Ato 2 ~ Aço de Prata ou Prata de Aço?

Avatar do usuário
Keitarô
Mensagens: 1328
Registrado em: 09 Dez 2013, 19:58
Localização: Mahoyiga

Re: Ato 2 ~ Aço de Prata ou Prata de Aço?

Mensagem por Keitarô » 23 Nov 2019, 02:34

Amaretsu

Amaretsu, no painel de emergência de defesa, acionou o sistema de defesa das armas junto às portas de proteção. O código mostrado no painel, ao mirar na direção do soldado, era: "ATENÇÃO, ALIADO", talvez se referindo ao fato de que se tratava de um soldado de aço.

Assim, apelando para a estratégia caçadora, a amazona preparou-se, escondendo-se no canto do teto, próximo à porta de aço. O fez depois de desligar todas as luzes, sobrando apenas o tintilar dos painéis ainda energizados. Conforme seu plano, as portas se abriram, lentamente.

O soldado se levantou. Os ouvidos apurados de Amaretsu perceberam o caminhar desconfiado. Primeiro, viu a arma entrando à frente, em seguida, o homem. Debaixo da porta, o soldado parou mirando dentro da sala para várias direções distintas. Sua arma possuía mira a laser, que tintilava nas paredes opostas e nos painéis. Aparentemente ele não havia considerado a possibilidade de Amaretsu ter escalado a parede.
É o turno de Amaretsu novamente.
Tenzi

— Gêmeos — ele começou a descer as escadas, decidido. — Gêmeos pode levá-lo até lá. Eu cuidarei, junto a Lira e Cinzel, da segurança do Santuário. Por favor, vá até Kátia e os outros.

Agni olhou para Tenzi e começou a descer as escadas, curiosa.

— E-eu também posso ajudar?

O homem parou, olhando para a amiga de braços metálicos de Tenzi.

— Fique conosco, atenta.

Ela concordou, chamando Tenzi para descer.

— Gêmeos pode construir pontes de Einstein-Rosen se assim desejar. É sem dúvida uma das maiores casas, se considerarmos todas as dobras dimensionais que possui. Temos de cocriar o caminho junto a ela, para a Academia de Aço…

Poucos metros dentro da casa, pelo lado de trás, a armadura flutuava pacífica, seu cosmo muito decidido.

Cecilia e Carlos

Novamente, Cecilia tentou seu golpe característico de dardos de gelo, vindos da aura toroidal que se movimentava ao seu redor. Desta vez, contou com a confiança em Atena e em Taça para queimar o Cosmo às alturas.
Cecilia usou 1 PD para Sequência de Sorte.

Imagem

Conseguiu 5 PEs temporários até o fim da cena. Adquiriu Pontos de Magia Extras ×2. Em seguida, usou Patrono (milagre cósmico; 2a. vez) para ganhar e usar 1 PD e subir de escala por 1d+3 turnos.

Imagem

Sugoi por 7 turnos. Então, atacou (PdF2+H5+2+1d, Pião com FA+2 e FD+4):

Imagem

FA 13
Os dardos, no entanto, cresceram ao ponto de estacas. Imediatamente o sorriso de Haggar se fechou, e não mais o poder da Taça se dissipou no Cosmo do grande guerreiro, que teve de dar um passo ao lado e fechar os braços à frente do corpo para defender e neutralizar parte do ataque da alemã.

— Essas… coisas ardem… você se adaptou e subiu seu poder!!! Maravilhoso, garotinha!! Hahaha!!!

Ele parecia muito satisfeito. Em parte, Cecilia não gostou disso. O Cosmo do guerreiro começou a crescer, concentrando-se nos punhos. Ambos cerrados em X, à frente do corpo, ele gritou, puxando no movimento como um pistão, na direção de Cecilia.

Punhos Malditos de Heracles!
Haggar rolou seu ataque:

Imagem

FA 36 e, contra este ataque, Cecilia tem FD+1.
Era difícil saber se era a energia ou realmente os punhos de Haggar que cresciam, mas uma coisa era certa; embora fosse um golpe lento e previsível, os dois punhos ocupavam o corredor inteiro, rumados à amazona de Taça. Mesmo Carlos, mais atrás, viu.

Já o brasileiro tratou de subir o próprio Cosmo no iminente combate contra Misha, que aparentemente também se preparava. Ele queimou o Cosmo, a exemplo Cecilia, elevando a patamares superiores. Equiparava-se a Misha, momentaneamente, tal qual Cecilia e Haggar.
Carlos usou Patrono (milagre cósmico) para ganhar e usar 1 PD para Sequência de Sorte:

Imagem

Conseguiu 6 PEs temporários até o fim da cena. Adquiriu Pontos de Magia Extras ×2 e Equilíbrio de Energias (subiu à escala Sugoi). Então, atacou (F6+H4+2+1d, Ataque Especial II):

Imagem

FA 13
Em seguida, desenhando os pontos da constelação de Pégaso com as mãos, concentrou e direcionou o Cosmo às mãos, finalmente lançando o golpe que era marca registrada de todo cavaleiro pertencente àquela constelação. Os meteoros rumaram poderosos e numerosos na direção da amazona, que observou atentamente, ainda parada.

Os golpes atingiram todas Misha diretamente. O choque contra a aura de Cosmo da mulher gerou uma fumaça multicolorida, que terminou escura quando Carlos encerrou a rajada. Por um momento, não era possível saber a conclusão. No entanto, o Cosmo de Misha estava lá no meio, crescendo.

— Misha de Ofiúco Negro. Minha armadura negra também é a legítima… e tem razão, não precisamos lutar até a morte, Carlos de Pégaso Negro. Apenas até a sua inconsciência — ela era muito séria ao afirmar tais coisas. Aparentemente, estava sem ferimento algum, mesmo com o esforço do cavaleiro.

Presa Trovão!

Misha abriu uma das mãos, estocando o ar com a palma aberta e os dedos bem separados na direção de Carlos. De cada uma de suas unhas (bem-feitas e enormes) saiu um raio violeta que se confundia com os outros dos outros dedos, rumando até o brasileiro. Os raios faziam curvas, confundindo as tentativas de defesa do oponente, e tinham como objetivo perfurar, atravessando a carne como um espeto.

Aquele Cosmo era claramente tóxico, nocivo.
Misha rolou seu ataque (2d):

Imagem Imagem

FA 18

Em caso de dano, Carlos deve fazer um teste de R–2 (–4+2 de sua Resistência à Magia). Caso falhe, receberá um redutor de –1 em todas as características e passará a perder 1 PV por turno.


[...]
Voltei a mostrar os ataques dos inimigos, pois é mais fácil dar a vocês os valores e fazer com que rolem defesa e contra-ataque, descrevendo-os no mesmo post. É mais emocionante também.

Dados:
Amaretsu: 20/20 PVs, 0/20 PMs; Ningen.
Tenzi: 8/15 PVs, 33/35 PMs; Sugoi.
Cecilia: 19/25 PVs, 23/45 PMs; Sugoi (1/7).
Carlos: 26/30 PVs, 79/84 PMs; Sugoi (PMs).

Próxima atualização: dia 25.11.2019, segunda-feira.
Editado pela última vez por Keitarô em 25 Nov 2019, 23:48, em um total de 1 vez.

Avatar do usuário
Galahad
Mensagens: 1919
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:33

Re: Ato 2 ~ Aço de Prata ou Prata de Aço?

Mensagem por Galahad » 23 Nov 2019, 18:05

Tenzi

Tenzi novamente se impressiona com as palavras do Mestre, desta vez por escutar sobre uma habilidade de Gêmeos que não esperava. Isso fazia o cavaleiro de Compasso se perguntar do que o alguém com a armadura de ouro daquela constelação poderia fazer com seu poder total.

"Mas o que serão essas tais pontes?"

Apesar de não saber o que seriam as tais potes mencionadas, imaginava serem meios para o ajudar atravessar grandes distâncias.

— Aceito vossa ajuda e de Gêmeos, Mestre — respondia com respeito perante ao santo de Virgem — e por favor, tome cuidado, Agni, não sabemos se há outros cavaleiros que nem o "Kain" que encontramos.

Se preparava então para as instruções de como poderia chegar até a Academia de Aço.

Avatar do usuário
Pontus Maximus
Mensagens: 787
Registrado em: 09 Dez 2013, 21:15

Re: Ato 2 ~ Aço de Prata ou Prata de Aço?

Mensagem por Pontus Maximus » 23 Nov 2019, 19:10

Amaretsu:

Ao ver que os computadores tinham o estranho Soldado como "aliado" me surpreendia.

-Mas como assim???? Computador imbecil, isso não pode ser, o sistema está hackeado só pode.

Enquanto refletia em voz alta eu improvisei uma técnica de caça, se o computador afirma que o Soldado desconhecido é um dos nossos então é melhor não mata-lo, pelo menos não ainda. Estou observando do teto, não achei que ele fosse cair tão fácil em uma cilada tão óbvia, então esperei que ele entrasse ainda mais no laboratório, então de repente eu salto do teto, jogando todo meu peso em cima dele e tão rápido quanto o golpe surpreso eu coloco minhas duas lâminas em seu pescoço mas sem corta-lo, mas a qualquer momento, qualquer movimento brusco eu iria feri-lo caso continuasse com as agressões, por hora iria apenas dete-lo.

Com as duas armas em sua garganta e um pé em cima de sua arma eu me pronunciei:

-Só vou perguntar apenas mais essa vez, quem é você? Quem está me acusando? FALA LOGO.

Terminei com um pouco mais de força nas mãos e nas palavras.

Avatar do usuário
Nulo
Mensagens: 475
Registrado em: 09 Dez 2013, 20:17

Re: Ato 2 ~ Aço de Prata ou Prata de Aço?

Mensagem por Nulo » 24 Nov 2019, 21:46

Cecilia

O pequeno sorriso no rosto da amazona, feliz por seu ataque ter surtido um pouco mais de efeito, logo se contorcia em dúvida e medo quando essa sentia os punhos massivos de Haggar encurtando a distância. A primeira reação que tinha era sair do caminho e correr o mais longe dali possível, o instinto da autopreservação, mas a ideia logo era deixada de lado quando a garota lembrava de Carlos e Kátia no caminho. Tinha de ficar, mas seria mentira dizer que o medo não a deixava aturdida com o prospecto do impacto que lhe causaria.

"Eu...partirei assim?"

Os punhos se aproximavam cada vez mais. Dava até para sentir a turbulência do ar diante aquele cosmo imenso ali. Pensamentos nefastos inundavam a cabeça da Cecilia e ela abaixava a cabeça, disposta a aceitar seu destino, até que uma voz familiar e afável ressoava. Era Atena, lembrando-a que não estava sozinha.

"Atena...!"

Cecilia não sabia naquele momento se estava delirando visto que estava diante a morte, mas sentia-se abraçada por aquele avatar de antes. Como se reagindo a isso, o turbilhão de cosmo, gelo e detritos à sua volta rodopiavam com mais velocidade e fereza. A garota erguia a cabeça e estendia as mãos instintivamente para frente em um gesto de bloquear aquilo.

"Que impacto enorme!"

A alemã não sabia como caracterizar a cena. Com as mãos estendidas, inicialmente sentia-se em uma cena de um filme de super herói onde o protagonista tentava parar um veículo com as próprias mãos, só que para a garota ela sentia que estava tentando bloquear algo mais pesado que um treminhão e que deslocava massa como uma explosão. Os resultados logo surgiam com os braços de Cecilia entortando, os ossos e músculos estralando de uma maneira grotesca, seu corpo sendo arrastado para trás com até faíscas brilhando com o resvalar dos seus sapatos de ferro (ou bronze, no caso) contra o chão do quartel da armada de aço. Logo a garota golfava sangue que, juntamente com fragmentos da sua armadura de taça, rodopiavam por alguns instantes no turbilhão que a protegia antes de se dispersarem no ambiente. O resultado final era uma guerreira exaurida, os braços pendendo aos lados e o corpo cambaleante. Ela sorria um pouco, todavia, pois de um jeito ou de outro havia segurado o golpe o suficiente para não machucar Carlos ou explodir a sala com Kátia. Arfava com força, levantando a coluna mesmo com aquela dor toda. Queria gritar, queria chorar (e até algumas lágrimas escapavam involuntariamente do olhar marejado), mas sabia que não teria tempo para isso. Era resistir o máximo que desse até ajuda aparecer ou quem sabe...

"Não, não, se eu derrotá-lo, eu..."

Erguia a cabeça, um pouco mais de convicção mesmo perante aquela situação. O cosmo ao seu redor congelava o ar e dardos — não, estacas — materializavam-se aos montes. Um lampejo branco inundava sua mente e palavras familiares retornavam. Onde que tinha aprendido aquilo? Era um mistério que ainda não tinha desvendado, mas iria aceitar daquele conhecimento e alvejar seu inimigo. Mais aguerrida que o normal.

— L-lanças de Gelo da Lótus Branca!
Invoco "Por Atena", dobrando os efeitos da Vantagem Superpoder: Pião (de +3 sobe para +6 para FA e FD, considerando a distribuição em que já se encontrava, efeitos sobem para +4 em FA e +8 em FD). Uso também 2 PEs temporários (1 restante) para obter Aceleração (1 ponto) e um acerto crítico no próximo golpe. Usando um movimento e gastando 5 PMs para o Pião (Por Atena aumenta o custo/turno em +2), 2 PMs para Aceleração e um movimento para Ataque Especial II: Cansativo (Que por sua vez gasta 2 PMs). 9 PMs usados ao total.

Acerto crítico no Ataque: 6+ (PdF6x2) (Ataque Especial) + H5 + 4 (Pião) = 27

Defesa: 1d6 + H5 + A5 + 8 (Pião) + 1 (Cecilia tem mais um de Defesa nesse caso) = FD 1d6 + 19 ou 30 no caso de Crítico

PVs 19/25 , PMs: 14/45

Avatar do usuário
Inoue91
Mensagens: 620
Registrado em: 08 Jan 2014, 02:38

Re: Ato 2 ~ Aço de Prata ou Prata de Aço?

Mensagem por Inoue91 » 25 Nov 2019, 21:21

Enquanto se posicionava e se preparava para um combate contra Misha, Carlos notava que Cecilia e Haggar já haviam começado o deles, a amazona havia mandado um belo golpe, mas o mesmo parecia fazer nenhum efeito, a situação ficou critica quando Haggar mandava o golpe dele, dois punhos imensos, que ocupavam praticamente todo o corredor, Carlos erguia sua defesa, Mas Celilia tomava o golpe e todo que passava era o vento gerado pelo impacto do golpe.

— Cecilia, você está bem ? — Carlos queria ir ajudar, além de ser sua companheira de equipe, Cecilia também era a sua cantora favorita, mas ela havia aguentado o golpe, afinal ela era uma amazona de Atena e ele sabia mais do que ninguém do que as amazonas e os cavaleiros eram capazes, balançava a cabeça positivamente para si como resposta, voltando a sua atenção para Misha.

Só agora percebia que seu golpe pesar de bem encaixado, parecia não ter machucado Misha, ele recuava alguns passos, dando um leve sorriso enquanto observava os movimentos de Misha de Ofiúco Negro, ela havia concordado em não matar, mas não sabia dizer se a mesma estava mentindo, mas ao menos ela parecia ter um pouco de juízo em sua cabeça, quando então era surpreendido pelo golpe de Misha, Carlos acompanhava os raios disparados, mas o mesmos eram rápidos e quando partia em sua direção, erguia a guarda que fazia o raio bater em sua armadura e a penetrando, fazendo perfurar a sua carne, fazendo Carlos soltar uma expressão de dor e então sentindo algo percorrer pelo seu corpo....


— ARh.....— Levava a mão no local do ferimento, mesmo sentindo-se mais fraco, Carlos endireitava a sua postura dizendo — Mais uma vez — Dizia Batendo punho contra punho — Agora sim as coisas estão ficando divertidas.

Carlos novamente começava a queimar o seu cosmo, respirava fundo para se concentrar e então começava a concentrar a energia em seu punho e mais uma vez começava a desenhar a constelação de Pégaso e sem sair do lugar, desferia outro golpe contra Misha.


— Meteoro de Pégaso !!!!



Com meus 3 PEs restantes, estou usando, 2 PEs para Técnicas de Luta (Reino Animal, Kia, Força Oculta, e Desvio Acrobatico) e 1 PE para acrescentar o Poderoso em meu Ataque Poderoso FII. Reino Animal Para Aumentar H+2 e F+1

Minha FD foi H4+A10+D2 = 16 Ax2 Pois Ativei Escudo, Levando 2 de Dano, Teste de Rsistencia Tire 3: Falha

Minha força estaria em 3, gastaria 3pms para subir a F6, Usaria por atena com 2pm para dobrar o poder do meu ataque especial que está custando 3pm f+4, Vira f+8, indo para F14 e critico x 3, 1 pm de Kiai para o multiplicador do crítico ficar x4

por fim gastar meu último PE que ganhamos, para transformar em um acerto critico
F13x4+H5+d6 52+5+6, FA 63 Se n estiver errado

F2,H5,R3
19/25 PV
61/69 PM

Avatar do usuário
Keitarô
Mensagens: 1328
Registrado em: 09 Dez 2013, 19:58
Localização: Mahoyiga

Re: Ato 2 ~ Aço de Prata ou Prata de Aço?

Mensagem por Keitarô » 26 Nov 2019, 00:08

Amaretsu

Sem muita dificuldade, o plano foi bem executado. A amazona em tamanho superior por sua transformação saltou em cima do soldado, que se virou meio no improviso, batendo de ombro no chão. Os dois deslizaram à frente e ele soltou a arma, que quicou para trás de Amaretsu, longe das mãos do homem.

Ele tentou se virar de barriga para cima, mas então as espadas da dama de aço chegaram ao seu pescoço. O soldado se manteve em silêncio até o espaço dado pela guerreira para sua resposta.

— Eu estou acusando-a. Fomos roubados. Uma armadura como a minha foi levada, e esta tecnologia é experimental. Você não pode me ferir, mesmo que me ameace. E então, ao chegar aqui embaixo, encontro você com os três pesquisadores do projeto, que me convocaram por um pedido de ajuda via rádio, desmaiados. O sinal de alerta está tocando apenas nessa região! Tudo além da ala de treinamento está desligado!! O que você fez!?
Amaretsu rolou um teste de H:

Imagem

Falha.
Uma luz acendeu na lateral do capacete do homem, mudando de vermelho para verde. Em seguida, uma surpresa: a arma flutuava no ar, atrás de Amaretsu, e rapidamente, antes de qualquer possível reação, disparou um raio de calor à queima-roupa na soldado.
Arma rolou seu ataque:

Imagem

FA 11

Amaretsu, indefesa, teve FD=A4, perdendo –7 PVs.
O impacto lançou Amaretsu para cima do soldado, fazendo-a cair por cima dele de repente. No laboratório, era distinto o cheiro de pelo queimado e o ruído abafado da respiração difícil do soldado inimigo, sufocado pelo corpo grande de Amaretsu.

Tenzi

Em Gêmeos, o mestre caminhou até a armadura, que flutuava visível e com Cosmo convidativo.

— A casa se antecipou ao nosso desejo — disse o Mestre, tocando na armadura com respeito. — Toque nela, Compasso, e pense no Cosmo da pessoa que você deseja ver.

O Mestre deixou de tocar a armadura e abriu as mãos para baixo. Tenzi não sabia o que ele estava fazendo, mas parecia ser uma espécie de proteção, ou campo de defesa contra interferências. Agni ficou de fora do raio protegido pelo Mestre.

"O levaremos até seus amigos, que estão enfrentando inimigos espertos como as cobras."

"De fato. Mas quem é o inimigo? É necessário buscar a fonte da fonte."

Um pensamento em Kátia, Carlos, Cecilia e Amaretsu e Tenzi sentiu a mesma sensação de quando fazia saltos espaciais curtos, porém mais profundamente. Quase sentiu as mesmas náuseas de quando aprendera a realizar o salto pela primeira vez. O ambiente mudou e pareceu se tornar um túnel de energia cintilante, e então todo o redor se tornou um corredor. Estava próximo a uma grande porta dupla, e, sentada num banco comprido ao lado da porta, havia uma mulher de cabelos negros compridos, feição asiática e uma armadura metálica que lembrava em parte a de Amaretsu.

Sua visão estava distante, vazia.

Cecilia e Carlos

O choque criou leves rachaduras na armadura de Taça, cujo Cosmo sintonizava-se mais e mais ao poder de Cecilia. Por fim, o golpe foi defendido, embora a duas penas.
Cecilia usou Patrono (por Atena!) dobrando os efeitos de Pião (acrescido de 2 PMs por uso). Rolou sua defesa contra o ataque de Haggar:

Imagem
Crítico!

FD 30, –6 PVs.

Em seguida, atacou com Ataque Especial II gastando seus últimos PEs temporários para Aceleração e um crítico automático.

FA 27
Os músculos doíam do esforço, os ossos pareciam frágeis. O sangue escorreu e se transformou em energia, que girava ainda mais forte com o Cosmo da deusa Atena distante e muito próximo ao mesmo tempo. Assim, ao criar as lanças de gelo ao seu redor, sentiu que seu Cosmo tinha mais força e poder que antes. Era uma lembrança e algo natural, ao mesmo tempo, embora nunca tivesse sido feito.

As lanças dispararam na direção de Haggar, que sorria muito satisfeito com o efeito de seu golpe anterior.

— De novo essas dardos, menina! Se bem que estão maiores… Vejamos…!
Haggar rolou sua defesa:

Imagem
Haggar abriu as mãos, desviando as lanças que seguiam na sua direção. No entanto, só conseguiu fazer isso com a primeira. A segunda, ele teve de fechar a defesa para desviar muito mal o ataque. E as próximas perfuraram sua mão e seu corpo em diversas partes, habilmente desviando da armadura, que só foi perfurada uma vez.

— A-AH! MI-MISHA, SOCORRO!! E-ELA ME FUROU! EU VOU MATAR ESSA MENINA!!!

Misha olhou de relance, enquanto controlava seus raios de Cosmo que perfuravam aos poucos a defesa de Carlos. Não opinou.
Carlos rolou sua defesa:

Imagem

FD 16, –2 PVs. Rolou seu teste de R–2:

Imagem

Falha. Características –1 e a partir do próximo turno, –1 PV por turno.
As fitas de Cosmo, embora finas, penetraram na defesa do cavaleiro. Ele se sentia nauseado, os músculos espasmando em movimentos leves que não deveriam acontecer. Por isso, sua força e reflexos estavam levemente prejudicados. Ainda assim, o cavaleiro retirou forças tremendas do próprio Cosmo, o poder de Atena banhando tanto ele quanto Cecilia. Juntou toda a energia que pôde e disparou seu melhor golpe na direção da amazona negra de Ofiúco.
Carlos atacou com um crítico automático de seu último PE temporário, conseguindo FA 63.
O golpe iluminou o corredor, mas, de alguma maneira, Carlos percebeu movimentos esguios de Misha por entre o poder. Foi só quando terminou, ofegante, que percebeu o estado da amazona. Um pouco descabelada, respirando fundo, mas sem ferimentos aparentes. Um ou outro raio passava pelo seu corpo.

— Essa será uma batalha difícil, cavaleiro negro — ela disse, sorrindo interessada.

Ela se abaixou, e num movimento só, aproximou-se de Carlos como se deslizasse no chão. Muito próxima, levantou a mão direita em forma de garra, e um raio roxeado partiu para cima e para baixo, atingindo o teto e o chão.

GARRA TROVÃO!
Misha rolou seu ataque:

Imagem

FA 27
O golpe, junto do raio, se dirigiu ao peito de Carlos.

— MISHAAA!!! Eu vou destruir!!

Haggar recuou alguns passos, confusos com o ataque que sofrera. Visivelmente conseguiria continuar, só estava assustado. Sangue começou a escorrer dos ferimentos, e da sua boca.

[...]
Voltei a mostrar os ataques dos inimigos, pois é mais fácil dar a vocês os valores e fazer com que rolem defesa e contra-ataque, descrevendo-os no mesmo post. É mais emocionante também.

Dados:
Amaretsu: 13/20 PVs, 0/20 PMs; 13/20 cargas.
Tenzi: 8/15 PVs, 33/35 PMs; 13/15 cargas; Sugoi.
Cecilia: 13/25 PVs, 14/45 PMs; 13/15 cargas; Sugoi (2/7).
Carlos: 19/25 PVs, 61/69 PMs; 23/25 cargas; Sugoi (PMs>50).

Próxima atualização: dia 27.11.2019, quarta-feira.

Avatar do usuário
Galahad
Mensagens: 1919
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:33

Re: Ato 2 ~ Aço de Prata ou Prata de Aço?

Mensagem por Galahad » 26 Nov 2019, 14:31

Tenzi

Mais surpresa aguardavam Tenzi em Gêmeos, primeiro fora que a casa se antecipara ao desejo de Tenzi ser levado para junto de seus amigos, depois a surpresa vinha em palavras enigmáticas de Gêmeos, questionando sobre quem seria o inimigo, dizendo que é necessário ir atrás da fonte da fonte.

"Mas o que serão essas tais pontes?"

Tocara na armadura, assim como instruído pelo Mestre, e, também como instruído pelo mesmo, focara seus pensamentos em no grupo que tinha ido á Academia de Aço. Após quase passar pelas mesmas sensações que tivera na primeira vez que usara seu deslocamento especial, se via num ambiente novo, encontrando uma mulher com uma armadura parecida com de Amaretsu.

— !?

Ainda que não tivesse conhecimentos medicinais, se aproximava para ver o estado da guerreira, buscando por ferimentos.

Avatar do usuário
Pontus Maximus
Mensagens: 787
Registrado em: 09 Dez 2013, 21:15

Re: Ato 2 ~ Aço de Prata ou Prata de Aço?

Mensagem por Pontus Maximus » 26 Nov 2019, 15:20

Amaretsu:

Esse sujeito não me parece ser muito esperto, caiu em uma armadilha óbvia demais, eu o chamei para uma cilada e ele caiu, sua vida está na minhas mãos agora, mas ele se veste e fala como Soldado e isso me deixa desconfortável, não gosto de ferir quem usa uma farda, mas tão logo eu ouço suas palavras eu lhe respondo encarando-o com meu focinho e olhos brilhantes para intimida-lo ainda mais.

-Não me provoque Soldado, eu posso sim parti-lo em dois, manda-lo para os braços do Diabo sem sua cabeça - Busco respirar fundo e deixar a razão falar no lugar da ira por ter sido vítima de falso testemunho - Seu nome é Amaretsu? Você tem o mesmo nome que o meu seu analfabeto surdo, eu estou aqui por que foi a mim que me chamaram e quando eu cheguei aqui eles já estavam caídos seu otário, seus superiores devem estar agindo de má fé só porque eu sou uma lobisomem e estão jogando você contra mim, não somos inimigos.

Mas enquanto eu discutia com o sujeito, sou surpreendida por um tiro nas costas que me fez uivar de dor e raiva, fazendo-me cair por cima do suposto Cavaleiro, aquilo doeu bastante mas eu rapidamente como uma guerreira treinada por uma mãe muito demolidora, eu giro meu corpo e o do Soldado também em um movimento de Jiu-Jitsu e uso o Soldado como escudo humano, novamente para minha surpresa o que me atingiu foi a arma dele que flutua apontada para minha direção.

Me levantei usando-o como escudo humano ainda, então arremesso o Soldado contra sua própria arma, derrubando ambos vários metros de distância para fora do laboratório para não correr o risco de ferir mais ninguém, fazendo com que ambos esbarrem um no outro, mas sem perder tempo eu corro na direção do Soldado e de sua arma, eu uso uma das minhas espadas para quebrar seu fuzil e depois eu coloco meu pé em seu peito e começo a desfazer minha transformação retornando a minha forma humana, não vou punir com a morte por ele ver meu rosto dessa vez, foi minha escolha lutar como uma besta e uma máquina ao mesmo tempo, mas não vou pegar leve.

-Aceita conversar comigo agora Soldado Desconhecido? Escolha bem suas palavras, se eu fosse uma ameaça eu não estaria te dando outra chance de viver, acredite em mim, já lutei com piores do que você e te garanto que eu não quero teu mal ainda, o QG está sob ataque e você me fazendo perder tempo, essa é tua última chance, diga-me a quem você responde e não me diga que é o diretor Gracus pois ele não está em minha lista de suspeitos, ou me esclarece tudo ou eu vou me vingar do tiro que levei pelas costas, não te darei outra chance além dessa.

Termino minha fala com a ponta da espada em seu pescoço, mas dessa vez com um pouco mais de força afim de furar parcialmente aquela blindagem.

Avatar do usuário
Nulo
Mensagens: 475
Registrado em: 09 Dez 2013, 20:17

Re: Ato 2 ~ Aço de Prata ou Prata de Aço?

Mensagem por Nulo » 26 Nov 2019, 22:40

Cecilia

"Funcionou, mas pelo visto ele ficou furioso com o resultado..."

Agora se essa fúria seria boa para Cecilia ou não, em breve descobriria. Todavia, a amazona estava ciente da sua condição. Não tinha muita experiência quanto esses guerreiros e sua estamina iria acabar logo, pelo visto. Haggar parecia assustado, mas seu corpo continuava a emitir uma cacofonia agradável: não iria cair fácil, obviamente.

"Será que ele está preparando algo? Talvez seja melhor eu tomar a defensiva por ora..."

Um alvo em frenesi é imprevisível. Repetir o mesmo golpe talvez não fosse prudente nesse estágio. Era melhor observar e aguardar.

— A-admito que poderia estar melhor, mas de pé. E você?

Respondia brevemente ao comentário de Carlos, o que talvez nem chegasse aos ouvidos dele visto o calor do combate. No mais, Cecilia assumia sua postura defensiva. Talvez com Haggar descontrolado essa estratégia acabasse com sua vitória... Era uma aposta, de qualquer forma. Definitivamente não estava em um patamar superior nesse confronto.

Falando em descontrolar Haggar, talvez um breve "empurrão" ajudasse na estratégia...

— A batalha parece mais complicada do que você pensava, não é? Não subestime essa garotinha.

Não custava tentar. Usar a fúria do inimigo contra si mesmo era uma estratégia válida.
Gasto 8 PMs pra conjurar Ardil e +5 PMs do Pião (com o gasto de Movimento), o que dá 13 PMs no total, levando Cecilia para 1 PM!

Avatar do usuário
Inoue91
Mensagens: 620
Registrado em: 08 Jan 2014, 02:38

Re: Ato 2 ~ Aço de Prata ou Prata de Aço?

Mensagem por Inoue91 » 27 Nov 2019, 20:02

Carlos

Ao ver que Misha esquivava de seu golpe, Carlos ficava um pouco desapontado consigo mesmo, seu corpo estava mais pesado, e a região que fora acertado começava a doer ainda mais, sua visão estava um pouco turva, mas ele ainda conseguia ficar de pé, havia algo naquele golpe que o havia afetado, ele não sabia dizer o que era, mas teria que pensar em um novo jeito de vencer aquela luta, pois na força bruta não iria conseguir.

— Ela me envenenou, eu acho...Mas ainda de pé — Limpava o sangue que escorria de sua boa com as costas da mão — Essa amazona é diferente do trapizomba ai, força bruta não está funcionando...enfim.... belo golpe.

Voltando a sua atenção para Misha, Carlos mantinha a sua postura com certa dificuldade, estava ofegante, esperando a próxima ação da amazona, cuspia um pouco de sangue no chão, e quando percebia ela ela havia soltado outro golpe, desta vez era um raio que partia em sua direção, ele fazia o seu melhor para defende-lo, e após levar o golpe, ele se preparava para se esquivar do próximo.

— Estamos apenas começando não é mesmo ? — Sorria com um fio de sangue escorrendo pelo canto de sua boca.

"Pense Carlos....Você tem que descobrir um meio de acerte-la, visto que ela está facilmente esquivando de seus ataques..."

Gastei 2pms Para usar Desvio Acrobático e desviar do proximo golpe e 2pms para Ativar escudo
Carlos: 19/25 PVs, 57/69 PMs; 23/25 cargas; Sugoi (PMs>50).
FD A10+H5+D2 = 17

Responder

Voltar para “Cavaleiros do Zodíaco Alpha”