Crônicas Artonianas: ON

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5057
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Crônicas Artonianas: ON

Mensagem por John Lessard » 02 Fev 2020, 12:04

Groop estava feliz, havia conseguido um bracelete de poder considerável e achado um bom lugar para os kobolds viverem. Porém, conforme se aproximava do território conhecido, sentiu cheiro de problemas e do mal. Se deparou com um pântano vil, local que não se encontrava ali quarenta dias atrás. Como isso era possível?
Imagem
- Groop precisa ver Glorindel...
Disse para si mesmo, começando a contornar o local.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
kaito sensei
Mensagens: 1721
Registrado em: 12 Dez 2013, 15:46
Localização: Cair Paravel - Nárnia
Contato:

Re: Crônicas Artonianas: ON

Mensagem por kaito sensei » 03 Fev 2020, 08:51

Lezarth leva a mão ao rosto, com vergonha de sua mãe. Não porque ela dançava mal ou coisa assim, mas pela quantidade de olhares que ela atraia. Apesar da idade, Nyx era muito bonita, graças aos produtos alquímicos da bruxa Ivone.
Lezarth
Imagem
Oh céus...
Ele não quis interromper a dança afinal, apesar da vergonha, gostava de ver sua mãe feliz. Ele conversava com Madre Galvão, que era uma das poucas pessoas que não os tratava mal, já que infelizmente a memória das pessoas daquela vila era muito boa.
Madre Tália Galvão
Imagem
– Bem, sempre há riscos na busca pela superação. Como diriam os anões, “no pain, no gain”, sem dor, sem ganho. Apenas tome mais cuidado. Tenho certeza de que seus esforços em prol da comunidade irão ajudar a dirimir as dúvidas que os outros possuem.
Lezarth
Imagem
Não sei não Madre... Uma vez me disseram a frase "Não se ensinam coisas novas a um macaco velho. O mal é sempre lembrado. O bem é difícil de ser reconhecido". Mas também não tenho intenção de ficar muito tempo. Só estou aqui para ajudar minha mãe até ela se instalar bem, depois voltarei para Samburdia. O problema é que para pagar a nossa viagem até aqui, acabamos contraindo dívidas... Preciso arrumar um emprego rápido...
Lezarth reconhece alguns rostos conhecidos na multidão: Seus colegas da época da escola e principalmente Eva, que era o motivo da festa. Mas decide não ir até eles, afinal, esperava que o tratassem da mesma forma que a maioria das pessoas tratava.

Avatar do usuário
DragonKing
Mensagens: 543
Registrado em: 17 Abr 2018, 11:24

Re: Crônicas Artonianas: ON

Mensagem por DragonKing » 03 Fev 2020, 09:05

Hestia olhava para o xerife ainda sem entender ao certo o que ele queria com aquilo. Olhou para os Blackheart e novamente para o xefire. Lentamente removia seu capuz revelando seu semblante gnomico e tomou metade do seu suco em um gole só.
Imagem — Deixe-me ver se eu entendi bem que tipo de função querem que eu exerça.
Hestia pigarreia e encara o xefire com seriedade, não uma expressão de raiva era algo próximo ao desapontamento. Seus dedos dedilhavam o copo que segurava, era um dedilhar continuo que demonstrava que estava desconfortável com a situação.
Imagem — Eu sou tecnicamente um exemplar de uma raça extinta neste mundo, especialista em negociação e obtenção de informações, com a capacidade sobrenatural de ler mentes e me comunicar telepaticamente com as pessoas – sem citar meu intelecto superior, é claro – e o burgomestre quer que eu seja babá?

Avatar do usuário
Kairazen
Mensagens: 732
Registrado em: 04 Jan 2014, 18:42

Re: Crônicas Artonianas: ON

Mensagem por Kairazen » 04 Fev 2020, 09:55

Aquela aventura foi muito mais do que Eva esperava, havia saido da vila esperando resolver o problema dos kobolds juntos de seus amigos, mas acabou morrendo, e tendo que lutar pela chance de voltar a Arton, aquilo tudo parecia um sonho, mas ela sabia o quão real era, a luta final contra o feiticeiro lhe mostrou isso, ao lado de Cláudio e Kallyan, mas no final das contas deu tudo certo, Kallyan havia recuperado seu livro e ela poderia voltar a vida:
Imagem
Eu que agradeço pela ajuda Kallyan, espero que consiga resolver logo esse crime, e caso passe por Nova Ghondrian, não deixe de passar por Cáspia, vai ser um prazer reve-lo.
Ela aceitou o pingente de Kallyan, lembrando-se de suas palavras, que não o usaria levianamente, apos isso tudo sumiu ao seu redor, e quando notou seu redor novamente, estava em uma grande sala, em uma cama, ao lado podia ver Claudio, ele tambem havia voltado, e antes que pudesse fazer algo, sentiu um abraço apertado de duas pessoas, não precisou nem se virar para saber quem era:
Imagem
Por Thyatis, você está viva!
Imagem
Ficamos tão preocupados com você minha menina!
Seus pais estavam ali, não sairam do seu lado o tempo todo. Apos algum tempo ela soube que estava no templo de Thyatis da capital, e logo logo estavam voltando a Cáspia, ela contou a seus pais toda a aventura que teve ao lado de Cláudio e Kallyan. Ao chegar finalmente no Fada Dançarina parecia que havia se passado uma eternidade desde que havia saido para a aventura, estava curiosa para saber o que havia acontecido, mas antes que pudesse perguntar foi pega pelo abraço de Rosa:
Imagem
Rosa, você está bem? Não chore, está tudo bem agora.
Apos isso se virou para Lana:
Imagem
Obrigado Lanna, e bom estar de volta, foi uma aventura e tanto.
Olhou ao redor e pode ver Gouka correndo em sua direção, a guerreira a ergueu com um forte abraço, fazendo-a perder o fôlego a primeiro instante, ela chorava e pedia desculpas:
Imagem
Gouka, calma, está tudo bem agora, não precisa se desculpar, não tinhamos como saber o que ia acontecer, mas agora esta tudo bem.
E retribui abraçando Gouka o mais forte que pode.

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 8975
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Capítulo I: Prenúncio das Trevas

Mensagem por Padre Judas » 04 Fev 2020, 20:28

Nova Ghondriann, 09/11/1410, Kalag

Imagem

Groop da Natureza
Coração da Floresta
Imagem
Groop decide evitar o perigoso pântano e dar a volta até o Coração da Floresta. Infelizmente vem a descobrir que é realmente necessária uma volta enorme, pois o pântano alastra-se assustadoramente. Após mais de duas horas de caminhada descobre que a infecção quase chega ao território sagrado. A árvore que abriga a alma de Glorindel está desfolhada e seca. Um pouco mais adiante, perto do lago, a dríade está deitada, escorando sua cabeça em uma de suas próprias raízes. Ela ergue a cabeça e suas feições são estarrecedoras – ela mais parece uma morta-viva do que uma criatura de Allihanna agora.
Glorindel
Imagem
– Groop? Groop, é você? Mal te vejo...
Off:
Podemos conduzir a conversa no Telegram, se preferir.
Imagem

Evanlynne, Gouka, Lezarth e Hestia
Fada Dançarina
Imagem
Todos riem diante da empolgação da guerreira com Evanlynne – Rosa nem mesmo consegue terminar de conversar com a elfa, mas não demonstra incômodo com a interrupção. Nesse momento uma voz fina consegue se fazer ouvir a despeito da música.
Linariénn
Imagem
– Irmã! Irmã!
A pequena Lina corre para agarrar as pernas da elfa mais velha. Não era sua irmã de verdade, mas já havia algum tempo que a criança vivia mais na estalagem do que qualquer outro lugar. Ela claramente gostava dali e todos os locais já gostavam dela.
Nyx Blackheart
Imagem
– Ai, que criança linda! Quando você vai me dar uma netinha fofa assim, Lezinho?
Madre Tália Galvão
Imagem
– Antes de arrumar uma filha precisa arrumar uma namorada, não é? Posso te apresentar algumas moças, se quiser.
A sacerdotisa pisca o olho para Lezarth e bebe um gole de sua caneca.
Madre Tália Galvão
Imagem
– Sobre trabalho... bom, na verdade estamos com falta de alquimistas. Crona normalmente provê poções ao povo, mas isso somente quando ela está em Cáspia – o que é raro. Aquela mulher é uma verdadeira seguidora de Valkaria. Sinto até um pouco de vergonha por estar aqui enquanto ela está se embrenhando em alguma ruína antiga.

– De qualquer modo posso conversar com as autoridades e chegar a um acordo. Claro, sua... reputação... será um problema. Teremos que ir com calma.
Na mesa ao lado uma figura já conhecida aproxima-se de Hestia.
Xerife Clint Wayne
Imagem
– Boa noite, Hestia. Posso sentar aqui?
Imagem
Off:

Vocês são livres para conversar – entre si ou com os PdMs. Interajam mais aí, então. Vamos ter roleplay.

Talvez o roleplay possa ser feito até no Telegram. Só postarem os balões. Vou deixar vocês escolherem.

Atualização: dia 07/02, sexta-feira.
Personagens:
  • Evanlynne. PV(15) 15, PM(06) 06. T$ 400. PE 0.
  • Gouka. PV(15) 15, PM(15) 01. T$ 890. PE 2.
  • Groop. PV(10) 10/30, PM(20) 20. T$ 450. PE 2.
  • Hestia. PV(10) 10, PM(12) 12. T$ 150. PE 0.
  • Lezarth. PV(15) 15, PM(40) 40. T$ -310. PE 0.
Inventário
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5057
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Crônicas Artonianas: ON

Mensagem por John Lessard » 06 Fev 2020, 10:57

A cada passo que Groop dava, ficava mais e mais preocupado, sentia um aperto no peito enquanto contornava o pântano que nunca terminava e que quase chegava perto dos domínios de Glorindel. Quando finalmente chegou, suas aflições se tornaram palpáveis, a dríade estava morrendo. O goblin correu para perto dela, de olhos arregalados.
Imagem
- Glorindel! O houve?! O que tem? O que ser o pântano?!
Imagem
— Groop... você voltou... cof, cof. Algo foi... libertado... na floresta. Eu... cof... não conheço. É muito... antigo. Encontre... encontre a cidade... Espírito... ajuda. Perigo... não... sozinho...
Enfraquecendo a olhos vistos, a forma humanoide de Glorindel se esvai como uma sombra. Groop sabia que a árvore ainda vivia, mas está muito mal. Engoliu em seco, passou a mãozinha na madeira.
Imagem
- Vou salvá-la... Gouka e os outros...
Virou-se e correu em direção a cidade.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
DragonKing
Mensagens: 543
Registrado em: 17 Abr 2018, 11:24

Re: Crônicas Artonianas: ON

Mensagem por DragonKing » 06 Fev 2020, 22:54

A festa era para Eva, uma garota que aparentemente havia morrido durante uma missão para Caspia, algo relacionado a Kobolds. Enquanto bebericava seu suco observava a mãe e seu filho estranho. Hestia queria entender ainda por que ela fora escolhida para ficar de olho naqueles dois.

Então sucumbiu ao impulso de ler a mente das pessoas e usou seus poderes para ler amente do garoto. Era uma mente confusa, ele tinha muitos pensamentos ao mesmo tempo o que deixava Hestia estressada. Decidiu mudar o alvo para a mãe, franziu a testa ao perceber certa resistência.
Imagem — Que mente poderosa...
Comentou consigo mesma e teve que aumentar seu foco e concentração para poder conseguir o que queria, não haviam pensamentos muito comprometedores, nada que chamasse muito a atenção a não ser uma barreira que parecia se formar, uma proteção surgia impedindo que a mente dela fosse lida. Olhou em volta, ela não estava conjurando uma magia ou teria visto em sua mente.
Imagem — De onde veio isso?
Então sua distração foi interrompida pela chegada do xerife, Hestia estava satisfeita com isso afinal queria tirar várias dúvidas, precisava de respostas que não lhe foram dadas e qual era realmente a sua missão alí
Imagem — Claro, sempre é uma honra xefire, pode sentar-se.
O xefire senta-se ao seu lado e Hestia não perde muito tempo, afinal algumas coisas precisavam ser explicadas.
Imagem — Antes de mais nada gostaria de me desculpar pela minha postura em nossa última conversa, eu ainda não consigo compreender o tipo de serviço que estou a prestar. Não conheço essa gente.
Imagem
— Mas suas habilidades telepáticas podem ser úteis em descobrir algo sobre eles. Não é um pedido meu, mas sim uma solicitação de Mestre Terêncio. Eu mesmo não me importo, mas todos ficam preocupados porque os Blackheart são conhecidos por criarem confusões. Eu não estava em Cáspia na época, mas algumas pessoas já me confidenciaram que a confusão segue Nyx Blackheart desde a juventude. Você descobriu alguma coisa?
Hestia olha para o xefire e usa sua visão periférica para olhar em volta, realmente não era seguro conversar alí, mesmo que a taverna estivesse barulhenta. Então usou seu poder mental para ligar sua mente a do xefire e eles pudessem conversar através da telepatia.
Imagem*Assim podemos conversar tranquilamente. Não sou espiã, mas farei o que estiver ao meu alcance para ajudar. Sobre os dois...Bem, precisaria conversar com eles para conseguir fazer com que os pensamentos certos venham a superfície, o garoto tem uma mente bem ativa e confusa, preciso de mais algum tempo, mas a mãe...Foi difícil ler a mente dela, ela tem uma mente poderosa, não consegui pescar muita coisa pois uma barreira mental foi erguida...Eu investigaria o passado dela, pode ter algo ai.*
Imagem
*Eu tenho um pessoal investigando eles por outros meios. Se puder ajudar mais fico muito agradecido*
Imagem *Não se preocupe, vou coletar toda informação que eu puder, mas a mãe é poderosa, ainda não tenho poder para quebrar esse tipo de barreira, então terei que focar no garoto.*
O xefire concorda, Hestia chama o rapaz que conheceu antes e pediu uma bebida para o xefire. Hestia mantinha sua ligação telepática permitindo que os dois continuassem a trocar informações enquanto a festa continuava a rolar, porém Hestia estava preocupada, precisava se aproximar deles, mas sua fama em Caspia não era das melhores.
Hestia usa telepatia em Lezarth e sua mãe.
Fez teste de Habilidade +1. Resultado 3(Sucesso)
Hestia usa Ligação Telepática no xerife.
Editado pela última vez por DragonKing em 07 Fev 2020, 10:18, em um total de 1 vez.

Avatar do usuário
DiceScarlata
Mensagens: 1752
Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Re: Crônicas Artonianas: ON

Mensagem por DiceScarlata » 07 Fev 2020, 01:32

Gouka
Imagem
– Vamos amiga! Beber! Comer e contar história!
*Com a taverna cheia e em festejos, Gouka puxou Eva pela mão, já contando detalhes sobre a batalha contra os Kobolds e o desfecho. Finalmente achou dois lugares vagos, junto a uma bela dama e um garoto com o que pareciam ser vestes arcanas*

- Sumimasen... Digo, com licença, podemos nos sentar?

*Não esperou muito, já estava acomodada com a amiga, contando sobre suas batalhas e situações de risco!*

- ONDE ESTÁ GROOP, AQUELE CANÍDEO???ELE DEVIA ESTAR AQUI! GROOOOOOOOOOOOOOP!!!

*Gritou, já estava meio alta*
Tribo Scarlata


- MUNDO DE ARTON: GRUPO MADEIRA DE TOLLON (on):Angra Cabelos de Fogo
- MUNDO DE ARTON: GRUPO AÇO-RUBI (on): Jihad das Areias Vermelhas
- MUNDO DE ARTON: GRUPO JADE (on):Sr. Fuu
- JOHNVERSE: PRESA DE FERRO (on): Jinx - Cruzado da Ordem dos cabeças de Dado
- JUDASVERSO: CRÔNICAS DA TORMENTA (on): Nagamaki no Gouka!
- FUI REENCARNADO COMO MONSTRO (on): Gizmo
- OUTONO (on): Sandman

Avatar do usuário
Kairazen
Mensagens: 732
Registrado em: 04 Jan 2014, 18:42

Re: Crônicas Artonianas: ON

Mensagem por Kairazen » 07 Fev 2020, 09:19

A animação de Gouka era contagiante, antes mesmo que pudesse falar mais alguma coisa ja estava sendo arrastada pela taverna, com Lina agarrada a sua cintura, a pequena elfa parecia estar bem tambem, Gouka contava sobre as batalhas que o grupo havia tido contra os kobolds, o grupo realmente não teve uma aventura fácil, mas ela ficou feliz ao saber que todos haviam voltado bem, Eva se sentou e colocou Lina em seu colo:
Imagem
E você Lina? Como está?
Imagem
Fico feliz de ver que deu tudo certo, uma pena eu não poder estar do lado de vocês.
A guerreira parecia ja estar festejando a algum tempo, Eva sabia quando alguem havia bebido demais, então disse:
Imagem
Vamos comer algo, parece que você ja bebeu demais.
Procurou sua mãe e quando a achou acenou para ela.
Imagem
Mãe, pode nos trazer alguma coisa pra comermos por favor.
Mas realmente, não via Groop ali, gostaria de saber como estava o goblin.

Avatar do usuário
kaito sensei
Mensagens: 1721
Registrado em: 12 Dez 2013, 15:46
Localização: Cair Paravel - Nárnia
Contato:

Re: Capítulo I: Prenúncio das Trevas

Mensagem por kaito sensei » 07 Fev 2020, 11:07

Nyx Blackheart
Imagem
– Ai, que criança linda! Quando você vai me dar uma netinha fofa assim, Lezinho?
Madre Tália Galvão
Imagem
– Antes de arrumar uma filha precisa arrumar uma namorada, não é? Posso te apresentar algumas moças, se quiser.
Lezarth quase engasgou com a bebida que tomava ao ouvir o comentário das duas.
Lezarth
Imagem
*glup! COF!COF!" Vocês duas podem parar de falar sobre isso? Pelos deuses...
Madre Tália Galvão
Imagem
– Sobre trabalho... bom, na verdade estamos com falta de alquimistas. Crona normalmente provê poções ao povo, mas isso somente quando ela está em Cáspia – o que é raro. Aquela mulher é uma verdadeira seguidora de Valkaria. Sinto até um pouco de vergonha por estar aqui enquanto ela está se embrenhando em alguma ruína antiga.

Lezarth
Imagem
Humm... Alquimia não é minha praia. Digamos que minhas poções nunca saem do jeito que elas deveriam... Sempre terminam com um "bum"...


De repente duas moças se aproximam: Eva e Gouka

Lezarth
Imagem
Ermm... Podem sentar sim, sem problemas...


Lezarth não conhecia Gouka (e ela meio que lhe dava medo, já que estava claramente alterada), mas lembrava-se de Eva, porém duvidava que ela fosse se lembrar dele. Ele teria gostado de ficar em silencio e apenas esperar o momento certo para sair de cena, MAS havia alguém disposta a atrapalhar seu plano... Nyx segura uma das mãos de Eva com as duas mãos. Ela estava muito empolgada.

Nyx Blackheart
Imagem
– Oi mocinha! Você é a menininha que morava perto da nossa casa não é? Será que você lembra da gente?Nós somos os Blackheart. A gente era o pessoal que explodia a casa o tempo todo!


LEzarth impede sua mãe de falar mais

Lezarth
Imagem
MANHÊ! Não precisa entrar em detalhes não é? Ermm, meu nome é Lezarth, e essa é minha mãe Nyx... Desculpa pelo jeitão dela...

Nyx Blackheart
Imagem
– Do que está falando? Meu jeitinho é PER-FE-I-TO

Lezarth
Imagem
Ninguém merece...

Responder

Voltar para “Judasverso”