Brigada Ligeira Estelar – O Ano Perdido (09)

Artigos

Brigada Ligeira Estelar – O Ano Perdido (09)

Brigada Ligeira Estelar: O Ano Perdido — Episódio Nove: Duelo na Área 77

Anterior: nossos pilotos da Brigada Ligeira Estelar, com a nave avariada, viajam até as luas do planeta Dabog, aonde esperarão seu conserto antes de seguir para o planeta Arkady. Assim, eles chegam até Hala — uma lua em terraformação, repleta de áreas Mascon cobertas por domos geodésicos. Infelizmente, precisarão esperar o transporte dela e a vinda de outra nave para uso provisório.

Local: Hala (lua do planeta Dabog)

Situação Prévia:

A nobreza em geral nunca engoliu a autocracia cooperativa de Hala… e a FEMTAR (Federação dos Empresários de Tarso) acha sua existência um perigo. Assim, a mídia iniciou uma campanha apresentando o local como se fosse um antro de pobreza e crime. E agora, armaram — com ajuda de juízes arkadis — uma falsa acusação criminal contra um de seus líderes.

Evento:

Com cobertura velada dos juízes, um grupo de “cidadãos de bem revoltados” da lua Vesna decide viajar para Hala para, em seguida, linchar esse homem. Como as leis em territórios lunares são mais frouxas, eles virão armados e dessa maneira, contam com a impunidade por esse “excesso”. Por outro lado, se tiverem a resposta merecida, a mídia mostrará os nativos de Hala como monstros.

Contudo, para garantir o processo, a FEMTAR contratou secretamente um dos maiores e mais bem-pagos matadores do ramo — especialista em eliminar alvos bem-protegidos e com barreiras humanas imensas ao redor, mesmo causando massacres no processo… e ele jamais foi pego. A existência desses linchadores amadores lhe é útil. Assim, se a Brigada estiver no caminho…

Reviravoltas

“Sou eu quem te refuto na fila do pão!”: parte dos linchadores é composta por membros muito… jovens, aliás, mais jovens inclusive do que os próprios membros da Brigada — e eles inclusive estão armados! Eles se sentem empoderados pela baboseira enfiada em suas mentes pela mídia… e, portanto, se algum deles for morto, isso será usado contra os personagens! Assim, como impedir o pior?

Liberdade de Sedição: um jornalista jovem, venal e ambicioso é escalado para garantir uma imagem positiva para os linchadores (ou, convenientemente, negativa para os protagonistas) quando tudo acontecer. Portanto, ele estará xeretando pelos cantos e dessa forma, fará de tudo para encontrar elementos encaixáveis na narrativa desejada. Assim, se algum dos personagens tiver segredos, ele os buscará!

Suporte Artificial de Vida: apesar de faltar apenas um século para terminarem os trabalhos de terraformação em Hala, ainda é necessário manter as áreas habitáveis sob domos geodésicos. Eles são resistentes, cobertos de metal transparente. Contudo, se alguma coisa acontecer, a segurança da população pode estar ameaçada. E aliás, algumas pessoas não tem limites…

Epílogo

Caso os personagens consigam deter os linchadores (e o matador) e pertençam à Brigada, podem usar sua posição de autoridade para poupar a população de acusações injustas. Independentemente disso, sua nave precisará ser “rebocada” e consertada… em outra das luas — e assim, nossos herois receberão outra, menor, para se locomover até terem sua nave de volta.

Ideias

Duelo de Robôs: Como falamos de áreas industriais, é interessante mapear o espaço. Os inimigos podem se espalhar e, assim, teremos praticamente um jogo de Counter-Strike… com robôs gigantes. Aliás, mísseis e tepeques de área definitivamente não serão recomendáveis.

Intriga e Política: lidem com as tensões populares, e os jogos de interesses, antes do grande tiroteio entre os personagens e os linchadores — mais o matador como chefe final. Dessa forma, encare o desfecho explosivo como um prêmio aos jogadores pela expectativa.

Considerações para Brigada Ligeira Estelar RPG

Pense nessa aventura como um Faroeste Espacial, com tudo o que tem direito — e robôs enormes no meio. Portanto, é interessante estimular algo mais focado em tiroteio e menos em espadas para enfatizar esse tom, embora haja o fator de risco explosivo ao redor.

Ao mesmo tempo, esse gancho resgata um lado mais político do cenário, presente no próprio gênero mecha — mas algo apagado nesta campanha por conta de sua estrutura. Dessa forma, trate o confronto como algo a ser evitado… mas que no final é inevitável.

Divirtam-se.

Episódios Anteriores

00 — Introdução (AQUI).
01 — O Sinal Desconhecido (AQUI)
02 — Madredeus (AQUI)
03 — A Fortaleza Lunar (AQUI)
04 — Cidade do Perigo (AQUI)
05 — O Templo dos Guerreiros (
AQUI)
06 — Zona Devastada (
AQUI)
07 — 0,8 Miligramas por Litro (
AQUI)
08 — Leviatã Ataca! (
AQUI)

Twitter de Brigada Ligeira Estelarhttps://twitter.com/BrigadaEstelar
Blog oficial de Brigada Ligeira Estelar:
https://brigadaligeiraestelar.com/
Instagram de Brigada Ligeira Estelar:
https://www.instagram.com/brigadaligeiraestelar

Comentários (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *