Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13713
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por Lord Seph » 01 Abr 2020, 10:39

A conversa não teve rodeios, sendo objetiva naquilo que precisava ser feito.
Imagem

Estou de acordo com o plano, resta saber se Khaled também concorda.
O garoto era totalmente diferente de Jihad, enquanto um era poder e destruição, Khaled parecia mais um lago com pequenas vibrações em seu espelho d'água.
Imagem

Se não houver problemas, deixo com você toda a questão diplomática e social, Khaled, e derrubo quem precisar.
Ladon fala em um tom humorado, aguardando a resposta do novo companheiro.

Depois daquilo iria ver quanto dinheiro podia fazer com os espólios e comprar alguns itens Alquímico.


Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5201
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por John Lessard » 01 Abr 2020, 13:03

Ato 5: A Sombra do Último Soldado

Imagem

Lyane pareceu contrariada com o cavalariço, então lhe deu uma moeda e disse que passaria no estábulo de alugueis para resolver a pendência antes de sair da cidade. O garoto deu um sorriso e arregalou os olhos vislumbrando a moeda de ouro.
Imagem
- Muito obrigado, senhorita.
A clériga por sua vez deu um sorriso contido e um aceno de cabeça para Vladimir.
Imagem
- Ficarei feliz em aguardar, sir.
Vladimir por sua vez tinha ma visita muito mais importante, uma clériga de Khalmyr que o convocava de volta para Yuden. O cavaleiro e a nobre estavam de saída cada qual para seu destino. Ladon e Khaled iriam ficar em Villent, enquanto Aldred e Maryanne iriam retornar para Valkaria na companhia da oficial do exército.

Restava agora resolver as últimas pendências em Villent, a venda de espólios e as despedidas. E então, aquele grupo improvável, estava prestes a se separar.
Notas do Mestre:

Postem suas ações finalizadoras, sendo resolvidas por Telegram, quando necessário.

***

Próxima atualização dia 23/03, segunda-feira

Dados dos Personagens

Imagem - Aldred <> PV: 69/69 CA: 22/22 PM: 0/0 PE: 6/6 PA: 1 <> Postura: - <> Condição:
Imagem - Maryanne <> PV: 52/52 CA: 22/22 PM: 0/0 PE: 3/3 PA: 0 <> Postura: - <> Condição:
Imagem - Ladon <> PV: 101/101 CA: 21/21 PM: 0/0 PE: 0/0 PA: 1 <> Fúria: 2/2 <> Condição:
Imagem - Lyane <> PV: 60/60 CA: 31/31 PM: 0/0 PE: 0/0 PA: 1 <> Orgulho: 2/2 <> Postura: - <> Condição:
Imagem - Vladimir <> PV: 92/92 CA: 26/26 PM: 0/0 PE: 3/3 PA: 2 <> Desafio: 5/5 <> Postura: - <> Condição:
Imagem - Khaled <> PV: 30/30 CA: 15/15 PM: 20/20 PE: 0/0 PA: 1 <> Desejo: 1/1 <> Música de Bardo: 14/14 <> Voo: 1/1 <> Condição:
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Toyoda
Mensagens: 1784
Registrado em: 18 Mar 2014, 02:26

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por Toyoda » 03 Abr 2020, 03:21

Flash back!

No banquete, Adelle lhe pergunta sua idade, iria responder, mas Vladmir falou antes contando de suas historias de criança. Mas o assunto ficou em sua mente, em que ano estavam?

Na manhã seguinte houve a reunião, Lyane contava a todos o que estava acontecendo, e a presença da Mary a seu lado era seu conforto. Uma pequena parte de seu objetivo, ainda faltava encontrar Jhon, Zidane e Pelleas. Apesar de não ter ideia de seus paradeiros, ainda era seu objetivo.
Maryanne
Imagem
Seu bobo, eu vou aonde você estiver agora. Mas seria legal mandar mensagens para aventureiros que conhecemos e temos confiança. Eles podem ajudar aonde quer que estejam. Eu pensei em John e Zidane.
Khaled
Imagem
Isso! Vamos mandar uma carta! Sabe onde estão? Vou querer escrever um verso a cada!
Sorriu o bardo com pensamentos de todos os amigos novamente unidos.
Aldred
Imagem
E então, o que dizem vocês?
Maryanne foi a primeira a responder, erguendo o próprio braço e o de Khaled também fazendo o bardo voltar ao momento presente
Maryanne
Imagem
Estamos dentro! E vamos acompanhar você e lady Lyane aqui em Villent.
Khaled
Imagem
Sim! Estou dentro! Onde Mary for eu vou.
Porem, antes que pudesse ficar consistentemente feliz, Lyane lhe da uma tarefa, e Mary insiste a Aldred que deveriam retornar a Valkaria. Khaled esmaece.

Não queria ficar ali, queria reencontrar seus amigos, queria poder velos novamente, alegrar a todos com um conto, cantar junto a Mary para os outros ouvirem, dormir pensando onde iriam se aventurar no dia seguinte.

Mas era-lhe pedido que investigasse o local. Era verdade que ele tinha habilidades para tal, e realmente era algo importante para o povo, tanto de lá, quanto todos os não humanos que haviam, isso incluindo ele próprio...

Conflitava internamente, mas, deveria adiar a busca pelos seus amigo em prol a algo maior...

Mary parecia sentir a mesma coisa, não que o consolasse, mas, ela também olhava para o objetivo maior, e para o como seriam mais uteis naquele cenário todo.
Imagem

Estou de acordo com o plano, resta saber se Khaled também concorda.
E enfim o Qareen toma a voz
Khaled
Imagem
Admito que um pouco a contra gosto, preferia seguir viagem com Mary em busca de nossos antigos amigos... Mas, acho que posso ser mais útil aqui!!!
Khaled sorri amigavelmente, seria útil, e isso era bom.
Imagem

Se não houver problemas, deixo com você toda a questão diplomática e social, Khaled, e derrubo quem precisar.
Khaled
Imagem
Claro! Sei que daremos uma boa dupla!!

Então Khaled desce um pouco atrás de Mary e Aldred, viu ambos cochichando, mas não conseguiu escutar o que era.

La em baixo, após Vladimir se despedir da emissária, ele se achega e fala para ambos, mas principalmente focando em Adelle:
Khaled
Imagem
Acabei não falando ontem, mas eu realmente sou novo, tenho apenas 64 anos hahahaha
Adib e minha mãe não me permitiram que saísse da nossa cidade antes que eu completasse 60 anos, e agora estou aqui! Novamente me aventurando!
Trocam mais algumas palavras, e Khaled sobe ter com Mary. Se encosta na cabeceira da cama enquanto ela arruma suas coisas para a viagem:

Khaled
Imagem
Sabe Mary, fiquei muito feliz em te encontrar... Ou melhor, em ser encontrado por ti!
Gostaria de ir com vocês, conhecer sua família, Valkaria! Preciso conhecer Valkaria, ver todo o esplendor que é contado pelos bardos.
Depois teríamos com Jhon, Zidane e Pelleas. Iriamos para algum lugar que a Honra de Jhon fosse requisitada, você iria fatiar qualquer um que entrasse em nosso caminho, Zidane iria tirar aquelas facas de sei la onde! Uma engenharia incrível, e Pelleas iria atirar uma flecha entre os olhos de cada um que se opusesse.

Depois sentaríamos em volta de uma fogueira e cantaríamos juntos! Eu com meu alaúde e você com seu violão, um belo dueto!

Dormiríamos com as estrelas sob nossas cabeças, e n dia seguinte, depois do desjejum, seguiríamos para uma cidade nova com novos desafios!
Khaled olha p amiga num misto de felicidade e tristeza. Mas, se atem ao pequeno sonho que compartilhou ali, e sorri. Sorri pois sabe que um dia faram o mesmo, talvez com mais amigos, talvez com Ladon, Aldred, Lyane, Vladmir, Adelle, Alcaçus, Ligia, Carlos, quem mais não poderia se juntar a eles? Lembra de Nadinah por um instante e um flash passa por sua cabeça, algo não muito claro, um misto de sensações e lembranças, algo quase intraduzível em forma de palavras, e por fim comenta:
Khaled
Imagem
Ah sim... Nadinah mandou lembranças...
Seu semblante voltou a ser risonho, apesar da seriedade das palavras.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17587
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por Aldenor » 03 Abr 2020, 12:03

Aldred tirou os óculos, guardando em um bolso da jaqueta, dentro de uma caixa de madeira. Não estava confortável, sentia o corpo meio mole e a luminosidade muito grande. Ressaca, que chama. Maryanne, entretanto, parecia nova em folha, embora se separar de Khaled tenha cortado boa parte de sua empolgação. Se aventurar com o irmão e encontrar o qarenn foram as motivações que faltavam para que ela esquecesse o trauma de Gorsengred e seguisse adiante.

Estavam no salão comunal, onde sir Vladimir e lady Lyane recebiam suas instruções. Na verdade, somente o cavaleiro, pois a oficial apenas recebia uma notificação pormenor de um cavalo alugado. Aliás, a ideia de comércio de cavalos sempre desagradou Aldred e um pouco Maryanne. Irmãos valkarianos criados por um namalkahniano.
Aldred
Imagem
Bom, acho que as coisas serão resolvidas da melhor maneira possível. Vou ver como Atrevido está e prepará-lo.
Maryanne voltou ao quarto em seguida para arrumar a mochila de seu irmão e a sua. Foi quando Khaled se aproximou. Contou com nostalgia uma aventura dos sonhos com John, Zidane e até mesmo Pelleas. Os olhos de Maryanne se umedeceram, acompanhados de um largo sorriso. E então, ele menciona Nadinah, com uma mensagem do além. Maryanne abraçou o bardo.
Maryanne
Imagem
Logo estaremos todos reunidos, Kaká. Depois que esse problema passar, vamos todos nos reunir para relaxar, comer, beber, brincar e cantar. Tudo voltará a ser como antes, vamos nos aventurar e ter boas histórias pra contar.
Era o que Maryanne mais queria, vivenciar aventuras como nas canções, embora tivesse experimentado momentos de muita tensão em Vectora, Prado Verde e Gorsengred.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5201
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por John Lessard » 03 Abr 2020, 20:02

Ato 5: A Sombra do Último Soldado

Imagem

Estavam acertados então, Lyane iria para a capital junto de Aldred e Maryanne, enquanto Vladimir iria voltar para Yuden junto de Adelle e Margareth. Enquanto isso, Ladon e Khaled ficariam em Villent fazendo sua parte. O bardo estava um pouco contrariado com a decisão, porém aceitou, lembrando que o que faria seria por um bem maior e quando tudo estivesse resolvido poderia se reunir com seus amigos mais uma vez.

Todos partiram juntos em direção ao portão da cidade. O clima de tensão ainda era visível como na noite anterior, guardas e soldados patrulhavam ruas e muralhas constantemente. Pela proximidade com Yuden, há muito a cidade havia começado a treinar homens para combates bélicos reais e não apenas para salvar gatos de árvores ou deter briga de bêbados. A disciplina marcial falava por si só, assim como o equipamento de combate sério.

Lyane parou no estábulo e acertou o valor do cavalo desaparecido e então seguiram. Nos portões da cidade Ladon exibia o físico avantajado em contrate a Khaled. Ambos ficaram para trás, após despedidas enquanto Lyane, Aldred, Maryanne, Vladimir e Adelle cruzavam o arco do portão, em direção a estrada que cortava as campinas. Em breve o cavaleiro iria se separar do grupo maior em direção ao leste e estariam fragmentados por completo.

Azgher brilhava sobre os campos verdes, aconchegado na imensidão azul que era o céu. Aquilo poderia significar esperança e alegria vindouros, que tempos mais claros estavam por vir. Ou apenas um último suspiro de tranquilidade, antes da tempestade chegar.
Notas do Mestre:

Este é o fim da Parte 1 - Rastros de Guerra. Vocês ainda podem realizar um último post. As pedras foram entregues como parte da recompensa, então quem precisar vendê-las, assim como demais espólios, poderá fazer em OFF, mas também incluir em seu post final, se assim desejar. Essas vendas serão resolvidas pelo Telegram.

Dados dos Personagens

Imagem - Aldred <> PV: 69/69 CA: 22/22 PM: 0/0 PE: 6/6 PA: 1 <> Postura: - <> Condição:
Imagem - Maryanne <> PV: 52/52 CA: 22/22 PM: 0/0 PE: 3/3 PA: 0 <> Postura: - <> Condição:
Imagem - Ladon <> PV: 101/101 CA: 21/21 PM: 0/0 PE: 0/0 PA: 1 <> Fúria: 2/2 <> Condição:
Imagem - Lyane <> PV: 60/60 CA: 31/31 PM: 0/0 PE: 0/0 PA: 1 <> Orgulho: 2/2 <> Postura: - <> Condição:
Imagem - Vladimir <> PV: 92/92 CA: 26/26 PM: 0/0 PE: 3/3 PA: 2 <> Desafio: 5/5 <> Postura: - <> Condição:
Imagem - Khaled <> PV: 30/30 CA: 15/15 PM: 20/20 PE: 0/0 PA: 1 <> Desejo: 1/1 <> Música de Bardo: 14/14 <> Voo: 1/1 <> Condição:
[/quote]
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17587
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por Aldenor » 04 Abr 2020, 20:18

Aldred viu todos reunidos no salão comunal, logo após preparar Atrevido. Antes que cada um partisse para um destino, decidiu falar algumas palavras, chamando-os para uma mesa. Maryanne havia descido com Khaled pouco antes.
Aldred
Imagem
Jogo rápido. Gente, então é isso. Todos aqui mostraram ser aventureiros experientes, vivenciados na estrada e forjados na batalha. E agora esbarramos com um problema que tem ramificações complicadas na política. Normalmente aventureiros não se metem com esses assuntos, deixando nas mãos dos soldados, cavaleiros e nobres. Mas a gravidade da situação é grande demais para ficarmos de fora. Afeta a todos nós. Temos que proteger a liberdade dos não-humanos que também merecem uma vida digna em Arton.
Ele falava olhando nos olhos de cada um, principalmente de Ladon e Khaled, tentando passar confiança a eles. Maryanne balançou a cabeça concordando. Estava séria e segurava um braço, mostrando receio pelos dias difíceis que viriam.
Maryanne
Imagem
Gente, uma sugestão... vamos mandar mensagens por meios mágicos, contratando magos ou qualquer coisa parecida. É um contato mais rápido e mais seguro. Aldred, quando chegarmos em Valkaria vou mandar mensagem para John e Zidane com ajuda de mamãe.
Aldred fez uma careta, mas concordou balançando a cabeça.
Aldred
Imagem
Já é. Partiu.
***

Villent era uma cidade grande, uma metrópole respeitável e antiga. Seria um bom lugar para trocar suas duas pedras preciosas, recompensa pelo trabalho pra cidade. Mas Aldred preferia ir num joalheiro de Valkaria. Maryanne não fez objeção, pelo contrário: ficou feliz por ganhar uma.
Aldred
Imagem
Eu devia te dar só metade de uma... ficou de fora do começo. Hehe
Maryanne
Imagem
Não seja bocó.
Deu um cutucão em sua costela. Ambos cavalgavam em Atrevido, ao lado de Lyane e seu cavalo desnomeado. Seria uma longa viagem com poucas paradas. Aldred havia sugerido não para em cidade nenhuma, nem mesmo vilas ou aldeias. Somente na estrada, evitando qualquer tipo de problema que poderia surgir.
Aldred
Imagem
Porque se um prefeito pedisse para nos livrarmos de lobos gigantes que atormentam sua vila, eu não recusaria de jeito nenhum.
Comentou um dia desses durante a viagem.

Maryanne era bem animada. Cantava ao anoitecer, gostava de conversar com Lyane e lhe perguntava sobre suas missões. Ouvia com atenção e fazia intervenções pontuais. Aldred ficava a margem dessas conversas, mas fazia questão de contar também seus imbróglios como aventureiro.
Aldred
Imagem
Fico me perguntando por onde anda Caleryx, o Dragão Branco. Será que ficou mais poderoso nesses dois anos de liberdade? Espero que não esteja causando problemas.
Maryanne
Imagem
Alguns dragões brancos são bondosos, sabia? A Rainha dos Dragões Brancos, a Beluhga, é um exemplo disso. Dizem que era amante de Khalmyr e também de Sckhar... Khalmyr a aprisionou depois de descobrir tudo.
Aldred
Imagem
Afff... deuses. Que belo filho da puta seria Khalmyr. Eu não acreditaria firmemente nessa parada não.
Maryanne deu uma risada, passando o odre de vinho para Lyane, enquanto estavam ao arredor de uma fogueira baixa fora da estrada durante uma noite estrelada.
Maryanne
Imagem
Eu acho que nunca saberemos a verdade. Mas as canções têm outro propósito além de "informar". Elas tocam o coração. Eu conheço uma música sobre ela.
Ela se pôs de pé, pegando seu alaúde. Dedilhou para acostumar e começou:
Maryanne
Imagem
Estou caminhando em direção ao castelo
Eles querem me fazer sua rainha
E há um velho homem sentado no trono
Dizendo que eu provavelmente não deveria ser tão má
Estou caminhando em direção ao castelo
Eles aprisionaram este reino
E há um velho homem sentado no trono
Dizendo que eu provavelmente deveria calar minha boca
Em direção ao castelo

Todos os minutos passando
Estou cansada de me sentir usada
Se você quiser derrubar estas paredes
Você vai se machucar
E agora meu pescoço está exposto
Implorando por um punho à sua volta
Já estou me engasgando em meu orgulho
Então não há por que chorar por isto

Não há por que chorar por isto...
Sorriu, mas seus olhos estavam marejados.

***

Valkaria.

A terra natal de Aldred e Maryanne. Mais do que isso, onde os Maedoc criaram seu nome através de seu pai e sua mãe. Havia um mundo a parte dos aventureiros onde o casal de irmãos era conhecido pela fama dos pais. E isso fornecia alguns contatos. Na verdade, Maryanne conhecia esse joalheiro, sempre foi mais interessada nessa parte dos luxos da riqueza. Aldred convidou Lyane para também vender sua recompensa ali e ganhar um bom dinheiro.

Após a negociação, Saíram com sacos de dinheiro. Agora, o objetivo era gastá-lo.
Maryanne
Imagem
Eu também conheço pessoas que comercializam itens mágicos.
Aldred
Imagem
Ah, o senhor Fausto? Eu mal lembro dele...
Maryanne
Imagem
Não, esse vende poções e pergaminhos, mas minha mãe acha muito careiro. Eu tô falando do senhor Edward Bogatir.
Aldred balançou a cabeça, não se importava com isso e achava desinteressante fazer escambo por itens mágicos. Achava mais emocionante achar um objeto mágico em uma masmorra. Porém, seus equipamentos atuais vieram de uma loja em Vectora. Aldred olhava o bracelete mágico de Maryanne com alguma inveja.
Aldred
Imagem
Bom, lady Lyane, nós vamos dar uma passada em casa. Quando tiver suas ordens, nos avise o quanto antes, certo? Boa sorte com isso.
E estendeu sua mão para cumprimentá-la. Maryanne a abraçou, menos presa à formalidades e assim, os três se separam.

Imagem

Foram em casa, onde viram seu pai e sua mãe conversando na cozinha sobre os rumos do mundo. Era final de tarde. Aldred e Maryanne contaram o que havia acontecido, sem deixar nada para trás. Maryanne fez toda a construção da narrativa desde quando apareceu e Aldred se limitou a falar do contato com os Goldenheart e o irmão de Fargrimm.
Aldred
Imagem
Barbaridade. Isso cheira a bosta de cavalo.
Therese
Imagem
Precisam de ajuda? Alguma mensagem para alguém? Talvez para aquele cavaleiro de Krast.
Aldred
Imagem
Na verdade sim. Maryanne fará isso. A gente precisa de algum ouro para comprar equipamentos melhores... pelo menos algo mágico do mesmo nível dos meus.
Maryanne
Imagem
Sim, mãe, preciso acompanhar meu irmão nessa... hã... aventura? É, aventura. É um tipo de aventura, né? E também preciso mandar mensagens. Para John e Zidane. Khaled não precisa, porque, né, está vivo e eu tava com ele. Vamos reunir a gangue toda.
Aldred
Imagem
Não se encontra mais tesouros mágicos em masmorras como antigamente...
Therese
Imagem
Claro, querida. Vou pegar no cofre.
Therese saiu da cozinha. Aldred, o filho, pegou uma banana do cesto de frutas.
Aldred
Imagem
E aí, pai. Vocês pretendem fazer alguma coisa a respeito?
Aldred, o pai, ficou em silêncio por um tempo, olhos estreitos, pensativo.
Aldred
Imagem
Se o caldo entornar, sim. Estejas certo disso.
Comentou. Therese retornou com um saco de ouro e Maryanne foi fazer a mensagem para John e Zidane.
Therese
Imagem
Lembre-se, querida, 25 palavras para cada, por favor.
Maryanne pensou um pouco e falou:
Maryanne
Imagem
"John, Maryanne. Yudenianos puristas ameaçam os não-humanos de Arton. Atacaram Villent. Precisamos nos unir. Estamos em Valkaria por enquanto esperando ordens de Lyane Sylvanna."
A mensagem foi enviada. Logo em seguida, a vez de Zidane.
Maryanne
Imagem
"Zidane, Maryanne. Yudenianos puristas ameaçam os não-humanos de Arton. Atacaram Villent. Precisamos nos unir. Estamos em Valkaria por enquanto esperando ordens de Lyane Sylvanna."
Aldred ergueu a mão. Pediu para enviar uma mensagem também.
Aldred
Imagem
"Aldred falando. Puristas yudenianos atacaram Villent. São um grupo grande, pretendem tomar o poder de Yuden. Tome cuidado. Estou em Valkaria, mas em breve partirei."
Assim, os irmãos partiram de casa.

Na loja de Edward Bogatir, os irmãos procuraram objetos mágicos úteis. Maryanne comprou uma nova chuan importada de Tamu-ra e também novas luvas de combate, ambas mágicas. Aldred ponderou um pouco, estava indeciso sobre o que fazer.
Aldred
Imagem
Acho que vou guardar. O que eu quero... não vai dar ainda.
Disse, olhando para o cinto de couro com rebites de metal de bronze, pendurado em uma estante.

Assim, os irmãos saíram da loja e Maryanne estava exultante, animada com suas novas armas.
Maryanne
Imagem
Faz tempo que não visito minha amiga Millyan. Vou fazer isso enquanto não tá tão tarde. O pai dela não gosta muito de visitas noturnas. Você vai visitar Satoshi?
Ela não queria que o irmão o acompanhasse, por isso sugeriu visitar o velho mestre. Ela mesma até tinha vontade de vê-lo, mas daria prioridade à amiga e torceria para que lady Lyane os chamasse o quanto antes para novas ordens.
Aldred
Imagem
Não... Satoshi sumiu faz um tempo, não lembra? Duvido que tenha retornado. E, além de tudo, não tenho nada pra falar. Ele não vai se envolver de qualquer jeito e nem ajudar. Que continue treinando aquele Akira. Eu vou visitar Jihad... mandei mensagem pra ele, mas talvez esteja em Valkaria ainda.
Mas não estava. Aldred apenas baixou a cabeça e partiu para casa. Com Fargrimm ocupado com seus serviços clericais, Ladon em Villent e Ash aposentado, Aldred só tinha Jihad em mente e ele não estava. Maryanne encontrou Millyan e a avisou dos perigos de se viajar para o norte, onde yudenianos são mais comuns.

Os irmãos se reencontraram em casa a noite. Restava aguardar o contato de lady Lyane.
Vou comprar a chuan magistral +1 e o cestus magistral +1 para Maryanne com o dinheiro de Prosperidade. Os 1.000 TO das joias ficam 500 para cada. Aldred agora tem 2.823 TO (e Prosperidade 0) e Maryanne tem 673 TO; 5 TP.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13713
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por Lord Seph » 05 Abr 2020, 17:08

Tudo havia se resolvido sem muito estresse, mas mais uma vez o Ladon se viria sem seu companheiro de aventura.
Imagem

Bem, boa sorte Aldred e eu cuidarei de Khaled, Maryanne.
Ladon se despede, em algum momento deixa Khaled fazer o que sabia fazer é foi vender suas coisas.

Por fim depositou tudo no Templo de Tibar e voltou a se encontrar com Khaled.
Imagem

A partir de agora teremos que trabalhar no Escuro, não sou muito bom de dar ordens, mas creio que nossa melhor ação é procurar mais respostas e aliados.
Ladon fala deixando o destino guiar ele e Khaled.

Venda dos equipamentos de Puristas e das Gemas depositadas no banco de Tibar, 1830 no total.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 9060
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Vladimir Minsk XI

Mensagem por Padre Judas » 06 Abr 2020, 19:21

Imagem

Vladimir e Adelle concordam com a afirmação de Aldred. Era um momento importante.
Vladimir Minsk XI
Imagem
– Infelizmente os tais “puristas” são apenas o sintoma mais evidente de uma doença antiga que aflige Yuden desde o berço – uma nação que já nasceu moralmente disforme. Nós vamos entrar no estômago da besta e descobrir mais sobre esta corja. Tenho certeza de que Khalmyr sorrirá para nossa causa. Até nosso reencontro.
Adelle Cordovero
Imagem
– Quase não tivemos oportunidade para nos conhecermos melhor, mas aguardarei a próxima vez. Obrigada por cuidarem de Vladimir.
Sorri para ele, que corresponde. Então partem.

Imagem
Minsk
Imagem
Despediram-se no porto – Adelle iria para casa e Vladimir iria ao Vigia do Poente para ter com sua família. Ao entrar no castelo e encontrar os pais, relata o que ocorreu em Villent.
Lorde Klaus Minsk III
Imagem
– Compreendo.
Vladimir Minsk XI
Imagem
– Vocês conhecem algo sobre isso? Terei que ir à Kannilar. Espero que Dhurs possa nos ajudar.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
DragonKing
Mensagens: 578
Registrado em: 17 Abr 2018, 11:24

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por DragonKing » 12 Abr 2020, 18:36

Imagem

Após resolver suas pednecnias na cidade LYane seguiu apr ao ponto de encontro que combinou com Aldred e Maryanne, a oficial estave seria, parecia incomodada e estava, mas não com o fato de ter que pagar por um cavalo novo que poderia voltar a qualquer momento, não acreditava que seria enganda então deu o benefico da duvida e pagou o que tinha que pagar. Lyane estava incomodada com o futuro seu e do legado de sua familia, a mensagem apr aela parecia calma demais para a situação o que a fazia temer que tivesse visto um dragão em um kobold.

Lembrou do discursod e Aldred ainda na taverna, ele lidava já com a situação comos e fosse algo realmente grande o suficiente para mobilziar tanta gente, mas nem mesmo Lyana sabia se era realmente tão grande assim, sua teoria era que talvrez Yuden estivesse usando os Puristas apra conseguir uma guerra e se aproveitar da fraqueza de Deheon no pós Guerras Tauricas ou poderia ser o inverso , Puristas infiltrados dentro do reino e usando de manipulaçãoe influencia pra conseguir recursos para seu plano.

Lyane era humana porém sue sangue era elfico, ela sentia na sua pele o preconceito e isso e incomodava e a deixava furiosa. Preferiu se amnter calda naquele momento e deixar que Aldred fosse o destaque. Após os preparativos se despedirame partiram, Lyane não particepava do ritual, não quera criar um vinculo pois se uma nova guerra includisse haveriam perdas. Apenas esperou no portaõ enquanto conversava com os guardas, enfim partiram.

Durante o percurso decidiram evitar rotas pricipais para não serem vistos em cidades, ALdred queria evitar serem abordados por alguem pedindo ajuda, Lyane estava mais preocupada com os espiões, mas não quis deixar os dois preocupados, bastava ela como paranoica naquele trio de viajantes de Valkaria. Maryanne era conversadora, tinha opnião forte sobre muitos assuntos, Lyane aproveitou a viagem para contar sobre seus dias no exercito e o que sofreu por ser a unica mulher no seu batalhão e como isso refletia em seu comportamento.

Desculpou-se se pareceu dura e a Maedoc pareceu comprrender. Lyane não era um monstro, apenas possua peso demais nas suas costas, não só o da armadura. Durante o caminho Maryanne e Aldred conversavam sobre dragões, não era exatamente um assunto que conhecia então apenas ouviu as histórias o unico dragão que conheceu fora apenas um mero humano que se considerava um.
Imagem
— As pessoas esperam demais dos deuses, eles já nos dão o suficiente para vivermos e edificar um futuro digno, mas algumas pessoas acabam dependendo demais da força devina quando elas possuem assuntos maiores que nõs até mesmo mairoes do que eles mesmos. Eu tenho minha fé que me guia, mas ela nunca vais er a força motora que dita meu destino, essa força sou eu mesma.
Pararam em uma clareira, Lyane preparou a fogueira e verificou o perimetro criando um alarme apra avisar caso alguma criatura se aproximasse. Maryanne se levanta e entrega o odre de vinho para Lyane que aceita e bebe um gole longo entregando em seguida para Aldred. Lyane observa Maryanne cantar uma canção, ela era boa, parecia uma barda mas nãos e comportava como uma , talvez fosse apenas um talento escondido, um talento que Lyane também tinha e poucas vezes o revelou, não sabia se estava sob efeito do alcool ou do cansaço, mas sentada onde estava, mostrou uam voz melodiosa e Maryanne podia perceber que Lyane cantava muito parecido com os elfos.
Imagem
♫— Estou caminhando em direção ao castelo
Eles querem me fazer sua rainha
E há um velho homem sentado no trono
Dizendo que eu provavelmente não deveria ser tão má
Estou caminhando em direção ao castelo
Eles aprisionaram este reino
E há um velho homem sentado no trono
Dizendo que eu provavelmente deveria calar minha boca

Não há por que chorar por isto
Não há por que chorar por isto♫
Lyane olha para os dois e sorriu com o rostod e surpresa dos dois e pegou o odre novamente tomando outro gole.
Imagem
— Não sou militar o tempo todo
Fazia muito tempo que Lyane nãos e divertia assim, era quase como um descanso, mas sabia que sempre há uma calmaria antes da chegada de uma tempestade e finalmente chegram em Valkaria, Lyane os acompanhou por um tempo até finalmente se dispedirem, Lyane prometeu que materia os dois informados e seguiu, primeiramente para sua mansão. Aparenetemente estava tudo correto, lá ela trocou de roupa para seu traje de militar e deixou seus equipamentos para que fossem cuidados pelos seus subordinados.

Alugou uma carruagem e seguiu em direção ao castelo, tinha esperanças que sua preocupação fosse infundada, que vissem com boas noticias e que iria para outra missão, mas sua intuição não era tão otimista assim.

Responder

Voltar para “O Mundo de Arton T20”