Expedição à Aliança Negra

Avatar do usuário
Natsu
Mensagens: 81
Registrado em: 08 Jan 2014, 10:52
Localização: Valkaria

Re: Expedição à Aliança Negra

Mensagem por Natsu » 13 Fev 2014, 11:17

Com o inimigo morto, o elfo trata de deixar a cena o mais plausível possível caso algum outro inimigo desse falta do companheiro e voltasse para ver o que tinha acontecido, a cena em si era horrível por si só, uma pequena criatura de pele amarelo esverdeada, manchada de sangue escuro que escorria da cavidade ocular até os ombros, origem do ferimento era inicialmente pequena como a ponta da flecha de Elenorielor, mas a pedra posta pelo elfo aumentava o ferimento, rasgando a flácida pele do goblin, o que dera ainda mais prazer ao filho de Glórienn.

Enquanto isso, Elrophir juntava mais forças para ajudar os companheiros, o hobgoblin se apoia próximo as paredes e torna a levantar, respira fundo e com dificuldade e olha para a pilha de rochas e terra, ele sabia como era estar lá embaixo, logo começa a mover seus braços e mãos e a proferir palavras em língua complexa por fim lançando uma luz translúcida e brilhante como o sol reluzindo na água, essa luz toma textura ao se chocar com as rochas, tornando-se um líquido viscoso e escorregadio que já ajudava a gravidade a derrubar algumas rochas, agora ambos os heróis se poe a tirar pedras o mais rápido que podem.

A medida que o líquido se espalha pelas rochas, Riake e Nathan acabam sendo afetados por sua propriedade escorregadia, o que não era muito agradável mas facilita para a elfa-orc conseguir se livrar, o hobgoblin tira algumas pedras de cima da amiga e logo percebe que ela poderia terminar o serviço e se poe a ajudar o elfo a livrar o companheiro que não demonstrava sinal de vida, o tempo agora era todo contra eles, mas aos poucos voltavam ao "jogo". Finalmente Riake estava livre, e Nathan estava sendo carregado para fora dos escombros, seus amigos o colocam de barriga para cima no chão, ele ainda respirava com dificuldade e vários pontos roxos podiam ser vistos em seu corpo azul acinzentado, sua situação era péssima. Sem perder muito tempo, Elrophir junta suas mãos em seu peito, próximo ao coração e usa seus poderes divinos para curar o amigo.

Nathan recupera 9 pontos de vida (44/48), mas ainda está inconsciente.

A magia faz efeito rápido, fazendo com que algumas manchas desapareçam de seu corpo, o som de alguns ossos voltando a seu lugar também são sinal de seu sucesso, mas fazem o hobgoblin gemer de dor mesmo desacordado, vários ferimentos ainda eram visíveis e o herói ainda não acordava.

Do corredor para onde os goblinóides fugiram, era possível ouvir uma voz fina praguejando.

— Merda, por que eu tenho que ver o que aconteceu com o... Pelas presas de Ragnar!! Ele se quebrou todo!! — meia volta — Menos mal, queria mesmo sair logo daqui... ai cambada, ele não vem não, vambora!

Avatar do usuário
fnetto
Mensagens: 26
Registrado em: 21 Jan 2014, 10:36

Re: Expedição à Aliança Negra

Mensagem por fnetto » 13 Fev 2014, 12:48

Elrophir não perderia o companheiro para o deus padroeiro de seus inimigos, não exatamente seus, durante sua vida no céu apenas ouvia falar dos goblinóides, sua selvageria, engenhosidade, e mais importante sua crueldade nata, porém quanto mais via e testemunhava o comportamento de tais criaturas, mais convencido ficava que a causa de seus primos terrestres era sua também, afinal se não houvessem refugiados boa parte dos problemas de sua cidade não teriam existido.
Pensando nisso ele canaliza em Nathan a última centelha divina que lhe resta.

— Prebudiť brácho

Após ter realizado a magia diz para os amigos em tom baixo.
— Demos sorte de sobrevivermos e graças a você eles não nos encontraram agora - diz olhando para Elenor, depois vira-se para todos - mas vamos logo antes que fechem a saída e fiquemos condenados aqui nesses túneis, além disso não podemos ficar muito longe deles, é com você Elenor, sei que não perderá o rastro.

Assim que os outros estiverem prontos segue com eles na direção do final do túnel.

Uso 'Curar ferimentos leves' no Nathan
*Recupero 1PV pelo uso da magia

_______________________________________________________________

PMs Feiticeiro: 04/11
PMs Abençoado: 00/07

Status: Armadura Arcana (CA +4)
Imagem

rafilosofo
Mensagens: 55
Registrado em: 20 Jan 2014, 21:07

Re: Expedição à Aliança Negra

Mensagem por rafilosofo » 13 Fev 2014, 13:56

O elfo fica aliviado que deu tudo certo. A situação de todos era complicada, era um plano de invasão sempre por um triz. E ele sabia que a situação ficaria ainda pior quando entrassem no território da aliança negra com ele ainda sendo um elfo. Mas tudo o que podia fazer era achar a saída do túnel, antes que outro desmoronamento acabasse com eles de vez.

— Podem deixar, não vou perder o rastro deles. Vamos sair daqui.

Uso Sobrevivência para rastrear. Ganho bônus por inimigo predileto, e como são vários e estão pouco à frente, dificilmente perco o rastro.

Avatar do usuário
Natsu
Mensagens: 81
Registrado em: 08 Jan 2014, 10:52
Localização: Valkaria

Re: Expedição à Aliança Negra

Mensagem por Natsu » 17 Fev 2014, 09:19

Com o amigo ainda caído e nem mesmo a magia de cura seria suficiente para levanta-lo novamente, mas Elrophir não estava disposto a desistir e com seu último esforço lança mais uma cura divina em Nathan.

O herói meio-elfo estava inconsciente, sem saber o que acontecia no mundo a sua volta, mas em sua mente muito se passava, visões ou lembranças de sua falecida mãe, uma elfa de cabelos loiros vestindo uma armadura feita de madeira mágica, retorcida para proteger seu corpo, a elfa lutava ao lado de um humano de cabelos ruivos e barba farta, seu machado duplo atacava inimigos que Nathan não conseguia identificar... em segundos a imagem muda, agora ele e sua mãe viajavam pelas estradas do Reinado, o pelo menos assim ele pensava, pois não reconhece a estrada de início, sua mãe olha para seu rosto e diz:

— Meu querido Nathan, estou orgulhosa de você, tenho certeza que seu pai diria o mesmo.

Nathan fica confuso, por que ela diria isso no meio de uma viagem?

— Você está trilhando o caminho que seu coração e sua alma desejam seguir, não está sendo guiado pelo medo, isso não quer dizer que será fácil — ela abraça o filho, um abraço forte de uma mãe que não vê seu filho a anos — Mas não desista, continue seguindo seu coração.

Só então Nathan se da conta de que aquilo era uma visão, e aos poucos se lembra do que estava acontecendo, da explosão de poucos segundos atrás, ele pensa que aquele lugar podia ser o plano de algum Deus e que provavelmente havia morrido naqueles túneis, mas sua mãe novamente o conforta.

— Sua hora ainda não chegou, você precisa voltar logo, seus amigos precisam de você, não se preocupe eu mando lembranças ao seu pai — Ela dá um beijo no rosto do filho e da um sorriso como se nada de ruim pudesse acontecer... e então toca no peito do meio-elfo que sente uma dor forte como uma pontada — Volte — Dor — Volta! — Dor — Acorda!!

Nathan finalmente levanta bruscamente, puxando o ar para seus pulmões com uma respiração forte.

Durante esse tempo, Riake estava tensa, concentrada para lançar uma de suas magias para novamente enganar os inimigos, em sua mente já imaginava várias possibilidades de imagens que poderia fazer, e sua expressão muda de concentrada para desapontada ao perceber que o goblin nem ao menos fizesse a curva para ver o estrago, o que para os demais foi um alívio. Elenorielor logo toma a frente do grupo e sorrateiramente observa a curva, mais a frente ele vê em meio a escuridão quase total o vulto do pequeno goblinóide seguindo pelo corredor e acena para que seus companheiros sigam com ele. Por mais alguns metros os aventureiros seguem o túnel e felizmente conseguem ser furtivos o suficiente para que o goblin não os escute, mais a frente o túnel se expande deixando suas paredes mais distantes e o teto um pouco mais alto, mas o que mais assusta é a visão do outro lado dessa "sala", um corredor (provavelmente um dos poucos que sobreviveram as últimas explosões e desabamentos) segue para sudoeste, era o caminho para fora daquele lugar, logo a frente dele, dois montes de granadas, presas por pequenos barbantes e um pavio queimando a poucos segundos de chegar as granadas.

Goblin: — NÃAAAAAOOO, ESPEREM POR MIM!!

Off-Game: Nathan recuperou 7 pontos de vida (44/41)
Elrophir (53/48)
Riake (32/30)
Elenorielor (32/23)

rafilosofo
Mensagens: 55
Registrado em: 20 Jan 2014, 21:07

Re: Expedição à Aliança Negra

Mensagem por rafilosofo » 17 Fev 2014, 11:00

Elenor que estava na frente percebe a situação. Seu primeiro instinto era correr, mas seu raciocínio rápido intervém. Lembra da outra vez agora mesmo, em que todos quase morreram, ainda estão todos debilitados, acabaram de sofrer uma explosão. Outra igual seria o fim para aquele grupo. E dessa vez nem tinham o tempo de se preparar, o pavio já estava chegando. Nada podia ser feito.

Elenor-Len se vira para trás, abre os braços e em tom baixo, mas severo diz para seus companheiros:

— Recuem! Recuem!


Quando nota que seus amigos percebem a situação e a possível intensão de algum deles correr, ele diz, já empurrando-os para longe da explosão:

—Depois cavamos!

Elenor tenta correr e conduzir seus amigos com todas suas forças para longe da explosão.

Avatar do usuário
fnetto
Mensagens: 26
Registrado em: 21 Jan 2014, 10:36

Re: Expedição à Aliança Negra

Mensagem por fnetto » 18 Fev 2014, 09:15

Elrophir estava cansado de derrotas por um dia, não tinha passado por tudo aquilo para simplesmente correr o risco de ficar condenado naqueles túneis, além do orgulho, havia uma uma urgência biológica em sair daquele espaço confinado, em sua cidade até mesmo as construções plebeias possuíam grandes vãos livres, imensas janelas e grandes espaços internos, aqueles túneis estavam o deixando realmente incomodado, a simples ideia de permanecer por muito tempo naquele lugar lhe causava angústia, ele sentia aquela sensação de quando perdeu o controle na batalha contra os kobolds crescendo dentro de si, o espírito de seus ancestrais começavam a lhe sussurrar idéias de vingança e morte. Elrophir via o pavio e os avisos de seu amigo como se estivessem em câmera lenta.

Ninguém me diz o que fazer

—SAI - Elrophir grita com Elenor e dispara em direção ao túnel na esperança de passar pela abertura antes da explosão.

Saio correndo em direção a saída do túnel, uso quantos pontos de ação eu tiver disponível para ganhar ações de movimento e passar antes da explosão.

_______________________________________________________________

PMs Feiticeiro: 04/11
PMs Abençoado: 00/07

Status: Armadura Arcana (CA +4)
Imagem

Avatar do usuário
Andrew Kaninchen
Mensagens: 2893
Registrado em: 10 Dez 2013, 12:58
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Re: Expedição à Aliança Negra

Mensagem por Andrew Kaninchen » 18 Fev 2014, 19:18

Riake entende a intenção de Elenor, e se prepara para o impacto — porém, ao ver a reação de Elrophir, Riake não perde tempo em segui-lo. Exercitando um esforço inimaginável, a elfa conjura rapidamente uma magia que a envolve por completo, forçando-a para frente e reduzindo quase que completamente o atrito de seu corpo com o ar. A elfa não tinha tempo a perder, e precisava ajudar seu amigo. Assim que sai a correr, passa de relance e olha para Elenor, com uma expressão forte em seu rosto. Deixa ele comigo, ela pensa.

Uso um ponto de ação para conjurar recuo acelerado e saio correndo na mesma direção que o Elrophir, pra ajudar ele a correr, se precisar.
-----------------

Magias Preparadas:
0º - mensagem, marca arcana, globos de luz, raio congelante, prestidigitação;
1º - armadura arcana, recuo acelerado, queda suave, imagem silenciosa, enfeitiçar pessoa, mãos flamejantes, imagem silenciosa


Pontos de Magia Livres: 1

Status:
— Armadura Arcana(CA +4)

Código: Selecionar todos

[quote][b][size=85]Nome_do_Personagem:[/size][/b]
[img]URL_da_Imagem[/img]
Fala.[/quote]

Avatar do usuário
Tahlus
Mensagens: 621
Registrado em: 09 Dez 2013, 21:00
Localização: Aeon
Contato:

Re: Expedição à Aliança Negra

Mensagem por Tahlus » 18 Fev 2014, 22:01

Nathan acabava de recobrar a consciência, quando vê a confusão. Sem entender exatamente o que estava acontecendo, ele tenta levantar, enquanto vê o grupo se dividindo.

—Mas só podem tá de sacanagem comigo...

Sem ter certeza do que fazer, Nathan decide correr atrás dos colegas, mas sem ter certeza se estava fazendo a melhor escolha...



Se o semi-defunto ainda tiver pontos de ação eu uso pra correr mais também...
ImagemImagem

Fórum: Aeon Project (http://aeonproject.jcink.net/)
Char: Sirius Xylander Dietrich Granhiard (nível 19) - Healer, Tank, DPS e o que mais precisar

rafilosofo
Mensagens: 55
Registrado em: 20 Jan 2014, 21:07

Re: Expedição à Aliança Negra

Mensagem por rafilosofo » 19 Fev 2014, 12:01

Elenor foi ignorado por seus amigos, que correram em direção à morte certa. Ele tinha que fazer algo. Sua primeira ideia seria atirar no pavio. Com sua mira realmente seria algo fácil, mas agora que seus amigos correram na frente não conseguiria mirar tão bem e provavelmente atingiria um deles.

O que Cette faria agora? O que meu pai faria, ou meu mestre Arqueiro Arcano? O que o Mestre Relojoeiro fa... É isso!

Elenorielor se lembra do artefato que recebeu de seu amigo, como ficou feliz de saber que ele o tinha ao seu lado, a decepção ao ver que ele era apenas um mendigo. Mas um grande mago como ele não o enganaria facilmente com uma ilusão para ocultar sua identidade?

Por favor, não seja algo apenas da minha cabeça...

O elfo então pega o relógio desproporcionalmente grande e aperta o botão no topo, que tinha sido descoberto por Riake.

Avatar do usuário
Natsu
Mensagens: 81
Registrado em: 08 Jan 2014, 10:52
Localização: Valkaria

Re: Expedição à Aliança Negra

Mensagem por Natsu » 19 Fev 2014, 14:52

O único ainda elfo no grupo de heróis seguia a frente do grupo e logo vê uma cena terrível, a provável saída daquele lugar estava prestes a desaparecer em meio ao fogo e rochas que a explosão de algumas granadas iria desencadear, com agilidade Elenorielor estende seus braços e volta-se para os companheiros indicando que deveriam voltar mas Elrophir age por impulso racial, não aguentava mais sentir-se preso embaixo da terra, precisava sair de qualquer maneira, o hobgoblin corre em disparada em direção a saída, o elfo tenta impedi-lo, mas os demais membros do grupo também passam por ele, um após o outro, Riake usará uma magia que aumentava drasticamente sua velocidade e Nathan, que mal havia despertado corria para o que talvez fosse sua passagem de volta ao encontro de sua mãe.

Desesperado, o elfo não conseguia ver outra maneira de salvar seus companheiros, ou a si mesmo, e vários pensamentos vem a sua mente; Sua casa em Lenórienn, seus pais, seu mestre, seu Deus e seu antigo amigo, de súbito ele se recorda do item entregue a ele na cidade fortaleza e da mensagem dita pelo mendigo que o presenteava:

— Vá e ajude seus amigos, isso é para sua missão.

Elenorielor pega a esfera negra de dentro da mochila e decide apertar o botão que a elfa-orc havia descoberto, se aquilo poderia ajuda-los, ele esperava que essa fosse a verdade: Push! O elfo abre os olhos e aos poucos seus companheiros começam a desacelerar até que finalmente ficam imóveis, a sua volta a poeira que caia do teto para no ar e o pavio se mantém aceso porém com a chama imóvel, nesse momento os ponteiros da esfera começam a girar e o 5 dos 12 pontos brilham em prateado.

Off-Game: Até que enfim usaram o item!!

Rufus só você pode agir, tentarei dar sequência o mais rápido possível para que o pessoal não fique muito tempo parado.

Responder

Voltar para “Expedição à Aliança Negra”