Relíquias de Tamu-ra

Avatar do usuário
Astirax
Mensagens: 1210
Registrado em: 06 Fev 2014, 18:02
Localização: Capivara City

Relíquias de Tamu-ra

Mensagem por Astirax » 30 Jul 2017, 11:06

Uma nobre tamuraniana começa a ter visões após a destruição da Área de Tormenta de Tamu-ra em 1405. Estas visões mostravam-na lugares e pessoas, como eram descritos antes da invasão, antes de perderem sua ilha. Após muita pesquisa percebeu que sonhos e indicações era como os Deuses falavam com os mortais, sem interferir diretamente, Lin-Wu lhe dera uma missão: Resgatar o passado de Tamu-ra, seus segredos e suas Relíquias, e quando a jovem Misao Shinomori aceitou a tarefa, por ele foi abençoada, recebendo a marca do deus.

Misao tinha um ponto de vista único, por vezes vívido da tragédia ocorrida em 1390, levou longos 3 anos para de fato entender o que ocorreu na primeira Invasão da Tormenta. O imperador Tekametsu, ao usar sua vida e magia para teletransportar grande parte de Tamu-ra para Valkaria, salvando assim o grande parte do povo, ... não era a verdade. Este havia sacrificado sua vida para transportar todo ser vivo e estrutura de Tamu-ra magicamente, porém a realidade Lefeu distorceu a magia, prendendo-os no tempo e espaço incertos, ... Para resgata-los Misao precisará de um item Sagrado, tão purificador que a corrupção retornará a sua origem, deixando Arton, e outro item capaz de "estabilizar" o tempo, finalmente terminando a teleportação feita pelo Imperador.

Mesmo sabendo o que precisa ser feito, a jornada de aventureira é incerta e perigosa, Misao precisará de uma equipe, um grupo de heróis em quem possa confiar, e que estejam dispostos a ajuda-la. Cobrou muitos favores, e levou outros seis meses de pesquisas, mas finalmente tinha uma lista com históricos individuais de cada um deles, mas com qual começar?

Capítulo 1 - A Equipe
Cena 1 - Misao Shinomori


Misao Shinomori

24 sob Dantal, 1410 do Calendário Artoniano.

Era uma manhã bem agitada, na Academia Arcana de Wynlla, a Excelsior, nome mudado a contragosto, para não confundirem com a Academia ministrada por Talude, bem mais famosa. Seu corpo docente reunia-se sob uma Valug para uma discussão sobre o futuro, seu assunto dessa vez menos mágico e mais burocrático, ... Nobres. Sua importância é maior ou menor dependendo do Reino de origem, educação e recursos, ... e é sobre recursos esta pequena discussão.
Professor 1- Então, a herdeira dos Shinomori nos pede isso agora? [um tom calmo e reprovador parte deste senhor de aproximados 50 verões]
Professor 2- Seus pedidos anteriores também foram, considerados "suspeitos", por que negar este agora? [responde acidamente o jovem de 25 verões]
Senior 1- Uma varinha de Teletransporte? Mesmo que o financiamento que os Shinomoris fizeram durante 30 anos cubra com facilidade o custo de produção dela, o perigo que ela irá se expor é o que me preocupa. [ afirma o Senior de 78 verões]
Diretor - Votações então senhores, temos uma Varinha dessas em reserva, e pensem bem em seus votos, nas consequências. [ a enigmática lançada por ele, deixa todos pensativos]
25 sob Dantal, 1410 do Calendário Artoniano.
Misao havia feito seus preparativos, sob sua posse, estavam extensos relatórios: o Caçador, o Santo, a Acadêmica, o Pistoleiro e o Monge; Entre os novos aventureiros, sua rede de Contatos localizou-os e reuniu informações, todas as informações públicas disponíveis. Se houvesse uma testemunha de algo que eles fizeram, isto estaria relatado, já havia se decidido por qual deles começaria. Ummlar Azagai, Monge de Kunlai, Apesar da aparência, para muitos assustadora de um Minotauro, este na verdade era um Minaque, e um herói que salva pessoas, sendo as duas senhoritas que agora vivem em Bek' Ground apenas um exemplo disso. Mas antes precisava ir a Excelsior, pegar seu "Favor", se fosse aprovado, pensou sobre os meses anteriores, favores simples como reunir informações não havia chance de negarem-na, porém este era algo que iria sair caro, além é claro do perigo que ela iria se expor, viajando sozinha, inicialmente.

Misao sentia a apreensão, afinal, seria complicado demais, além de não haver certeza se conseguiria encontra-los sem isso, por fim, deixou os pensamentos de lado e adentrou a Academia. Logo foi conduzida pelos corredores por um funcionário, até a sala do Diretor. Para Misao a expressão dele era incerta, era muito capaz de esconder suas emoções e disfarçar sua idade, sempre em mutação, uma irritante mania para muitos, de mudar de jovem, para adulto e por fim velho, repetindo o ciclo infinitamente. Assumiu sua expressão mais séria e iniciou a conversa.
Misao Shinomori
Imagem
Fico muito grata pelo seu tempo Diretor Loren, sei que tenho feito pedidos difíceis ao longo desse ano, mas o senhor também é um homem de fé, acredito que entenda o que é uma missão divina, é algo que preciso fazer, e como já sabe, é uma missão de resgate, não de confronto com a Tormenta.[Misao usa o melhor que pode de suas palavras, mas tinha sensação que seu pedido não seria aceito]
Diretor Loren
Imagem
De fato, minha jovem, discutimos muito sobre lhe conceder ou não esta varinha, como solicitado, e por razões que irei explicar com calma, a decisão da Academia foi NÃO [o diretor esperava alguma reação mais explosiva , mas acima de tudo era uma Nobre, e esperou que continuasse]. Mesmo que tenha a em mãos, você só conhece por descrição os destinos de Teleportação, sendo que viveu sua vida toda aqui em Wynlla, todas as suas tentativas errariam o alvo, além disso. Seus relatórios tem meses de diferença, seus alvos já devem ter partido, você acabaria indo a lugares que eles não estão mais, ficando novamente, perdida e sozinha, não lhe restando alternativa a não ser voltar para Wynlla, e com isso tendo desperdiçado 6 dos 10 usos possíveis. Porém... [faz uma pausa e sorri agradavelmente] entendemos que você quer reuni-los, sua vontade era faze-lo pessoalmente, mas receio que terá de aceitar nossa contra proposta. Iremos lhe dar 5 pergaminhos de Vidência Duradoura e uma Varinha de Mensagem, ao invés do pedido original. Com as descrições e esses recursos, você pode conversar com eles, seja convincente e chame-os para vir aqui, é melhor os cinco virem até você que ir separadamente em cada um. Esta é a oferta da Excelsior
Misao via a razão nessas palavras, no discurso, era o caminho mais seguro, é claro, mas... isso dificultaria a conversa? Não olhar alguém nos olhos mudava muito a confiança por trás das palavras, um contato súbito com uma desconhecida seria bem recebido? Era isso ou nada..
Misao Shinomori
Imagem
Decisão excelente do conselho, ver minha necessidade ao invés de minha Vontade, agradeço e aceito a decisão. Eu gostaria de usar uma sala vazia.
O diretor Loren concordou e logo Misao estava com os itens mágicos em uma Sala de Espera, era hora de começar. Sentia-se mais ansiosa do que se encontrasse-os pessoalmente. Ativou os pergaminhos um à um até os cinco estarem sob Vidência. Então através deste usou a varinha de Mensagem.
Mentalmente
Para Todos - Boa Tarde, meu nome é Misao Shinomori, e gostaria de conversar com você, peço desculpas pela intromissão, este meio era o melhor para contato.
- Ummlar Azagai, gostaria de lhe pedir ajuda em uma missão de resgate.
- Crystalia Stoneheart, pretendo iniciar uma aventura que entrará para a históra, gostaria de poder contar com seus conhecimentos.
- Dan Max, gostaria de lhe contratar pois rumores dizem-no como aventureiro e mercenário.
- Gared, Caçador de Monstros, quero discutir uma possibilidade de contrato.
- Tristan, Cavaleiro Divino de Valkaria, sua fama já se espalha como Cavaleiro de Dragão, gostaria de lhe convidar para uma missão que envolve a Tormenta.
Off
Misao usou magia Vidência em cada um de vocês através do pergaminho sob efeito de Magia Duradoura.
Intervenção do Mestre: Magia Vidência permite um teste de Vontade para negar o efeito, estou fazendo vocês falharem automaticamente, por isso recebem +1 PA.
Como cada Conjuração de Vidência leva 1 Hora, ela levou 5 horas para faze-lo. Após isso lançou mensagem em cada um, Relançando-a constantemente (1min = 10 rodadas)
Independente de onde estejam de Arton, vocês devem narrar do momento que acordaram até 14:00 , quando o contato mental começa.
Diplomacia de Misao total 18, Diligente não se aplica aqui pelo teste levar um minuto completo. Rolem Intuição CD18 ou sejam um passo mais amistosos com ela.

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 9057
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Re: Relíquias de Tamu-ra

Mensagem por Padre Judas » 31 Jul 2017, 12:50

Estalagem Passo do Halfling
Imagem
O monge despertou na estalagem Passo do Halfling em Valkaria. O sol não havia nascido ainda, mas assim é que era bom.

No quarto em que estava, exercitou-se. Alongamento, flexões e abdominais. Então saiu e tomou um banho lá fora com água retirada do poço. A alvorada começava a despontar. Retornou ao quarto e meditou por uma hora, à espera do café-da-manhã. Fez o dejejum, despediu-se do taverneiro e tomou a rua.

A cidade de Valkaria nunca parava, suas ruas nunca estavam vazias. Naquele horário eram ainda mais cheias, pois os cidadãos diurnos saiam de suas casas enquanto os notívagos retornavam para um merecido repouso. Era uma cidade viva como o minaque nunca havia visto em suas viagens por Kundali.

Naquele dia também procurava serviço. Suas finanças estavam muito bem – ele não precisava de muito e com isso sobrava bastante – mas ele sentia falta da estrada. E era melhor ir em viagem com um propósito definido do que simplesmente pôr o pé na estrada sem eira nem beira. Mas ele já começava a considerar seriamente a hipótese.

Capturou um trombadinha, um garoto humano sujo, mas com uma cara esperta. Fez ele devolver o pão que havia roubado, recomendou-lhe que não fosse pego novamente – ou encontrasse outro modo de sobreviver.
Ummlar Azagai
Imagem
- Então você é órfão? Da Guerra, não é? Sempre me falam dessas Guerras Táuricas – alguns acham que eu sou um minotauro, veja só. Sua rainha devia fazer algo sobre sua condição e dos outros como você.
Moleque
Imagem
- Eles não ligam, tio. Os donos da cidade estão ocupados demais ganhando dinheiro e poder pra se importar com um ninguém como eu.
Ummlar Azagai
Imagem
- Entendo.
Pagou-lhe um sanduíche e deixou-o partir. Suspirou – sabia que o garoto não iria parar de roubar e não podia culpa-lo. Afinal de contas, aquela cidade tão próspera devia ser capaz de cuidar de seus cidadãos, mas falhava. Para Ummlar, criado em um ambiente onde todos cuidavam de todos, aquilo não fazia sentido, mas ele já havia se acostumado com os costumes diferentes de outros lugares.

Em suas andanças já era meio-dia. Parou em uma taverna qualquer – a placa trazia somente o desenho de um escudo com um cavaleiro de lança quebrada no centro. “Taverna do Cavaleiro da Lança Quebrada”? Quem sabe. Estes taverneiros soavam cada vez mais repetitivos.

Almoçou e decidiu espairecer um pouco. Foi até um dos parques públicos e começou a dobrar um pouco de terra, para exercitar-se. Um pequeno grupo de pessoas – muitas crianças – reuniu-se ao redor, curiosa, mas em pouco tempo um guarda apareceu e lhe pediu pra “não fazer magias aqui”. Magia? Ummlar balançou a cabeça, paciente. Não era a primeira vez que tratavam sua arte como “mágica”. Era apenas uma habilidade de manipular os elementos e moldá-los com sua vontade. Alguns dos espectadores reclamaram e outros queriam lhe dar dinheiro, mas ele recusou. Aquilo não era uma apresentação, oras!

Considerava o que fazer a seguir quando ouviu uma mensagem em sua mente.
Misao Shinomori
Imagem
- Boa Tarde, meu nome é Misao Shinomori, e gostaria de conversar com você, peço desculpas pela intromissão, este meio era o melhor para contato. Ummlar Azagai, gostaria de lhe pedir ajuda em uma missão de resgate.
Hã? Quem dissera aquilo? Misao Shinomori... era uma “voz” feminina com um sotaque peculiar. Após hesitar um instante, respondeu em voz alta.
Ummlar Azagai
Imagem
- Estou sempre disposto a ajudar, mas de quê se trata?
Off:
Teste de Intuição+3 pra resistir à Diplomacia, rolado 6, total 9. Falhou e está Amistoso.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17581
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Relíquias de Tamu-ra

Mensagem por Aldenor » 31 Jul 2017, 19:34

O céu não tinha nenhuma nuvem, mas estava frio. O sol podia aquecer um pouco mais, pelo gosto de Tristan. Acostumado ao calor lamuriante de Sckharshantallas, agora voltava para Valkaria, bem a sul, onde existia uma estação fria.

Chegando ao topo de uma colina viu a imensa estátua de Valkaria suplicante para os céus. Tristan sorriu, quase emocionado. O cavaleiro carregava uma caixa quadrada nas costas com tiras de couro presas ao corpo. Era uma mochila bastante estranha. Essa caixa era feita de ferro e possuía runas intrincadas com o desenho de um dragão em armas em cada lado. O vento soprou gelado em sua face jovem, mas não o intimidou. Ao descer a colina com rapidez, quase caiu duas vezes. Parou, respirou fundo e controlou a ansiedade. Estava em casa novamente, depois de muitos anos.

Valkaria parecia a mesma, mas menor. Tristan saiu dali ainda criança e agora retornava um adulto. Havia muito estímulo para todos os sentidos. Muita coisa colorida pra ver; muitos cheiros misturados para sentir; muito barulho de fala, coisas caindo, martelos batendo. Tristan lentamente retirou seu casaco leve, pois Valkaria era quente mesmo no inverno devido ao abarrotamento de pessoas.

Tristan chegou ao orfanato que o acolhera durante sua infância, de onde viu sua irmã pela última vez antes de seu repentino desaparecimento. Ninguém o reconheceu, claro, mas os rostos das noviças eram todos iguais. Ninguém mudava muito para além de uma ruga aqui e ali. Quando se apresentou, todas ficaram confusas em um primeiro momento, mas logo festejaram seu retorno.

O almoço foi farto. Tristan comeu como um rei ao lado de dezenas de crianças. Os mais velhos tinham quase sua idade, mas ninguém da sua época permanecia ali. Depois do almoço, se reuniu com o zelador, um homem embrutecido e sisudo, mas que amava crianças. Conversaram por algumas horas e foi assim que ele soube o paradeiro de seus antigos amigos. Alguns morreram e outros fugiram, infelizmente, mas a maioria conseguiu achar um novo lar e hoje deveriam estar bem. Poucos retornavam para reavivar as memórias e agradecer às noviças pelos anos de cuidado. E menos ainda retornavam aqueles que se deram tão bem na vida como Tristan.

O rapaz havia se tornado um aventureiro sagrado, um tipo especial de devoto diferente de paladinos e clérigos. Um cavaleiro de Valkaria tinha a missão de defender a própria deusa. Ao contar sua história, Tristan impressionou o zelador. Em determinado momento, a porta se abriu e muitas crianças correram alegres e agitadas. Queriam ouvir mais histórias. O jovem cavaleiro contou algumas com tons de brincadeira, entrando no clima agradável daquele início de tarde.

De repente.

Uma voz em sua mente. Tristan franziu o cenho e tirou uma criança de seu colo imediatamente. Levantou-se olhando para os lados bastante apreensivo. As crianças pareciam assustadas, de modo que o cavaleiro decidiu se despedir. Saiu às pressas do orfanato. Apesar da voz tranquila e serena em sua mente, Tristan não podia baixar a guarda. Valkaria tinha muitos inimigos com diversos tipos de poderes. Agora que ele era um cavaleiro, era um alvo também deles.
Tristan
Imagem
Você pode me ouvir...? Ah, sim. Agora tô sozinho. Misao Shinomori, ham? Nunca ouvi falar. O que quer de mim?
Disse um tanto nervoso, olhava para todas as direções ali no pátio do orfanato. Será que havia alguém ali?
Misao
Imagem
Tristan, Cavaleiro Divino de Valkaria, sua fama já se espalha como Cavaleiro de Dragão, gostaria de lhe convidar para uma missão que envolve a Tormenta.
A forma como a mulher falou fez o rosto de Tristan corar. Estava ficando já famoso? Recebia agora um convite para uma missão contra a Tormenta?

Mas não seria perigoso? Seu rosto pareceu ficar em dúvida. Mas em seguida, sorriu. Era um desafio em tanto.
Tristan
Imagem
Ainda não sou digno da sagrada armadura para ostentar meu símbolo protetor, milady Misao Shinomori, mas fico feliz em ser lembrado. Eu aceito.
Ele sorriu confiante fechando o punho e fazendo um gesto de positivo. Mas lembrou que não tinha ninguém ali.
Tristan
Imagem
Ahn... onde posso te encontrar?
Encabulava-se coçando o cabelo.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5196
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Relíquias de Tamu-ra

Mensagem por John Lessard » 31 Jul 2017, 21:12

Gared acordou nu em uma cama de palha. Olhou em volta para o pulgueiro em que estava e colocou-se sentado. Viu a armadura caída no canto, as espadas encostadas na parede ao lado, inclinou o pescoço para um lado e depois para o outro, o estralando. Verificou o dinheiro que estava em cima da mesa... Bem, não estava mais lá. Aquilo era certo.
Imagem
"É honesta, que louvável"
Caminhou até o centro do quarto e apanhou suas calças, depois começou a mexer na mochila apanhando frascos, ervas e especiarias. Despejou álcool em uma tigela, logo em seguida amassou algumas ervas, despejou tudo junto e começou a mexer com cautela, em seguida colocou um pouco em um pires de bronze, acendeu uma vela e o colocou sobre o fogo. Encarou aquilo durante alguns segundos.
Imagem
- Fuck...
Praguejou em anão, pois obviamente não havia conseguido o que pretendia. Encheu dois frascos com o que tinha conseguido e os guardou em sua bandoleira. Guardou os utensílios e vestiu a camisa. Depois a camisa de malha, o casaco por cima, prendendo algumas tiras de couro com fivelas de ferro. Prendeu ambas as espadas às costas e calçou as botas, apanhou a mochila e saiu.

Escolheu uma mesa qualquer no salão comunal que mais parecia um chiqueiro. O cheiro de urina se mesclava com o de cerveja, o chão estava coberto de palha e havia um cachorro sarneto deitado no canto. Pediu pão, bacon e cerveja escura para a atendente desdentada. Não demorou muito para ter sua comida. O pão parecia um pouco duro e o bacon tinha mais gordura que um maldito ogro gordo da floresta. Não se importou e comeu, entre um gole e outro de cerveja escura.

De repente uma voz.
Imagem
- Mas que p-...
Uma moça falava com ele. Uma moça sabe-se lá da onde. Gared quase perdeu à paciência quando ela falou a palavra mágica: Contrato. Forçou-se a se acalmar. A fez esperar quase um minuto enquanto mastigava o beco gorduroso, com a gordura escorrendo pelo canto da boca. Os olhos fechados quando finalmente falou.
Imagem
- Estamos falando de quanto menina?
Alquimia Secreta: (4) + 8 = 12 [Elixir de Raffard e Trovoada]
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Mælstrøm
Mensagens: 1415
Registrado em: 09 Set 2016, 17:51

Re: Relíquias de Tamu-ra

Mensagem por Mælstrøm » 31 Jul 2017, 21:35

Dan estava decepcionado.

Arton era o mundo pelo qual os deuses digladiavam para conquistar, mas em poucos meses perambulando por suas terras, Dan considerou os artonianos um tanto ignorantes. Eram capazes de enfurecer os acadêmicos da Biblioteca dos Planos de Terápolis. Os artonianos também eram muito loucos, capazes de fazer inveja aos nativos de Al-Gazara.

Mas Dan entendia porquê as coisas eram assim. Nos mundos dos deuses, a influência de uma divindade era suprema. Em Arton, os deuses misturavam suas influências. Dan não gostava dos artonianos, principalmente porque proibiam de forma absurda o uso de pólvora e das armas de fogo, obrigando-o a esconder seu maior orgulho.

Dan olhava para sua pistola sobre a mesa enquanto limpava seus óculos calmamente com um pano simples que gostava de carregar no bolso do peito. Dan ouviu uma voz em sua mente cortando seus pensamentos. O pistoleiro estava acostumado à magia, mas surpreendeu-se assim mesmo, pois em Arton isso talvez fosse incomum. A voz era feminina e parecia agradável. Uma proposta de emprego? Interessante.
Dan
Imagem
Rumores? Rumores são imprecisos e muitas vezes mentirosos, frutos de mentes que possuem informações incompletas. Precisam completá-las com fantasia. Diga-me, senhorita Shinomori. De onde ouviu tais rumores? Ou melhor, quem seria a senhora?
Calmamente e sereno, Dan era um homem de palavras diretas e bastante analítico. Para se manter intocável das estranhezas artonianas, o skrilyne tomava a postura conservadora, observadora e analítica.

Avatar do usuário
Astirax
Mensagens: 1210
Registrado em: 06 Fev 2014, 18:02
Localização: Capivara City

Re: Relíquias de Tamu-ra

Mensagem por Astirax » 01 Ago 2017, 08:27

Resposta Rápida - Ummlar Azagai

As palavras de Misao parecem ter tido um efeito bem positivo no Monge.
Ummlar Azagai
Imagem
- Estou sempre disposto a ajudar, mas de quê se trata?
Misao
Imagem
Resgate de pessoas, meu povo que esta preso em uma espécie, ... de magia de outra dimensão, outra realidade. Como um recém-chegado a Arton, não deve conhecer sobre a Tormenta. Ela é como a pior das doenças, com inteligência, poder e desejo para se derrubar Reinos. Essas pessoas estão presas em lugares sob influência dela, mas ainda não tão fortes.
Resposta Rápida - Tristan

Misao observa pela janela de Vidência como o cavaleiro gostava de crianças, era uma falha no relatório, mas uma falha bem-vinda. Ainda assim isso gerava uma dúvida, será que estavam incompletos, ou eles haviam mudado nesses 6 meses? Aguardou sua vez de falar.
Tristan
Imagem
Ainda não sou digno da sagrada armadura para ostentar meu símbolo protetor, milady Misao Shinomori, mas fico feliz em ser lembrado. Eu aceito.
Ele sorriu confiante fechando o punho e fazendo um gesto de positivo. Mas lembrou que não tinha ninguém ali.
Tristan
Imagem
Ahn... onde posso te encontrar?
Encabulava-se coçando o cabelo.

Misao dava uma leve risadinha alegre e positiva antes de dizer.
Misao
Imagem
Joinha de volta, posso vê-lo Tristan, incluindo seu amor pelas crianças deste orfanato, ... passarei a fazer doações mensais a eles. Estou em Wynlla, cidade de Coridrian. Vá a Academia Arcana, e peça um serviço mágico de teletransporte em meu nome.
Resposta Rápida - Dan Max

Haviam poucas informações sobre o Pistoleiro, apenas 4 meses em Arton, foi o estimado, antes disso, Dan Max viera, de algum outro Mundo dos Deuses. Rumores foi o que conseguiu juntar , e acima de tudo era honesta, não iria mentir uma única vez para as pessoas que desejava como aliados, não haveria nenhuma confiança se o fizesse.
Dan
Imagem
Rumores? Rumores são imprecisos e muitas vezes mentirosos, frutos de mentes que possuem informações incompletas. Precisam completá-las com fantasia. Diga-me, senhorita Shinomori. De onde ouviu tais rumores? Ou melhor, quem seria a senhora?
Misao
Imagem
Eu sou Herdeira da família Shinomori, Forjadores de Armas Tamurianas, e uma Nobre por linhagem. A extensa rede de Contatos dos Shinomoris passou um mês reunindo informações sobre você Dan Max, porém apenas conseguiram rumores. Que você esta em Arton há 4 meses, que aceita serviços mercenários para sobreviver, que não consegue voltar para seu Mundo de Origem, um dos Mundos dos Deuses. Como você não existia em Arton antes disso, é certo que veio de fora, sendo este o tipo de ajuda que busco, alguém que não pensa como um artoniano, alguém que saiba agir fora dos padrões quando necessário. E acima de tudo, por você ser um mago.
Resposta Rápida - Gared

Misao sentiu um pouco de culpa por ver Gared nú, e nele via irritação, provavelmente sua companhia da noite anterior saiu sem se despedir. E na sequencia, o viu queimar parte das poções que preparava, ... será que o sensor mágico o estava atrapalhando? Não, ninguém pareceu nota-la ali, vigilante. O extremo mal humor tornou Gared bem indiferente a sua presença, como se fosse a coisa mais natural do mundo falarem assim com ele.
Imagem
- Estamos falando de quanto menina?
Precisava escolher um valor não tão baixo para ofende-lo e nem tão alto que a endividaria, pensou um pouco e disse.
Misao
Imagem
Esse serviço pode levar meses para ser completado, então por ... 1 ano de seu trabalho, posso lhe oferecer uma espada longa forjada em Adamante ou outro material especial com as inscrições que quiser, para ser entregue no próximo mês. O valor estimado dessa arma é 1815 TO
Off:
Gared passou no teste de Intuição com 19, e com esse mesmo número sabe que Misao esta sendo sincera. Na prática ela ofereceu por mês do seu trabalho, 150 Tibares de Ouro [o que dá 5 TO por dia, aproximados]. Uma estadia em Taverna com 3 refeições custa 1 TO.
Inclua onde esta de Arton, pois nada foi dito nas postagens, tanto do Gared quanto do Dan Max

Avatar do usuário
Mælstrøm
Mensagens: 1415
Registrado em: 09 Set 2016, 17:51

Re: Relíquias de Tamu-ra

Mensagem por Mælstrøm » 01 Ago 2017, 15:44

Misao
Imagem
Eu sou Herdeira da família Shinomori, Forjadores de Armas Tamurianas, e uma Nobre por linhagem. A extensa rede de Contatos dos Shinomoris passou um mês reunindo informações sobre você Dan Max, porém apenas conseguiram rumores. Que você esta em Arton há 4 meses, que aceita serviços mercenários para sobreviver, que não consegue voltar para seu Mundo de Origem, um dos Mundos dos Deuses. Como você não existia em Arton antes disso, é certo que veio de fora, sendo este o tipo de ajuda que busco, alguém que não pensa como um artoniano, alguém que saiba agir fora dos padrões quando necessário. E acima de tudo, por você ser um mago.
Dan
Imagem
Compreendo melhor. Vejo que anda bem informada mesmo e suas fontes estão "no caminho certo" da verdade. Perdoe-me a paranoia, mas os contratos que tenho feito são olho no olho e um contato desses através de magia me soava sofisticado demais para Arton.
Dan tamborilou os dedos na mesa. Olhou para a janela de seu quarto na estalagem em Valkaria e ponderou poucos segundos. O suficiente para promover diversos debates em sua mente.
Dan
Imagem
Muito bem, estou disposto a ouvir sua proposta.
Dan era um homem pragmático, mas cauteloso. Após prepara-se com suas roupas clássicas e arrumar sua mochila, desceu as escadarias até o salão principal do recinto onde dormia. Deixou algumas moedas para pagar uma refeição e não se incomodou em manter a conversa mental com sua contratante em potencial. Falava em um tom normal e não se importava com olhares curiosos.

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5196
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Relíquias de Tamu-ra

Mensagem por John Lessard » 01 Ago 2017, 21:11

Gared encostou-se na cadeira, terminando sua cerveja, bateu o caneco na mesa, naquela taverna no c* de Tollon.
Imagem
- Garota, traga outra!
Quando a atendente desdentada se aproximou ele entregou o caneco.
Imagem
- Isto tem gosto de mijo.
A moça saiu sem dizer nada, corada, quando o caçador voltou a falar com a voz.
Imagem
- Uma espada de aço de meteoro? HAHAHAHAHA, pelos nove malditos abismos mulher, você sabe das coisas! Quem sabe de qualidade magistral, estamos combinados?
Mordeu um pedaço de bacon, não podia deixar de tentar.
Diplomacia para conseguir uma espada melhor: (18) + 1 = 19!
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lucena
Mensagens: 4033
Registrado em: 13 Jan 2015, 21:24

Re: Relíquias de Tamu-ra

Mensagem por Lucena » 01 Ago 2017, 21:23

Distraidamente, Crystalia Stonehart caminha próxima a parede com um livro mãos. Ela não sabia ler hongar antigo, mas pela gravuras e gráficos nas páginas de couro antigo pensava se tratar de um manual agronômico para o cultivo de alguma espécie de flor comestível. Nada surpreendente, como todo o resto do que se encontrava na biblioteca subterrânea, exceto de estar enfeitiçado, como todos os livros dali. Pelo que o pergaminho de adivinhação lhe revelara, o clérigo de Tanna-Toh que cuidava do local havia se sacrificado para salvar-los dos elementais de terra e lama que afundaram a biblioteca e destruíram a cidade a séculos.

Colocando o livro de volta no lugar e caminhando para o centro ela dá de cara com o casal de paladinos de Tanna-Toh, que lideravam a missão, dançando uma valsa de comemoração. Parecia que haviam encontrado o maior tesouro do mundo de tanta felicidade que emanavam, o que fez com que a medusa se sentir um pouco culpada por se sentir decepcionada. Desde o começo esta missão era sobre trazer conhecimento perdido de volta a tona, mas lá estava ela, ignorando todo o bem que esse conhecimento poderia trazer ao povo simples do campo, só por quê se desiludia com os segredos fantásticos que esperava descobrir. Suspirando, ela se dirige para fora da biblioteca de onde pode ver o resto da expedição escavando e explorando as casas da cidade.

Tudo começara a muito tempo, ao ouvir estórias em anão sobre esta cidade de sua Querida Avó, pelo visto era uma canção de ninar conhecida de como uma cidade da superfície foi engolida pela terra. Tempos depois, numa ruína que explorava com seu primeiro grupo de aventureiros, encontrou registros antigos em anão que indicavam para a existência da cidade. Uma cidade em Hongari que havia existido e ruido antes da chegada dos sulistas, que podia muito bem passar por uma cidade normal, exceto por sua "incrível" biblioteca, que de acordo com os registros guardava todo tipo de segredo sobre o mundo natural, pois o clérigo de Tanna-Toh que a havia erguido fora nada menos do que uma dríade que abandonara Allihanna. Os registros anões davam a entender que a cidade havia sumido do nada, mas se ela fosse a mesma das cantigas de ninar, então havia sido a muito soterrada por um exercito de elementais da terra, a fúria da natureza. Com as provas certas foi fácil convencer a ordem da deusa do conhecimento a montar uma pequena expedição, afinal, não podiam deixar tanto conhecimento precioso se perder só por que a clériga-dríade havia morrido sem receber os devidos ritos funerários.

Sentando-se em uma das estranhas raízes gigantes que pareciam cobrir toda a caverna, que ela suspeitava também serem produto das ações da clériga-dríade para preservar o fruto de seu trabalho, Crys começou a se sentir estranha e quando já estava prestes a chamar um dos clérigos do conhecimento para ajuda-la, começa a ouvir em sua mente uma mensagem.
Misao Shinomori escreveu: Imagem
- Boa Tarde, meu nome é Misao Shinomori, e gostaria de conversar com você, peço desculpas pela intromissão, este meio era o melhor para contato.
- Crystalia Stoneheart, pretendo iniciar uma aventura que entrará para a história, gostaria de poder contar com seus conhecimentos.
Surpresa com a mensagem que recebera do que parecia ser uma tamuraniana, a medusa demora alguns instantes para reagir, mas pelo sorriso que se formara em seu rosto ao ouvir as palavras da dama, já sabia qual seria sua resposta.
Crystalia escreveu:Imagem
- Bom, isso foi inesperado. Está só falando comigo ou consegue me ver também senhora Shinomori?
- Pois bem, tem a minha atenção, estou muito menos ocupada do quê pareço, realmente. Me diga, onde posso encontra-la.
Crystalia mal conseguia se conter por baixo de seu capuz, apesar da cidade soterrada ter sido um grande achado, não era de seu feitio ficar parada esperando uma escavação terminar. Ela confiava na ordem de tanna-toh para levar os conhecimentos desta caverna ao mundo. Não era sempre que se recebia uma missão inesperada assim, então ela sentia que era hora de escrever outra página do livro de sua vida, se preferência uma com mais situações épicas.
Everything Lives!

Código: Selecionar todos

[quote="Pelleas"][img]https://i.imgur.com/qkSeY1p.png[/img]
 [/quote]

Avatar do usuário
Astirax
Mensagens: 1210
Registrado em: 06 Fev 2014, 18:02
Localização: Capivara City

Re: Relíquias de Tamu-ra

Mensagem por Astirax » 02 Ago 2017, 08:10

Resposta Rápida - Dan Max
Dan
Imagem
Compreendo melhor. Vejo que anda bem informada mesmo e suas fontes estão "no caminho certo" da verdade. Perdoe-me a paranoia, mas os contratos que tenho feito são olho no olho e um contato desses através de magia me soava sofisticado demais para Arton. Muito bem, estou disposto a ouvir sua proposta
Misao
Imagem
Minha intenção original era realmente ir falar com você pessoalmente, mas teletransporte é perigoso e incerto por não conhecer o lugar de destino. Minha proposta: Pretendo iniciar uma jornada, envolverá assuntos planares em algum momento, não se trata de confronto direto a Tormenta e sim resgate de pessoas e objetos por ela presos, sendo uma consequência enfrenta-los, porém haverá muita preparação. Tenho minha pesquisa em escrito aqui, para explicar em detalhes, quando nos falarmos pessoalmente, se aceitar minha proposta, em troca pode me fazer um pedido qualquer, um Desejo Restrito se preferir.
Resposta Rápida - Gared
Imagem
- Uma espada de aço de meteoro? HAHAHAHAHA, pelos nove malditos abismos mulher, você sabe das coisas! Quem sabe de qualidade magistral, estamos combinados?
A menção da espada parecia ter melhorado completamente o humor de Gared, talvez isso, somados a culpa que sentia por tê-lo espiado sem querer a tivesse feito aceitar a proposta.
Misao
Imagem
Temos um acordo então, uma Magistral Espada de Aço Meteoro, contrato de 1 ano. Me encontre em Wynlla, cidade de Coridrian, na Armas Shinomori, loja de minha família. Que inscrições deseja adicionar a lâmina?
Resposta Rápida - Crystalia

Surpresa com a mensagem que recebera do que parecia ser uma tamuraniana, a medusa demora alguns instantes para reagir, mas pelo sorriso que se formara em seu rosto ao ouvir as palavras da dama, já sabia qual seria sua resposta.
Crystalia
Imagem
- Bom, isso foi inesperado. Está só falando comigo ou consegue me ver também senhora Shinomori?
- Pois bem, tem a minha atenção, estou muito menos ocupada do quê pareço, realmente. Me diga, onde posso encontra-la.
Misao sorria, ao perceber que com tão pouca informação, Crys já tinha noção de como ocorria a comunicação.
Misao
Imagem
Eu posso vê-la senhorita. Pode me encontrar em Wynlla, cidade de Coridrian, na Armas Shinomori, tenho uma extensa pesquisa feita durante 5 anos. Após a teoria de uma Arvore Sagrada poder purificar áreas corruptas, e o Vira-Tempo ser capaz de estabilizar o tempo errático, serem confirmadas, será o momento de fazermos história.
Off:
Dan Max tirou 27 de Intuição, além de sentir a sinceridade plena dela, é interessante para Dan ouvir que ela tem facilidade de oferecer favores mágicos. Oferta de Misao Desejo Restrito, Preço de Mercado 570 TO + Raridade de encontrar alguém que o faça. Ou um favor de nobre, que varia a situação.

Diplomacia: Barganha Gared contra Misao 19 contra 15, Nimb ajudou o Gared

Crystalia pode rolar Conhecimento de Bardo especificando o assunto antes das rolagens.

Responder

Voltar para “Mesa do Astirax”