Pendor de Pedra Pestilenta - ON

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17586
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Pendor de Pedra Pestilenta - ON

Mensagem por Aldenor » 05 Mai 2020, 16:54

Maximianus estava puto, queria socar a cara de Tamli por sua incompetência. E então, ouviu as palavras do elfo.
Maximianus
Imagem
Isso... isso parece mais quente. E também mais perigoso.
Max ainda deu uma olhada significativa para Leivris e Trevor analisando-os de cima abaixo.
Maximianus
Imagem
Acho que sozinho eu posso ter problemas... vamos amanhã vasculhar as coisas do Bort atrás de alguma coisa útil. Depois de amanhã, podemos verificar esses pontos de entrega. Dá tempo de vocês se recuperarem um pouco mais.
Disse com um meio sorriso, porém ele mesmo estava mais ferido do que imaginava, com dores nos braços e no lado do torso.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5201
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Pendor de Pedra Pestilenta - ON

Mensagem por John Lessard » 05 Mai 2020, 17:35

Parte 2: O Pedido da Patrulheira

Imagem

Algumas descobertas eram feitas por parte de Leivris e Max parecia ter uma opinião sobre aquilo, embora em seu interior soubesse que a situação do clérigo e do mago fossem péssimas, assim como a sua própria. Todos eles então foram dormir, descansar seus corpos para na manhã seguinte continuarem com a investigação.

***

Na manhã seguinte, Max sentia-se um pouco melhor, mas não poderia dizer o mesmo de seus companheiros. Leivris e Trevor acordaram, mas ainda estavam muito feridos e cansados. Ferimentos como aqueles não iriam se fechar da noite para o dia, tinham que admitir. Se prepararam, o guerreiro colocando sua armadura e pegando sua armas, os demais vestindo-se também e preparando suas magias. O elfo e o humano sentiam a cabeça zonza.

No salão puderam ter uma refeição, algumas pessoas olhavam com assombro para eles, feridos. O trio não percebeu a presença de uma figura inédita, um anão de nome Drummantor. O caçador de recompensas havia chegado na noite anterior na cidade e não demorou para receber 43 peças de ouro de uma meio-orc de nome Tamli. A mulher explicou como seu chefe havia sido assassinado e como aquele trio estava investigando, mas parecia que o humano fortão estava perdendo a paciência.

Antes que pudesse falar qualquer coisa com eles, a atenção de todos foi direcionada para o lado de fora. A porta de Moinhos de Alimentos abriu e revelou uma elfa coberta por peles pesadas. Ela olhou todos os presentes e parou seu olhar no trio. Então deu espaço, dando visão para o lado de fora. Um trenó está parado ali, ela então puxou uma corda e desprende um embrulho, deixando cair a carcaça dos lobos mortos enquanto a caravana se aproximava da cidade.
Imagem
- Isto é trabalho de vocês?! - ela perguntou em tom acusatório.
Notas do Mestre:

+30 XP por terem aberto o cofre de Hallod.

***

Próxima atualização dia 08/05, sexta-feira. Vocês podem dialogar com a recém-chegada pelo Telegram e adicionar em seus posts.
Status & Fichas

Trevor <> PV: 2/16; CA: 14/14 <> PF: 1/1 <> PH: 0 <>[2] <> Condições: Ferido 1.
Magias Preparadas: Truques memorizados: Arco Elétrico, Detectar Magias, Escudo Místico, Luzes Dançante e Emaranhapé; 1º: Armadura Mística e Mísseis Mágicos
Maximianus <> PV: 16/21; CA: 18/18 <> PF: 0/0 <> PH: 0 <> [0] <> Escudo: 10/20 (10) <> Condições:
Leivris Yllathardus <> PV:2/14; CA: 18/18 <> PF: 0/0 <> PH: 1 <>[2+2] <> Escudo: 20/20 (10) <> Condições: Ferido 1.
Magias Preparadas: Detectar Magia - Estabilizar - Luz - Mensagem - Orientação; 1º: Proteção - Medo
Drummantor <> PV: 19/19; CA: 17/17 <> PF: 0/0 <> [0] <> Condições:
Nome <> PV: 0/0; CA: 0/0 <> PF: 0/0 <> [0] <> Condições:
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Rick
Mensagens: 2502
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:14
Localização: Penápolis/SP
Contato:

Re: Pendor de Pedra Pestilenta - ON

Mensagem por Rick » 05 Mai 2020, 19:07

Após passar a noite desconfortável, o elfo acordou sentindo dores e vários incômodos no corpo. Ficou absolvido em suas orações e suas magias retornaram. Grato a seu patrono, juntou os outros dois e conjurou por duas vezes o milagre da vida, fechando os ferimentos de seus corpos e recuperando-se por completo, descansando por alguns minutos para tirar a fadiga da batalha anterior. Então acompanhou aos companheiros até a taverna, onde as coisas pareciam acontecer de maneira rápida enquanto comia algo.

Enquanto comia ia separando as moedas que encontraram em cima da mesa, repassando 7 peças ouro, 19 peças de prata e 8 peças de cobre para cada um dos companheiros depois que trocara as quantias corretas ao fazer os pedidos das refeições. Antes que pudesse terminar sua cerveja, uma elfa surge perguntando dos lobos em tom acusatório. Suspirando, o elfo se levanta e vai até a porta onde a elfa estava.

- Sou Leivris. E você? - Leva a mão ao peito numa apresentação casual. - E sim, nossa caravana foi atacada pelos lobos, então tivemos que nos defender deles. - Justifica. Pelo tom acusatório, imaginava que talvez isso a incomodasse, portanto tentava falar da maneira mais pacífica possível. - Um deles parecia... Incomum. Tentamos afugentá-lo, mas ele não recuava, então não tivemos outro jeito.

Imagem
Meu nome é Noala. Hm, há algum tempo essa praga tem se alastrado pela floresta. Primeiro começa em algumas árvores, depois causa essa mutações em animais...
- Hmm... - Franze o cenho, pensativo. Olhando da mulher para os lobos, então para ela de volta. - Estávamos preocupados em chegar aqui logo, portanto acabamos não dando muita atenção. Do que estamos falando exatamente? - Já começava a imaginar que mais problemas viriam. Ou talvez houvesse alguma ligação entre o problema que ela trazia e o que tentavam resolver. Ainda não sabiam pra que serviriam as encomendas de Bort.
Imagem
Ainda não sei, apenas que não é algo natural. Imaginei que quem conseguiu lidar com as feras, poderia me ajudar a investigar isso, não conseguiria sozinha. - Leivris percebe que ela esconde um braço na capa, ferido talvez.
- Estamos com um caso de assassinato aqui. - Fala com um certo pesar. - Mas quanto mais investigamos, mais estranho fica. Não consigo achar nada que prove alguma ligação entre os casos, mas o tipo de coisa que vinha sendo transportado para cá talvez pudesse ser usado em algo tão... nefasto como o que me descreve. - Pensa novamente no que estavam se metendo, então repara que ela parecia esconder um braço. - Está tudo bem com você? - Aponta para o braço com um movimento de cabeça.
Imagem
Sim, não é nada, irei melhorar com o tempo. Podem ajudar? Não tenho dinheiro, mas posso ensinar técnicas de sobrevivência e ataques a distância para vocês.
- Deixe-me ver. Ainda tenho algum milagre de cura disponível - Sorri num tom ameno antes de dar um gole na cerveja que carregara consigo. Fica um pouco surpreso com a recusa dela a ser tratada, alegando ser um ferimento antigo sobre o qual não falaria agora. - Bom, quero ser o mais transparente possível. Estamos resolvendo esse caso de assassinato e pode ser que esteja ligado com isso. Não posso garantir. Da minha parte, creio que poderia ajudar sim, mas antes temos que continuar nas pistas que encontramos. Podemos levar o caso aos outros e ver se eles pensam como eu. - Olha para os companheiros na mesa. - Se vier com a gente e nos auxiliar na questão, talvez eles também aceitem lhe ajudar, mesmo que nosso caso não leve ao combate à praga. Ao menos eu ajudarei. - Pausa para um novo gole. -Vamos até eles. - O elfo volta até a mesa trazendo a mulher em seu encalço.

- Esta é Noala. - A apresenta enquanto puxa uma cadeira para ela. Então os coloca a par da situação, mencionando os lobos que enfrentaram e os relatos dela sobre o tipo de praga. - Ainda é cedo para tirar qualquer conclusão, mas pode ser que isso seja uma consequência do que quer que esteja sendo feito com os itens transportados por Bort, que levaram até sua a morte. - Faz uma pausa rápida. - Eu acho que ela poderia nos ajudar no caso que estamos resolvendo, pode ser que nos leve até o problema que ela trouxe. Mas mesmo que não leve, eu pretendo ajudá-la nisso. Não sei o que vocês pensam a respeito. - Então olha para os companheiros e se volta para a elfa novamente. Já comeu hoje? Gosta de cerveja? - Levanta a caneca.

Magias Preparadas
- Truques Mágicos: Detectar Magia - Estabilizar - Luz - Mensagem - Orientação
- 1º Nível: Curar - Curar / Curar- Curar
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13711
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: Pendor de Pedra Pestilenta - ON

Mensagem por Lord Seph » 05 Mai 2020, 19:41

Trevor não se lembrava de como chegou no quarto e nem quanto tempo dormiu.

Foi Hoax que o despertou bicando sua cabeça, não deixou de pensar que talvez ele fizesse isso quando morresse.

Trevor pegou seu grimório para memorizar, focou uma magia em seu Corvo para caso necessidade.

Logo descia junto com os demais, não antes de Livros usar de seus milagres.

- Obrigado.

Agradeceu o Necromante que seguiu com os demais e mal começou a comer e veio uma Elfo interrogando o grupo, mas Leivris resolvia tudo.

- Trevor.

O Necromante se apresenta, Hoax estava quieto dormindo em uma janela.

- Se os casos estiverem relacionados não vejo problemas em uma parceria.

Trevor se resumiu.

Magias Preparadas:

Truques: Arco Elétrico, Detectar Magias, Escudo Místico, Luzes Dançante e Toque Gélido.

Magias 1°: Armadura Mística e Gavinhas Sombrias.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17586
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Pendor de Pedra Pestilenta - ON

Mensagem por Aldenor » 05 Mai 2020, 21:24

Maximianus acordou sentindo os músculos doloridos. Viu que Trin já tinha partido para o trabalho. "Mulher trabalhadeira..." pensou antes de se levantar com um sorriso. O sol queimava lá fora e logo as lembranças do dia anterior invadiram seus pensamentos, deixando-o com raiva e ansioso para resolver tudo. Vestiu sua armadura com calma, limpou o sangue da espada e dos equipamentos com uma roupa velha de Trin. "Espero que ela não se importe".

A taverna estava no mesmo lugar de sempre, com praticamente as mesmas pessoas de sempre, exceto por um anão estranho. Maximianus acenou para todos e se juntou a Trevor e Leivris.
Maximianus
Imagem
Bom dia, amigos, estão se sentindo melhor? Preciso mandar consertar meu escudo, ou comprar um novo logo.
Disse batendo a mão na mesa chamando pelo desjejum. Um pão duro e cerveja. Leivris ainda entregou os espólios pilhados, curou Maximianus ele já pensou que talvez fosse mais rápido comprar um escudo novo.

Antes que começassem a planejar o dia, uma elfa irrompeu a porta. Era bonita, mas estava brava. Mostrou uma carcaça de lobos e os acusou de terem matado os bichos. Pelo menos, Maximianus se sentiu acusado e insultado por matar pra se defender.
Maximianus
Imagem
Como é que é, sua...
Mas Leivris logo tomou a dianteira falando. Maximianus se assustou com sua postura, pois nunca tinha visto o elfo tão falante. A conversa era interessante e o guerreiro ficou quieto observando.

"Mutação em animais? Hmmm... jeitosinha essa elfa."

"Ela quer ajuda pra investigar? Que saco, odeio fuçar coisas, espero que tenha alguma ação."

"Hmm, quer ajuda, doçura? Sem dinheiro? Ohh tadinha, eu posso te apresentar uma forma de pagamento alternativa..."

Leivris a trouxe pra mesa e Maximianus logo se levantou.
Maximianus
Imagem
Bom dia, senhora elfa Noala. Eu sou Maximianus de Andoran.
E puxou uma cadeira pra ela se sentar. Trevor também se apresentou, carrancudo como ele. Parecia desinteressado, diferente de Leivris que até ofereceu comida e bebida. Maximianus estreitou os olhos para o amigo elfo. Estaria ele interessado em mais do que ajudar a pobre elfinha?
Maximianus
Imagem
Leivris seu safadinho..... hummm... Já resolvemos o problema principal que era pegar o canalha do Hallod. A partir disso, precisamos descobrir o que caralhos tem a ver o sangue de cadáver. Eu não manjo de poções, alquimias e coisa e tal, mas se há uma praga nova na área ao mesmo tempo em que Bort fazia essas cachorradas com sangue de morto, provavelmente estão ligados. Bora resolver isso aí sim, Noala. Conte com minha espada... só não conte muito com o Trevor aqui. Ele é meio fraquinho.
E deu uma risada, batendo na mesa por mais cerveja.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5201
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Pendor de Pedra Pestilenta - ON

Mensagem por John Lessard » 08 Mai 2020, 13:55

Parte 2: O Pedido da Patrulheira

Imagem

Noala pareceu agradecida com a concordância do trio em ajudá-la e para alivio silencioso deles, ela disse que os encontraria no dia seguinte apenas, ao raiar do sol. Isso significava mais uma noite de descanso e que tinham o dia livre para ficarem de bobeira ou para conduzirem mais um pouco da investigação. Alguns ali pareciam dispostos a darem mais uma olhada na carroça coberta de Bort.

***

A elfa havia combinado de encontrá-los fora da cidade, na primeira luz, o que os obrigou a dormirem mais cedo caso quisessem ter uma noite de sono completa, pois deveriam madrugar para se preparar e sair. Caminharam pela penumbra até o local onde enfrentaram os lobos e assim que os primeiros raio de sol surgiram, a elfa surgiu de trás de algumas árvores. Sua proposta era simples, iria guiá-los até uma das áreas moribundas da floresta para que pudessem investigar e assim o fez, assumindo a dianteira enquanto avançavam pela mata.
Imagem
- Estes lobos não são os primeiros e eu temo que nem serão os últimos. O que é pior, é que a floresta em si está ficando mal. Plantas e árvores estão morrendo, gerando frutas amargas que adoecem e matam os que as comem. Se vocês foram ao velho pomar, vocês viram. A praga está crescendo e eu preciso da ajuda de vocês para impedi-la.
Após algum tempo de caminhada, os primeiro sinal que estvam se aproximando da praga de que a patrulheira tanto fala surgiram As plantas ao redor pareciam ter um tom doentio de verde, com manchas marrons. Não muito tempo depois, a floresta começava a cheirar a podridão adocicada, e as árvores parecem inteiramente doentes, com suas cascas caindo em pedaços pretos grudentos.

Neste momento Noala para e se virou para o grupo.
Imagem
- É daqui que aqueles lobos vieram, tenho certeza. Em algum lugar à frente está a toca deles, mas vou deixar vocês explorarem. Se precisarem da minha ajuda, estarei aqui. Vou armar arapucas e garantir que nada saia deste bosque apodrecido.
Ela então começa a analisar os arredores e se afasta, mais alguns passos adiante na trilha, o grupo vê uma clareira, com árvores altas e poucos arbustos. O chão era grudento e borrachudo devido a seiva das plantas que estão morrendo. A clareira antecede a entrada de uma caverna sob uma arvore titânica, que desce suas raízes através da abertura. Na clareira, antes da entrada, havia um trio de arbustos de aparência adoentada. Somente Max, entretanto, percebeu antes de avançarem mais, que esses arbustos pareciam estar enroscados no corpo de uma lobo, que estava caído entre eles.
Notas do Mestre:

Vocês são livres para ditarem suas ações no dia anterior.

Próxima atualização dia 11/05, segunda-feira.
Status & Fichas

Trevor <> PV: 16/16; CA: 14/14 <> PF: 1/1 <> PH: 0 <>[2] <> Condições:
Magias Preparadas: Truques memorizados: Arco Elétrico, Detectar Magias, Escudo Místico, Luzes Dançante e Toque Gélido.; 1º: Armadura Mística e Gavinhas Sombria
Maximianus <> PV: 21/21; CA: 18/18 <> PF: 0/0 <> PH: 0 <> [0] <> Escudo: 10/20 (10) <> Condições:
Leivris Yllathardus <> PV:14/14; CA: 18/18 <> PF: 0/0 <> PH: 1 <>[2+2] <> Escudo: 20/20 (10) <> Condições:
Magias Preparadas: Detectar Magia - Estabilizar - Luz - Mensagem - Orientação; 1º: Curar x4.
Drummantor <> PV: 19/19; CA: 17/17 <> PF: 0/0 <> [0] <> Condições:
Nome <> PV: 0/0; CA: 0/0 <> PF: 0/0 <> [0] <> Condições:
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17586
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Pendor de Pedra Pestilenta - ON

Mensagem por Aldenor » 09 Mai 2020, 13:35

Depois que a elfa saiu, Maximianus suspirou. Terminou sua cerveja e se levantou avisando que iria bagunçar a carroça de Bort atrás de pistas. Deu um beijo em Trin e se foi.

Porém, logo no começo, depois de jogar roupas e quinquilharias no chão, Maximianus não encontrou nada que pudesse ver como pista. Logo se entediou e saiu dali para resolver o problema do escudo. Munido de novas moedas, procurou um ferreiro que pudesse lhe vender e achou no Moinho dos Alimentos.
Maximianus
Imagem
Nome engraçado pra quem vende escudo. Tome o meu, por caridade.
E depositou seu escudo rachado. Depois da compra, deu dois socos doloridos no metal do novo escudo e ficou satisfeito. Então, retornou para a taverna a noite para buscar Trin.

Assim, em sua casa, dormiram cedo.

***

No dia seguinte, Maximianus retornou para junto de Leivris e Trevor e os ajudou a arrumar seus equipamentos e os dele. Estava sonolento, mas bastou tomar dois ovos cruz direto na garganta pra despertar. Saíram ainda de noite e chegaram ao ponto de encontro com o sol a nascer.
Maximianus
Imagem
Cayden Cailean deve considerar pecado acordar tão cedo assim, né não Leivris, fala tu.
Deu um tapão no peito do elfo.

E então, a elfa apareceu. Contou sua história triste e Maximianus respondeu com um grande bocejo. Seguiram pela estrada até uma parte em que a floresta começou a cheirar mal. Fedia muito, fazendo Maximianus fungar e escarrar de vez em quando.

Noala ainda explicou de onde vieram os lobos e apontou para a clareira de solo borrachudo e grudento, como um corpo de troll das histórias. Havia uma caverna adiante, que adentrava uma árvore gigantesca. A maior árvore que já vira. Maximianus ergueu a cabeça e usou a mão para enxergar seu topo.
Maximianus
Imagem
Bem, vamos explorar essa bodega e...
Ele fez um gesto para os dois pararem.
Maximianus
Imagem
Olha que artimanha de salafrário... olhem, os arbustos enroscaram um dos lobos. Esse lugar é perigoso... vai tentar nos enroscar antes de chegar na caverninha. Vocês podem queimar essa porra toda?
Após revelar a pequena armadilha, olhou perguntando para Leivris e Trevor.
Max compra um escudo novo (2 po) e dá o escudo velho.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Rick
Mensagens: 2502
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:14
Localização: Penápolis/SP
Contato:

Re: Pendor de Pedra Pestilenta - ON

Mensagem por Rick » 10 Mai 2020, 13:43

Leivris observou a elfa saindo, encarando o braço que ela escondia, pensativo. Depois que ela deixou completamente sua vista, deu de ombros, como se não tivesse mais que pensar nisso, então terminou sua cerveja. Assentiu quando Max deixou sua companhia e foi dar uma volta pelo pequeno povoado, olhando como parecia o cotidiano dali. Olhava com curiosidade uma ou outra coisa, mas não tinha intenção de se envolver muito na vida das pessoas comuns, exceto para tentar descobrir se havia algum habitante ou viajante frequente com a letra V, como apontava a correspondência que obtiveram. Não descobrira nada que pudesse servir como base pra investigação.

Aproveitou o passeio para comprar ferramentas de curandeiro novas, já que não havia trazido consigo na viagem. Depois de um tempo voltou até a taverna para se inteirar da produção da cerveja de nabos, indo acompanhar a produção. Havia se interessado pela receita e os métodos, acompanhando com atenção. Deu um pitaco ou outro, mas sem querer se intrometer no serviço de outrem. Passou algum tempo acompanhando a produção e então foi comer e beber novamente. Aproveitou bem o tempo livre, sentindo-se em casa, brincou e até arriscou umas cantigas rápidas como era costume fazer em sua terra natal. Mas voltou para o acampamento cedo, pois precisava levantar antes do dia começar.

***

Havia levantado cedo e terminado de arrumar seus equipamentos depois da oração diária. Provavelmente enfrentariam novos desafios neste dia, então estava agradecido por ter uma nova oportunidade de renovar seus milagres antes de voltar às investigações. Suas orações agradeceram pela diversão da noite anterior, ainda que breve, e pedia proteção para que viria a seguir. Juntou-se aos outros e foram investigar a floresta.

Ouvira atentamente aos relatos de Noala enquanto olhava em volta. Não sabia muito sobre a fauna e flora desta região específico, mas entendia razoavelmente da natureza em geral, portanto entendia a preocupação dela. Sabia que num caso desses, se nada fosse feito, logo a praga se espalharia e pouco restaria a se fazer com relação ao habitat de muitos animais, além de colocar a segurança dos moradores do povoado em risco. Concordava com o que era dito, então iriam para a caverna.

- Hmm... - Ponderava após Max mostrara uma criatura pega pelos arbustos. Mas Leivris não sabia se era uma boa ideia queimar tudo, pois o incêndio poderia se alastrar para além da área afetada. Ao ouvir a proposta, procura pela elfa, preferia com ela qualquer decisão com relação a isso. Era ela que vivia ali e provavelmente seria mais afetada por isso. - O fogo poderia se alastrar pela floresta e afetar uma área muito maior. Noala deve saber disso melhor, imagino...

Deixara a questão em aberto para que a elfa cuidasse disso se necessário. Era melhor que acabar com a vida restante na floresta. Enquanto aguarda pelo que decidiriam, aperta as fivelas do escudo à mão, então repete o encantamento que usara dois dias atrás, iluminando-o. Iluminação extra seria útil numa caverna, imaginava. Com o escudo à frente para iluminar e protegê-lo, espera até que todos estejam prontos para iniciar a investigação.

Magias Preparadas
- Truques Mágicos: Detectar Magia - Estabilizar - Luz - Mensagem - Orientação
- 1º Nível: Curar - Curar / Curar - Curar
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13711
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: Pendor de Pedra Pestilenta - ON

Mensagem por Lord Seph » 11 Mai 2020, 08:12

Trevor estava recuperado e pleno, mas não teve muita vontade de se aventurar com Max para descobrir algo mais nas coisas do Bort.

Preferiu recolher aos estudos. Hoax parecia não ter gostado dessa escolha, mas não ligava.

Em determinado momento ele resolve ir para um local para compras.

Trevor revende sua besta e os virotes e pega Ferramentas de Artesão que poderiam ser úteis em algum momento.

Então ele retorna e após mais horas de estudo se recolhe.

No dia seguinte ele se sente mais motivado e refaz seu mesmo ritual de memorização do dia anterior e então desce até o grupo.

Ouviu os relatos da elfa após o desejum e partiram.

Logo chegavam ao ponto marcado e Max demonstrava pouco tato em pensar em um todo, mas Leivris já havia se adiantado em um argumento sólido.

- Eu não tenho nenhuma Magia de Fogo comigo do momento, Maximianus, e devo concordar com Leivris nessa questão.

Trevor observa o local.

- Devíamos ter perguntado se alguém estava disposto a vir conosco nessa questão na cidade.

Trevor fala pensando que talvez um mercenário fosse útil ali para resolver esse caso.

Compra de Ferramentas de Artesão e venda da Besta Leve e Virotes.

Magias memorizadas às mesmas do dia anterior.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17586
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Pendor de Pedra Pestilenta - ON

Mensagem por Aldenor » 11 Mai 2020, 11:26

Maximianus olhou para Leivris, depois Trevor e balançou a cabeça com suas repostas.
Maximianus
Imagem
Mas que caceta heim?
Maximianus embainhou sua espada de novo, tirando uma tocha da mochila e a acendendo.
Maximianus
Imagem
Se alguma raiz vier pra cima, só tocar fogo. Bora?
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Responder

Voltar para “JOHNVERSE”