A Libertação de ValKaria - ATO 1

Dthanatus
Mensagens: 877
Registrado em: 02 Fev 2014, 20:37

Re: A Libertação de ValKaria - ATO 1

Mensagem por Dthanatus » 13 Jan 2016, 17:06

Foi um movimento rápido, a fina lamina de Leila passou rapidamente, e por um segundo a intrusa ainda tentou falar sem entender o que ocorreu, uma fina linha de sangue brotou do pescoço da mulher, ela ainda tentou dizer algo, Bahrbara pode observar o pânico crescer nos olhos da mulher e uma golfada de sangue explodir de sua boca antes dela cair ao chão, a queda fez abir o ferimento uma corte grande indo de orelha a orelha.

Isto era mesmo o correto a se fazer!?

A paladina pode ver a mentira nas palavras da mulher, ela mentiu sobre não querer feri-los, havia uma certa malícia nas palavras, mas quando Leila a pegou pelas costas, pode ser notado um tom de medo em sua voz, embora Bahrbara não soubesse o que é sentir medo, ela podia reconhece-lo em outros, obviamente a mulher não pretendia ser capturada, porém também não demonstrava intenção de reagir, ela havia medido bem Kalamar analisou de cima a baixo, foi só então que disse: "você me pegou, não vou ter nenhuma atitude estúpida" e olhou com esperança na direção oposta de onde entrou, na direção a outra saída, talvez pretendesse fugir ou esperava que algo aparecesse para salva-la, não havia como saber, a mulher agora jazia pálida e frio naquela caverna, seu sangue manchava o simbolo de Alihanna, a Deusa da Natureza...

Avatar do usuário
Khrjstjano
Mensagens: 5714
Registrado em: 09 Dez 2013, 20:07
Localização: Atrás de você. Não olhe.
Contato:

Re: A Libertação de ValKaria - ATO 1

Mensagem por Khrjstjano » 15 Jan 2016, 06:36

Imagem
Puta que me... Pariu... Cara...
Bahrbara demorou um instante processando as informações.

O lugar. A situação. O inimigo. A rendição.

Seu incentivo para que Leila agisse. A forma como agiu.

Ficou aturdida por um segundo. A boca aberta. Então foi até Leila com um sorriso sincero.

E a socou na cara com sinceridade.

...

Algumas pessoas tem formas estranhas de se comunicar. Essa era a sua. Mensagem entregue, virou-se e foi saindo.

Mas sentiu que também precisava daquele recado.
Imagem
Por Valkaria, como eu sou burra!
Socou sua própria cara. O dobro da força. O dobro da dor.

Ainda estaria doendo bem mais tarde, quando pensaria melhor sobre aquilo. E é o que desejava.

Agora era seguir adiante.
Imagem
Se alguém tem uma ideia melhor diga logo...

Ou eu vou lá fora socar todo mundo daqui até saírem pela orelha da estátua de Valkaria.

Avatar do usuário
RoenMidnight
Mensagens: 2018
Registrado em: 28 Jan 2014, 12:39

Re: A Libertação de ValKaria - ATO 1

Mensagem por RoenMidnight » 15 Jan 2016, 12:05

Leila já começava a se agachar em direção ao corp... BAN. Estrelas cobriram seus olhos por uma fração de segundos, olhou então para a direção de onde tinha vido o que a acertara, olhando aturdida na direção de Bahrbara.

Demorou o tempo de uma breve respiração antes que abrisse a boca apenas para não dizer nada e ver a Paladina dar um golpe em si própria. Resolveu ficar calada.

Olhou novamente para o corpo da mulher no chão, tinha algo ainda a ser feito, havia ouvido duas vozes e não apenas uma. Se abaixou e terminou o trabalho de remover a cabeça daquela mulher.

Pegou então uma varinha em sua cintura.
Imagem
-Não quero ficar a merce da outra trazer reforços.
Disse apenas. E ficou completamente invisível com a cabeça em outra mão. Sairia da caverna e iria ver de quem era a outra voz.
Me pague um café pelo o PicPay: @RoenMidnight
Grimório TRPG
=====Homebrew=====
Paladino Rework
Sectário do Crepúsculo

========================================================================================
PBF - Sangue e Desonra: Tsuru[TRPG]

Avatar do usuário
ISMurff
Mensagens: 3260
Registrado em: 10 Dez 2013, 13:50

Re: A Libertação de ValKaria - ATO 1

Mensagem por ISMurff » 16 Jan 2016, 17:46

Krixus apenas observa, achando graça da situação e tentando não rir do ocorrido.
"Barbárie é o estado natural da humanidade. A civilização não é algo natural. É um capricho de circunstância. O barbarismo há de triunfar sempre no final."

- Robert E. Howard

Avatar do usuário
RoenMidnight
Mensagens: 2018
Registrado em: 28 Jan 2014, 12:39

Re: A Libertação de ValKaria - ATO 1

Mensagem por RoenMidnight » 19 Jan 2016, 07:33

A voz de Leila podia ser ouvida, mas a mesma não era vista.
Imagem
Mais a frente eles tem uma emboscada armada para nós... Contei 3 mas é possível que existam mais.
Sugiro que eu e o Krixus nos aproximemos sorrateiramente e peguemos dois deles e que Bahrbara e Emeritus cuidem do terceiro.
Caso existam mais deles é possível que Bahrbara seja distração suficiente até conseguirmos localiza-los e darmos cabo.
Leila passaria o restante da informação e como eles se localizavam em cima de copas de árvore e se organizavam em um Semi-Circulo.
Me pague um café pelo o PicPay: @RoenMidnight
Grimório TRPG
=====Homebrew=====
Paladino Rework
Sectário do Crepúsculo

========================================================================================
PBF - Sangue e Desonra: Tsuru[TRPG]

Avatar do usuário
Khrjstjano
Mensagens: 5714
Registrado em: 09 Dez 2013, 20:07
Localização: Atrás de você. Não olhe.
Contato:

Re: A Libertação de ValKaria - ATO 1

Mensagem por Khrjstjano » 21 Jan 2016, 17:21

Imagem
Então vão.

Quando for a hora, assobie.
Bahrabara procurou visualizar mentalmente a posição dos inimigos e como faria para chegar ao seu alvo. Então se prostrou em aguardo pelo momento de agir.
Imagem
Esperar. Esperar. Esperar...

Tô aqui, quietinha. Ninguém é mais silenciosa do que a mamãe.
Ações
Quando for seu momento, Bahrbara sai da caverna xingando quem estiver lá fora (Desafio de Cavaleiro: "Mas que floresta pestilenta dos infernos! Quantas criaturas inúteis mais vão aparecer para nos incomodar?) para atrair sua atenção. Então atacará o inimigo do qual sabe a localização. Dois ataques normais, com Pirueta de Nimb para tentar crítico no primeiro ataque.

Avatar do usuário
RoenMidnight
Mensagens: 2018
Registrado em: 28 Jan 2014, 12:39

Re: A Libertação de ValKaria - ATO 1

Mensagem por RoenMidnight » 22 Jan 2016, 07:24

Leila sai a passos rápidos da caverna.

Havia memorizado a localização do inimigo e aquilo não seria difícil para ela. Logo estava subindo uma das arvores de maneira graciosa e sem fazer barulhos, ao avistar o seu alvo em um dos galhos se aproximou por trás do mesmo e fez o trabalho que já estava tão acostumada.
Colocou uma mão na boca para abafar qualquer grito e a faca na garganta do inimigo.

Segurou o corpo então para que o mesmo evitasse cair e fazer qualquer barulho e o apoiou contra a arvore. De maneira que não caísse.
Logo em seguida embainhou sua faca na bainha que vinha rente ao peito e puxou o seu arco, se preparando para um vindouro combate.

Logo assoviou alto, o aviso que havia combinado com Bahrbara.
Me pague um café pelo o PicPay: @RoenMidnight
Grimório TRPG
=====Homebrew=====
Paladino Rework
Sectário do Crepúsculo

========================================================================================
PBF - Sangue e Desonra: Tsuru[TRPG]

Avatar do usuário
Maggot
Mensagens: 2135
Registrado em: 13 Jan 2014, 19:00

Re: A Libertação de ValKaria - ATO 1

Mensagem por Maggot » 22 Jan 2016, 10:13

Emeritus se mantinha em silêncio, apenas observando a pequena confusão entre Leila e Bahrbara. Não pôde evitar um sorriso. Ouviu o plano, e lhe soava bem. Aquelas... coisas queriam matá-los, tinham a intenção de fazê-lo. Nada que tivesse tamanho desejo assassino merecia viver se não estivesse ao lado de Emeritus. Pensou em uma magia perfeita, e sorriu para si mesmo. Nunca se imaginou utilizando aquela.

Começou uma canção para si mesmo:

"In brightest day, in blackest night,

No evil shall escape my sight.

Let those who worship evil's might

Beware my power-- Heredrimm's light!"
Destruição Sagrada
Teste para Usurpar: 18 (22 em locais sagrados)
+27 Para Usurpar
Graças à Canção Monástica Magistral: 60 de dano em todas as criaturas malignas em um espaço de 6m e cegueira (Fortitude reduz à metade e cancela a cegueira)
Imagem
- Six shots...
#FreeWeizen

Avatar do usuário
ISMurff
Mensagens: 3260
Registrado em: 10 Dez 2013, 13:50

Re: A Libertação de ValKaria - ATO 1

Mensagem por ISMurff » 23 Jan 2016, 11:11

Kixus segue Leila e procura detectar outro invasor, observando o local atentamente. Ele ainda se mantém furtivo e ao sair da caverna aproveita-se da vegetação para torna-se mais difícil de ser detectado. Caso encontre algum inimigo no local, vai se manter próximo do mesmo para tentar desferir um golpe mortal.
Se possível, ao encontrar um inimigo utilizarei todos meus ataques no alvo, para derrota-lo sem que o mesmo seja capaz de realizar nenhuma ação.
"Barbárie é o estado natural da humanidade. A civilização não é algo natural. É um capricho de circunstância. O barbarismo há de triunfar sempre no final."

- Robert E. Howard

Dthanatus
Mensagens: 877
Registrado em: 02 Fev 2014, 20:37

Re: A Libertação de ValKaria - ATO 1

Mensagem por Dthanatus » 24 Jan 2016, 11:15

Com a estratégia traçada Leila e Krixus saíram à frente, o metamorfo esgueirou-se lentamente voando baixo pela sombra proporcionada pela sopé onde se encontrava a caverna e adentrou a mata, enquanto Leila caminhava devagar por entre a relva, estranhamente o caminho para ambos era difícil, a mata é anormalmente cerrada, se prendendo ao corpo ao menor toque, como se estivesse viva e quisesse prende-los, avançaram com cautela, e muito lentamente.
Krixus atingiu seu objetivo mais rapidamente, uma mulher humana de longos cabelos pretos, sobre um grosso galho de carvalho, o arco pronto e mirado na caverna, os olho igualmente negros da mulher fixos. Leila por sua vez subiu devagar até se por atrás de sua presa, a ruiva estava deitada, Leila teve de subir num galho mais alto que ela, e teve de laçar o galho com as pernas e se pendurar de cabeça pra baixo para poder se preparar, como haviam planejado o ultimo inimigo deixado para ser abatido por Bahrbara e Emeritus estava quase diretamente a frente da caverna.
Leila Respirou fundo, Krixus olhos para seu alvo e depois para o alvo de Leila, infelizmente não podia ver a ladina, mas com certeza veia o sangue na hora do ataque.

As mãos da ladina desceram cuidadosamente se posicionando precisamente a volta da mulher, então de súbito o golpe foi desferido, cobrindo a boca da mulher com uma das mãos a outra cravou a ponta do punhal pelo pescoço, então jorrou uma luz branca... Isso não deveria acontecer, vendo sua companheiro visível Krixus mergulhou num as pequenas garras-lâminas do metamorfo foram em direção ao pescoço da mulher que estava a primeira vez ele acertou e viu pra seu desgosto uma luminosidade branca surgir, e a mulher o notou, seus olhos estavam incrédulos mas rela reagiu rápido e se moveu um pouco evitando o metamorfo por muito pouco, evitou seus golpes mais perigosos, mas não todos os seus golpes as pancadas diminutas do louva-deus ainda a atingiram, mas deixaram apenas um hematoma no rosto da mulher que de imediato gritou:
EMBOSCADA!!!
Bahrabara percebeu de imediato, embora não fosse um assobio, era hora de pelejar e saiu rapidamente da caverna com Emeritus em seus calcanhares
Imagem
Mas que floresta pestilenta dos infernos! Quantas criaturas inúteis mais vão aparecer para nos incomodar?
A paladina leva um momento para visualizar onde estava seu inimigo e constatou com seus próprios olhos o que ja sabia, a ação furtiva falhou, era hora de ação de verdade.
Emeritus se deteve atrás de Bahrbara, usando a paladina como escudo enquanto planejava se preparava.

No alto da arvore pendurada de ponta a cabeça Leila pragueja em silêncio a magia de proteção que salvara a vida de sua adversaria, e sem dar tempo de reação pra sua oponente tentou esfaquea-la mais uma vez, mas dessa vez sua adversaria estava preparada, e conseguiu evitar o ataque e no que pareceu impossível a mulher ruiva mergulhou dentro da arvore, desaparecendo completamente.
Krixus não teve a mesma sorte, sua oponente rapidamente fez uma prece e tocou a forma insetóide do druida de megalokk:
A destruição da natureza apodrecendo o coração dos pecadores...
A mão da mulher estava negra e era absurdamente gélida, carregando um odor de decomposição, o druida de megalokk sentiu como se tivesse seu corpo rasgado em mil pedaços e vários pedaços de sua casca se tornaram ressequidos e enegrecidos, enquanto a mulher saltou para cima em direção a um galho mais elevado. Bahrbara correu em direção a seu alvo e saltou para alcança-la no ponto alto do salto girou como um tornado golpeando certeiramente sua adversaria, o primeiro golpo poderia te-la partido ao meio, mas uma abundante luz branca iluminou sua adversaria e somente o segundo golpe parece te-la vitimado verdadeiramente. E tão rápido quanto fora atacada a mulher dispara a flecha contra a paladina, mas a velocidade da paladina a defende, e a flecha acerta o chão e a mulher se impulsiona para subir num galho mail alto obviamente tentando evitar um confronto direto com a lamina gigante de Bahrbara.
Krixus se enfurece devido ao ataque que sofreu e voa direto em direção a sua oponente, desferindo uma pequena tempestade de golpes, desta vez atingindo onde queria, penetrou por baixo da garganta da mulher e saindo numa explosão vermelha de entro do olho da mulher que cai inerte contra o solo seis metros abaixo

Imagem

"In brightest day, in blackest night,

No evil shall escape my sight.

Let those who worship evil's might

Beware my power-- Heredrimm's light!"
Uma forte luz branca cobriu o ambiente, ofuscando a todos, Emeritus havia calculado bem sua conjuração, atingindo simultaneamente com sua magia todos os pontos onde estavam seus adversários, infelizmente ali também estavam seus companheiros, embora pala a Paladina de Valkaria uma magia que pune aqueles que não possuem o coração inundado de bondade, o mesmo não pode ser dito Leila e Krixus, ambos foram pegos por aquela luz sagrada que julga os mortais e os pune pelo seu mal, não que fossem maus, mas simplesmente não eram bons. Foram queimados.
Situação:
Krixus sofreu 115 pontos de dano nessa rodada
Leila sofre 15 pontos de dano
Emeritus tem 8 PMs restantes

Krixus eliminou o oponente (mulher de cabelos pretos) estourando a cabeça dela
Leila falhou em eliminar sua oponente (ruiva) que mergulhou dentro de uma arma e esta desaparecida
Bahrbara atacou sua oponente (loira) mas o ataque ativou uma magia estranha que a protegeu e apesar de ter certeza que o segundo ataque entrou, não há sangue, a loira subiu mais ainda na arvore ficando a uns 6 metros do chão
Emeritus quase mata Krixus e feriu Leila com Destruição Sagrada :D

Responder

Voltar para “Heróis de Guerra”