Briga em Família [Concluída]

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17191
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Briga em Família

Mensagem por Aldenor » 12 Fev 2019, 13:46

Maryanne respirou fundo. Uma tarefa difícil e emocionante, mas serviria para afastá-la dos pensamentos sombrios e entristecidos pela morte de Khaled. Havia sido enterrado naquele dia e eles já estavam se preparando para continuar sua missão para o Protetorado do Reino e pelo povo de Gorsengred. Era uma forma de afastar o luto e se concentrar em seguir em frente.

Cabisbaixa, a espadachim saiu da casa do doutor Tellios, rumo ao bairro dos ricos, onde nobres faziam seu lar em uma verdadeira corte a parte. Pelleas estava com ela, a ajudaria a investigar a mansão de Norla Zinfraud, encontrar pontos fracos e, quem sabe, onde Ângela era mantida cativa.

Primeiro passo foi pular o muro cercado por grades. Algo fácil para ela e para o elfo de graciosos movimentos. O sol do entardecer já estava ameno, trazendo uma brisa fria. Porém, a ansiedade e a expectativa aqueciam o rosto de Maryanne. Atrás de uma mureta arbustos, os dois observavam a movimentação: os guardas e suas rondas e para onde os servos e empregados iam.

Contaram quatro homens em armaduras, escudos, elmos, espadas. Fortemente preparados, como na vez do baile. Maryanne fez um gesto com um dedo para Pelleas e avançou cuidadosamente até a mansão, andando na ponta dos pés sobre o chão gramado, evitando os caminhos de pedras. Ali, ambos conseguiram ter mais visões. Mais dois guardas postados em uma saída pelos fundos da propriedade, perto de um jardim de flores.

Entraram na mansão por uma das janelas, descobrindo corredores familiares a ela. Andaram, se esconderam rapidamente quando criados pareceram com vassouras. Conversavam animadamente.
Criado
Imagem
... agora que a senhora só volta de viagem no Kalag, teremos certas liberdades...
Disse o garoto. A garota parecia tímida.
Criada
Imagem
Mas Galuk está aqui, ele é muito atento.
Criado
Imagem
Galuk não liga para nós como a velha bruxa.
Criada
Imagem
Shhh, fale baixo, Marty. Vamos! Vamos fazer a limpeza. Eu vou no quarto da senhora e você no Galuk. Eu tenho medo dele.
Criado
Imagem
Não vamos ao quarto da senhorita Ângela?
Criada
Imagem
Só durante as refeições, esqueceu? A senhora quer deixar a pobre sobrinha isolada, tadinha. A noite eu levarei a janta.
Maryanne trocou olhares com Pelleas, ambos escondidos atrás das cortinas de uma imensa janela do corredor. Quando passaram, Maryanne fez um gesto para ele seguir o garoto, enquanto ela seguia a garota.

Eram dois criados jovens, cheios de juventude. Pessoas normais que não pareciam ruins só por trabalhar para Norla. Eram, em algum grau, vítimas da situação precária de Gorsengred. Maryanne a acompanhou com passos de distância, hora se escondendo em uma cortina, hora entrando em um quarto de porta semi-aberta, hora atrás de uma pilastra.

Assim, ela aprendeu onde ficava o quarto de Norla e pôde contar pelo menos mais dois guardas diferentes rondando os andares. Além disso, descobriu uma escada que desceria até o gramado da mansão, em um caminho de pedras até mais uma saída. Alguns minutos depois reencontrou Pelleas em uma antessala que dividia o salão de dança e a passagem para as cozinhas.
Maryanne
Imagem
Pelleas, descobri mais dois guardas e uma nova passagem. Sei também onde fica o quarto de Norla. E você?
Depois da pequena conferência, um barulho chamou atenção de ambos.

A maçaneta da antessala onde estava girou e a porta abriu rápida demais. Maryanne deu um pulinho de susto e Pelleas desapareceu completamente, como se não estivesse ali. A jovem olhou para os lados perplexa. Um servo entrou carregando um monte de toalhas brancas em ambos os braços.
Criado
Imagem
Ei, quem é você?
Maryanne arregalou os olhos, com as mãos atrás das costas como se escondesse algo. Tinha que pensar rápido.
Maryanne
Imagem
E-eu sou a nova camareira!
Mas ela vestia uma jaqueta de couro com vários cortes, calças de couro, botas e portava uma espada tamuraniana. O criado ergueu uma sobrancelha.
Criado
Imagem
Eu acho que já te vi em algum lugar... em Vectora?
Maryanne começou a rir de nervosa. Ele a viu em Vectora, meses atrás? Quais eram as chances?!
Maryanne
Imagem
Ahahahaha, você tem razão eu... ei, olha isso aqui.
O rapaz deixou-se aproximar e, então, Maryanne lhe desferiu um soco no estômago. Tão forte, mas tão forte que ele babou antes de perder a consciência.
Maryanne
Imagem
Desculpa...
E saiu pulando a janela, ralando os joelhos nos arbustos. Acabou pisando no pé de Pelleas que estava ali escondido.
Maryanne
Imagem
Caraca, desculpa, desculpa, desculpa!
Não havia muito o que fazer. Eles ainda rondaram durante a noite a mansão e encontraram uma terceira saída, a leste da mansão, perto de um casebre onde empregados dormiam.

***

Estavam na casa de doutor Tellios durante a noite daquele mesmo dia. Maryanne explicava o que viram.
Maryanne
Imagem
... e foi isso que aconteceu. Resumidamente, são dez soldados, sabemos onde ficam os quartos de Galuk, Norla e Ângela. Mas Norla está viajando e só volta em três dias. Sabemos também de pelo menos três saídas da mansão caso tudo dê errado.
Ela tinha um semblante mais aliviado, com meio sorrisos. Aquela tarde foi complicada e cheia de tensão, mas deu tudo certo.
Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 4700
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Briga em Família

Mensagem por John Lessard » 12 Fev 2019, 15:38

Então era isso, o plano estava formado, restava a eles executá-lo. A grande batalha por Gorsegred se aproximava. O cavaleiro saiu logo atrás de Maryanne e Pelleas, com Carlos ao seu lado e Zidane mais atrás. O desejo de boa sorte do doutor pairava no ar. Seguiu com o bardo então. Rodaram por todas as ruas periféricas espalhando a notícia.

Sir John Lessard precisava do povo.

Mais de vinte pessoas compareceram. Plebeus, de semblantes cansados. Eram trabalhadores, mas também eram oprimidos pela nobreza. Pessoas de valor que viam neles figuras heroicas, e que nunca tiveram nem metade das que John Lessard. Agora ali estava ele, um cavaleiro treinado que pediria para que essa pessoas morressem por ele.

Seus olhos então encontraram Nathalya no meio da multidão.

"Não, irei pedir que lutem por si próprios". Caminho para o meio da praça, armadura pesada, as pessoas que se reuniram se silenciaram em seu burburinho. John encarou a multidão, Carlos estava ali para apoiar seus argumentos e até encorajou seu discurso. Respirou fundo e começou.
Imagem
- Fico feliz que todos vocês tenham vindo. Eu nunca imaginei e nem sei o que dizer a todos vocês além de obrigado. Quando eu viajei de Gorendill até aqui, eu procurava um criminoso, para levá-lo a justiça. Então encontrei uma cidade afogada em opressão, intimidação. A nobreza, a mesma que deveria proteger vocês, acolher vocês, se esconde atrás de muros, guardando as riquezas para si próprios, enquanto vocês trabalham para eles, são intimidados e agredidos. Vocês produzem, por que tudo fica com eles então? Vocês também são pessoas, por que merecem serem tratados assim? Por que precisam viver afundados nos crimes deles?!

Eu tomei pra mim a missão de detê-los, junto de meus companheiros. E é por isso que agradeço. Obrigado por me acolherem e me defenderem, mas agora é a hora de mais. Astos caiu, Taerir caiu... Agora é a vez de Norla cair. Não vou mentir para vocês. Quando isso acabar nós vamos embora e então outro como eles virão. Não vim aqui para salvá-los, vim aqui para ensiná-los a lutar. Está na hora do povo de Gorsegred mostrar sua força. Essa cidade não é de Astos, nem de Taerir e muito menos de Norla...
O cavaleiro então apontou para Nathalya.
Imagem
- Essa cidade é sua e sua - apontou para um homem e em seguida para outra mulher - e sua. Esta cidade é de todos vocês. Eu não luto para tomar o poder, eu luto para entregar ele a vocês, o povo. Então lutem comigo. Lutem por suas famílias, lute pela sua cidade, lutem por suas vidas. O risco é alto, mas a recompensa é maior ainda, a liberdade.
John engoliu em seco, um homem havia saído pouco antes dele terminar de falar balançando a cabeça. O cavaleiro temeu até que...
Imagem
- Eu lutarei ao seu lado, sir...
Imagem
- E eu...
Imagem
- E eu, John.
Imagem
- Conte comigo.
O coração do cavaleiro acelerou. Quase vinte pessoas o apoiavam.

Era isso, o Exército Plebeu.
Off:

Diplomacia 1: (6) + 17 = 21; Diplomacia 2: (19) + 33; Gasto PA, 34
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lucena
Mensagens: 3977
Registrado em: 13 Jan 2015, 21:24

Re: Briga em Família

Mensagem por Lucena » 12 Fev 2019, 16:03

Os objetivos foram decididos e as tarefas divididas, era o hora e começar a ação. Mas a ponto que Pelleas segue Maryanne para a mansão de Norla, a vê por demais cabisbaixa.
Imagem
- Eu queria saber oque dizer para te animar, com tudo que tem acontecido, mas ninguém chegou a me dizer algo assim. - Só espero que saiba que sinto oque está se passando com você, sei como é perder tantas pessoas em rápida sucessão.
Depois o elfo selênsiou-se, pois chegara a hora do primeiro passo, pular o muro cercado por grades. Foi fácil para os dois e já dentro da mansão, o elfo trata de memorizar as faces dos guardas, contando quantos Norla tinha em seu serviço. 6 até o ponto de entrarem no casarão por uma das janelas. Lá dentro ele segue Maryanne, esperando a espadachim reconhecer o espaço, até que quase se encontram com um par de serviçais.
Criado
Imagem
... agora que a senhora só volta de viagem no Kalag, teremos certas liberdades...
Criada
Imagem
Mas Galuk está aqui, ele é muito atento.
Criado
Imagem
Galuk não liga para nós como a velha bruxa.
Criada
Imagem
Shhh, fale baixo, Marty. Vamos! Vamos fazer a limpeza. Eu vou no quarto da senhora e você no Galuk. Eu tenho medo dele.
Criado
Imagem
Não vamos ao quarto da senhorita Ângela?
Criada
Imagem
Só durante as refeições, esqueceu? A senhora quer deixar a pobre sobrinha isolada, tadinha. A noite eu levarei a janta.
O elfo e Maryanne trocaram olhares, escondidos atrás das cortinas de uma janela do corredor que não era tão pequena quanto a de outra casas humanas. Depois de passaram Maryanne faz um gesto para ele seguir o garoto e o arqueiro se põe a segui-lo como um predador a sua presa.

O jovem era distrído, assim Pelleas pode segui-lo abertamente pelo corredor, as suas costa e apurando seus passos para o mesmo ritmo do garoto e se virando junto dele. Normalmente não se arriscaria assim, mas a mansão parecia mesmo quase deserta. Foi somente com um abrir de uma porta que Pelleas se assustou. Saltando acima do jovem e se escondendo no teto do corredor.
Imagem
- Que susto Joana! Tava com sua gêmea agora a pouco.
Imagem
- Pois vai ter que aprender a diferença da gente, ora! Já disse que se flertasse comigo de novo te dava um tabefe.
Imagem
- Já disse que foi um acidente. E só preciso ouvir o que sai da sua boca bruta para saber a diferença.
- Mas, e ai, esse é o quarto dele?
Imagem
- É. Prum carrinha tão mandão eu esperava um quarto mais bem limpo. Tanta mancha velha e mal lavada de respingo de sangue. Quero nem saber como foi parar lá.
Imagem
- Ei, sabe que achei uma manchas parecidas no corredor atrás do quarto da senhorita Angela? Sabe qual é dando duas voltas pra lá e subindo nesse sentido?
Pelleas já começara a fugir na metade da conversa, com os criados distraídos, mas suas orelhas élficas captaram toda a conversa, mapeando em sua mente as posições dos quatos do anão e da nobre aprisionada. De volta ao primeiro andar ele encontra uma sala com uma porta que leva até os jardins, uma saída oculta por altos arbustos, perfeito para escapadas, mas não o segue, no lugar procurando por sua companheira. Maryanne é encontrada próxima ao salão de dança e parece apressada em dividir informação.
Maryanne
Imagem
Pelleas, descobri mais dois guardas e uma nova passagem. Sei também onde fica o quarto de Norla. E você?
Imagem
- Também encontrei um quarto com uma passagem secreta, além do quarto do anão e o que estão aprisionando a jovem.
- Aliás, os criados daqui parecem sofrer de precisarem limpar muitas vezes manchas de sangue misteriosas em todo lugar. Com o que Khaled me falou de armadilhas no baile não estou nada surpreso...
-Escape pela janela!
Mas o elfo se interrompe. Ouvia passos vindo pelo corredor e quase abrindo a maçaneta. Ele usa sua magia para abrir uma das janelas e salta para fora. Infelizmente Maryanne, que estava de costas para ele no momento, parece não ter ouvido seu aviso ou visto sua escapada, saltando só um tempo depois e pisando no seu pé.
Maryanne
Imagem
Caraca, desculpa, desculpa, desculpa!
Imagem
- Só reze para o cara que vc derrubou não seja encontrado tão rápido.
Os dois então se moveram agilmente para escapar da mansão e voltar para o consultório do doutor, onde o elfo deixou Maryanne explicar os achados.
Imagem
- É tudo que ela disse. Não encontrei nenhuma armadilha acionada, mas pelas conversas que ouvi é possível que elas só sejam acionadas a noite ou quando se sabe de visitantes no local.
- E quanto a vocês? Com quantas pessoas podemos contar?
Everything Lives!

Código: Selecionar todos

[quote="Pelleas"][img]https://i.imgur.com/qkSeY1p.png[/img]
 [/quote]

Avatar do usuário
Astirax
Mensagens: 1144
Registrado em: 06 Fev 2014, 18:02
Localização: Capivara City

Re: Briga em Família

Mensagem por Astirax » 13 Fev 2019, 00:03

A Batalha por Gorsengred: Preparação Dia 1.

O plano estava defenido, a parte encarregada de Zidane era procurar poções e armas para os cidadãos.

Decidiu começar pelas poções pois tinha um curandeiro na casa. Zidane então conversa com Tellios.

Zidane -- Tellios, voce precisa de suprimentos médicos, o que me faz pensar estar relacionado a poções, onde voce as compra?

Tellios -- Eu compro ingredientes na região comercial, mas a maior parte dos alquimicos eu mesmo produzo.

Valia a tentativa, Zidane pensou então brevemente, enquanto outro possivel caminho surgia.

Zidane -- Taerir lidava com comércio de drogas, sendo necessário "transformar" o achbuld em algo consumível, seja através de um quimico, ou o produto vem pronto. Tellios, sabe dizer se a droga vem pronta ou tem alguém que a "preparava" aqui.

Tellios se esforçava para lembrar.

-- Não sei se o achbuld é feito aqui ou se vem de fora. Mas certamente para produzir, é preciso um laboratório.

Zidane xingou mentalmente de frustração, deveria ser do jeito dificil, procurando a partir do zero, e abrindo bem a algibeira.

Partiu em sua busca pela area comercial. Comprou alguns frascos achando serem balsamos restauradores, mas fora precipitado pelas palavras do vendedor.

"Restaura sua pele"

Devia ter desconfiado, estava barato demais, e agora tinha algo de origem incerta, não iria arriscar a saude dele nem a de ninguém, portanto jogou fora o produto.

Pensou em óleos, como os que podiam ser aplicados a armas para conceder o efeito de magia, encontrou perfumes [?], óleos de massagem, relaxantes musculares, porém nada realmente de útil.

Havia vasculhado tudo, retornado e então notou que o comércio estava fechando, já era noite e Zidane estava mais leve, e sem informações realmente uteis.

A busca por poções havia falhado, hoje, precisava usar o que restava de tempo para encontrar algo sobre armas e armaduras.

Zidane pensa que clavas são faceis de conseguir, lanças são fáceis de fabricar, o que precisa então é alguem que trabalhe com couro em armaduras, uma oficina similar.

Lembrou-se do alfaite, que tanto nos defendeu da milicia quanto ajudou parcialmente na infiltração de Zidane.

Foi até sua loja, apenas para descobrir que outra pessoa cuidava agora, mas onde estava o homem?

Ele era grande e forte, alguém fora do padrão, talvez não fosse dificil acha-lo.

Sua busca exigiu alguns tibares para "ativar" a memória das pessoas, mas Zidane tinha pressa, precisava dessas informações ou teria gasto um dia a toa.

O Alfaiate foi preso por uma semana, e Zidane não podia acreditar, mas o nome Bartolomeu junto a descrição confirmava a história. Um pouco mais à fundo revelou que isso o afundou em dividas e ele teve de vender o negócio. Era agora um trabalhador braçal sem teto e esperança.

Zidane o encontrou nas docas e agora podia acrescentar bêbado à lista.

Por um momento hesitou, e pensou se Bartolomeu sofreu isso por ter ajudado-o.

Colocou seu capuz e sentou-se ao seu lado.

Zidane-- voce trabalha com tecidos, preciso de ajuda, uma indicação de quem trabalha com uma oficina de armaduras ou curtição de couro, pretendo adquirir um bom número de armaduras desse tipo.

A resposta de Bartolomeu no entanto foi, emotiva.

Bartolomeu -- Eu ... Perdi ... Tudo

E o grande homem entornou todo o restante da garrafa de rum, Zidane fez um gesto e colocou um Tibar de Ouro para o taverneiro trazer outra, que foi logo aberta.

Bartolomeu -- Não, ... Muda ... Nada...

O homem estava desolado, de certa forma Zidane também deveria estar assim, pois perdeu sua fé, mas trancou esse sentimento dentro de si até resolver a situaçao de Gorsengred.

Apenas podia ficar ali, e ser compreensivo, mas ao mesmo tempo também sentindo-se culpado.

Bartolomeu, Um senhor, Uma senhora, e uma mulher que beijou John.

Quatro foram as vozes que nos defenderam aquele dia, se mais duas dessas pessoas sofreram por isso.

Sentiria culpa, e então mais vontade de fazer Norla sangrar.

Zidane então pediu algo para comer e também para Bartolomeu. Não havia falado a pergunta novamente, apenas aguardava. Após a refeição, que podia ter tido qualquer gosto, mas naquele momento era de amarga dúvida, se levantou para ir embora e Bartolomeu parecia ter despertado.

Bartolomeu -- Espera! ...

Seu olhar continha um momento de sobriedade e talvez algo mais.

Bartolomeu -- Não existe esse tipo de coisa em Gorsengred. Armas e armaduras só são fabricadas para a milícia da cidade. O povo não tem acesso a essas coisas...

E depois volta a entornar uma garrafa de rum.

Zidane deixou mais duas Tibares de Ouro para Bartolomeu enquanto voltava para a casa do Doutor Tellios, pensativo.

Precisava resumir, filtrar e dizer apenas o importante.

Fez seu relatório na presença de todos.

Zidane -- Não consegui achar poções úteis. Armas e Armaduras comércio e fabricação são controlados pela milícia. O povo terá de se armar com paus, pedras e facas de cozinha.

Hesita por um momento, porque se estiver certo, sera um peso a mais nas costas de todos, uma culpa a mais.

Zidane -- Quatro pessoas lideraram nossa defesa depois de derrotarmos Taerir, hoje descobri que uma delas foi presa e por dividas teve o que vender o negócio. Receio que foi vingança, e temo pelo senhor da Fazenda, a senhora do chá e a mulher que beijou-o Sir John.

Então ouviu os relatos e pode constatar que Nathalia estava bem, se o senhor e a senhora estivessem bem então, seria apenas culpa de Zidane, pois entao essa seria a vingança de Norla pela zona em seu baile.
Off:
Obter Informações: Investigação (Acelerada) total 18, falhou custando 13x2 = 26 TO e 7 horas.

Obter Informações: Investigação (Acelerada) total 26, sucesso custando 16x2 = 32 TO e 2 horas.

Paguei uma janta para mim e o Bartolomeu por 2 TO. E Doei 2 TO para Bartolomeu

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 4700
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Briga em Família

Mensagem por John Lessard » 13 Fev 2019, 20:21

De volta a casa de Telios, John ouvia os relatos dos demais. Zidane não trazia boas notícias, porém Maryanne e Pelleas alegravam seu dia. O cavaleiro pensou, até que captou a pergunta do elfo.
Imagem
- Podemos contar com um pouco mais de vinte pessoas do nosso lado. O dobro de soldados na mansão. Porém eles possuem treinamento e equipamento melhores... Precisamos ser rápidos e eficientes. Quando eu atacar a frnete você precisam ser rápidos e entrarem na mansão. Uma vez lá dentro garantam a segurança de Ângela e a tirem de lá, voltando imediatamente para me darem apoio pelo outro lado. Devemos atacar por dois flancos. Não entrem em confrontos desnecessários. Não enfrentem Galuk sem que seja prioridade. Devemos assegurar o perímetro da mansão, deixar Norla sem base quando voltar e então, lideramos com quem sobrar.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Mælstrøm
Mensagens: 1341
Registrado em: 09 Set 2016, 17:51

Re: Briga em Família

Mensagem por Mælstrøm » 14 Fev 2019, 14:53

Parte 4: Zinfraud Sob Ataque

Imagem

Vinte homens e mulheres se reuniram em um galpão nas docas ao leste, próximo ao bairro periférico de Gorsengred. Todos dispostos a pegar em armas e enfrentar Norla Zinfraud, a última aristocrata de grande poder a dar as cartas na cidade. Com a milícia silenciosa, não foi difícil para Zidane encontrar uma carruagem e algumas ferramentas como dois pés de cabra e um arpéu. John chegou a ver dois milicianos passando por perto do galpão onde os plebeus se reuniram, mas fizeram vista grossa. Era como se o intendente Ilbyr quisesse a derrocada de Norla. Talvez para finalmente exercer seu poder político em paz.

Mas a esperança do cavaleiro era de que os plebeus não aceitassem mais viver sob a sola da bota dos poderosos. Uma verdadeira mudança na balança de poder da cidade, um feito que poderia ser cantado pelos bardos onde Gorsengred seria a única cidade de Ahlen a ser comandada pelos moradores, sem ninguém de cima abusando-os com altos impostos ou atividades criminosas.

Ao longo da tarde, John ensinou rudimentos básicos da luta, afirmou sua coragem, afastou o medo que poderia retornar. Maryanne acompanhou o treinamento, enquanto Zidane fazia rondas pela cidade, percebendo que naquele dia frio de outono, poucas pessoas andavam nas ruas.

Imagem

No dia seguinte, o céu amanheceu encoberto. Ventava bastante e fazia frio. Porém, os rebeldes tinham os rostos quentes, por tomarem a "cerveja da coragem". Cada um armado com bastões e clavas improvisadas. A estratégia de John visava ganhar na quantidade. Os guardas de Norla eram treinados e estavam bem equipados. Mas estavam em dez, apenas. Era esperado que pelo menos dois guardas no portão principal fossem rapidamente derrubados por John e Carlos, enquanto pelo menos outros dois estivessem nos fundos, para serem derrotados por Maryanne, Zidane e Pelleas.

Então, o grupo rebelde partiu pela manhã do galpão. Ruas desertas até o centro, onde o comércio normalmente abarrotaria as ruas principais de gente transitando. Naquele dia, entretanto, somente uma carruagem andava, guiada por Sortuda e Caramelo, seguida por uma legião de pessoas armadas.

Uma patrulha da milícia chegou a cruzar com eles no meio de uma avenida. Eram dois milicianos de cotas de malha e espadas longas, montados em cavalos negros. Apesar da imponência, fingiram olhar para o outro lado e seguiram adiante.

Em pouco tempo, começaram a subir o planalto do bairro dos aristocratas. Ali, três grupos se formaram: John e Carlos avançaram com a carruagem, com mais uma mulher de braços grossos segurando o pé de cabra. Seu nome era Lina.
Imagem
Sim, eu posso fazer isso.
O outro grupo, formado por Zidane, Pelleas e Maryanne (munidos também de um pé de cabra), dobraram uma rua buscando encontrar a mansão de Norla pelos fundos. E o terceiro grupo era formado por dezenove rebeldes metidos em suas roupas de algodão, suas mais resistentes botas, com clavas e bastões. Um ou outro usava material agrícola, como foice e ancinho.

A propriedade de Norla era gigantesca. Sua mansão era uma grande construção retangular, de três andares, feitos com alvenaria ricamente decorada. Em seu redor, a propriedade estendia-se num vasto campo verde, onde pequenas construções menores serviam como casebre para os empregados, oficina e estábulo. No lado oposto ao portão de entrada, um jardim florido chamava atenção por sua organização e esculturas de arbustos em formato de animais. Todos os lugares eram interligados por caminhos de pedregulhos.

***

A mansão parecia vazia à distância. Quando a carruagem se aproximou, John e Carlos viu dois guardas com lanças conversando entre si. Vestiam armaduras pesadas, escudos nos braços e apitos pendurados no pescoço. Ao notarem os aventureiros, deixaram as lanças apontadas a eles.
Imagem
Parados. Deem meia volta...
Imagem
Espere, é o John Lessard!
Os dois preparam para o combate.

Imagem
Iniciativa: rodada 01
John 20 <<<<<<<<< SUA VEZ
Guardas de Norla
Carlos 10
Rebelde Lina 3
***

Maryanne, Pelleas e Zidane encontraram uma ruela que dava direto no portão dos fundos da propriedade, um lugar onde geralmente as carroças com suprimentos chegava, onde os empregados circulavam fazendo toda a tratativa. Ali, outros dois guardas protegiam o pequeno portão.

Ao contrário da parte da frente da mansão, a propriedade ali atrás era fechado por muros de pedra e por um portão menos requintado. Havia também casebres próximos que funcionavam como tavernas ou lojas para os trabalhadores da região. Mas naquele momento estavam fechados.

Imagem
Iniciativa: Rodada 01
Maryanne 24 <<<<<<<<< SUA VEZ
Zidane 23
Guardas de Norla 21
Pelleas 20
Dados dos Personagens: Inventário, XP, Riquezas
Imagem - Maryanne I. Maedoc <> PV: 45 PA: 0 PE: 3 CA: 21 <> Amaldiçoada: apareceu <> Munição de pistola: 10 <> Condição:
Imagem - Zidane Vess <> PV: 34 PA: 3 PE: 6 CA: 18 <> Pedras: 10 <> Condição:
Imagem - Sir John Lessard <> PV: 55 PA: 1 PE: 3 CA: 23 RD: 1 <> Desafio: 5 <> Duro de Ferir: - <> Duro de Matar: 1 <> Espírito Tenaz: 3 <> Condição:
Imagem - Pelleas <> PV: 26 PA: 1 PM: 6 CA: 18 <> Flechas: 11 <> Flechas metálicas: 7 <> Flechas de caça: 20 <> Condição:
Imagem - Carlos <> PV: 21 PA: 1 PM: 11 CA: 19 <> Virotes: 20 <> Música de Bardo: 8 <> Música Emocionante: - <> Condição:

Próxima Atualização: Cada jogador tem 24h para postar.
Editado pela última vez por Mælstrøm em 14 Fev 2019, 17:58, em um total de 1 vez.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17191
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Briga em Família

Mensagem por Aldenor » 14 Fev 2019, 15:35

Maryanne acordou naquele dia agitada. O estômago corroía em ansiedade a ponto de qualquer comida parecer enjoativa. Bebeu água, porém. Hidratou-se, tomou banho, contemplou John treinando homens e mulheres incentivados a tomarem o poder da cidade para si só.

Lembrou de seu irmão, Aldred. Ele vivia dizendo que o poder deveria ser do povo, que a classe aristocrata e burguesa eram parasitas dos plebeus e camponeses. Maryanne nunca tinha entendido (ou dado bola, pra falar a verdade) para aquelas coisas, até ver essa situação na prática.
Maryanne
Imagem
Ei sir. Você iria gostar do meu irmão.
Sorriu.

***

Partiram com a turba de rebeldes. A cidade estava vazia, o que significava duas coisas:
Maryanne
Imagem
Ou o povo de Gorsengred descansa nos Kalag também... Ou já sabem que vamos atacar Norla e aí eles estarão preparados...
Sua preocupação a deixa consternada e mais e mais nervosa e ansiosa. Finalmente chegaram ao bairro dos ricos e todos se dividiram em três grupos. Maryanne, Zidane e Pelleas correram para os fundos da mansão.

***

Chegaram atrás de uma taverna fechada, atrás da entrada dos fundos da mansão de Norla. Havia dois guardas ali. Maryanne pensou muito, olhando para o chão e para suas luvas de batalha. Demorou um bom tempo olhando para Zidane... depois para Pelleas.
Maryanne
Imagem
Pelleas, você consegue flechá-los? Não precisa matar, só dar um tempo para eu e Zidane atacarmos antes que eles alertem os outros guardas. Vou tentar distraí-los para nos aproximar mais.
Então, ela tira o capuz de Zidane e o faz guardar suas eventuais armas a postos. Maryanne o puxa pela mão se fazendo vista.
Maryanne
Imagem
Oh, querido, onde está mesmo aquela taverna? Oh, meus bons senhores! Por favor, poderiam falar para eu e meu namorado onde fica a Taverna do Amanhecer? Nós faremos um ano de compromisso e queríamos celebrar lá.
Ela sorria, segurando um dos braços de Zidane, se aproximando com ele.

Então, sentiu as pernas moles. Sua expressão ficou confusa, entre sorrisos e surpresa. A Rainha Eterna estava sentada no topo do muro, olhando com cara de sapeca para ela enquanto balançava as perninhas.
Rainha Eterna
Imagem
Nota seis pela atuação. Esforçada, mas faltou coração. Hihihihi. Teria sido melhor subir o muro escondida... E olha, como você é cruel fazendo essa encenação logo com esse rapaz, que tem verdadeiros sentimentos. Tsc Tsc.
Soava toda irônica, mas Maryanne forçava o sorriso para dar certo.
Ação de Maryanne
Adiar: adia ação até a iniciativa de Zidane.
Movimento: se desloca com Zidane para c-7
Movimento: se desloca com Zidane para c-5

Enganação 14
Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Astirax
Mensagens: 1144
Registrado em: 06 Fev 2014, 18:02
Localização: Capivara City

Re: Briga em Família

Mensagem por Astirax » 15 Fev 2019, 08:02

A Batalha por Gorsengred: O Resgate de Ângela

Dia 2 e 3.

Com o plano defenido, agora eram necessários outros itens, uma carruagem , um arpeu  e dois pé de cabra.

Não foi difícil ou demorado achar essas coisas, "comuns" à venda, o que dava a sensação de estranheza, principalmente quando a milicia parecia fazer vista grossa.

A tarde fria e silenciosa só o fez lembrar de um ditado popular "A calmaria antes da tempestade".

O ataque seria na manhã seguinte, depois de uma boa noite de sono. Zidane quis garantir essa noite fazendo patrulhamento, estava ansioso e se perguntando quando Maryanne o responderia.

Os grupos eram separados e seguiam para a mansão, em algum momento a milícia percebeu e nada fez.

Sorriu e pensou " Eles querem estar no lado vencedor, muito bom"

John, Carlos e os Rebeldes iam pela frente, Maryanne , Pelleas e Zidane pelos fundos.

No local, um portão pequeno e dois guardas, silêncio palpável enquanto idéias eram cogitadas dentro da mente dos aventureiros.

Maryanne apresentou uma ideia, distrair e bater, Pelleas flechando o que sobrasse.

Quando ela subitamente começou a toca-lo sem explicar o porque antes, congelou.

Se deixou conduzir, os Bastões Acolchoados, Cimitarras e o Flored [O Florete de Khaled] ficaram com Pelleas. O capuz de Zidane era removido, expondo seus chifres e então sentiu o toque suave de seu braço.

Não o toque cheio de adrenalina da vez que a auxiliava a destrancar a porta, não o toque que tinha por prioridade tira-la da linha de tiro, um toque proposital.

Então após puxa-lo fazendo ambos serem vistos, começa a falar. No inicio até gosta do que ouve, mas sabia ser mentira quando disse 1 ano.

Um golpe cruel, mas se esse era o plano, tentaria ajudar. O estranho era ela tentar isso sabendo que Zidane sempre diz a Verdade.

No momento que ela estremeceu, pareceu que iria cair no ponto de vista de Zidane, que tentou por instinto aparar a queda, mas não houve.

Tinha ficado ligeiramente atras e haviam separado as mãos. Precisava ajuda-la na mentira, vender a idéia que eram namorados.

Queria beija-la, não... Era mentira, não podia forçar isso.

Sua mão direita foi para os ombros dela, então Zidane pensou.

"Isso é coisa de amigo, não namorado"

Afastou a mão e desceu, pairando entre as costas e bunda.

"Bunda é coisa de amantes, ou tarados, estou morto se fizer isso"

Com isso, de uma maneira nem um pouco natural envolveu sua cintura num abraço, tendo em mente as duas vezes que fez isso sem os sentimentos confusos, ou segundas intenções.

Zidane não sabia mentir.

Por isso não conseguia esconder a expressão de decepção no rosto.
Off:
Obter Informações: Investigação (Acelerada) sucesso automático,  custando 1x2 = 2 TO e 2 horas. Carruagem

Obter Informações: Investigação (Acelerada) sucesso automático, custando 4x2 = 8 TO e 2 horas.
Pé de Cabra e Arpeu

Custo de compra dividido.
***
Fiz dois movimentos junto com Maryanne.
Prestar Auxílio Enganação (2)+2= 4

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 4700
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Briga em Família

Mensagem por John Lessard » 15 Fev 2019, 08:08

John traçara planos sobre um mapa improvisado de Gorsedred. Para ser mais exato, usando talheres e copos como estruturas e soldados. Naquela manhã, lembrava-se daquilo sentido a fria brisa da manhã em seu dorso nu. Os plebeus estavam ali para seu curto treinamento e instruções. Armados com clavas (pernas de cadeiras quebradas) e ferramentas diversas. Eles era desorganizados e despreparados. Não tinham a disciplina militar. Não agiam em sincronia e pareciam confusos, muitas vezes... O cavaleiro suspirou, mas então lembrou-se de uma canção de sua época de escudeiro. Começou, com voz de aço.
Imagem
- Vamos a batalha
Guerrear, vencer
Derrotar os nobres
É o que vai valer...
Os plebeus se entreolharam confusos, mas assentiram, continuando com os movimentos mostrados pelo cavaleiro, que continuava.
Imagem
- Vocês não são o que eu pedi
São frouxos e sem jeito algum
Vou mudar, melhorar
Um por um...
Todos engoliram em seco, mas continuaram.
Imagem
Calmo como a brisa
Chamas no olhar
Uma vez centrado
Você vai ganhar
São soldados sem qualquer valor
Tolos e sem jeito algum
Mas não vou desistir de nenhum
Imagem
- Alguns quilinhos vou perder
Imagem
- Não devia ter deixado de treinar
Imagem
- Não deixa ele te bater
Imagem
- Eu queria mesmo é saber nadar!
Imagem
- Soldado ser!
Seremos rápidos como um rio
Soldado ser!
Com força igual a de um tufão
Soldado ser!
Na alma sempre uma chama acesa
Que a luz do luar nos traga inspiração!

O inimigo avança
Quer nos derrotar
Disciplina e ordem
Vão nos ajudar
Mas se não estão em condições de se armar e combater
Como vão guerrear e vencer?

- Soldado ser!
Seremos rápidos como um rio
Soldado ser!
Com força igual a de um tufão
Soldado ser!
Na alma sempre uma chama acesa
Que a luz do luar nos traga inspiração!
Os plebeus pareceram mais animados e ávidos, ensaiando os movimentos com toda a convicção e eficácia que podiam e alguns até elevaram suas vozes, para cantar juntos.
Imagem
- Soldado ser!
Seremos rápidos como um rio
Soldado ser!
Com força igual a de um tufão
Soldado ser!
Na alma sempre uma chama acesa
Que a luz do luar nos traga inspiração!
Imagem
- Soldado ser!
Seremos rápidos como um rio
Soldado ser!
Com força igual a de um tufão
Soldado ser!
Na alma sempre uma chama acesa
Que a luz do luar nos traga inspiração!
John virou-se com um sorriso no rosto, o suor escorrendo, quando Maryanne veio até ele.
Imagem
- Eu adoraria conhecê-lo, espero que nos apresente algum dia.
***

A carruagem rumava rumo a batalha, puxada por Sortuda e Caramelo. Carlos ia a seu lado, Lina com um pé de cabra atrás. O cavaleiro havia desejado sucesso ao trio que invadiria pelo outro lado. Tinha escudo e espadas prontos. A ruas estavam desertas, a milicia virava o rosto para eles. John tinha mais plebeus prontos para o ataque mais atrás, quando se aproximaram da mansão. Os guardas se empertigaram quando a carruagem parou, logo o reconheceram. Aquilo era bom. O cavaleiro girou as pernas, o metal contra o chão, o corpo pesado.
Imagem
- É sir, soldado. Sir John Lessard.
Se aproximou rápido, algo que poucos poderiam fazer com uma armadura pesada como aquela. A espada com o simbolo da justiça ergueu-se num arco e desceu contra o homem. A lâmina enterrou-se no ombro do sujeito, rompendo a armadura e vertendo sangue. O cavaleiro então bateu com o escudo, porém o soldado fora rápido o suficiente para erguer o seu próprio e bloquear.
Imagem
- Desistam, isto não precisa continuar, apenas partam.
Off:

Movimento: i4
Padrão: ataques, espada de Khalmyr: (18) + 8 = 26, dano (8) + 7 = 15, escudo: (8) + 7 = 15, erro
Se for acertado, John tentará aparar
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Mælstrøm
Mensagens: 1341
Registrado em: 09 Set 2016, 17:51

Re: Briga em Família

Mensagem por Mælstrøm » 15 Fev 2019, 13:00

Parte 4: Zinfraud Sob Ataque

Imagem

O ataque de John abriu um talho no torso do guarda, que grunhiu de dor. O outro atacou com sua lança, dando um salto pra frente. A ponta da lança resvalou nos anéis de metal do flanco do cavaleiro, inofensiva. O guarda, segurou firme sua lança, afastando a dor do ferimento que já empapava sua armadura metálica. Com raiva, espetou John pelo outro flanco. O cavaleiro ainda tentou desviar do golpe com sua espada, mas não foi ágil a tempo.
John tentou aparar o primeiro golpe, errou e usou seu Duro de Ferir. John tentou aparar o segundo golpe, errou e sofreu 5 de dano.
Após o sangue escorrer do cavaleiro, um dos guardas puxou o apito do cordão e todos puderam ouvir um longo e sonoro ruído agudo.

Imagem
Iniciativa: rodada 01
John 20
Guardas de Norla
Carlos 10 <<<<<<<<< SUA VEZ
Rebelde Lina 3
***

Os guardas trocaram olhares curiosos com a aproximação dos "namorados".
Imagem
Senhorita, não conhecemos essa taverna não.
Então, o ruído agudo de um apito se fez ouvir distante. Os guardas puxaram suas espadas, olhando para trás.
Imagem
É melhor vocês dois circularem. Vão embora.
Um deles disse rude, enquanto abria o portão com suas chaves.

Imagem
Iniciativa: Rodada 01
Maryanne 24
Zidane 23
Guardas de Norla 21
Pelleas 20 <<<<<<<<< SUA VEZ
Dados dos Personagens: Inventário, XP, Riquezas
Imagem - Maryanne I. Maedoc <> PV: 45 PA: 0 PE: 3 CA: 21 <> Amaldiçoada: apareceu <> Munição de pistola: 10 <> Condição:
Imagem - Zidane Vess <> PV: 34 PA: 3 PE: 6 CA: 18 <> Pedras: 10 <> Condição:
Imagem - Sir John Lessard <> PV: 55/51 PA: 1 PE: 3/1 CA: 23 RD: 1 <> Desafio: 5 <> Duro de Ferir: usado <> Duro de Matar: 1 <> Espírito Tenaz: 3 <> Condição:
Imagem - Pelleas <> PV: 26 PA: 1 PM: 6 CA: 18 <> Flechas: 11 <> Flechas metálicas: 7 <> Flechas de caça: 20 <> Condição:
Imagem - Carlos <> PV: 21 PA: 1 PM: 11 CA: 19 <> Virotes: 20 <> Música de Bardo: 8 <> Música Emocionante: - <> Condição:

Próxima Atualização: Cada jogador tem 24h para postar.

Responder

Voltar para “O Mundo de Arton”