Ato 2.5 ~ Lua de Prata

Avatar do usuário
Inoue91
Mensagens: 620
Registrado em: 08 Jan 2014, 02:38

Re: Ato 2.5 ~ Lua de Prata

Mensagem por Inoue91 » 15 Mar 2020, 10:29

Carlos

— Sim...Essa agua tem propriedades incríveis, eu já havia tomado dela antes, e hoje tomei mais um pouco, todos os meus ferimentos de combate sumiram, é como você disse, ela é milagrosa.

Encostava na parede do quarto enquanto observava Sara encostar a mão da professora, e aparentemente ela não havia apresentado nenhuma reação, Carlos lembrava do que havia acontecido com ela durante a luta que teve na universidade, e para Carlos aquele deveria ser um dos motivos para ela estar deste jeito, ele apenas teria que descobrir o que aquilo significava.

— Eu vi o que aconteceu com ela, e atualmente eu não faço a menor ideia do que foi, tenho que fazer mais perguntas e pesquisar mais a respeito, mas acredito que só pode ser isso, não vejo outra explicação, ao menos de momento

Avatar do usuário
Keitarô
Mensagens: 1328
Registrado em: 09 Dez 2013, 19:58
Localização: Mahoyiga

Re: Ato 2.5 ~ Lua de Prata

Mensagem por Keitarô » 04 Abr 2020, 23:06

Amaretsu

Amaretsu percebeu, antes de sair em disparada, que os passos não eram de Órion, e sim de um outro soldado mercenário. O mesmo homem que havia entrado segundo o pedido do que parecia ser o líder.

Imediatamente os mercenários do lado de fora olharam para a posição de Amaretsu. Foi até esquisito, para eles. Ficaram sem saber ao certo o que fazer. Um olhou para o outro, e então, diante da provocação, começaram a atirar. O rádio ativou com alguém falando, tentando entender o que estava acontecendo, o porquê dos disparos distantes.
Amaretsu evitou todos os tiros sem sofrer dano algum.
Se seguisse em linha reta, e conseguisse pular por cima do muro médio parcialmente destruído que havia ali, poderia correr para a liberdade. Iria, infelizmente, sem a armadura. Afinal, onde ela poderia estar…?
Com o começo dos disparos, mais soldados se aglomeraram ao redor de Amaretsu, alguns à sua frente para barrar a passagem e outros ao lado. Ao total, são oito.
Tenzi, Cecilia e Carlos

— Puxa! Mas me parece muito difícil — Suek comentou a fala de Tenzi. — Porque o mundo é muito grande… como salvar o mundo inteiro?

— É difícil mesmo — Agni observou a fala de Cecilia, pensativa. —, usar de Cosmo… sentir o Universo… mas estar preso a deveres deste tipo. Não que seja errado, mas…

Suek não pareceu entender muito bem para onde a conversa estava indo.

Tenzi e Cecilia então sentiram um Cosmo surgir na direção da Fonte. A enfermeira que estava mais próxima sorriu, olhando na direção da Fonte que estava há poucos metros dali.

— Ela chegou.

Logo a mulher se aproximou dos que ali estavam, na mesa. Com um movimento de cabeça, ela os cumprimentou.
Imagem
— A paz de Atena, de Cristo e de Deus esteja com todos.

Agni achou estranho a fala da amazona, mas aparentemente ficou curiosa com a armadura. Suek foi mais descontraído.

— A paz de Cristo, minha querida! É um prazer.

— Chamo-me Sofia. Em breve, conversaremos mais. Preciso voltar aos cuidados dos feridos.

A enfermeira cumprimentou a amazona e a seguiu com o olhar. Depois dela sumir de vista, a mulher suspirou, sorridente, como aliás se mantivera o tempo quase inteiro.

— Sofia é uma verdadeira serva da cura. Seu conhecimento terapêutico, do corpo e da alma, é muito vasto.

Agni olhou os próprios braços, pensativa.

Carlos sentiu um poderoso Cosmo se aproximando. Logo percebeu que, comparando-o aos aprendizes e aspirantes a cavaleiros, bem como aos próprios soldados e mesmo cavaleiros de bronze, aquele Cosmo era diferenciado.

— Olá, é um prazer. — a amazona se despediu da enfermeira, e entrou no quarto de Saja, onde estavam Sara e Carlos. — Estou cuidando de Saja, e fui buscar ervas que ajudarão no restabelecimento dela. É um prazer conhecê-lo, Carlos de Pégaso. Eu sou Sofia de Cruzeiro do Sul. Deus os abençoe.
Dados:

Amaretsu: 20/20 PVs, 15/20 PMs; sem dados da armadura; Desvio de Disparos (FD+5); Comunicação e Ligação Natural (Carlos) e Sentidos Especiais (visão raio-x, visão noturna e audição aguçada).
Tenzi: 15/15 PVs, 35/35 PMs; 13/15 cargas; Sugoi.
Cecilia: 25/25 PVs, 25/25 PMs; 13/15 cargas; Sugoi.
Carlos: 30/30 PVs, 40/40 PMs; 22/25 cargas.

A atualização foi simples, para aquecer os motores de novo. Perdão a demora! Todos recebem 2 PDs.

Próxima atualização: dia 07.04.2020, terça-feira.

Avatar do usuário
Pontus Maximus
Mensagens: 787
Registrado em: 09 Dez 2013, 21:15

Re: Ato 2.5 ~ Lua de Prata

Mensagem por Pontus Maximus » 06 Abr 2020, 11:50

Amaretsu:

Depois que provoquei os otários para briga eu percebi tarde demais que eu poderia ter saído mais facilmente se tivesse corrido e saltado o muro, mas creio que eles me alcançariam e eu teria que enfrentá-los do mesmo jeito, mas ao mesmo tempo eu não sei dizer se sim ou se não, o medo e ansiedade de estar aqui e de Órion despertar a qualquer momento e vir me pegar e me levar para meus compradores ainda me assombra, eu não sai do meu pesadelo, deve ser por isso que estou cometendo erros táticos, mas pelo menos isso serviu para talvez virar a mesa ao meu favor.

Quando me vi cercada de homens armados e todos atirando em mim e nenhuma bala conseguindo me atingir eu fiquei um pouco aliviada para conseguir intimidar aqueles mercenários e conseguir o paradeiro da minha Armadura:

-Vocês são cegos seu Caçadores inúteis? Mesmo sem minha Armadura de Aço vocês nada podem contra mim, nem mesmo com prata, todos vocês são fracos demais para mim, mas vou dar uma chance para todos, me devolvam a minha Armadura e vocês ficarão vivos mais um dia.

Enquanto os tiros eram repelidos, batendo numa "parede" de ar eu não tive muita paciência para obter uma resposta rápida, teria que tira-la a força de suas bocas.

-Ainda não perceberam que não podem me atingir? Mas eu posso atirar em vocês e agora vocês irão engolir chumbo grosso até que me devolvam minha Armadura.

Engatilhei minha Metralhadora M60 e comecei a revidar os tiros para todas as direções possíveis.

-Marginais desgraçados, eu sou uma agente da lei e se não me derem o que quero eu vou lhes arrancar a cabeça.

OFF: H3+Tiro Múltiplo (da Arma)+ Talento Extraordinário (Esporte) Desvios de Disparos. Pm's Totais 12/20.

Avatar do usuário
Galahad
Mensagens: 1919
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:33

Re: Ato 2.5 ~ Lua de Prata

Mensagem por Galahad » 06 Abr 2020, 13:32

Tenzi

Quando a amazona recém-chegada chegaram, Tenzi apenas a cumprimentava rapidamente com um aceno, não a querendo interromper, ainda mais ao ouvir que ela precisava cuidar dos feridos. Sua atenção voltava-se para Suek e Agni, que se expressaram sobre Cavaleiros e o Cosmo.

— Realmente não é fácil, senhor Suek e Agni... — começava a fala — mas, pelo que entendi, nós cavaleiros não cuidamos dos problemas mundo como um todo, mas com ameaças relativas ao cosmo.


Percebendo o olhar pensativo de Agni, Tenzi voltava sua atenção apenas para a guerreira.

— Algo lhe preocupando, Agni?

Avatar do usuário
Nulo
Mensagens: 475
Registrado em: 09 Dez 2013, 20:17

Re: Ato 2.5 ~ Lua de Prata

Mensagem por Nulo » 06 Abr 2020, 21:21

Cecilia

— Ah, idem, senhorita...?

A conversa com os três continuava, embora Cecilia não sabia se eles realmente estavam entendendo ou não. Felizmente a chegada de uma nova amazona aliviou a pressão na amazona de taça, que ficou surpresa com o jeito que ela os cumprimentou.

"Sofia..."

Repetiu o nome dela em pensamento, deixando-a sair sem questionamentos pois pelo visto tinha muito trabalho a fazer com tanta gente em necessidade de tratamento. Já para a enfermeira ali...

— Serva da cura? Hmm, deve ser uma pessoa impressionante.

A habilidade de curar o corpo e a alma. Cecilia só podia imaginar que tipo de terapia essa cura seria, visto que Sofia era obviamente uma amazona. O uso do cosmo para cura. Poderes milagrosos.

— Hmm...

Notou a pergunta de Tenzi e Agni agindo de uma maneira estranha. Suek pareceu feliz naquele estado apedeuto, o que era um ótimo posicionamento. Depois disso tudo, entendia o que o povo dizia com "ignorância é felicidade." Agni, todavia, mostrou confusão.

— Se tiver algo com que eu possa ajudar, senhorita Agni, só pedir.

Talvez o fato de ambas serem mulheres facilitasse a interação com o que quer que a afligisse? Não como se Cecilia fosse um grande exemplo, visto que os poderes dela são...

"Um acaso oportuno, hahaha..."

Esperava que ela não achasse bizarro o fato de Cecilia, mesmo com problemas visuais, agir como agia. Deveria ser extremamente estranho para terceiros.

Avatar do usuário
Keitarô
Mensagens: 1328
Registrado em: 09 Dez 2013, 19:58
Localização: Mahoyiga

Re: Ato 2.5 ~ Lua de Prata

Mensagem por Keitarô » 21 Abr 2020, 01:03

Amaretsu

Os disparos de Amaretsu atingiram os caçadores em pontos letais com precisão militar. Logo ela percebeu que aqueles homens talvez pudessem defender a área de invasores ou transgressores humanos comuns, mas não dela — uma lobisomem soldado iniciada nas artes cósmicas. Três caçadores caíram inertes no chão. Os outros observaram assustados, um deles gritou algo muito rápido no rádio. Outro, recuando, passou uma mensagem mais clara.

— ONDE ESTÁ O SANTO NEGRO? ELA ESTÁ FUGINDO! VAMOS MORRER!!

No portão principal parcialmente destruído surgiram dois soldados, talvez os responsáveis pela entrada, com duas armas enormes: um lança mísseis e uma bazuca. Esta última parecia claramente modificada, cheia de soldas.

— ELA NÃO VAI MORRER, ATIREM!!

O soldado com a bazuca iniciou o preparo desta, que parecia demandar um tempo de carga. Já o outro abaixou-se, mirou o míssil na direção da amazona, e disparou. A carga explosiva rumou no ar por entre os soldados indo explodir-se no chão onde estava Amaretsu.
Amaretsu foi atacada com FA 10. Está a três movimentos da muralha.

Tenzi e Cecilia

— Obrigada, Cecilia. Não é nada… estava pensando se um dia meus braços poderiam voltar a ser humanos de novo.

Suek olhou sério para os braços metálicos da mulher, surpreso, como se não tivesse notado que estavam ali o tempo todo até aquele momento.

— Eu tenho um afilhado que não vejo há muito tempo, mas que costumava conversar muito pelo telefone. Ele mora no ocidente e trabalha no ramo tecnológico. Vejo que aqui, por essas regiões de ruínas, não há tanta inovação fora do padrão, mas ele costumava me contar que nos países mais desenvolvidos os homens se tornam cada vez mais ligados a máquinas…

— O que quer dizer — Agni olha desconfiada para Suek. — que eu sou uma máquina?

— Não, não, não quis debochar. Não me entenda mal! Quiser dizer que, num futuro próximo, talvez o humano que você procura seja exatamente como você está hoje. Perdoem-me, eu nunca fui muito entendido dessa modernidade.

Cecilia sabia que o mundo era realmente muito tecnológico nos últimos tempos. Os últimos dez anos mostraram avanços tremendos, como holografia de alta capacidade, internet global (com os equipamentos certos), equipamentos confiáveis de VR e outras tecnologias equiparáveis disponíveis ao público. Ela mesma já havia feito um show de sua própria casa, reproduzido holograficamente em três lugares ao mesmo tempo, dois anos atrás.

— É verdade… o Santuário tem o conhecimento do Cosmo, mas está totalmente atrasado em relação ao mundo.

Kátia surgiu caminhando, com a mão na barriga.

— Ah, que fome. Relatórios são tão extenuantes…
Dados:

Amaretsu: 20/20 PVs, 12/20 PMs; sem dados da armadura; Desvio de Disparos (FD+5); Comunicação e Ligação Natural (Carlos) e Sentidos Especiais (visão raio-x, visão noturna e audição aguçada).
Tenzi: 8/15 PVs, 35/35 PMs; 13/15 cargas; Sugoi.
Cecilia: 13/25 PVs, 25/25 PMs; 13/15 cargas; Sugoi.
Carlos: 6/25 PVs, 40/40 PMs; 22/25 cargas.

Próxima atualização: dia 23.04.2020, quinta-feira.

Avatar do usuário
Galahad
Mensagens: 1919
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:33

Re: Ato 2.5 ~ Lua de Prata

Mensagem por Galahad » 22 Abr 2020, 12:27

Tenzi

"Há pessoas que fariam isso tendo escolha?"

Ao escutar Suek falando sobre as tais "inovações", achava estranha a ideia de alguém voluntariamente trocar partes do corpo por máquina, Agni tinha seus braços por questões além de seu controle e mostrava desejo de reaver o que perdeu. Questionava então o que levaria pessoas a abrirem mão de partes de si.

"Se isso acontecer, como serão os humanos do futuro?"

Seus pensamentos saíam desse tópico ao escutar Kátia falando estar com fome.

— É, acho que comer agora seria uma boa..

Seguia então, embora tomando cuidado para não ir muito na frente, em direção do refeitório, passando antes perto de Agni e Cecilia.

— Mesmo seus braços sendo diferentes, você ainda é bastante humana, Agni, uma humana bem bonita — dizia essa última parte um pouco envergonhado, seguia e, num tom mais baixo, falava com Cecilia — obrigado por se preocupar com ela também, Cecilia.

Avatar do usuário
Pontus Maximus
Mensagens: 787
Registrado em: 09 Dez 2013, 21:15

Re: Ato 2.5 ~ Lua de Prata

Mensagem por Pontus Maximus » 22 Abr 2020, 16:33

Amaretsu:

Pensei que eles fossem mais bem preparados mas acho que me equivoquei, derrubar esses ai foi tão fácil como acertar alvos em treinamento, por outro lado isso ainda pode mudar contra mim, os outros estão desesperados por não poderem me atingir e a ameaça que proferi antes eu não poderia cumpri-la, talvez eu pudesse reaver minha armadura depois no futuro, se não fosse por causa do Órion eu tentaria buscar o que é meu. Foi então que outros mercenários apareceram com armas mais pesadas e um deles atirou em mim mas eu foquei minha atenção neles, a outra arma eu não consigo identificar o tipo, mas foi então que o míssil caiu perto de mim levantando terra e estilhaços, mas no meio daquela poeira e do som agudo da explosão que doeu nos meus ouvidos mais sensíveis naquele momento tive a impressão de ver a silhueta de uma mulher se formar, como se fosse Nike, não tenho certeza, pode ser minha mente pregando uma peça, mas aproveitei a cortina de terra para disparar balas traçantes no meio dela.

Com rajadas curtas eu efetuei disparos divididos entre os dois guardas e assim começo a avançar na direção da minha saída, do portão principal que pelo que tudo indica, esse cativeiro tem uma estrutura precária.

-SAIAM DA MINHA FRENTE........ ME DEIXEM EM PAZ.... AAAAAAAAAAA........

Se eu derruba-los, poderei tomar uma de suas armas e usa-las para escapar mais facilmente, mas sigo avançando e atirando neles, imitando os movimentos de uma loba e utilizando de manobras acrobáticas, mantendo minha defesa cósmica ativada.

OFF: H3+2 e PdF 1+1 (Reino Animal)+Esporte (Acrobacia e Desvio de Disparos). Pm's 8/20

OFF 2: Dois disparos em cada um com armas pesadas.

Avatar do usuário
Nulo
Mensagens: 475
Registrado em: 09 Dez 2013, 20:17

Re: Ato 2.5 ~ Lua de Prata

Mensagem por Nulo » 23 Abr 2020, 22:52

Cecilia

— Hmm, entendo a dúvida...

Cecilia levava uma mão ao queixo, pensando no que dizer sem ofendê-la. Tinha pensado em algo assim quando perdera a visão, mas tinha entrando em "acordo" com sua situação. Talvez ainda estivesse para chegar o momento em que Agni entrasse de acordo com seu problema, mas era algo que só o tempo iria mostrar.

"Seria falta de educação da minha parte persistir nesse tópico..."

Poderia falar de sua experiência, mas acabaria sendo esnobe, aproveitando o quesito de tecnologia para mudar de assunto.

— Realmente. Ficamos cada vez mais dependentes da tecnologia no geral. Devo admitir que a tecnologia precária daqui é um bom contraste.

Talvez com o cosmo, não houvesse tanta necessidade de tecnologia, pelo menos não no santuário. Com isso, ela se lembrava de Amaretsu e a tecnologia da armada de aço. Era impressionante. E uma da principal diferença entre as duas organizações paramilitares, se é que poderiam ser categorizadas assim.

— Diretora. Creio que todos estamos...

Comentava com um breve riso sobre a inópia, concordando com o pessoal sobre comer. Ao ouvir o agradecimento de Tenzi, apenas assentia com a cabeça, educada.

— Disponha.

Não tinha motivo para receber agradecimento, mas sabia que o jovem falava aquilo por educação e ingenuidade, então apenas sorria genuinamente para acalmá-lo.

Avatar do usuário
Inoue91
Mensagens: 620
Registrado em: 08 Jan 2014, 02:38

Re: Ato 2.5 ~ Lua de Prata

Mensagem por Inoue91 » 26 Abr 2020, 10:37

Carlos

Carlos ainda olhava para seu professora, aparentemente não havia nada que ele poderia fazer e isso o deixava irritado de certa forma, por que aquilo estava acontecendo, deveria ter alguma explicação que ou ninguém queria dizer ou ninguém realmente sabe o que esta acontecendo, ao sentir um poderoso cosmos se aproximando, ele se virava para porta quando então via uma amazona, uma amazona que ele ainda não conhecia, ele respirava fundo e então respondia.

— Olá, é um prazer em conhece-la Sofia de Cruzeiro do Sul, bem... alguma nova descoberta ou atualização sobre o estado dela ? Sara já me deixou ciente de praticamente tudo, mas talvez você possa ter alguma noticia novaCarlos se aproximava de Sofia, observando o tratamento que a mesma iria fazer, tentando ver se aprendia algo com aquilo e ao mesmo tempo ele tentava identificar as ervas que ela estava usando.

— Gostaria de alguma ajuda ?

Responder

Voltar para “Cavaleiros do Zodíaco Alpha”