Touhou RPG - Mega City

Avatar do usuário
Shino
Mensagens: 315
Registrado em: 12 Jan 2014, 13:54
Localização: Atualmente em Elios!!!
Contato:

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Shino » 23 Jun 2015, 15:42

Extra - Keiko



Com um salto poderoso Keiko se pôs ao céu noturno, de onde poderia facilmente localizar o conjurador daquela besta sombria. Entretanto não parecia ser tão fácil quanto desejava.

MegaCity não era uma cidade comum, é gigantesca, capaz de abrigar milhões, talvez bilhões de pessoas, se houver um não humano na região seu cheiro destacaria se no meio de toda a multidão humana. Mas as únicas pessoas que exalavam tal perfume era a própria Oni ou a Vampira, então onde ele se escondia?

A resposta veio da própria dedução da garota, o inimigo deveria ao menos estar mantendo controle de onde pudesse ver seu alvo, e como o beco era muito estreito e alto, o prédio que ele devia estar teria que ser aquele bem a frente do lugar.

Bingo! No décimo segundo andar do hotel Malihuu um jovem mantinha-se concentrado. Olhos vermelhos brilhantes emitiam a luminescência característica de um mago que concentrava-se a manter sua magia controlada, mas a concentração foi quebrada logo que Keiko atravessou a janela.

Pouco teve o que vislumbrar do rapaz, mas seu rosto e roupas, camisa branca e calça negra, ficaram firmes em sua memória, pois logo que você entrou no lugar, ele desapareceu em outra magia, uma bem conhecida da jovem Oni, que permitiu mais cedo outro colega visitar uma localidade diferente.


...


— E ai, conseguiu pegar ele?


A pergunta de Evangeline infelizmente teve resposta negativa, mas saber pelo menos o rosto do invocador já era uma grande pista do responsável dos desaparecimentos. Caberia apenas encontrar o cativeiro, resgatar as mulheres e dar uma boa lição no culpado.


— Ok, vamos voltar ao Bund e contar as novidades, quem sabe com a ajuda da do serviço de inteligência da princesa descobrimos quem é o rapaz. (Evangeline)


— Mas primeiro, vamos levar a Bianca para casa! (Evangeline)


A vampira se aproximou da jovem aos prantos, ela estava assustada, se fosse criminosos, colegas ciumentas ou outro tipo de meliante seu cérebro entenderia, mas ver um monstro real a sua frente, era como viver um pesadelo acordada.


— Calma, calma, vai ficar tudo bem! (Evangeline)


Um beijo gentil na testa da garota e ela desmaia. Uma magia que a força ao sono, excelente para impossibilitar um adversário sem o matar, mas neste caso usada para confundir a garota, quando acorda-se, imaginaria que tudo não passou de um pesadelo apenas.

Então após levar a jovem para casa, retomaram a viagem de volta, Keiko podia acelerar as coisas se quiser, ficava ao desejo dela retornar magicamente, ou curtir um pouco da noite ao lado da vampira.
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA TOUHOU RPG ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA CAVALEIROS DO ZODÍACO ALPHA ♦ ♦
Imagem Imagem
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ PERSONAGEM: TENRU DE LINCE ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

Avatar do usuário
Galahad
Mensagens: 1910
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:33

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Galahad » 25 Jun 2015, 00:21

Kenji

O arqueiro, ainda com sua grande confiança, sentia uma pequena pontada de nervosismo sobre fazer aquilo, pois não tinha certeza do que poderia acontecer, já que era algo muito diferente do estava acostumado a fazer, geralmente usava seus poderes para o combate, mas agora estava usando para investigação, uma de tremenda importância para muitas pessoas, e tinha confiança que conseguiria fazer aquilo com a ajuda de Litana, a fada iluminada que já o ajudara antes.

E aquela investigação tomava um rumo inesperado quando um colar dourado surgia, interferindo com os poderes de Litana, fazendo com que as imagens do passado fossem projetadas para todo o grupo ali, não só para a fada e Kenji.

...

Após a forte luz, Kenji, junto das garotas, observava em silêncio as imagens transmitidas pelo colar por meio da magia que de Litana. Via a jovem chamada Isis, a qual fora mostrada uma foto pelo tengu Tatsumaru, e que possivelmente fora a primeira vítima dos raptos misteriosos naquela cidade.

Inicialmente não parecia que a visão ia mostrar muita coisa, ainda que aquelas relíquias, incluindo o colar, fosse algo interessante, mas após um tempo isso mudava, pois logo uma criatura de sombras surgia, atacando Isis brutalmente. Aquilo com certeza era obra da mesma coisa que atacara e capturara Tabane.

...

A visão seguinte, parecia não ter nada ligada ao caso dos desaparecimentos, só parecia nada verdade. A visão mostrava duas jovens portando arcos e outros equipamentos parecidos com parte de transportes daquele mundo, e elas enfrentavam outras garotas, mas estas possuem aparências corrompidos, possuindo uma aparência de máquinas monstruosas. E parecia que Houki conhecia as duas garotas com arcos, aparentemente elas também sumiram, tendo os desaparecimentos encobertos pelo orfanato em que moravam.

— Parece que isso pode ser uma pista para continuamos a nossa investigação...

E a batalha ali continuava, e mesmo sem conhecer aquelas garotas sentia a tristeza daquele confronto, pessoas perdendo a vida sempre era algo triste, ainda mais quando isso acontecia pelas mãos de uma amiga, como acontecia no final daquela parte da missão.

...

Uma nova visão, e esta é tão triste quanto a outra, pois mostrava as garotas que antes lutavam presas dentro de grandes "frascos", como se fossem apenas coisas, e não pessoas, algo que fazia o arqueiro sentir raiva, mas infelizmente não podia fazer nada, pois aquilo era apenas uma projeção do passado. E a visão também mostrava o erro que permitira que o grupo ali tivesse contato com o colar dourado, se perguntara se fora obra do Destino.

...

Quando Kenji achava que não iria ver aquilo que realmente foi buscar ali, a visão mostrava as tengus do clã de Tatsumaru, as duas lutaram contra a criatura de sombras, algo que já vira antes, de certa forma, não esclarecendo muita coisa, mas no final da visão algo a mais se mostrava. Um garoto, com uniforme escolar preto estava presente no local, embora não fosse possível ver quem era, aquilo ainda era uma pista a mais, algo a ser procurado.

...

A visão terminava com a exaustão de Kenji, que acabava desmaiando por causa daquilo, mas o arqueiro sentia que tinha valido a pena tudo aquilo, o jovem então despertava num quarto de hotel, algo que o deixara um pouco confuso e preocupado, mas logo via duas figuras conhecidas ali: Aika e Houki. Esta última se encontrava numa segunda cama, e ela virava-se para o arqueiro quando despertava que ele despertara.

— Peço perdão por ter preocupado vocês, e me desculparei com a Aika quando ela despertar. —Kenji afagava os cabelos de Aika, sorrindo um pouco, mas logo voltava para uma expressão séria, parando o carinho em em Aika. — Eu também agradeço por ter me trago aqui, mas devo dizer que esse risco valeu a pena, já que vimos mais coisas, não é? Temos que descobrir por que mentiram sobre suas amigas, para onde elas foram levadas, e quem era aquele garoto na última visão. — o arqueiro dava uma nova pausa, ficando com uma expressão pensativa. — O que aconteceu com aquele colar dourado? Acho que possamos usar ele, até o momento que achamos a jovem Isis.

Avatar do usuário
Nulo
Mensagens: 469
Registrado em: 09 Dez 2013, 20:17

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Nulo » 26 Jun 2015, 10:11

Keiko

— Quase...

A oni cerrava o punho, animada com um semblante de progresso na sua busca. Um demônio que usa de magia negra para raptar suas vítimas, mas para qual objetivo?

"Eu sei o rosto dele e ele sabe o meu, nosso reencontro não irá tardar."

...

— Ele se teleportou antes, mas... — Keiko levava os dedos indicador e médio à uma têmpora, um sorriso sútil em seu rosto. — ...tenho a "aparência" dele aqui e ele provavelmente viu a minha. Ou ele tenta desaparecer comigo ou eu o encontro, não irá demorar muito.

Agora era deixar o "retrato falado" com os servos da princesa e aguardar o momento para terminar com isso. Olhando rapidamente para Bianca que desabava em lágrimas, Keiko não se continha e pensava no que um demônio queria sequestrando uma garota dessas.

— É bem estranho, não? — a oni se encontrava comentando com Evangeline enquanto levavam Bianca para sua residência. — O que um demônio ganha sequestrando uma garota como ela? O que eles ganham com tudo isso? Um ritual, talvez?

Logo depois que deixava Bianca em sua residencia, Keiko não conseguia conter um bocejo, resultado já do corpo fatigado e de dois dias sem sono.

— Uwaah...cansada. Já faz um bom tempo que não dormimos, não? — esfregava os olhos, sentindo a sonolência agora que sua "missão" havia sido cumprida. — Vamos voltar? Ainda preciso conhecer o Bund, fazer a projeção mental do que vi para a princesa e procurar um quarto para dormir. Como será que os outros grupos estão?

Avatar do usuário
Tsunayoshi
Mensagens: 336
Registrado em: 16 Dez 2013, 16:28

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Tsunayoshi » 26 Jun 2015, 10:50

Syl’ry

— Aaahn... Bem... — não tinha certeza se havia entendido a resposta de Heylel. — Não sei se tenho como comparar isso... Mas eu te digo quando encontrar minha resposta. Conto com sua ajuda de agora em diante!

Força não era força, independente da quantidade? Ou talvez eles usassem comparações para medir força.

Esperaria para ver o que Heylel podia fazer. Apesar do que dizia, o cheiro dela ainda dava calafrios.

♦♦♦♦♦

Sem entender uma palavra do que os outros conversavam, apenas desviava o olhar de um locutor para o outro, como se assistisse uma partida de tênis. Reator? Dólar? Falha de Santo André?

Mas entendeu sobre a herança recebida por Francis e Lena através de sua mãe.

— Nós vamos levar Francis e Lena? Em todo caso eu os protejo, mas são crias tão novas... Eles nem controlam seus poderes ainda.

Michio

— Certo... Isso muda um pouco as coisas. — de braços cruzados e cenho franzido, sintetizava mentalmente o que aprenderam ali. — Mas não faz os problemas menores.

Ela não desapareceu... ainda! Dali pouco menos de um ano o inimigo iria aparecer, e mesmo que tudo desse certo, Kogasa seria apagada da realidade. Francis e Lena sentiriam a perda de sua mãe mais cedo ainda do que Michio.

No caso do Detetive Espiritual, Fumiko não havia realmente sido morta. Ele se certificou disso enquanto estava no outro mundo. Vagou pelos planos e existências que eram permitidos à sua alma apenas para ter certeza, afinal, Koenma já tinha lhe dado palavra de que não a encontraria morta. Esse foi um dos motivos para ter retornado, para ter atendido ao chamado de sua sucessora. Precisa saber o que aconteceu à sua mãe, certificar-se de que tudo aquilo terminaria, de um modo ou de outro. De preferência do modo bom... E ainda tinha o grupo. E seu pai. Não podia ter o descanso eterno ou seguir em frente nestas condições.

Mas no caso de Francis e Lena, seria o adeus. Não haveria esperança, não haveria a ansiedade sufocante pelo retorno, apenas a dor da perda.

— O que vocês querem fazer? Kogasa-san tem o direito de saber sobre tudo o que está acontecendo, mas isso também significa interferir na vida pacata que tem com sua família.

Avatar do usuário
Inoue91
Mensagens: 616
Registrado em: 08 Jan 2014, 02:38

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Inoue91 » 27 Jun 2015, 00:01

Inoue


— Você tem razão me desculpe, eu estava preocupado com todos vocês, mas posso ver que todos estão bem, isso já me deixa mais aliviado — Respondia com um sorriso no rosto. — Então estamos no Bund ? Interessante, mas pelo o que eu me lembrava estávamos hospedados no hotel do tio da Charlotte

Inoue se ajeitava sobre a cama, procurava uma posição para que sua costa ficasse confortável, e tentava se acomodar de um jeito em que não tirasse Umeko na posição a qual estava.

— Realmente muito gentil da parte dela, eu não quero nem pensar o quanto iria me custar caso eu tivesse que pagar por tudo isso. Quanto a vocês, vocês não conseguem ficar longe de mim né ? — Inoue ria com o comentário que havia feito e quando escutava que havia dormido por mais de 14 horas ele engasgava. — Cof.. Cof.. O que ?... Cof.. Cof.. 14 horas ? Nossa, fazia tempo que eu não apagava deste jeito, devo ter deixado vocês realmente muito preocupadas, mas não se deixem levar, para me derrubar precisa de muito mais coisa. — Disse enquanto batia no próprio busto.

— O Lucian-san deve ter seus motivos para ter voltado, eu conversei pouco com ele, mas pelo que conversei ele mostrou ser uma pessoa que sabe o que está fazendo, mais tarde irei conversar com ele e perguntar sobre o que ocorreu naquele hotel. — Parava por um momento para respirar, aproveitava e olhava para janela e então voltava a dizer.— Bom... Se ele fugiu teremos que ir atrás dele, mas deixamos para resolver isto mais tarde.

O lupino havia se acalmado um pouco, ele estava feliz em saber que todos estavam bem, ele estava um pouco curioso pois queria saber o que havia acontecido com o outro grupo, a melhor opção para ele era ir perguntar diretamente para seu amigo Lucian, mas no momento ele julgou que a melhor coisa a fazer era fica ali com suas irmãs e Umeko, as olheiras em suas irmas mostravam que elas realmente estavam preocupadas, afinal ele estava apagado por mais de 14 horas.

Mesmo que Inoue desejasse sair no quarto naquele momento, seria uma tarefa nada fácil, pois Naomi havia empurrado Takehito para fora do quarto e logo em seguida trancado a porta, ele então sentia um pequeno frio na espinha ao ser relembrando da tatuagem que sua irmã havia lhe feito, levou sua mão livre até a tatuagem relembrando de como ela havia sido feita, ele esticava o seu braço dando espaço para que alguem pudesse deitar ao seu lado assim como estava Umeko, e logo em seguida olhava para Naomi dizendo com um leve sorriso.

— Eu sei o quanto você quer isso Naomi-san, não precisa ser tímida, eu deixo você dormir comigo hoje venha — Olhava para a poltrona a qual Miyoshi e Hina estavam divindo — A cama é grande, se quiserem vir também eu não vejo problema, só não vão contar para nossas outras irmãs pois senão elas me matam.

Avatar do usuário
Keitarô
Mensagens: 1321
Registrado em: 09 Dez 2013, 19:58
Localização: Mahoyiga

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Keitarô » 29 Jun 2015, 00:06

Sumire

— Não acho que temos o direito de tirá-las daqui. Kogasa nem ao menos sabe o porquê de deixá-las vir conosco ou não. Não faz sentido. A não ser que entremos nos detalhes.

O momento parecia ideal para uma explicação mais elaborada do que se passaria ali em algum tempo. Assim, esperei que Kogasa voltasse para contar a respeito. De maneira sucinta, mas dando a ela noção do que estaria para acontecer, contei sobre as forças que se moviam, crescendo pouco a pouco, para em breve destruir uma outra dimensão. Talvez poderia ser algo impactante, para ela, mas caso fosse o caso e ela não acreditasse em poderes sobrenaturais, Heylel mostraria algum efeito menor mas de grande impacto capaz de prová-la o contrário. A questão é que com certeza uma mãe como ela não permitiria que seus filhos se envolvessem em uma guerra que sequer pertencia a eles. Eram crianças, e tinham o direito natural de crescer, divertir-se, estudar etc.

A maior dificuldade era como explicar o paradoxo temporal e as consequências disto. O resultado mais provável à matemática complexa do caso é que todas as elementais do futuro sumiriam uma vez que tudo fosse consertado ou destruído. Não importava o resultado, para elas o efeito seria o mesmo, e para os sensíveis e fracos de coração, era um preço bem grave.

— Miyako, talvez seja tempo de ir visitar uma das outras. Kogasa e sua família possuem seus próprios afazeres e vida, agora. Não há sentido em continuar aqui.

Avatar do usuário
Lucian Y.
Mensagens: 129
Registrado em: 30 Jan 2014, 23:50

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Lucian Y. » 16 Jul 2015, 04:25

O virar, o tombar da ultima pagina, a visão das ultimas palavras, com a ansiedade para se descobrir o final tão almejado. O Suspirar, com o soltar do ar que jazia nos pulmões, e o fechar da capa do livro. Com os olhos fechados, se levantando da cama, ficando em pé do lado da cama olhando por novamente a capa do livro e se dirigindo a janela, abrindo um pouco a cortina com a mão que segurava o livro, olhando ao mundo de fora, olhava o céu e a Lua

Após algum tempo olhando, guardou o livro, para então caminhar até a porta e sair do quarto, a fechando adequadamente.

Caminhava pelo lugar um tanto quanto distraído, pensativo, com olhar distante. Também olhando a paisagem pela qual passava. Não conhecia muito da cultura de tal mundo, olhar as construções e livro já eram um começo para tal.

-- Talvez um passeio faça bem... Mas antes... –

Disse o vampiro se espreguiçando, dando meia volta e então sumindo no ar.


Repentinamente se ouve um ‘toc, toc’, o som de um leve bater de um punho fechado na porta de madeira...
... o ‘Vampiro Garoto’ reaparecia por novamente frente a um quarto... e com o punho fechado, do lado da porta, não obstruindo a passagem, batia de leve, provocando o som e tentando chamar a atenção dos que jaziam no quarto...

-- Com Licença... Por um acaso teria alguém ainda desperto... Espero não estar a lhe importunar em este momento... --

Avatar do usuário
Shino
Mensagens: 315
Registrado em: 12 Jan 2014, 13:54
Localização: Atualmente em Elios!!!
Contato:

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Shino » 08 Fev 2016, 15:54

Para Kenji



— Bem, este tipo de coisa acontece, era um risco calculado e os frutos compensaram, conseguimos informações valiosas sobre o ocorrido e graças a isso posso não só encontrar minha irmã, como também minhas amigas.

Houki se levanta da cama e aproxima de uma mesa não muito distante, nela havia vários objetos, em sua maioria armas.

Antes de sairmos da área recolhi o interior do contêiner onde estava o colar, além do próprio, encontrei muita coisa interessante dentro dele.

Ela recolhe alguns dos materiais e volta a sentar na cama, demonstrando os mesmos para você.

— Estes são torpedos triplos de 61 cm com carga de Oxigênio, muito semelhantes aos usados por navios na Segunda Guerra Mundial, mas em uma escala humana. Já estes são Canhões gêmeos longos de 10cm, sua munição é semelhante a de revolveres e pistolas, entretanto os mesmos são cinco a seis vezes mais potente que um fuzil comum.

— O que quero dizer é que estas armas não foram feitas por qualquer um, são muito bem projetadas e pouquíssimas pessoas teriam acesso a elas, é bem provável que alguém influente no governo está relacionado a isso, talvez alguém das forças armadas.

O barulho das hélices velozes acorda a fada e anunciam a chegada de conhecidos.

— Sei que tem perguntas a fazer, mas por hora aguarde, nossa carona chegou!

No lado de fora um helicóptero com o logo da família Tepes estava a os aguardar.



Para Keiko



Na mesa ritualística estava Bianca, morta, com um punhal enegrecido pelo tempo perfurando seu ventre. A ferida fatal era a nascente do “rio de sangue” que fluiria até a ultima gota, alimentando um poço vermelho formado pelo sangue de muitas outras jovens que como ela foram raptadas. Ao fim, quando todo o sangue fora drenado, emergia do poço uma forma grotesca, de pele vermelha, de cavanhaque negro, com pinças no lugar das mãos e botas longas terminadas em um salto alto de 10 centímetros.

Rir, não havia como não. Keiko sentia vontade de gargalhar mas moderava contendo com as mãos a risada, também, com aquela descrição ridícula de um possível rei demônio que seria invocado com tais sacrifícios, quem teria uma idéia tão ridícula para a aparência do mais puro mal.


— Que tal? Gostou da minha teoria? Se bem que eles poderiam apenas usar ela como comida... Veja bem, ela é muito linda, uma tremenda gatinha... E tem um pescoço tão lindo... Quem sabe uma mordidinha... Hhauhauhaua!


Não bastava as idéias absurdas, ainda tinha encenação de um possível "abuso", mas uma coisa era certo sobre o que Evangeline falava... Ela realmente parecia saborosa...


...

Os balançar leve do metrô ninava a pequena Oni, que no seu cochilar sonhara com algo fascinanante. Michio, aquele que um dia foi seu desejo, ou melhor, sua desejada presa, estava vivo. Ou semelhante, andava junto a um novo grupo procurando as demais elementais e próximo a ele uma bela mulher de cabelos negros e vestido chinês que lembrava a Jiang Shi imortal.
...


— Chegamos!


Da estação ao grande prédio, pouco mais de 15 minutos a pé, Keiko esperava encontrar seus aliados ali, quem sabe um banho quente e uma cama quentinha. Isso se a sua querida fada não quiser deixar a noite mais exaustiva, ainda que agradável.



Para Inoue e Lucian



E quem ficaria longe de você, um bichinho de estimação travesso deve ser monitorado 24 horas por dia, ainda bem que viemos logo, ou você poderia arranjar mais encrenca.

Naomi fitava seu rosto enquanto analisava a proposta, negar não era seu desejo mas perdurou um pouco antes de se aproximar, pois pensava no que dizer naquele momento, por fim foi sarcástica como sempre.


— Vejo que está aprendendo bem, se continuar assim vai receber mais recompensas.


Palavras para fora, se podia notar em que em seu cerne ela estava feliz, radiante, talvez por uma risada mais amável tomar seu rosto quando finalmente ela se aconchegava aos seus braços.

Mas a felicidade dura pouco! Antes que suas outras irmãs tivessem a mesma oportunidade, o barulho do "bater na porta" se podia notar vindo do lado de fora e em seguida a voz de um conhecido.

-- Com Licença... Por um acaso teria alguém ainda desperto... Espero não estar a lhe importunar em este momento... --

Se era sua real intenção, ou por acaso ele havia chegado ali, ele estava a interromper um momento único. Mas outra voz também vindo do outro lado da porta definitivamente acabava com a "festa".


— Lucian-sama, peço que se apresente ao salão principal do andar, Kenji-sama e Keiko-sama retornaram.


Assim com tais palavras Naomi se apressou e retornou do seu lado num tom que incomodou seus ouvidos.


— UM MINUTO, NÓS TAMBÉM IREMOS!


Para Keiko, Kenji, Lucian, Inoue, Sumire e Syl'ry



Todos haviam se reunido no salão principal, uma área reservada apenas ao andar das suítes, onde além dos membros da família Tepes,estavam novos presentes, e o maior choque foi por parte de Kenji, Lucian, Inoue e Keiko. Pois frente a eles estava Michio, ou alguém muito parecido a ele.


— Em boa hora chegastes, Keiko e Evangeline, Kenji e Houki, quero lhes apresentar uma parceira de negócios, se bem que talvez os Gensokyanos a conheçam melhor que eu. (Mina Tepes)


De fato ali estava alguém que tanto Kenji, Keiko e Lucian conheciam, ou pelo menos já ouviram falar da mesma, a Jiang Shi protetora Miyako Yoshika, além da coelha da terra, Inaba Tewi, a Rokurokubi anti-social, Sekibanki e a manipuladora de bonecas, Alice Margatroid.


— Seus olhos não escondem a surpresa da situação, e pensar que seu amigo falecido estava reunindo as pessoas desaparecidas do seu mundo. Se bem que as condições atuais não são muito agradáveis a ele.



Extra — Sumire e Syl'ry



Deixar Kogasa após a explicação foi a melhor opção, ainda que o poder dos seus filhos fossem necessário, separar os mesmos da sua mãe, ou pôr-los em situação de perigo não era do "bom senso".

— Já sabemos onde eles estão e se houver necessidade real eu os virei buscar. Talvez possamos contornar com apenas uma ou duas faltando. (Miyako)

Assim após separar-se da família, o grupo partiu em direção as outras presenças.

...

Quão impressionados ficaram vocês, ou pelo menos o Michio, ao saber que a famosa Youtubers Flying RedHead, dona do maior canal de curiosidades sobre games era a icônica youkai que conseguia separar sua cabeça do corpo, Senkibanki. A jovem havia ganhado destaque na comunidade Gamer ao desvendar o segredo por traz de um famoso jogo de terror. Mas o que impressionava mesmo era a casa da garota, era um amontoado de vasilhas de comidas rápidas e garrafas pets espalhadas em uma área de pouco mais de três metros quadrados, sem falar do odor da mesma, que parecia não ter entrado em um banho a pelo menos uns três dias.

...

Após encontrar a Hikkikomori, a próxima foi Alice Margatroid, está estava em melhor situação, ou quase, sua aparência e odor se diferia muito a outra garota, mas seu ambiente de trabalho era questionável. Ainda que fosse apenas a garçonete, o lugar era da mais baixa estirpe, onde mulheres poderiam conseguir dinheiro "fácil" dos homens, ou de outras garotas também.

Por ser um ambiente diferenciado, apenas Sumire, Michio e Miyako entraram, e o que resultou em uma cena bastante inusitada, pondo o rapaz em cheque, quando ambas insinuaram ser as acompanhantes do rapaz, que seria um jovem rico que mesmo com duas beldades ainda se serviria de outras garotas daquele ambiente. Mas logo que encontraram a manipuladora de bonecas, "recrutaram" a garota e foram embora.
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA TOUHOU RPG ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA CAVALEIROS DO ZODÍACO ALPHA ♦ ♦
Imagem Imagem
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ PERSONAGEM: TENRU DE LINCE ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

Avatar do usuário
Galahad
Mensagens: 1910
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:33

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Galahad » 09 Fev 2016, 14:40

Kenji

— Assim espero, Houki-san, pois de nada vão adiantar essas informações se não a usamos da melhor forma possível.

O arqueiro prestava atenção nas palavras de Houki, assim como analisava as armas que ela mostrava, as quais lembrava as que vira sendo usadas pelas garotas da visão gerada pelo colar dourado. O jovem não entendi muito sobre as armas daquele mundo, mas pela descrição dada por Houkai parecia que era uma grande tarefa as construir.

— Então parece que há outras forças envolvidas naquele combate que vimos através daquela projeção. Mas não parece ser algo que eu tenha que me envolver, vocês tem conexões para cuidar disso, não é?

Com a chegada do veículo voador, Kenji concordava com a cabeça, checava se Aika já havia acordado para então seguir junto dela e Houki para o novo destino.


-------------


Tenzi ficava surpreso ao ver que ali estava presente, Michio, ou alguém com a mesma aparência que o falecido amigo. Será que ele foi trazido de volta a vida de alguma forma? Talvez seja algum parente? Bem, iria saber daqui a pouco, mas o arqueiro ainda não conseguia esconder sua surpresa.

— Digo o mesmo, rainha Tepes. E é uma honra conhecê-las, senhoritas. — o arqueiro dizia isso dirigindo-se para quase todas suas conterrâneas, exceto Sekibankai, a quem dirigia depois. - E já faz algum tempo, Sekibankai-san, última vez que nos vimos foi um festival da Vila, não foi?

Virava-se então para Michio, aquele que a presença era a maior surpresa no momento.

— Acho que surpresa é uma palavra pequena para esta situação. Como está aqui, Michio-san? Pelas palavras de Mina-sama você ainda está morto.

Avatar do usuário
Nulo
Mensagens: 469
Registrado em: 09 Dez 2013, 20:17

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Nulo » 20 Fev 2016, 11:19

Keiko

— Tirando a aparência, até que é plausível.

Keiko apenas deixava um pequeno sorriso perfazer seu rosto, pensando o que um pessoal daquela estirpe iria querer com uma simples aspirante à bailarina.

— Pelo visto, as aulas de balé irão continuar por um bom tempo...

Se quisessem manter a garota à vista, iriam ter de retornar. Não iria deixar alguém tão bonitinha como ela na garra de sequestradores...

---

— Você...? Mas...como?

A oni realmente ficava surpresa ao chegar no salão principal e encontrar os outros. Mesmo com faces novas no recinto, a presença de Michio e a Jiang Shi capturavam sua atenção.

— O que aconteceu?

Miyako mordeu o corpo de Michio em algum ponto e uma transformação falha ocorreu ou o espírito foi invocado? Bem, era a hora de saber as respostas.

Responder

Voltar para “Touhou RPG”