Livro I - Aço Negro

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17589
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Livro I - Aço Negro

Mensagem por Aldenor » 22 Nov 2016, 12:22

Fenyra parte com os demais olhando as ruas vazias. Trevor os guiava para um lugar onde pudessem escapar apressadamente. Entretanto, saber que as pessoas dali teriam um destino talvez mais cruel que a morte a fez ter um nó no estômago.

Seus olhos mareavam quando lembrou das mulheres que conhecera em Molok e, junto com o cruzado de Kallyadranoch, ajudou a ensinar a como se defender no mundo dos homens. Agora, a realidade delas era drasticamente pior. Enfrentariam o mundo dos monstros goblinoides.

Ela secou os olhos com as costas da mão, displicente, quando cruzaram o portão. Súbito, outra surpresa. Trevor decidiu ficar. Fenyra não prestou atenção em suas instruções, apenas arregalou os olhos, inquieta.

Bror tocou-lhe no ombro e a fez olhá-lo com cara de assustada.
Fenyra
Imagem
Temos...
Sua voz saiu baixa. Depois, ela respirou fundo percebendo que não podia deixar-se abalar. Havia muito o que ser feito. Com os olhos de fogo, olhou para o grupo.
Fenyra
Imagem
Vamos embora.
Partiu sem olhar uma vez sequer para trás.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13715
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: Livro I - Aço Negro

Mensagem por Lord Seph » 22 Nov 2016, 13:51

Terry não se manifesta após eles iniciarem sua fuga. Quando Trevor escolhe ficar ela sorri para ele.

- Cuidaremos dela e traremos ajuda, então não se preocupe.

As palavras soaram vazias para Terry, mesmo que eles conseguissem ajuda não havia esperança de um segundo milagre o que lembrou Terry que Fenyra havia sido trazida de volta por um servo de Thyatis.

- Fenyra você recebeu alguma missão do Servo de Thyatis?

Pergunta repetina após estarem caminhando pela a rota de fuga.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17589
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Livro I - Aço Negro

Mensagem por Aldenor » 22 Nov 2016, 14:07

Absorta em seus pensamentos, concentrada em não pensar nas vidas que ali seriam destruídas, Fenyra quase não ouviu Terry. Sua voz parecia distante.

"Missão...?"
Fenyra
Imagem
Não. Acho que já estou cumprindo uma neste exato momento...
Disse enquanto avançavam para fora de Cosamhir.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 9062
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Re: Livro I - Aço Negro

Mensagem por Padre Judas » 22 Nov 2016, 14:18

Fenyra
Imagem
Não. Acho que já estou cumprindo uma neste exato momento...
Bror seguia ao lado de Fenyra e se lembra de algo.
Bror Hildson
Imagem
- Depois que... ressuscitou, você disse que ia nos contar algo. O que era?
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17589
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Livro I - Aço Negro

Mensagem por Aldenor » 22 Nov 2016, 14:40

Fenyra franze o cenho. Parecia muito concentrada.
Fenyra
Imagem
É o que descobri sobre Lilith. Mas agora não é hora. Vamos encontrar um lugar seguro primeiro para descansar depois de nos afastarmos o suficiente de Cosamhir.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Senimaru
Mensagens: 3960
Registrado em: 22 Jul 2015, 21:23

Re: Livro I - Aço Negro

Mensagem por Senimaru » 25 Nov 2016, 21:52

O toque de Terry aliviou um pouco as dores do cruzado enquanto todos se preparavam ele queimava os espólios, era muita coisa para carregar por ai mas ele ficou com uma espada longa e um escudo pesado. Seguiu em frente com o grupo, no meio Trevor parou, ele começou a dar instruções sobre como seguir e terminou dizendo que iria ficar com seu irmão, Searinox não disse nada mas Bror sim.

- É a escolha dele, a sua ultima. Devemos respeitar ela não importa o que achemos. - Ele respondeu sem se virar para o arqueiro mas quando o fez viu que estava acompanhado, o fitou antes de começar a andar. - Sua responsabilidade..... - No fim sua voz tremulou um pouco, seus pensamento foram as suas aprendizes e como estava falhando com elas naquele momento, como as estava abandonando, ele mordeu seu lábio inferior até sangrar um pouco tentando mudar seu foco.

" E eu sequer posso fazer algo... Se pelo menos.. Pare com isso! Você tem uma missão.... você não falhou totalmente, ela ainda esta aqui... Existe sempre um caminho para aqueles que tem poder e você vai encontrar um".

Seguindo começaram a indagar Fenyra, sobre o que queria falar e sobre sua ressurreição, o cruzado via que ela estava abalada com tudo aquilo, mal se despediu de Trevor e não sabia como podia levantar seu espirito. "MERDA!" Ele deveria saber como, ele afinal era um clérigo, e não é isso que eles fazem?
EU editei minha publicação passada falando que eu dei um escudo pesado a Gregor e eu fiquei com uma espada longa e um escudo pesado e fritei o resto. escudo pesado 15x7 = 105 , Espada longa 15x6 = 90, armadura de couro 10x8 = 80, dando no total 275.
ImagemImagemImagem


Me? Mad? Haha... quite likely!

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 9062
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Re: Livro I - Aço Negro

Mensagem por Padre Judas » 26 Nov 2016, 09:40

Seanirox
- É a escolha dele, a sua ultima. Devemos respeitar ela não importa o que achemos.
Bror Hildson
Imagem
- Não deixa de ser uma escolha idiota. Ele faria muito mais pelo irmão se viesse conosco e sobrevivesse.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13715
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: Livro I - Aço Negro

Mensagem por Lord Seph » 26 Nov 2016, 10:17

- Por favor, não há necessidade de discutir isso agora, temos uma missão urgente e um longo caminho pela frente.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 9062
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Re: Livro I - Aço Negro

Mensagem por Padre Judas » 26 Nov 2016, 11:31

Terry
- Por favor, não há necessidade de discutir isso agora, temos uma missão urgente e um longo caminho pela frente.
Bror Hildson
Imagem
- Não há o que discutir. Foi uma escolha idiota, simples assim. E espero nos reencontrarmos para eu poder dizer isso a ele.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5204
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Livro I - Aço Negro

Mensagem por John Lessard » 26 Nov 2016, 21:20

Capítulo 7
Sonhos Claustrofóbicos


Cada um ali tinha seus próprios pensamentos á respeito da decisão de Trevor, mas a verdade é que nunca saberiam o real motivo dela, não saberiam a história que tinha com o irmão.

O começou do caminho era amplo, com uma água rasa no chão e paredes de pedras colocadas, porém gradativamente foi se transformando em um sinuoso trajeto de rochas naturais e por fim um túnel apertado de terra. Muitos trechos pareciam sustentados por toras de madeira antigas e um desabamento poderia não ser uma surpresa. Algumas baratas muito estranhas saiam de buracos e pequenos e entravam em outros. Das paredes também, vinham raízes de árvores que deveriam estar dezenas, talvez centenas de metros acima.

Logo, não havia mais luz para se enxergar e tochas precisaram ser acesas ou magias lançadas, menos para Bror, é claro. O ranger conseguia enxergar tudo perfeitamente graças a benção de sua deusa Tenebra e ali, num túnel subterrâneo não precisava esconder sua face do Deus Sol.

E assim os três primeiros dias seguiram. Não havia chances de fim, apenas um caminho infindável por um corredor de terra estreito, no escuro, seguindo mais e mais em frente. O barulho de passos, de pedrinhas e vez ou outra de vozes, quando eles resolviam conversar. Durante as noites, na verdade quando resolviam descansar, pois não sabiam ao certo quando era dia e quando era noite, tiveram que dormir em fila, sentados e apertados no túnel. O pó e a terra impregnando nas narinas e a luz do dia apenas uma memória distante. Lilith permanecia em silêncio a maior parte do tempo e Terry e Fenyra sabiam que ela conseguia enxergar melhor que todos ali só ao ter uma luz acesa por perto. O único que lhe superava neste quesito era Bror.

No começo do quarto dia de viagem, o grupo finalmente começava a subir e algumas fendas na terra mais acima permitia que a luz do dia entrasse. Fraca, mas o suficiente. No quinto dia afundaram na terra e no escuro mais uma vez. No sexto dia novas fendas, e finalmente um espaço amplo onde puderam se espalhar e descansar. Então, escuro e terra novamente. A maioria já havia perdido a noção do tempo. Sentiam o gosto de terra na boca, os olhos arderem e as narinas congestionadas por algo. As mãos eram ásperas e calejadas, os pés tinham pouco espaço para se moverem. Era o sétimo ou o oitavo dia? Talvez fosse o nono. Terry que tivera suas alucinações em momentos oportunos nos últimos dias, pensara se aquilo não pioraria tudo.

Foi neste momento em que Grunt, que vinha por último esbarrou em algo. Um barulho abafado, uma tora de sustentação.

- Corram! - foi o que conseguiu gritar, rouco.

Pedras e terra começaram a despencar do alto pesadamente. Bror e Searinox sentiram muita terra e pedras baterem em seus copros, abrindo cortes e dificultando o avanço. Fenyra foi atingida no ombro, mas fora melhor que todos em sua corrida de fuga de mãos dadas com Lilith. Terry que estava na frente de Grunt, teve muita dificuldade, a terra caía e pedras a castigavam abrindo ferimentos e causando hematomas futuros. Ela não conseguia ver os outros, morreria ali soterrada. Até que mãos fortes a envolveram a empurraram para frente, para que prosseguisse.

O grupo emergiu sob a luz do dia e teve o ar invadindo seus pulmões. Caindo na grama, com a poeira do desabamento saindo pelo buraco do túnel. A garganta ardia pela terra. Sob as copas tranquilas da árvores, perceberam que Grunt não saíra.

FIM DO LIVRO I.
Bror 7 pontos de dano; 45 XP.

Fenyra 5 pontos de dano; 90 XP.

Searinox 7 pontos de dano; 45 XP.

Terry 12 pontos de dano;
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Responder

Voltar para “A Vingança Élfica”