Briga em Família [Concluída]

Avatar do usuário
Wiccan
Mensagens: 544
Registrado em: 20 Set 2016, 10:36

Re: Briga em Família

Mensagem por Wiccan » 12 Mar 2018, 14:26

ImagemRwy'n parchu eich meddwl am berygl tân, ond mae'r tân yn rhan bwysig o natur. Gall roi natur ar y cyd, mae rhai hadau yn egino pan fyddant yn cael eu llosgi ... ond ... ni fyddwn yn creu tân eto ... yn lle hynny mae angen lle cynnes i orffwys, a allwch chi ein helpu?
Mesmo ele dirigindo a palavra a mim em Valkar eu mantinha minhas palavras em silvestre , não sabia se os outros Ents sabiam falar o valkar por isso não queria deixa-los confusos sobre o que estava falando. Temi uma reação negativa de Mary e Zidane quando o ent pisou sobre a fogueira, mas apenas estendia a mão e fiz um geste pedindo calma. Respirei fundo ainda mantendo a posição submissa ao Cascárvore porém quando ele falou de Glórienn meu coração apertou, imaginei o prazer de ter Glórienn ao lado contando historias e recitando poesias que mostravam toada a sua perfeição, mas agora ela estava presa e submissa e nenhum Deus moveu-se para ajudá-la num momento tão horrendo quanto a queda de uma civilização.

ImagemNid oes gan y ferch fach drist ei swydd ddwyfol bellach ... mae hi'n syrthio yn troi duw bach o elfaid nawr ... mae hi'n gaethweision Tauron
Abaixei os olhos encarando o chão...ouvia os outros ents falando e me deixava preocupada sobre a segurança de Mary e Zidane, mas ao Cascárvore citar Lenórien, senti toda angustia vir a tona...as lembranças ressurgiram, os gritos de fúria e selvageria dos Goblinoides e os gritos de dor e sofrimento dos meus irmãos elfos ecoavam em minha mente, senti a angustia de Glórienn e sua raiva porém me peguei parada,sem derramar uma lágrima...antes estaria ajoelhada em prantos agora apenas era uma lembrança ruim que alimentava uma desejo de esperança de que voltaria para casa
Imagem
Gadawodd ein cartref ynghyd â Glórienn ... Collodd pobl yr elfenni eich cartref a'ch llwybr. Fe wnaethon nhw adael ein mam ... Ragnar anfon eich mab, personodiad marwolaeth o'r enw Twor Ironfist a rhoddodd y goblinni at ei gilydd na chymryd Lenyddienn chi eich hun newid eich enw i Rarnaak ac erbyn hyn dim ond adfeilion profan yw hi nag un diwrnod oedd Lenyddienn. Ni allai Glórienn sefyll y boen a rhoddodd hi i wasanaethu o dan afael cadarn Tauron ...
Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17211
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Briga em Família

Mensagem por Aldenor » 12 Mar 2018, 14:50

A criatura árvore se moveu rápido e Maryanne, por impulso afastou as pernas preparada para correr dali e buscar uma posição mais vantajosa. Mas o instante de tensão meio que passou, mesmo com eles encarando-a decisivamente. O gesto calmo e pacífico de Millyan trouxe paz ao coração de Maryanne. Mesmo assim, ao reparar sua postura e sua mão preparada para tirar sua chuan da cintura, a jovem sentiu-se incrível. Seu corpo moveu sozinho antes mesmo que ela raciocinasse sobre a situação.
  • Satoshi
    Imagem
    Você viu isso, deshi? Mesmo com este corpo velho e cansado ele age sozinho. Para chegar a esse ponto você precisa de maestria na técnica com treinamento árduo... você chega lá.
A lembrança de seu mestre veio à tona. Um pouco de orgulho era possível sentir ali.
Maryanne
Imagem
Ei, senhor Cascárvore, eu sou humana e você acabou de descrever o meu extremo oposto...
Disse meio séria, mas depois abriu um sorriso.
Maryanne
Imagem
Eu gosto bastante de conversar, viu? A gente podia trocar informações. Você pode falar sobre a floresta e sobre os animais e eu posso te falar como é a cidade de Valkaria.
Sorria, mas interrompeu-se quando Millyan continuou a falar naquela língua estranha. A postura da elfa estava estranha e foi só então que Maryanne percebeu que a árvore falante mencionou Lenórienn em outro nome. Era um assunto delicado para os elfos, mas Millyan parecia firme.

Maryanne pousou a mão sobre o ombro da amiga quando ela terminou de falar.
Maryanne
Imagem
Own, Milly...
E, depois, para Cascárvore.
Maryanne
Imagem
Os elfos sofreram muito com isso, senhor Cascárvore. Mencionar este assunto não é de bom tom.
A jovem tentava não ser dura em suas palavras, usando um tom mais ameno, como se ensinasse a uma criança.
Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Astirax
Mensagens: 1144
Registrado em: 06 Fev 2014, 18:02
Localização: Capivara City

Re: Briga em Família

Mensagem por Astirax » 13 Mar 2018, 09:13

Após algumas palavras de Millyandaranny, uma das Arvores começou a falar em valkar, se apresentou como Cascárvore.
Zidane pensou , entendendo o significado do medo pelo fogo, da destruição que poderia causar numa floresta, mas foi só quando Allihanna foi mencionada, que buscou em sua lembranças algo que pudesse ajudar nessa situação.

Outra das Arvores fez um movimento brusco, destruindo a fogueira. No entanto ainda sim era uma criatura Enorme muito próxima, seus sentidos , seus instintos gritaram perigo, sendo expandidos além, pode perceber cada detalhe do movimento, e por não ter sido nenhum dos três o alvo, só fez os movimentos necessários para acompanhar as brasas da fogueira voarem, Zidane até pensou em dizer que era melhor ter pisado em cima de uma vez para abafar e apagar, do que espalhar, mas isso poderia ser uma sugestão insensata, e Millyandaranny pediu para lidar com isso, continuando a conversar na língua nativa das criaturas. O chute fora tão forte e furioso, que não se via mais vestigios dela.

Cascárvore fazia mais comentários do passado com Glorienn e Allihanna, e os humanos,... ele mesmo não era humano, tinha sangue táurico e élfico em sua linhagem, mas... será que Maryanne aceitaria calada, esse.....preconceito?

Conforme o tempo passava, ficava mais tenso, pois, os outros três ou não sabiam o Valkar, ou não se importavam em se fazer entender. Zidane estava com muita vontade de falar, tentar resolver essa situação com dialogo apenas, mas precisava mostrar que podia confiar, podia obedecer um pedido de um aliado. Por isso Hesitou em tomar qualquer atitude.

Então... Maryanne começou a falar.

Zidane tinha que tomar uma decisão, entrar na conversa, ou permanecer alheio, aguardando seu resultado. Sabia que mesmo que Allihanna fosse uma mãe gentil com quem respeita a natureza, ainda sim os indivíduos fazem suas próprias escolhas. Essas criaturas, poderiam matar, se achassem necessário, se tivessem vontade.

Fez uma comparação, essas criaturas para eles, eram proporcionais a coelhos para humanos. Se ficasse violento.... a única esperança era fuga.

Havia tomado sua decisão, e ficou relaxado, calmo com ela, iria ter o mesmo destino de Millyandarnny, acreditando em seu sucesso.
Off:
Não irá dizer nada,
Irá relaxar deixando de estar em "postura defensiva"
Não irá sair do lugar sem haver um bom motivo.

Avatar do usuário
Mælstrøm
Mensagens: 1344
Registrado em: 09 Set 2016, 17:51

Re: Briga em Família

Mensagem por Mælstrøm » 13 Mar 2018, 10:14

Introdução: Reunião

Imagem

O delicado assunto da queda de Lenórienn era tratado como tabu pelos elfos e Millyan sentiu o estômago embrulhar, o peito apertar ao ter que falar sobre aquilo com Cascárvore. As lembranças eram frescas em sua mente e por isso requeriam muita força de vontade para não desabar ali mesmo. Maryanne se intrometeu na conversa dos entes como se negociasse em uma taverna. Mas os modos da civilização eram estranhos aos seres da natureza.
Imagem
Pequena humana, nós somos entes, os guardiões das florestas e existimos desde quando os humanos engatinhavam pelo mundo. Nós vimos o amadurecer da humanidade, sabemos das obras do seu povo numeroso como cupins. Não desejo saber sobre suas cidades, sobre seus costumes nefastos e assassinos. Você pode não seguir os preceitos de sua raça, mas não conheço você, pequena humana. Não sei que truques tem nas mãos ou quão doces serão suas palavras. Não permitirei que me engane. Além do mais, nada que possa me dizer é do me interesse e nada do que tenho será do seu interesse. O conhecimento que você tem sobre si mesma é ínfimo e irrelevante para alguém como eu que viu incontáveis gerações de humanos.
Zidane observava tudo relaxando a tensão de seus músculos confiando plenamente em Millyan. Os outros entes, entretanto, passaram a encarar Maryanne que falava sem rodeios com Cascárvore.

Ele pareceu ponderar emitindo grunhidos e suspiros depois de ouvir sobre Lenórienn.
Imagem
Vocês podem dormir em uma caverna aqui próxima onde existe um lago com águas quentes, salutares aos elfos... não sei se funcionaria com os humanos.
Disse finalmente, sem mencionar o assunto anterior. Porém, os outros entes logo se exacerbaram.
Imagem
Vai deixar que estes impuros bebam de nossa água?
Imagem
Não sabemos quem é essa criatura!
Imagem
Ele cheira como minotauro... o que ele é, Cascárvore?
O ente mais sábio virou o rosto para Zidane como se o notasse pela primeira vez.
Imagem
Explique-nos, pequeno minotauro, porque você fede a um deles se seu rosto não é como os touros?
Perguntou também incomodado.

Imagem
Dados dos Personagens
Imagem - Maryanne I. Maedoc <> PV: 31 PA: 0 PE: 3 CA: 19 <> Amaldiçoada: - <> Condição: Normal
Imagem - Millyan Lorthtandar <> PV: 24 PA: 1 PM: 3/0 CA: 19/23 <> Flechas: 99 <> Canalizar Energia Positiva: 1 <> Magias preparadas: Curar ferimentos leves, curar ferimentos leves, curar ferimentos leves <> Condição: Normal
Imagem - Zidane Vess <> PV: 24 PA: 1 PE: 3 CA: 17 <> Pedras: 10 <> Condição: Normal

Avatar do usuário
Astirax
Mensagens: 1144
Registrado em: 06 Fev 2014, 18:02
Localização: Capivara City

Re: Briga em Família

Mensagem por Astirax » 13 Mar 2018, 10:47

Lennorienn era um assunto complicado, mesmo assim permaneceu em silêncio, Millyandaranny era forte, se mostrou forte até agora. Cascárvore continua a falar, foi.. rispido com Maryanne, .. mas pelo menos não fora violento, até que finalmente uma boa noticia,.. uma oferta de paz, um meio de saírmos pacificamente,.. Millyandaranny havia conseguido, seja lá o que ela tenha dito.

Porém os outros agora falavam Valkar, indignados com a decisão de Cascárvore, reclamavam e questionam,... eu era o alvo, meu sangue, meu cheiro??? de Minotauro.
Era uma pergunta direta, e ficar calado não era mais uma opção.
Zidane Vess
Imagem
Eu agradeço muito a oferta de um local para descansarmos, e meu "cheiro" é porque sou um mestiço. Assim como a união de um elfo e um humano pode gerar um mestiço, parte elfo e parte humano, o meu nascimento é raro, pois sou parte elfo e parte minotauro. Minha mãe .... chama-se Lilianearthadanivess de Lennoriénn.
Deu um tempo para que absorvessem a informação e a compreendessem.
Zidane Vess
Imagem
Eu não pude entender a conversa na língua antiga que vocês tiveram, mas agora que sei que entendem o Valkar, podem me perguntar o que quiserem, responderei suas dúvidas ate que estejam satisfeitos.
Apesar de tudo estar indo bem, a tensão retornara, Zidane era o foco dos quatro seres, não sabia ao certo se os minotauro haviam feito alguma coisa com a criação de Allihanna em algum momento do passado, não havia estudado história, e o próprio Cascárvore afirmou que se lembrava de coisas de quando os elfos deram seus primeiros passos no continente.

Pela incerteza de sua segurança, por coisas que talvez os Minotauros tenham feito, agora tinha medo do que viria a seguir.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17211
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Briga em Família

Mensagem por Aldenor » 13 Mar 2018, 11:14

Então, aquilo era um ENT? Maryanne ficou surpresa por não ter se dado conta antes. Lembrou quando sua mãe contou sobre encontrar ents na floresta em Tollon e eles eram bem ariscos e desconfiados com qualquer pessoa das cidades. Maryanne entendeu então aquela resposta ríspida de Cascárvore, mas pelo menos fez sua voz ser ouvida. Não gostava de ficar quieta sem poder opinar.

Os ents, então, implicaram com o cheiro de Zidane, mas antes que ela pudesse se revoltar com aquilo, o próprio minauro foi calmo em explicar tudo com calma e ainda se ofereceu para responder qualquer pergunta.
Maryanne
Imagem
Wux jalla ti jihai nomeno eciduj'era zyak eschoup.
Fazia tempo que não falava em dracônico e esperava que Zidane entendesse. Ao notar que não, ela suspirou e deu de ombros, voltando a falar com os ents.
Maryanne
Imagem
Certo, então... tendo isso já resolvido... vamos aceitar esse refúgio sim. E não se preocupem, se isso causar problemas entre vocês, eu e Zidane não entraremos no lago. A caverna está boa o bastante.
E esperava que estivesse, pois Maryanne detestava sentir frio e torcia para a caverna ser aquecida pela influência do lago quente ou teria que dormir vestindo seu traje de frio e o manto do saco de dormir mais pesado...
Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Mælstrøm
Mensagens: 1344
Registrado em: 09 Set 2016, 17:51

Re: Briga em Família

Mensagem por Mælstrøm » 15 Mar 2018, 10:23

Introdução: Reunião

Imagem

O sopro frio da noite fazia os aventureiros apertarem suas roupas mais pesadas. Com a ausência da fogueira, não havia escolha a não ser seguir com os entes até sua caverna. As explicações de Zidane podem ter convencido ou não aquelas criaturas, mas era difícil saber quando suas expressões faciais eram tão rígidas. O movimento de mãos, pernas e do tronco eram todos muito diferentes do que se esperar de pessoas comuns. Mas Cascárvore, de alguma forma, parecia satisfeito.
Imagem
Vocês podem entrar em nosso lago, desde que tratem com respeito seus seres. Venham, pequenas criaturinhas.
Sua voz ecoava na clareira e em seguida o chão voltou a tremer com o passo dos entes em direção à floresta. Seguindo as criaturas, os aventureiros notavam com aquela baixa luminosidade como era fácil confundi-los no meio daquelas árvores normais caso ficassem um momento parados. Após quase uma hora de caminhada - pois os entes andavam muito devagar, cada passo uma eternidade - os três puderam sentir um ar mais úmido e tão logo atrás de um paredão de pinheiros encontraram um lago onde um riacho desaguava vindo de uma colina mais alta. Rodeando a colina, havia a caverna.
Imagem
Descansem e lembrem-se, nenhuma chama.
Disse antes de ir embora. Os olhos dos outros entes ainda repousavam sobre Zidane e Maryanne atentos.

A caverna era pequena, mas aconchegante. Suas paredes de pedra não eram tão frias quanto se esperava e o solo arenoso era morno de modo que os sacos de dormir dos aventureiros os livravam do incômodo gelado. Além disso, o lago apresentava uma temperatura muito mais quente que o ambiente, de modo que alguns vapores podiam ser vistos mesmo no breu da noite.

No dia seguinte, Maryanne e Zidane acordaram mais ou menos ao mesmo tempo sentindo um pouco do frescor ameno dos raios solares que preguiçosamente iluminavam dentro da caverna. Encontraram os equipamentos de Millyan arrumados, mas não a viram imediatamente. Quando saíram de lá, entretanto, perceberam-na sentada sobre uma pedra a beira do lago olhando o céu. Parecia triste e resignada.
Imagem
Maryanne, Zidane, temo não poder continuar com essa viagem para Ahlen. Tive um sonho durante a noite em que Glórienn estava triste e apontava para uma direção enquanto eu me afastava contra minha vontade. Acordei em sobressalto tentando entender o significado daquilo, mas... só consegui realmente entender quando Cascárvore me chamou ali entre os pinheiros.
Disse se levantando da pedra e saltando sobre o chão gramado com sua leveza característica.
Imagem
Os elfos precisam de mim. Não posso dar maiores detalhes, mas soube de uma reunião... e eu não posso, como sacerdotisa e militante da causa élfica, ficar de fora. Sei que é importante denunciar a prática escravista que acontece em Ahlen, mas este é um assunto dos humanos. Neste momento, por mais que eu queira, meu coração está voltado para esta reunião. Eu acredito que boas coisas podem sair de lá. Me desculpem, também não posso deixar que venham comigo. O que podem fazer por mim é seguir o plano inicial e desmascarar Astos Tivanor.
Ela segura as mãos de Maryanne em seguida.
Imagem
Perdoe-me, Maryanne. Não veja isso como um adeus, mas um até logo. Nos encontraremos de novo.
Não havia mais o que ser feito. A arqueira estava convencida e partiria imediatamente para o leste, deixando algumas direções e dicas para Maryanne e Zidane para continuarem a viagem.

E assim vai Millyandaranny Lorthtandar atrás de seus sonhos em fazer um mundo melhor para os elfos.
Nota do Mestre:
Esta postagem é uma despedida da personagem devido à saída do jogador do Fórum. Sintam-se livres para interagir entre si ou com Millyan (tornada NPC nesta cena) respeitando a ordem das falas dela e de suas ações. Podem postar posteriormente o que pretendem fazer.
Dados dos Personagens
Imagem - Maryanne I. Maedoc <> PV: 31 PA: 0 PE: 3 CA: 19 <> Amaldiçoada: - <> Condição: Normal
Imagem - Zidane Vess <> PV: 24 PA: 1 PE: 3 CA: 17 <> Pedras: 10 <> Condição: Normal

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17211
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Briga em Família

Mensagem por Aldenor » 15 Mar 2018, 12:05

Maryanne estava um pouco tensa cercada por aquelas árvores falantes e por isso não conseguiu se animar tanto ao ouvir que podia tomar um banho no lago. Mesmo que ele fosse aquecido e espantasse aquele frio desagradável da floresta. Enquanto andavam para a caverna indicada pelos ents, Maryanne ficou pensando em maneiras de não se perderem mais quando forem viajar novamente ao amanhecer.
Maryanne
Imagem
Milly, eu não sei onde fica Gorsengred, talvez fosse melhor comprar um mapa ou pedir indicações numa cidade maior. Já são uma semana viajando...
Millyan sempre foi silenciosa, mas dessa vez parecia mais. Desde de que começou a falar naquela língua estranha com os ents, a elfa parecia se desligar do mundo. Maryanne respeitou seu silêncio e quando entrou na caverna suspirou aliviada dali estar um pouco mais quente, talvez devido ao lago fumegante.

Aliás, ver o lago deu vontade de nadar ali. Mas pelo bem ou pelo mal, a incerteza a impediu de se aventurar naquelas águas. Ao se deitar no saco de dormir, lembrou de seu irmão que havia saído de casa dias antes dela mesma sem nenhum equipamento, nem uma mochila vazia sequer, apenas com sua katana.
Maryanne
Imagem
Hehehe, idiota... ahahaha.
E dormiu sorridente para acordar com o sol esquentando seu corpo. A luminosidade repentina a fez fazer uma careta e esfregar as mãos nos olhos ao acordar. Viu que Zidane acordava também, mas não encontrou Millyan. Exceto por sua mochila preparada ali no canto.
Maryanne
Imagem
Milly?
Saiu desconfiada da caverna com a sua espada afivelada na cintura e a encontrou sentada em uma pedra com olhar perdido. Maryanne suspirou, mas escondeu o alívio de uma preocupação infundada.

Mas então, Millyan começou a falar em tom de despedida. Maryanne não gostou nada daquilo.
Maryanne
Imagem
Mas os escravos? Mas e a nossa missão? Mas...
Não adiantava. E Maryanne entendia no fundo, pois este era o objetivo inicial da amiga: proteger seu povo. Maryanne ficou pensando se ela agiria assim se os humanos estivessem a beira da extinção e sentiu orgulho de Millyan por se devotar a essa causa.

Ela a abraçou forte, mas não chorou, pois também não via aquilo como um adeus. Afinal, ambas eram aventureiras e no mundo de Arton tudo podia acontecer. Certamente seus caminhos se cruzariam no futuro...

Antes de Millyan ir embora, porém, Maryanne correu pra dentro da caverna e voltou com seu tapete mágico.
Maryanne
Imagem
Toma... e não vou aceitar um não como resposta. Dane-se o Zairon, você vai precisar mais do que eu. Os elfos precisarão mais do que eu.
Quando a elfa partiu voando, Maryanne acenou com um sorriso alegre.

Mas quando ela sumiu no horizonte atrás das colinas cobertas de florestas, Maryanne deixou uma sutil lágrima escorrer. Tão logo a secou com a mão, virou-se para Zidane.
Maryanne
Imagem
Vamos procurar uma cidade e pedir indicações... os ents não vão gostar que fiquemos aqui muito mais tempo. Desjejuamos depois... o que acha?
Disse, mas antes de ouvir sua resposta, já estava colocando suas luvas de combate e puxando a mochila para as costas.
Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Astirax
Mensagens: 1144
Registrado em: 06 Fev 2014, 18:02
Localização: Capivara City

Re: Briga em Família

Mensagem por Astirax » 15 Mar 2018, 13:05

Parecia tudo bem por hora, os Ents, aceitaram a minha explicação, e nos encaminhávamos para a caverna, passada a tensão, os sentidos retornavam ao normal, e com eles o frio.

Cascárvore havia dado permissão para que usássemos o lago, nos banhássemos desde que respeitássemos seus seres, e nenhuma chama fosse acesa. A Caverna era bem aquecida, dispensava fogueria, tefeito do lago talvez? Mas Zidane só conseguia pensar em dormir depois de tanta tensão.

Puxou a trava de couro que prendia o Corselete ao corpo e o removeu,... eles podiam ser um grupo bem silencioso, Millyandaranny e Maryanne não usavam armaduras, e portanto não faziam barulho excedente.

Mary e Milly, riu ao pensar num apelido para a dupla.
Zidane Vess
Imagem
M&M.
Não havia notado se falara alto demais, o importante era descansar e assim o fez.

Azgher me despertava com seu sutil toque, mesmo com o capuz ele parecia sempre conseguir achar um angulo para me atingir com um raio de luz escaldante nos olhos.

Maryanne acordava também, e.. estranhamente a mochila de Millyandaranny estava pronta, não usaríamos o lago então, pelo visto.

Ao encontra-la lá fora, sob uma pedra, e o semblante sério, veio a explicação e despedida. Seria uma Despedida. Zidane estava começando a gostar dela, e... a sensação era terrivel , a separação, mesmo nunca ocorrido nada entre eles. O Dever era mais importante, mas algumas palavras eram necessárias.
Zidane Vess
Imagem
- Maryanne, eu prometi nunca mentir, então por favor, não me pergunte o que eu disse a Millyandaranny.
- Millyandarannime, ni'll nimeár- tye mime muina. Ni estel ana cen- tye later, mal if tye pole- vamme.
- Mime amil dominates i ingóle -o lú, ar vamme ana suffer a rúcima umbart- ar at i same lú anne- tur ana i Borgia nosse, used a ingóle ana cap- -esse lú, se indóme péle- -esse 1505, -esse Bek'talami. Ni indóme vamme n- coile yare se arrives. Váre- her, an me.
- Eu desejo sinceramente que nos encontremos denovo, que isso seja apenas um até logo.
Não poderia declarar seus sentimentos ali, não poderia deixar dúvidas nela, mas será que era isso mesmo? ou Zidane temia a rejeição, já que a causa Élfica estava em jogo, e ela sempre os escolheria.

A despedida final aconteceu, e Millyandaranny, sumia no horizonte, com o tapete mágico, rumo a Reunião Élfica.

Maryanne após se deixar sentir sugeriu algo.

Zidane Vess
Imagem
-Concordo, Não foi uma boa memória que fizemos aqui, quero sair logo.
Zidane só precisou de 1 minuto para recolocar sua armadura e pegar seus pertences, antes de caírem novamente na estrada.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17211
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Briga em Família

Mensagem por Aldenor » 26 Mar 2018, 00:52

Maryanne e Zidane andavam pela floresta formada principalmente por carvalhos e outras árvores de tronco grosso e copa alta. O chão estava forrado por folhas que variavam do vermelho ao marrom, marcando o outono. De alguma forma, a espadachim imaginava que aquela paisagem combinava com Millyan. A elfa sempre pareceu ligada à natureza. Alguns frutos nos altos galhos podiam ser vistos e Maryanne lembrou que a amiga era vegetariana.

Millyan ainda rondava sua cabeça durante o tempo que viajava com Zidane. Mesmo assim, tentava não transparecer tristeza, embora seu silêncio em boa parte da jornada denunciasse o caso.

Um dia, passando por uma pequena ponte de madeira sobre um riacho, Maryanne divisou as colinas onde a floresta terminava seu domínio. Ventava um pouco. Estava entediada, mas havia algo que tinha pensado muito ao longo dos dias. Na verdade, desde antes de chegar a Prado Verde e conhecer seu grupo (hoje esfacelado). A Rainha Eterna sempre foi um segredo dela. Ela desconfiava que nem mesmo sua mãe soubesse de sua presença na forma de uma maldição. Mas ela queria contar isso para alguém, dividir esse drama. Porém, com o tempo, a presença da Rainha criança deixou de ser tão inoportuna. Ela era ácida e de uma inteligência fora do comum, mas ainda demonstrava traços infantis.

Maryanne pensou muito em revelar para seus pais sobre sua presença, mas temeu que sua mãe quisesse mantê-la em casa para averiguações e investigações mágicas, mas ela sabia que nada mudaria aquele acordo feito no final do ano passado... Maryanne também pensou bastante se revelaria para Millyan, mas acabou que a oportunidade passou.

Após cruzar a ponte, Maryanne parou e se virou para Zidane que vinha logo atrás.
Maryanne
Imagem
Escuta, Zidane eu...
Começou, mas as palavras travaram. Por que sentiu vontade de falar sobre isso logo agora com um homem estranho? Maryanne não conhecia Zidane, sabia pouco sobre ele, mas talvez fosse por isso mesmo que sentia-se mais à vontade para falar desse tipo de "problema".
Maryanne
Imagem
O mundo é muito louco né? Sempre me peguei pensando como a vida era mais simples quando era criança. Eu sabia que existia muita coisa esquisita, magia, raças estranhas, deuses e tudo o mais graças às histórias da minha mãe do tempo de aventureira dela com meu pai... mas uma coisa é ficar na imaginação, outra é vivenciar isso.
Era uma boa forma de abordar as coisas. Ela tirou seu alaúde da mochila e dedilhou algumas notas enquanto andavam. Viu uma pedra grande margeando a trilha formada após a ponte e se sentou ali. Era ainda cedo para o almoço.
Maryanne
Imagem
Eu olho o olhar desses olhos estranhos no escuro
Eu ouço o barulho de passos ao meu redor
Toc Toc Toc,
Mãos estranhas batem em minha porta
Hm Hm...
Meu futuro está em suas mãos

Eu beijo o beijar desse beijo estranho em silêncio
Eu quase não penso, quase respiro esse respirar
Toc Toc Toc,
Mãos estranhas abrem minha roupa
Hm Hm...
Meu futuro já vai começar

Não sei quem é ela
Pode ser quem eu quiser
Não sei quem sou eu
Posso ser quem ela quiser

Adoro dizer eu te amo sem romantismo
Sem planos, sem compromisso de ser feliz
Toc Toc Toc,
Mãos estranhas tapam minha boca
Hm Hm
Mãos estranhas que conheço bem


Era uma canção sobre a Rainha Eterna e como ela entrou em sua vida. Ao final da canção, esperou que a criança aparecesse, mas não foi o caso. Maryanne olhou para Zidane.
Maryanne
Imagem
Essa música... é para uma mulher... hã... uma criança muito especial. Ela atende pelo nome de Rainha Eterna. Ela foi uma dragoa dourada tremendamente poderosa nos tempos antigos que desapareceu nas areias do Deserto da Perdição. Mas...
Maryanne dedilhou algumas notas.
Maryanne
Imagem
... ela retornou como um espírito. Ela aparece de vez em quando pra mim e somente eu consigo vê-la...
Subitamente se sentiu tola por estar contando aquilo para Zidane e sua coragem sumiu.
Maryanne
Imagem
Ah, deixa pra lá. É só um devaneio. Não sei por que fiquei te contando isso. Vamos indo. Eu acho que se seguirmos o rio vamos chegar a alguma cidade pra pedir orientação.
Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Responder

Voltar para “O Mundo de Arton”