Touhou RPG - Mega City

Avatar do usuário
Keitarô
Mensagens: 1321
Registrado em: 09 Dez 2013, 19:58
Localização: Mahoyiga

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Keitarô » 21 Fev 2016, 12:14

Sumire

— Olá a todos. Prazer, eu me chamo Sumire Shigaisen. Sou a detetive espiritual que foi contratada por Koenma para continuar a tarefa de Michio. Consigo conversar com os mortos, e por isso achei por bem trazê-lo de volta por algum tempo. Assim, ele poderá nos ajudar com o que já tiver descoberto na época. Estão todos aqui? Achei que haveria mais gente.

Sumire cumprimentou com um movimento de cabeça cada um dos presentes, tratando de memorizar o rosto de todos (para sempre). Sem conter os próprios instintos, tentou tirar das poucas palavras daqueles que já iam conversando um pouco de suas personalidades, uma vez que conhecer os parceiros de trabalho facilitaria muito a missão final. Diante das perguntas, repassou mentalmente tudo o que passara com seus colegas até então para conquistar a confiança e a presença das elementais que ali estavam. Achou por bem que elas falassem por si mesmo. Não queria chamar atenção.

Avatar do usuário
Shino
Mensagens: 315
Registrado em: 12 Jan 2014, 13:54
Localização: Atualmente em Elios!!!
Contato:

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Shino » 22 Fev 2016, 00:10

Para Keiko



— Olha até que eu topo, se bem que vou ter que avisar o pirralho e o pai dele por ficar fora mais tempo do que eu previ, se fosse a uns anos atrás aquele diretor chato iria enfartar por ter que ficar assinando os protocolos por eu estar fora da escola.

Evangelyne ria de uma antiga lembrança que teve, enquanto se aproximavam da casa da jovem.



Para Kenji



— Não precisa se preocupar Kenji-san, agradeço com a ajuda que está fornecendo a todos nós na procura da minha irmã e das demais meninas raptadas. Mas pode deixar comigo em relação as minhas amigas, eu tenho certeza que posso lidar com isso sozinha.

A força da filha mais nova da família Shinonono era notada facilmente por sua postura, modo de falar, e presença de espírito, ainda sim, mesmo pelo jeito firme de falar, Kenji sentiu um leve desapontamento por parte da garota com a ultima frase dele.



Para todos



A apresentação da nova detetive espiritual encerrava as duvidas em relação a Michio, que agora auxiliava a mesma como um ser invocado por ela. Agora o mesmo era praticamente um fantasma, um youkai relativamente comum em Gensokyo.
Entretanto mesmo depois de todo o espanto que tiveram ao ver Michio, alguém conseguia impressionar ainda mais vocês, e era o jovem arqueiro.
Quando o mesmo se aproximou de Sekibanki para cumprimentar a garota, recebeu uma reação que fez muita gente pular das cadeiras.
Simplesmente do nada, a garota agarrou Kenji e lascou um beijo lascivo, corando até mesmo os mais velhos e vividos do recinto.
A reação era obvia, simplesmente do nada, surgia Aika, Natsuko, Utsuho e Litana, todas querendo satisfação daquela situação toda.

Ainda que o rapaz se explicasse, e afirma-se de pé junto que aquilo era um equívoco. Que conhecia a garota apenas dos festivais da vila, as suas acompanhantes ficaram com desconfiadas do mesmo. Na verdade elas nem mesmo se incomodavam se mais uma ou mais algumas garotas fossem próximas dele, mas a audácia da garota era exagero demais e era Kenji que sobrava. Mas tudo mudou quando Yoshika começou a explicar o fato:

— Qual o problema, afinal eles são namorados! (Miyako)

— Como assim? Namorados! (Aika)

— Sim, namorados, do tipo que se beija, que andam de mãos dadas... ops, falha minha, o real namorado da Senkibanki-chan era o Kenji da nossa época. E agora, isso pode acabar mal...

A Rokurokubi continuava a encarar o rapaz, com olhos brilhantes em direção ao mesmo.


...


Assim sendo, após ilustre cena e as demais apresentações vocês se reuniram e começaram a relatar suas descobertas a todos.

— Obrigado Keiko-san, agora temos uma informação crucial para conseguir a localização das garotas seqüestradas. Vera, sabe o que fazer! (Mina)

— Como desejar, Hime-sama! (Vera)

— Houki-san, poderia entrar a Nero uma daquelas armas, talvez possamos rastrear pelas peças alguma informação. Talvez não tenha relação direta com o incidente, mas é bom saber onde elas estão agora.


...


Passava-se uma hora, mas mesmo com toda o esforço do centro de informações da familia Tepes, não se conseguia nenhuma informação da pessoa descrita por Keiko.

— Eles devem ter apagado todos os dados após o seqüestrador ser visto. (Vera)

— Isso é incrível, apagar toda a vida de uma pessoa, principalmente dentro dessa cidade, seria preciso ser um Hacker inigualável. (Mina)

— Mina-san, me admira que não saiba, mas nesta cidade existe dois dos maiores hackers do mundo, quem sabe existam até mais. (Miyako)

— E o que sugere? (Mina)

— Ir ao encontro dos mesmo, se não for um deles a ter deletado as informações, podemos até os contratar para conseguir localizar o seqüestrador. (Miyako)

— Excelente idéia, podemos ainda deixar minha guarda pessoal a postos, se tivermos que localizar o rapaz no método clássico. (Mina)

— Ok, por hora acho que todos devem descansar, amanhã vamos ao encontro deles. (Miyako)

— É mesmo, quem seriam esses famosos hackers, senhorita Miyako? (Mina)

— O primeiro é o jovem Inumuta Hooka e o segundo e talvez o mais difícil de se encontrar, é um rapaz que sofreu uma vergonhosa situação a poucos dias! (Miyako)

— Você fala daquele rapaz da Expo Baker? (Mina)

— Dele mesmo, do jovem... Kazehito Yuuto!
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA TOUHOU RPG ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA CAVALEIROS DO ZODÍACO ALPHA ♦ ♦
Imagem Imagem
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ PERSONAGEM: TENRU DE LINCE ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

Avatar do usuário
Inoue91
Mensagens: 616
Registrado em: 08 Jan 2014, 02:38

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Inoue91 » 22 Fev 2016, 13:41

Inoue

Ainda sentia o corpo dolorido da batalha anterior, o esforço realizado foi muito grande e com isso havia ficado desacordado por um longo tempo causando certa preocupação em seus irmãos e tudo o que ele queria agora ele aproveitar aquele momento junto com sua família. Acariciava a cabeça de Naomi quando esta deitava em seu braço até que então teve aquele momento interrompido por batidas na porta chamando-os para o salão principal.

— Você tem certeza que gostaria de ir ? Por mim eu continuaria aqui e me atualizaria com alguém mais tarde afinal não é sempre que podemos aproveitar o tempo deste jeito. — Vendo que suas irmãs estavam se preparando para a reunião não lhe sobrava outra escolha a não ser participar, assim se levantava e começava a se arrumar.

Ao terminar de se arrumar caminhava até a porta, colocava a mão na maçaneta e fazia menção de abria-la, mas não a abriu, ao invés disso ficou ali alguns segundos naquela posição pensando até que se lembrou que não lhe foi informado o que aconteceu com o outro grupo e como Lucian estava naquele grupo e ele estava ali em seu quarto ele poderia se informar assim soltava a maçaneta e se virava para o vampiro.

— Irmãs, antes de partimos eu gostaria de saber uma coisa sobre o outro grupo, vocês poderiam esperar alguns minutos ? Bom... Lucain-san você que estava no outro grupo qual o status da missão ? Vocês conseguiram derrotar o inimigo que estava lá isso se tinha um inimigo por lá, já que o responsável pelo rapto da minha irmã eu acabei eliminando

Avatar do usuário
Galahad
Mensagens: 1910
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:33

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Galahad » 22 Fev 2016, 21:57

Kenji


Kenji sentia-se um pouco arrependido pelo forma que se expressara com Shinonono, não é que ele não quisesse ajudar a garota a achar as amigas dela, ele apenas não tinha interesse em lidar com o governo daquele mundo, já que provavelmente seria algo extremamente chato. Mas o arqueiro preferiu não se manifestar agora, se tivesse chance o faria depois, ou mesmo iria a ajudar sem dizer nada.

-----------------------

Após cumprimentar alguns dos presentes, Kenji escutava aquela pessoas desconhecidas se manifestando, ela se apresentava como uma Detetive Espiritual, explicando como era possível Michio está ali presente de novo, mesmo após a morte dele.

— Hummm, então é assim que Michio pôde voltar. Prazer em conhecê-la Sumire-san, eu me chamo Kenji Hitoyoshi e espero que possamos juntos para resolver esse caso.

Kenji então era surpreendido por Sekibanki quando se aproximava da youkai, recebendo um beijo dela, aquela era a segunda vez em tempos recentes que fora surpreendido assim, a vez passada fora por Suika Ibuki, pouco antes de vir àquele mundo.O jovem arqueiro ficava sem reação de começo, a não ser por aceitar o beijo, até mesmo correspondendo um pouco, levado pelo momento, mas logo escutava as reações dos presente, o que lhe fazia recobrar os sentidos.

— Hã...bem, como Miyako-san falou, eu não sou o mesmo Kenji da Sekibanki-san. A Sekibanki deste tempo eu conheço apenas dos festivais da Vila Humana, afinal eu mora lá há bastante tempo.

O arqueiro colocava as mãos nos ombros da youkai, e tentava dizer do jeito mais amigável e sensível possível.

— Eu sinto muito não ser o mesmo Kenji do seu tempo, Sekibanki-san, que deveria ter muita sorte em poder estar ao seu lado. Se possível, farei tudo para seja feliz ao lado dele, arrumando o tempo como deve ser.

O arqueiro esperava conseguir acalmar os ânimos da youkai com aquelas palavras, pois tinham que voltar para a reunião sobre os acontecimentos ali na cidade, não se manifestando quando a princesa vampírica conversa com uma serva dela, apenas acompanhava.

Na hora seguinte Kenji, se possível, tentaria ter uma conversa com Keiko, tanto porque estava querendo saber como a amiga estava, quanto para evitar situações complicadas com Sekibanki.

— Então, Keiko-chan, como foi a sua investigação? Teve algum contra-tempo? Na minha apenas ocorreu de eu forçar um poucos minhas capacidades, mas nada que um bom descanso não tenha resolvido.

Não conseguindo falar com Keiko, tentava ter uma conversa com suas esposas, tentando acalmar a situação. Quando a reunião era retomada, devido à informação, ou a falta dela, sobre a garota descrita por Keiko, o arqueiro escutava as ideias dadas por Mina e Miyako, se manifestado logo em seguida.

— Bem, eu volto em irmos atrás do Inumuta Hooka, pois acho que o outro garoto é o mais provável de estar envolvido, então este deve ser mais difícil de localizar. Com a ajuda do Hooka podemos achar o outro garoto ou pelo menos mais pistas.

Avatar do usuário
Nulo
Mensagens: 469
Registrado em: 09 Dez 2013, 20:17

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Nulo » 25 Fev 2016, 22:33

Keiko

— Um fantasma, entendo...

E com essa última frase, Keiko se calava, fechando os olhos em contemplação. Era inegável o fato do detetive ter morrido e nada poderia fazer para negar esse fato. Abria os olhos e sorria levemente para o arqueiro ao ouvir aquela comoção toda, uma expressão triste e distante em seu olhar.

...

— Espero resolver isso o mais rápido, também. Infelizmente o invocador escapou...

Embora não fosse tanto culpa sua, lamentava-se pelo fato do invocador da criatura estranha ter escapado logo quando estava tão perto de resolver aquilo.

...

— Eles são rápidos...

Sabia que não iria ser tão fácil encontrar o meliante, mas não esperava que o mesmo desaparecesse tão fácil, mesmo com essa...tecnologia toda do mundo de fora da barreira. Não era a sua área, mas tinha certeza que os outros dariam o melhor de si para encontrar tais hackers. Antes de sair, virava-se para adereçar Kenji, pensativa.

— Imprevisto foi mais a aula de...de... balé que tive com a Evangeline. Infelizmente o invocador foi mais rápido e conseguiu escapar, mas tenho certeza de que iremos encontrá-lo. Irei resumir as investigações após descansar. Faz dois dias que não durmo, então irei ausentar-me no momento. Com a sua licença.

E com uma breve reverência, despedia-se de todos e partia para seu aposento naquele complexo para descansar e colocar as ideias em dia. Era realmente como o breve sonho que teve no metrô a informara, tirando o fato de Michio estar morto: um novo grupo estava atrás das elementais. Que bom que o rapaz estava ajudando alguém mesmo morto, embora fosse triste.

"O outro sequestro primeiro..."

Confirmava a missão atual antes de tomar banho e dormir.

Avatar do usuário
Lucian Y.
Mensagens: 129
Registrado em: 30 Jan 2014, 23:50

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Lucian Y. » 29 Fev 2016, 21:12

De lado para a porta já se preparava para ir a onde a garota vampira o chamava, tinha uma sensação de que sempre que ia fazer algo o interrompiam com algo absurdo... Mas antes que desse o primeiro passo a porta se abria e lhe vinha uma pergunta, olhava a inoue que o indagava, com ambas as mãos nos bolsos do sobretudo, e então olhava para frente no corredor

-- A missão, de achar as garotas desaparecidas incluindo sua irmã... foi um fracasso para nosso grupo naquele lugar. –

Fechou os olhos por um momento respirando... para então prosseguir

-- O oponente que estava lá desistiu de lutar... Mas não tenho certeza do nível de envolvimento dele com o rapto de sua irmã... Não entenda mal, não estou o protegendo... O que ele disse pode ser mentira, que ele ‘adotou’ aquele tengu que tinha raptado sua irmã, depois que o pai dele foi morto. Mas o que eu vi ... Não foi mentirá. –

O vampiro fechou os olhos novamente, como poderia mostrar ao Youkai Canino o que vira para ele tirar suas próprias conclusões? Pensou.

Tirou a mão direita do bolso segurando algum objeto esférico, uma bola de cristal aparentava... A medida que os olhos rubros miravam o interior da mesma imagens apareciam para inoue, como se ele mesmo quem as visse em primeiro lugar


-- ... Se ele é inimigo ou não, cabe a cada um de nós decidir por nós mesmos... Tudo que vês é o que de fato verdade... –

Inoue via tudo que Lucian viu desde o inicio dessa história, a batalha de michio com o tengu, o monstro escuro que raptava as mulheres, a batalha do grupo contra o tengu gordo... Inoue via tudo a primeira mão, sem adulteração, até mesmo as paginas do livro que Lucian estava a ler, mas nada disso importava...

-- ... ... ... Esse é o Status completo da missão, imparcial, e sem opinião pessoal –

Avatar do usuário
Inoue91
Mensagens: 616
Registrado em: 08 Jan 2014, 02:38

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Inoue91 » 05 Mar 2016, 21:21

Inoue

Inoue cruzava os braços enquanto assistia tudo o que havia acontecido, manteve uma expressão séria e aparentava não demonstrar nenhuma reação, ao terminar de assistir, fechava os olhos por alguns instantes e pensava sobre o ocorrido, muita coisa passou por sua cabeça e uma delas fora a raiva, raiva que foi controlada em pouco tempo, respirava fundo e então colocava suas mãos no ombro do vampiro e com um leve sorriso no rosto dizia.

-- Obrigado Lucian-san, como pode ver Hina-chan esta bem, o Tengu havia sequestrado ela para se vingar de mim e minha familia, mas acho que isso não será mais um problema, desculpa envolve-los em tudo isso. -- Olhava para suas irmãs e voltava a dizer. -- Podem ir na reunião sem mim ? Eu preciso ter uma conversa com esse Tengu, não se preocupem eu não irei mata-lo, quero apenas ter uma pequena conversa com ele.

Assim sem enrolar muito Takezo partia em busca do Tengu, se não o encontrasse pelas redondezas iria até o local da batalha pois poderia encontra-lo ali ou até mesmo uma pista.

Avatar do usuário
Shino
Mensagens: 315
Registrado em: 12 Jan 2014, 13:54
Localização: Atualmente em Elios!!!
Contato:

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Shino » 08 Mar 2016, 01:40

Para Inoue



— Pouco me importa se vai matá-lo ou não, me importo sim se você for morto. Mas dizer para você não ir não vai mudar o fato de que você vai. (Naomi)


Naomi fechava os olhos e apertava as têmporas do rosto com seus dedos, não entendia exatamente o que o irmão queria, mas sabia que dialogar não ia adiantar em nada.


— Nós vamos para reunião, faça o que quiser! (Naomi)


— Onee-chan! (Miyoshi e Hina)


— Calma meninas, seu irmão não vai sozinho, eu vou com ele! (Umeko)


Umeko que havia sumido do seu campo de visão por alguns instantes surgia novamente ao seu lado, a mulher mantinha um olhar calmo em direção a Naomi, como se estivesse esperando algo da outra mulher, que não demorou a se pronunciar.


— Ótimo, o deixo em suas mãos Umeko! (Naomi)


— Hi! Onee-sama! (Umeko)


Era incrível como ambas as garotas pareciam confiar uma na outra, como se fossem amigas de longas datas, mas talvez, por terem personalidades parecidas, elas sabiam o que a outra estava pensando.



...



O palpite foi certo, e no alto da Stak Tower você encontrou o Tengu, na verdade, encontrou vários tengus, em suas formas civis, trabalhando. Eles poderiam contratar uma equipe para concertar o andar que muito foi danificado na noite anterior mas preferiam os mesmo fazer a faxina. O cheiro da massa ainda estava fresco, e tinha áreas que se podia notar que não havia passado pela manutenção ainda, a noite seria longa para eles, mas a visita inesperada fez com que os mesmos largassem as ferramentas e agarrassem o que podiam usar como armas.


— Ok pessoal, continuaremos amanhã, todos dispensados.


— Mas chefe?


— Sem mais nem menos! Todos dispensados!


A contragosto os Tengus dispersaram-se, encaravam você enquanto iam embora, mas não ousaram fazer nada, apenas o grande homem ficou.

O homem mantinha a face escondida na imagem humana, caminhando calmamente até uma prateleira e removendo da mesma um jarro de barro, logo em seguida ele se senta sobre uma área do chão que estava coberta por uma lona e toma um gole do sakê.


— Então, a que devo a visita garoto?



Para Todos



O raiar do sol anunciava o novo dia, mas está bela visão foi negada a vós, ou pelo menos aos vampiros, pois o Bund possuía em suas instalações aberturas para janelas, ainda que essas quase nunca fossem utilizadas.

A nova reunião se fez presente na mesma sala onde noites atrás os alunos da IS Gakuen haviam jantado, pois agora havia tantas pessoas, e todos tinham que tomar café.

O clima do lugar era bem familiar, algo agradável de se ver, tantas raças diferentes sobre a mesma mesa, trocando pratos, repassando alimentos, claro que tudo aquilo incomodava as três empregadas, ou melhor, quatro, agora uma outra garota, de grandes dotes estava junto as três que já conheciam.


— Garotas parem com essa cara! (Mina)


— Hime (princesa), esse não é o jeito para se portar a mesa!


— Quem liga para isso, a séculos vivo presa nesse mundinho de etiqueta, hoje posso ser apenas uma outra garota... Ei!!! Esse pão é meu!


A garota se divertia junto aos demais, imersa na inusitada situação, mas logo que a “festa” acabava, ela voltava a se comportar como a típica rainha que era.


— Então Vera, qual o relatório? (Mina)


— Conversamos com a senhorita Satsuki, ela nos concedeu parte do seu tempo hoje, teremos uma reunião com a mesma e o senhor Inumuta as 09:00. (Vera)


— Ótimo, conseguiu informação do outro rapaz! (Mina)


— Peço desculpas Mina-sama, o jovem Kazehito não foi localizado, soubemos que ele se mudou recentemente e não conseguimos ainda o atual paradeiro do mesmo! (Vera)


— Se mudou!? Suspeito, talvez o que tenha dito antes esteja certo Kenji-san, talvez o garoto esteja mesmo envolvido. (Mina)


— Discordo Mina-san!


As palavras da fada morena arrancavam toda a atenção que no momento se voltava para a rainha vampira, que impressionada retrucou logo em seguida.


— E o que leva a crer isso, Layla-chan? (Mina)


— Esses últimos dias estive em contato com a diretoria da Furumizu Gakuen, e em uma conversa casual aprendi um pouco sobre o rapaz. (Layla)



...



— Como se sente Layla-chan?


Do outro lado do vidro estava Reina, Martha e Masane, além de outras alunas que acompanham o teste ansiosas.


— Eu estou bem, na verdade, me sinto muito bem, chega a ser nostálgico. (Layla)


A fada encarava a câmara de teste com certo fascínio e temor, a garota havia passado por grande parte de sua vida em um ambiente parecido com aquele, mas que apenas a trazia dor e tristeza. Mas agora era diferente, pois as pessoas do outro lado do vidro estavam ali para ela, ainda que desejassem resultados, o bem estar da fada estava acima de tudo.


— Então vamos lá! (Layla)


Layla deixou seu corpo sentir o poder emanado pelas manoplas, duas, uma para cada braço dela. Que em instantes formavam uma poderosa armadura, semelhante a que Keiko havia recebido.


— É um sucesso! Conseguimos Layla!


A alegria de todas era contagiante, era a primeira vez que ela ouvia estas palavras vindo do outro lado do vidro e isso a animava.


— Um brinde garotas! (Masane)


Masane trazia consigo uma garrafa de cerveja Duff e ia enchendo os copos das mulheres, obviamente as alunas ficaram com refrigerante e sucos.


— Melhor impossível, graças a Keiko e Layla poderemos melhorar ainda mais as cloneblades. (Martha)


— Sim, tínhamos problemas com a segurança das mesmas, era uma faca de dois gumes, se aumentássemos a força delas, causaria efeitos colaterais. (Reina)


— Mas agora graças as suas amostras de sangue aprendemos como a Witchblade é adaptada ao corpo youkai, e podemos fazer o mesmo por nossas irmãs, assim todas as alunas poderão equipar suas cloneblades sem problema algum. (Martha)


— Martha! Martha-san... ei! Já começaram a festa!


— Tivemos sucesso Shiori-san! Venha, vamos comemorar! (Masane)


— Aceito, mas primeiro tenho que repassar as informações, seu garoto já está abrigado. (Shiori)


— Obrigada Shiori-san, desculpa ter lhe atribuído tão penosa tarefa! (Martha)


— Que isso! (Shiori)


Layla se distanciava das mulheres mais velhas para se servir de outros pratos, quando ouviu as demais alunas cochichando sobre algo a respeito.


— O garoto da Martha-sama!?


— Vocês não sabem, mas ela tem um filho!


— Filho!


— Fale baixo! Sim um filho, e vocês não sabem, é aquele garoto, o tal do Kazehito Yuuto!


— Serio!


— Falem baixo!


Layla se aproximou das demais garotas que se intimidaram pela proximidade da fada.


— Layla-sama!?


A morena prensou a garota na parede, arrancando suspiros e rubor da face das outras alunas, ela aproximou sua face do rosto da garota e sussurrou nos seus ouvidos!


— Me diga tudo ♥♥♥



...



— Pelo que eu sei, o garoto se mudou por causa da casa onde ele e o pai moravam ter sido incendiada! (Layla)


— Incendiada! (Mina)


— Isso mesmo, não foi um acidente, foi um incêndio criminoso. (Layla)


— Entendo... você falou que esta tal de Shiori estava cuidando da moradia dele, será que você consegue o lugar onde ele esta agora? (Vera)


— Claro que sim, basta um telefonema que eu descubro isso! (Layla)


— Ótimo, isso encerra a procura, só nos resta um ultimo tópico! (Vera)


— É sobre as amigas da Houki-chan! (Mina)


— Vocês descobriram onde elas estão? (Houki)


— Infelizmente ainda não, mas conseguimos algo importante, lembra que falou que elas foram adotadas? (Vera)


— Sim, claro! (Houki)


— Descobrimos a família que as adotou. Talvez podemos conseguir deles o paradeiro delas!(Vera)


— Isso me anima muito, se tudo der certo não só minha irmã, como todas as garotas vão ser salvas... (Houki)


—O QUE!?


O berro que Layla exclamava cortava novamente a atenção da sala que mais uma vez se voltava a ela, aflitos pela situação os demais aguardavam a mulher terminar a ligação para saber o que estava acontecendo.


— Keiko temos que ir para a Furumizu Gakuen! (Layla)


— Calma Layla-san, o que aconteceu!? (Vera)


— Masane e Mariele foram atacadas, e a pequena Rihoko foi sequestrada! (Layla)


OFF: Três caminhos a seguir, quem vai em qual?
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA TOUHOU RPG ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ CAMPANHA CAVALEIROS DO ZODÍACO ALPHA ♦ ♦
Imagem Imagem
♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ PERSONAGEM: TENRU DE LINCE ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

Avatar do usuário
Galahad
Mensagens: 1910
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:33

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Galahad » 10 Mar 2016, 22:56

Kenji

Após a reunião, Kenji dava boa noite para os amigos, indo para seu quarto a fim dormir melhor, levando-se em conta que a última vez que dormira fora na verdade um desmaio por ter usado noite demais, agora tinha que tentar compensar dormindo direito.

Durante o café comia de tudo um pouco, mas tentando manter os modos, comendo com as mãos apenas aquilo que devia ser comido sem ajuda de talheres, como uma maça, sua fruta favorita, mas o que o arqueiro mais estava gostando naquele momento era ver tantos de membros de raças diferentes dividindo a mesa, algo que ele esperava ver mais vezes em sua vida. Ria ao ver o comportamento de Mina, não esperava ver uma rainha se comportando dessa maneira, mas era algo que trazia um certo clima de alívio, tendo em vista tudo que andava acontecendo.

"É por momentos como este que eu luto, farei tudo para que ninguém ameace a união das raças."

Kenji ficava surpreso ao ver que Layla estava ali, não a esperava a ver tão cedo, suspeitava que seria uma surpresa agradável para Keiko.

"Quem sabe também não vejo a Aika logo?"

Quando o clima volta a ficar sério, Kenji escuta cada palavra atento, a fim de aprender tudo que podia sobre a situação em que estavam. Inicialmente ficava um pouco desapontado que sua suspeita sobre Kazehito pudesse está errado, mas o garoto ainda estava envolvido numa situação complicada; acontecia também que surgia uma pista para achar as amigas de Houki, em relação à família que supostamente as adotara; e também acontecia de ser revelado que outras pessoas foram sequestradas, pessoas ligadas a Keiko. Por um lado o arqueiro achava que ir atrás de Kazehito traria mais pistas, mas haviam outras duas opções onde pessoas precisavam ser resgatadas.

— Bem, eu gostaria de lhe acompanhar, Houki-san. Como eu disse antes, não quero me envolver em derrubar governos ou desmascarar políticos, mas eu gostaria de ajudar no resgaste de suas amigas e sua irmã. Sei que Keiko é mais do que capaz de resgatar a amiga sem minha ajuda.

Avatar do usuário
Nulo
Mensagens: 469
Registrado em: 09 Dez 2013, 20:17

Re: Touhou RPG - Mega City

Mensagem por Nulo » 11 Mar 2016, 22:45

Keiko

— Uaah! — Keiko se encontrava levando uma mão à boca, tentando conter o bocejo devido ao sono pesado que teve enquanto puxava algo para comer para si e olhava o ambiente. — Tudo tranquilo, por enquanto.

Piscava os olhos algumas vezes, estranhando a sensação de paz que jazia no recinto. Era estranho ver tantas raças juntas assim à volta de uma mesa, (in)felizmente algo utópico visto a situação que os aguardavam nos anos vindouros. Ao ouvir o relatório sobre as investigações preliminares, Keiko ficava de início desapontada, mas logo tinha sua atenção chamada por Layla que revelava a ação de um incendiário na residência onde o tal Kazuhito residia. Tinha também o caso da piloto dos...construtos estranhos chamada Houki. Batalhara com ela antes na residência dos tengu, talvez poderia acompanhá-la nessa missão. Ao tentar abrir a boca para falar do seu plano de ação foi logo interrompida por Layla que já tinha os planos para o dia...ou pelo menos parte deste.

— Foi sequestrada? Mais outra...vamos!

Rihoko...talvez Bianca mais tarde, mas contava com o apoio de Evangeline caso não tivesse tempo para ir à aula de balé mais tarde. Sem ter tempo de finalizar o café, logo se juntava à Layla para partir para Furumizu checar o que houve, de fato, e quem sabe esmiuçar esses sequestros mais ainda.

Responder

Voltar para “Touhou RPG”