VIGILANTES-PROLOGO-RESPONSABILIDADE

Avatar do usuário
DragonKing
Mensagens: 579
Registrado em: 17 Abr 2018, 11:24

VIGILANTES-PROLOGO-RESPONSABILIDADE

Mensagem por DragonKing » 17 Jul 2018, 08:12


A humanidade era cega, incapazes de enxergar o mundo que havia ao redor dele e escondidos a plena vista. Tudo o que se sabia eram rumores e casos isolados de um monstro verde no Brasil e um bilionário voando com uma armadura tecnológica, porém a batalha de Nova Iorque mudou tudo.

Não estávamos sós no universo, pior não estávamos preparados para eles e então surgiram os Vingadores para proteger o planeta de ameaças globais. O clima pós guerra ainda existia apesar da esperança de dias melhores e segurança, os Vingadores se tornaram heróis lucrativos e admirados, contudo as centenas de mortes causadas pelas batalhas não foram esquecidas e abalaram uma sociedade já ferida com o 11 de Setembro do ano anterior.

Todos queriam ser um Vingador, mas poucos possuíam essa capacidade, na verdade em rodos os locais, na mídia ou em uma conversa informal, o questionamento eram igual: Quantos seres como Hulk e Thor existem na terra e quanto são perigosos para os cidadãos? Para que coisas assim não afetem a segurança nacional existe a S.H.I.E.LD uma organização paramilitar que protege o planeta encara individuo sobre ele de ameaças que seriam dignas de best sellers, porém para a maioria das pessoas a organização simplesmente não passa de uma lenda urbana.

Todos voltam para as suas vidas e tentam esquecer e lidar com o trauma de uma guerra a nível intergaláctico, mas em meio a essas pessoas pagando terapias e remédios existem aqueles que preferem fazer a diferença eles talvez não saibam, mas enquanto protegem sua vizinhança de criminosos e baderneiros, suas vidas estão sendo ligadas por uma força interdimensional, inquieta para sair de sua prisão.

Avatar do usuário
DragonKing
Mensagens: 579
Registrado em: 17 Abr 2018, 11:24

Re: VIGILANTES-PROLOGO-RESPONSABILIDADE

Mensagem por DragonKing » 18 Jul 2018, 17:36

AARON

A sirene dos carros de polícia eram um dos principais instrumentos que compunha a grande orquestra que era a cidade de Nova Iorque, mas um pequeno ponto no meio daquele conglomerado de prédios estava um bairro de imigrantes como vários pelo país, Chinatown. Os idiomas asiáticos se misturavam no pequeno bairro, o cheio de peixe e comida de rua eram característicos e o que atraia os turistas e os próprios habitantes da cidade, porém havia muito mais coisas ali, muitas máfias perambulavam por Chinatown sob os olhos dos desatentos e você não era um desses.

Você acabava de chegar da escola, não era exatamente o melhor ambiente do mundo para era melhor do que estar em casa. Seu pai havia sido baleado durante uma abordagem no Bronks, estava de licença médica em casa e o que tornava a convivência extremamente estressante, ele já possua um gênio forte e com o sentimento de impotência era pior do que o normal. Quando você chegou, quase ao anoitecer ele estava na mesa da cozinha com várias contas espalhadas, ele lhe encara sério enquanto tomava um gole de cerveja.

—Fazem duas horas que você largou, se não posso contar com você quando preciso não faz sentido continuar lhe sustentando.—Ele bebe mais um gole de cerveja e ao perceber que havia acabado ele manda você pegar outra —Se você tivesse um emprego em vez de ficar trancado no seu quarto eu não teria que lidar com toda essa merda sozinho

Ele se levanta com dificuldade pegando a bengala, a cerveja e seguindo para a sala onde ao lado da sua poltrona havia um rádio amador ligado a frequência da polícia. Desde que estava de licença a única coisa que ele fazia era beber e escutar a frequência de rádio e se lamentar por não estar lá para ajudar e no final você se tornava o culpado por toda a desgraça na vida dele, você sabia que não adiantava discutir ele nunca o veria como você desejaria e se descobrisse que era o rosto por trás da máscara do Punição as chances de vocês esquecerem o passado e se tornar uma família feliz iria do 0 ao –100.

Você prepara algo rápido para comer e segue para o seu quarto, são horas e horas se passando enquanto escuta seu pai resmungar. De várias ocorrências que o rádio transmitia uma chamou sua atenção, pois era próximo de onde vocês moravam. Ele se levanta indo para a janela em busca de algum sinal. A central enviava viaturas para um caso de roubo porém a palavra "Aprimorado" surge e você apenas recorda de um caso isolado no centro onde um Aprimorado salvou a vida de uma médica antes dela ser atropelada.

WANG

Você abre os olhos depois de mais uma meditação. Era cedo, como o de costume, e o cheiro do café da manhã escapava da cozinha da pequena casa tradicional em meio a todos os prédios de Chinatown. Seus olhos contemplam o céu azul e os pássaros, mas sua memória lhe leva ao centro de Nova Iorque quando em meio ao céu azul como este, alienígenas sobrevoavam causando pavor e destruição, sua atitude lhe causou um momento de êxtase de heroísmo, mas também colocou uma marca em sua testa.

Você ouve vozes, uma delas é o se tio a outra, de uma mulher, não lhe é familiar eles conversam em mandarim e você pega apenas alguns poucos detalhes, mas no geral ela parece estar agradecendo por um favor. Você os observa caminharem juntos pelo jardim, seu tio com a mesma postura de sempre porém a mulher está coberta por um traje amarelado com capuz e não consegue ver seu rosto. Ela entrega uma pequeno baú de madeira para o seu tio e se curva em reverência, caminhando em direção a saída e abrindo um portal semelhante a magia que aprendeu atravessando-o e desaparecendo. Curioso você se aproxima olhando em direção a onde o portal estava. Seu tio entra na casa e segue em direção ao estoque da loja de antiguidades.

—Não é da sua conta. — Ele fala antes de você fazer qualquer pergunta Negócios do tio, você não precisa se meter. Ele abre um baú velho, ele olha pra você fazendo um gesto para se virar e coloca a caixa dentro.—Su precisa de ajuda, vá lá ver o que Su precisa!

Ele ignora todas as suas investidas sobre quem era a mulher e o que tinha na caixa, sua reposta era padrão até que perde a paciência e ameaça lhe por você para impar o banheiro pelo resto da vida. Você desiste e segue para a frente de loja. O movimento não era exatamente os melhores, sendo a área de ervas e temperos exóticos a que atraia a maior parte dos clientes e os turistas caiam fácil na lábia de Su e vendia açafrão como erva afrodisíaca.

—Essa é elva muito boa pala ouvido, labilintite, pode levá eu galanto. Você felve cinco folha em água molna e deixa infusão meia ola. Depois bebe nolmal.— Os turistas adoram e agradecem em um mandarim estranho e ela entra na loja irritada.— Tive que pelchinchá ou eles não levaliam, seu tio tem que complá mais laiz velmelha, tá acabando.—Ela passa por você indo para o balcão colocar o dinheiro no caixa.—O que você ta fazendo aqui cedo?Ta doente?

Antes que você respondesse um grupo de pessoas se acumula em frente à loja, todos com celulares e câmeras apontam para você. Eles apontam com os dedos, falam seu nome e se aproximam aos montes, pedindo autógrafos. Su abre um sorriso e aproveita a situação para tentar vender algumas peças paradas na gente de loja já alguns meses, você tenta desviar um pouco das pessoas sem ser rude quando nota algum estranho do outro lado da rua, todo vestido de um vermelho vinho e capuz uma garota lhe puxa para uma selfie tomando sua atenção e quando você escapa dela e olha novamente para a rua o estranho ser não se encontrava mais lá.

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5204
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: VIGILANTES-PROLOGO-RESPONSABILIDADE

Mensagem por John Lessard » 18 Jul 2018, 21:41

Os sons de Nova Iorque, especialmente de Chinatown se tornaram normais, partes do cotidiano, assim como a sensação de se voltar para aquele apartamento, naquele prédio antigo. A presença constante do pai, de licença médica era... Deprimente. Sua habilidade de reclamar, especialmente de Aaron, parecia estar muito afiada. O rapaz sentia, ou melhor sabia, que nunca fora o que o pai desejava. Ouviu as queixas em silêncio, abrindo a geladeira e apanhando a cerveja que ele pediu.
Imagem
- É, estou procurando pai... Quem sabe um emprego de verão...
Balançou a cabeça, quando percebeu que ele não prestava mais atenção e sim no rádio de polícia.
Imagem
"Ah, e sim, minhas notas estão ótimas e obrigado por perguntar como eu estou depois que minha namorada morreu..."
Bufou e foi para seu quarto, largou a mochila no chão e se deitou largar na cama. Aaron era um rapaz não muito alto, porém esguio de corpo definido e alongado. Preferia usar roupas que cobrissem mais o corpo, para esconder o uniforme e também para não revelar seu físico. Ele era um nerd na escola, excluído, esse tipo com lutador geralmente não combinavam e ninguém poderia fazer nenhuma associação. Levantou-se depressa, com os cabeços negros bagunçados.
Imagem
"O rádio disse aprimorado?! Hm, é aqui perto..."
Correu até a porta e espiou, o pai já deveria ter dormido no sofá. Trancou devagar e começou a se despir-se, revelando o uniforme negro por baixo. Apanhou seus apetrechos na mochila. Colocou seu colete, ajustou o tonfa na cintura e a pistola na perna. Abriu a janela e sentiu o ar frio da noite, colocando sua máscara finalmente.
Imagem
- ...
Puxou sua pistola, apontou e disparou o gancho e corda, balançando-se para longe.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13714
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: VIGILANTES-PROLOGO-RESPONSABILIDADE

Mensagem por Lord Seph » 19 Jul 2018, 10:56

Como começou o dia? Lembranças de um passado mais tranquilo que não voltaria mais.

Diante do mundo, Wang Zyang foi renegado por seu pai Palong e tendo que viver com seu tio Bao.

A verdade é que Palong não podia arriscar a vida de todos os membros da família Zyang após revelar sua natureza. Por sorte a mídia acredita serem super poderes e não magia.

Bao por outro lado alertou Wang de que agora poderia haver inimigos não só da família, mas seres além desse mundo.

- Não posso reclamar disso, foi minha escolha afinal.

Wang finalmente retorna a realidade, pegando alguns objetos para seu ofício e itens para arrumar um lugar para estudar.

- Bem que podia ter uma Hogwarts para ensino superior nesse país.

Wang força um sorriso enquanto seguia pelos corredores daquela casa até ver seu tio. Mas claro, nada responde e Wang dá de ombros.

Suzu trabalhava forçando aquele sotaque para enganar turistas, mas antes de qualquer reação uma confusão se instaura, mas Wang consegue ver algo anormal, alguém vestido como um daqueles vigilantes dos noticiários. Mas ele some antes de ver mais claramente.

- Ok, pessoal eu preciso ir. Obrigado pela consideração e até mais. Suzu vou ver se entro em uma universidade pública ou algum lugar que não ligue para mim, avisa ao meu tio que vou demorar. Qualquer coisa ele se comunica comigo.

Wang então tenta educadamente se afastar daquelas pessoas até achar um beco vazio e voar até uma escada de incêndio e usá-la para subir e despistar aquelas pessoas.

- Sério, como Tony Stark suporta isso?

Sem que ninguém note Wang usa um feitiço de teleporte para ir para longe daquele bairro.

- Eu realmente não tenho sorte. Bem, vamos ver um bom lugar para estudar.

Wang caminha pelas ruas de Manhattan em direção ao Museu de História Natural.

Subitamente Wang se lembra de onde havia visto aquelas roupas, não eram de vigilantes, mas de magos.

- O que raios um Mago ocidental estava querendo por Chinatown?

Wang se pergunta antes de correr de volta para o beco de onde veio e se teleportar de volta para seu bairro.

- Ok, ancestral Fei Tian me permita ver o que não pude ver.

Wang coloca a Máscara de Fei Tian e procura traços de magia além da sua.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
DragonKing
Mensagens: 579
Registrado em: 17 Abr 2018, 11:24

Re: VIGILANTES-PROLOGO-RESPONSABILIDADE

Mensagem por DragonKing » 19 Jul 2018, 16:45

AARON

Era a noite que você se libertava das amarras que o prendiam ao passado e a morte de Melee, era a forma de fazer o que tinha que fazer e ao mesmo tempo manter os pensamentos ruins longe de sua cabeça, era o foco que precisava para seguir em frente. Você se movia ágil pelos prédios e becos escuros ao redor do bairro, não possuía um radio da policia consigo e teria que rastrear o aprimorado da sua forma. Sob o terraço de um prédio você observava toda Chinatown em busca de qualquer sinal que lhe indicasse o paradeiro do aprimorado.

Infelizmente você não estava em um bom dia, algo lhe tirou o foco, seus pensamentos ou as palavras do sue pai, não tinha como saber mas algo atrapalhou seu foco impedindo-o de ver uma chama avermelhada se aproximar, ela atinge a parede sob seus pés, seus reflexos são rápidos e consegue saltar para evitar ser atingido pelas chamas, você vê de onde ela veio, contudo antes que você agisse sente o solo sob seus pés ruírem, parte de onde o prédio foi atingido cede ao impacto e você cai para frente, porém seus reflexos rápidos permitem que você gire o corpo e dispare seu gancho balançando até o solo e girando em uma cambalhota.

Parte dos tijolos e hastes de metal caem sobre você ,mas apenas impacto o incomoda. De onde está você vê mais chamas cruzando o céu. Você nunca havia enfrentado um aprimorado e tudo o que sabia era o que via na TV ou no YouTube, como o vídeo do centro da cidade que se espalhou rapidamente na internet. Se alguém tinha o poder de causar esse tipo de destruição então era mais uma razão de ser parado, nesse momento um dilema passa por sua cabeça, era um risco, mas se conseguisse detê-lo certamente seria um triunfo e saberia que seria capaz de qualquer coisa, não apenas isso toda a cidade saberia que havia um herói de verdade e não como aqueles boatos vindos do Brooklyn.

WANG
A mascara de Fei Tian se encaixava perfeitamente no seu rosto, imediatamente você sento o poder magico dela lhe envolver e passar suavemente pelos seus olhos então sua visão fica mais limpa, tudo fica mais claro, porém não havia sinal algum de magia naquele lugar e isso lhe deixava extremamente confuso. Você caminha por todo o quarteirão porém não havia sinal de traços de magia nem do mago em trajes vermelhos, talvez tenha sido coisa da sua cabeça uma breve ilusão de ótima, frustrado só lhe restava seguir com o seu plano anterior.

Você passa o dia todo na biblioteca voltando apenas no final da tarde. A rua estava muito mais quieta do que o costume e isso lhe agradava, pelo menos não haviam turistas e outros tipos de fãs atrás de uma foto ou um autografo seu, você entra como o de costume, a loja já estava fechada e pelo horário seu tia provavelmente estava terminando seu jantar ou indo para a cama. Su estava na cozinho pois você podia ver jogando o conteúdo de um balde nas plantas do jardim, ela acena para você quando lhe vê e você segue para seus afazeres noturnos, toma um banho , se alimenta com uma boa sopa de legumes com macarrão e no fim estava de volta ao seu quarto, pensativo sobre o que vira mais cedo.

Então você ouve algo que parecia um grito, pela voz provavelmente era Su. Você deixa o lugar correndo apenas para ver ela caída no chão, seus olhos estavam abertos, ela estava parecia respirar e estava consciente, porém não se movia como se es estivesse congelada de medo. Você olha em volta apenas para ver alguém parado ao seu lado com a caixa que havia visto mais cedo com seu tio, era o mago que havia visto mais cedo. Entre as pernas dele você podia ver seu tio caído também, tentando inutilmente se levantar, o mago então chuta você, no reflexo você levanta os baços e seu anel cria um campo luminoso de magia lhe protegendo, mas não o suficiente você é jogado para trás com o impacto e o mago corre e salta uma distancia descomunal para fora da propriedade.
Wang conseguiu absorver boa parte do dano causado porém está com -1 nos próximos testes de resistência contra dano

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13714
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: VIGILANTES-PROLOGO-RESPONSABILIDADE

Mensagem por Lord Seph » 19 Jul 2018, 18:19

Tudo foi muito rápido. O encapuzado havia invadido seu santuário e agredido Suzu e seu Tio e por pouco ele próprio não foi derrubado também.

Com esforço Wang vai até a janela e ainda consegue ver o encapuzado. Ele vê que tanto Suzu quanto seu Tio aparenta estarem bem ele recita uma magia.

Que meu ancestral me ouça e permita-me usar sua força. Invoco em meu nome as Correntes de Fei Tian!

Wang termina seu feitiço com um gesto como tentasse agarrar alguém, e mesmo sentindo um pouco de dor ele voa até o local onde o inimigo deveria estar preso.
Conjurei Corretamente de Fei Tian no inimigo. Ataque 23, Iniciativa 8.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5204
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: VIGILANTES-PROLOGO-RESPONSABILIDADE

Mensagem por John Lessard » 20 Jul 2018, 07:28

Aaron sentia o ar frio da noite, enquanto pulava por entre prédios e becos. Tudo aquilo ainda era surreal para ele e tentava não se exceder muito para não correr riscos desnecessário até se acostumar de vez com a altura e não acabar com o pescoço quebrado num canto sujo qualquer de Chinatown. Sua mente estava um turbilhão e acabou não percebendo a bola de fogo vindo em sua direção quando parou para observar. O rapaz abaixou-se depressa, sentindo o calor do ataque passando passar por muito pouco. Outro ataque veio em sequência, destruindo o chão sobre seus pés. O vigilante então rodou no ar, já sacando sua pistola e disparou seu gancho, preso a parede, deixou-se balançar-se para frente e rolou pelo chão, diminuindo os danos da queda. Correu apressado até tomar uma parede como proteção. Ele não sabia se tinha sorte ou azar por ter encontrado o aprimorado... Ou o aprimorado tê-lo encontrado.

Fitou suas mãos e percebeu que tremia, talvez aquilo fosse demais para ele.
Imagem
"O que acha que está fazendo Aaron Peters? Você tem um uniforme e bateu em meia dúzia de trombadinhas, mas é um super herói? Você é apenas um jovem de de 17 anos, que luta kung fu e fez algumas bugigangas com sucatas...
Ele tentou dar uma espiada, tinha uma leve noção de onde havia vindo os ataques.
Imagem
"Nem o senhor Yamada enfrentaria um cara desses e ele é um mestre... Ok, mas qual a opção? Voltar para casa, fugir e escutar as reclamações de meu pai de como eu não sou útil?
Aaron não sabia ainda, mas no fundo ele adorava a adrenalina, fechou sua mão e levantou sua pistola.
Imagem
"Muito bem, alguém precisa fazer isso, o Capitão América ou o Homem de Ferro não vão aparecer pra ajudar... Vamos lá!"
Ele contornou, tentando permanecer escondido, apontou sua pistola para o prédio em frente, disparou e içou-se para cima.
Furtividade (2) + 10 = 12
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
DragonKing
Mensagens: 579
Registrado em: 17 Abr 2018, 11:24

Re: VIGILANTES-PROLOGO-RESPONSABILIDADE

Mensagem por DragonKing » 21 Jul 2018, 11:43

WANG

Você tene a magia fluir pelos seus braços fazendo com que as correntes transparente projetem em direção ao ser encapuzado que corria pela rua deserta, você sente o tranco delas atingindo-o e usando a magia incrustada em suas tatuagens de dragão, voa até uma distancia segura. Ele esta parado ,mas olha para você por cima do obro, você ão vê seus olhos, mas consegue perceber algo que lembrava um sorriso então chamas vermelhas começam as e formar ao redor dele e antes que você pudesse reagir com velocidade essas chamas se tornam bolas de fogo rubro e são lançadas para todos os lados, atingindo, prédios, lojas, carros e você.

Você sente o impacto das chamas, novamente sua magia o protege , mas não o suficiente, suas roupas são chamuscadas e parte o seus braços são queimados, você sente os ferimentos arderem, contudo parece que as chamas estão lhe queimando de dentro para fora. O ser coloca a caixa nas costas e se vira pra você, você consegue ver os olhos dele em chamas sob o capuz e as mesmas chamas envolvem seus braços.

-Não sei se o chamo de corajoso ou estupido,herói.- A voz soa duplicada, como se houvessem duas vozes falando uma aguda e outra grave. Uma feminina e uma masculina.-Sua magia não irá me deter nem lhe proteger.
Wang não passa no teste de Esquiva e sofre o dano completo do ataque em área, sofrendo -1 de penalidade cumulativo em seus testes de Resistência contra dano.
AARON

Seus pensamentos lhe confundem, você sabia do risco que está correndo o desafio que estava prestes a encarar, seria o primeiro da sua vida de vigilante, enfrentar um oponente sobre-humano era algo inimaginável para você, mas depois da batalha de Nova Iorque você sabia quem em algum momento isso aconteceria, a adrenalina lhe dava folego e coragem para continuar, você vê um grupo de pessoas correndo na direção contraria provavelmente se fastando da área onde a bola de fogo avermelhada tinha vindo.

Você corre pelo beco, com agilidade lança seu cancho em um prédio próximo usando o balanço para ser jogado sobre o terraço, durante caminho você ouve uma explosão e ao fundo sirenes da policia se aproximando. Você saltar de telhado em telhado até finalmente se abaixa observando duas pessoas em frente uma da outra. Um deles é um ser encapuzado com chamas vermelhas em seus braços, do outro um oriental que você reconhece dos noticiários, ele é um Aprimorado que ficou muito famoso ao proteger as pessoas durante a Batalha de Nova Iorque, você não lembra os eu nome, mas lembra dos videos na internet.

Você ouve o encapuzado falar, mas não consegue captar as palavras pois a voz dele soa estranha e você está distante demais para entender o que ele dizia, o encapuzado parece está bem, mas o oriental estava com parte dos seus braços queimados e seu corpo estava em volto de uma energia ,como se essa energia lhe protegesse.


INICIATIVA

ENCAPUZADO-XX
AARON-11
WANG-8

STATUS

AARON: ESQ: 8 APA: 8 RES: 2/4 FOR:2 VON: 0 CONDIÇÕES:
WANG: ESQ: 3 APA: 2 RES: 1/5 FOR:3 VON: 5 CONDIÇÕES:Resistência -2
Editado pela última vez por DragonKing em 22 Jul 2018, 21:00, em um total de 1 vez.

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5204
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: VIGILANTES-PROLOGO-RESPONSABILIDADE

Mensagem por John Lessard » 22 Jul 2018, 20:15

Aaron corria controlando a respiração pelos telhados, saltou por cima de um vau que daria num beco e parou na beirada de um prédio. Olhou a rua mais abaixo semicerrando os olhos, um aprimorado estava enfrentando alguém e parecia estar vencendo. O outro sujeito Aaron conhecia dos noticiários e da internet, era famoso e tinha poderes... E se ele estava com problemas, quem seria ele para ajudar? Bem, isso não importava, era uma boa pessoa que precisava de ajuda. Além do mais, o cara das chamas parecia perigoso e não se importava com os danos colaterais que causava a cidade e quem possivelmente viria a machucar alguém. Aaron disparou seu gancho mais uma vez e balançou-se para baixo. Enquanto cortava o vento, sentiu-se mais vivo do que nunca em sua vida, aterrissando com um rolamento perfeito, ficando em frente ao vilão.
Imagem
- Muito bem, já chega!
Seu movimento terminou num golpe. Flexionou a perna direita, enquanto manteve a esquerda esticada, recuando o braço esquerdo e desferiu um soco com o braço direito esticado no abdômen do inimigo.
Movimento: gancho, acrobacia 21
Padrão: Ataque 18.
[/quote]
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13714
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: VIGILANTES-PROLOGO-RESPONSABILIDADE

Mensagem por Lord Seph » 23 Jul 2018, 08:13

Wang pousa e apaga as partes chamuscada das roupas, então vê outra pessoa entrar no campo de Combate. Um vigilante, mas não importava.

- Sério mesmo que você usou essa frase de vilão de quinta categoria?

Fala Wang enquanto gesticula com as duas mãos.

Evoco a Rajada Mística de Fei Tian

Após o Cântico Wang projeta seu raio de energia Mística contra o alvo, mas ele erra.

- Já que é para ser clichê, quem é você e o que você roubou do meu tio?

Wang fala para o encapuzado ignorando o recém chegado, ele não parecia estar com o outro, mas não devia deixá-lo se envolver em seus problemas. Já havia danos colaterais demais.
Usei Raio Místico com Ataque 15, fail
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Responder

Voltar para “Dragon King's Den”