rustico, o Temple de la Sibylle, um templo tão antigo quanto a construção do próprio parque, datado de 1866, conforme o guia ilustrado e multilinguístico, do mesmo podiam ter uma bela vista da cidade.

Imagem

— Obrigada Kenji-sama, eu sinto que serei muito feliz ao seu lado!


Para Inoue (curtinha)


— Hina me contou, eu ainda não sabia, e nem tinha ideia do que fazer, ela deu a ideia de comprarmos alguns CDs de musica, e quando conversamos com a Tsubasa, ela propôs essa ideia de nós mesmas cantarmos um CD para vocês, espero que goste, não sou boa cantora, mas me empenhei bastante. (Fiora)

— Não seja modesta Fiora-nee-san, você cantou muito bem ontem! (Hina)

— Obrigada Hina-chan, ainda bem que o Inoue nos parou antes que fizéssemos alguma besteira, se tivéssemos continuado, perderíamos a chance de sermos boas amigas!

— Não é, obrigada niii, obrigada por ser tão gentil comigo! Com todas nós!

...

— Sim, um piquenique seria uma boa ideia!, conheço um lugar ideal para isso!

Após as compras foram para um parque conhecido por Fiora, e quando estavam montando a "mesa" do piquenique, reconheceram dois rostos que estavam a voltar de um pequeno templo naquele parque.

(Acho que entenderam! Kenji encerrando agora!)
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA TOUHOU RPG ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA CAVALEIROS DO ZODÍACO ALPHA ♦ ♦
Imagem Imagem
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ PERSONAGEM: TENRU DE LINCE ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

Avatar do usuário
Galahad
Mensagens: 1910
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:33

Re: Touhou RPG - Sidequests

Mensagem por Galahad » 07 Set 2014, 14:58

Kenji

Kenji agradecida pela ajuda do atendente, e seguia com Okuu para o parque, pegando o metrô para isso, algo que o arqueiro já estava se acostumando, e até mesmo gostando, pois era um meio rápido de chegar ao seu destino, sem ser por meio de magia ou de transportes voadores. E quando chegavam ao parque, via que fora uma boa ideia ter confiado que o parque seria um bom local para se visitar.

"Este mundo realmente não deixa se surpreender."

— Realmente estranho, Okuu-san, e uma pena, a cidade antiga ficaria bem melhor com um local assim, né?

Era incrível como poderia existir uma beleza natural como aquela em meio a uma cidade como aquela, ver locais como aquele poderiam terem sido destruídos se o grupo não tivesse detido o odioso vampiro Valser, que planejava ativar aquele maquinário para construir um mundo para os vampiros, pondo um fim a vida conhecida. Ver o quanto Okuu gostara do local deixava Kenji ainda mais contente, até mesmo ser derrubava por ela o animava, pois o seu objetivo estava sendo cumprido: trazer alegria para Okuu. E o fato que ela estava dando lhe uma certa alegria com suas demonstrações de carinho era um grande extra. Quando a jovem apontava aquela família que ali passeavam, o arqueiro também os cumprimentavam, dando um sorriso educado.

— E para vocês também.

Após a caminhada, seguia junto da youkai para o templo ali construído, e apesar de simples, tinha uma certeza beleza, e isso sem falar da vista que se tinha daquele lugar. Kenji então escutava Okuu falando com ele, e sentia seu coração pular ao ver o sorriso de sua companhia, pois aquele simples gesto significava muito para ele. Se aproximava dela, segurando suas mãos.

— E isto é apenas o começo, Okuu-san, Podemos demorar para temos um dia de paz como este, mas mesmo nos dias mais sombrios, estarei ao seu lado para animar seu dia, este é meu juramento como um marido e companheiro.

O jovem arqueiro dava um beijo mais romântico em Okuu, mas tendo certeza de não exagerar demais, pois diferente das outras elementais, não a conhece tanto tempo, queria levar aquele relacionamento num passo que ficasse mais confortável para a youkai, para que ela não se sentisse pressionada, assim como não queria a privar daquela inocência que tanto lhe conquistava.

Responder

Voltar para “Touhou RPG”