Theothanatos: Réquiem para os Deuses - ON

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5204
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Theothanatos: Réquiem para os Deuses - ON

Mensagem por John Lessard » 16 Fev 2017, 14:35

O tempo parecia passar mais devagar naquela cela imunda, quase parado, o guerreiro diria. Mas não podia dizer, pois vez ou outra ratos e baratas passavam correndo de um lado para o outro. E tinha a goteira, aquela maldita goteira. O ambiente cheirava a urina, fezes, suor e sangue. O típico cheiro daquela vida que ele levava, dos lugares onde frequentava. Faltava apenas um cheiro, isto é claro, e isto fez o guerreiro rir cansado. Olhou para o alto, suas mãos presas. Os pulsos em carne viva. Já não sentia dor, pois não sentia mais os braços. Era melhor assim.

Se rosto voltou a se abaixar quando ele surgiu. Senhor Morte. Quanta pompa, pensou. Era um homem temível, assim como ele, mas era um pau mandado e fez uma proposta. Coisa boa, a palavra mágica: Vingança.

- Que proposta maravilhosa que me faz, Sr. Mooorte. Obviamente eu aceito a chance de estripar aqueles filhos da puta.

Soltou um riso cansado. Um último comentário antes do outro sair.

- Sabe o que é engraçado? Eu sabia que eles iriam me trair, mas demorei demais para agir. Não cometerei este erro novamente.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17589
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Theothanatos: Réquiem para os Deuses - ON

Mensagem por Aldenor » 16 Fev 2017, 17:02

Cecília suspirou longamente. Quem a conhecesse saberia que era um jeito dela tentar demonstrar tédio. Na verdade, sua mente fazia muitas conexões e juntava as informações dadas agora.
Cecília
Imagem
Tsssss...
Ela se afastou da maquete e sentou-se em uma das poltronas disponíveis.
Cecília
Imagem
Eu tenho algumas ideias para partilhar.
Disse com a voz monótona.
Cecília
Imagem
Há uma possibilidade... pequena, é verdade, de colocar um pequeno grupo dentro da fortaleza de lorde Adelhelm. Sem as facilidades mágicas. Mas isso vai de encontro ao que eu queria.
Ela parou, séria. Ponderando.
Cecília
Imagem
Para isso é preciso que as tropas incrivelmente treinadas do lorde sejam distraídas. E acho que os ataques de guerrilha dos homens de Didrika podem fazer isso. Infelizmente, muitos vão morrer. E eu queria usá-los na luta contra... o que está por vir.
Ponderou. Na verdade ela pouco se importava com a vida daqueles homens brutos e malignos, mas queria usá-los. Queria mesmo. Ela suspira novamente.
Cecília
Imagem
Não vejo outra forma. Um grupo pequeno conseguiria por fim a tudo isso. Se os zumbis e esqueletos de Drake fossem realmente úteis, poderiam ser a distração necessária. E assim, vidas seriam poupadas.
Cecília sentiu um formigamento na mão. Era sua energia mágica manifestando-se. Ela cerrou o punho e deixou um meio sorriso transparecer.
Cecília
Imagem
Hum.
Seu poder finalmente estava despertando plenamente...
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13715
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: Theothanatos: Réquiem para os Deuses - ON

Mensagem por Lord Seph » 16 Fev 2017, 17:25

- Bem, já tenho um pequeno contigente de Ogros Zumbis e alguns podem até voar, distrair uns idiotas não será um problema. Basta escolher o momento.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
Senimaru
Mensagens: 3960
Registrado em: 22 Jul 2015, 21:23

Re: Theothanatos: Réquiem para os Deuses - ON

Mensagem por Senimaru » 16 Fev 2017, 21:06

Reyes acorda com um pontada em sua perna, as velhas dores haviam retornado ou melhor nunca haviam deixado ele, tentou passar a mão para aliviar um pouco a dor apenas para sentir-se preso em algo. Abriu os olhos e de preto tudo passou a ser vermelho, por alguma razão aquilo incomodava mas ele não conseguia dizer o porque. Viu-se acorrentado a um cadáver e instintivamente sua mão livre foi ao coldre e para seu alivio ainda estava lá, sua ferramenta de "trabalho", sua arma, sua Azra'il.

Ouviu algo se aproximar e levantou-se mas o cadáver o puxava para baixo, sacou Azra'il e deu um tiro nas algemas, agora livre ele esperava seu captor.... A cada passo dado sua cabeça sentia pontadas de dor, quando o seu suposto captor ficou a vista uma grande dor veio subitamente e na mesma velocidade se foi, Reyes então entendia a situação e a gravidade dela..... Aquilo era Tormenta. Por debaixo da mascara Reyes engoliu seco mas foi apenas por um segundo, logo aquele nervosismo se tornou raiva e Azra'il começou a pulsar em sua mão, a coisa o atacou mas Reyes foi mais rápido.

- Nunca ouviu o ditado? Nada pode parar a Morte....

Numa velocidade sobrenatural ele levantou a arma na direção da coisa.... Uma, Duas, Três puxadas no gatilho mas apenas um tiro foi ouvido.
Uso 2 PM e meu movimento para usar Tiro Carregável fazendo meu PDF ir a 8, será usado Critico automático e Ataque Especial Poderoso totalizando 4 PMs totalizando 6 PM gastos que serão divididos igualmente entre os dois. Depois eu ativo aceleração e uso o movimento extra para me afastar do bicho, esse PM sera gasto por Reyes.

Ataque - PDF 30 ([8+2] x3)+ H4+ 6 = 40

Reyes - 15/15 PVs + 15/15 PMs.
Azra'il - 15/15 PVs + 15/15 PMs.
ImagemImagemImagem


Me? Mad? Haha... quite likely!

Avatar do usuário
Maggot
Mensagens: 2136
Registrado em: 13 Jan 2014, 19:00

Re: Theothanatos: Réquiem para os Deuses - ON

Mensagem por Maggot » 19 Fev 2017, 18:50

Zlaahael

~Uma semana depois~

O elfo agora observava a entrada do enorme campo de prisioneiros, oculto entre as rochas num lugar desolado que um dia fora uma floresta verdejante. Uma única entrada, nenhuma rota de saída por terra. Hobgoblins em torres de vigia espalhadas pelo perímetro utilizavam de aparatos de luz criados por goblins e intensificados com magia profana para identificar qualquer tipo de invasor aéreo. Haviam seis grandes construções, aonde provavelmente estavam as celas aonde mantinham os prisioneiros. Havia outra construção, provavelmente aonde os oficiais daquele local se reuniam em suas horas vagas. Na sombra da noite, Zlaahael podia enxergar prisioneiros sendo forçados a trabalhar em campos de cultivo sob a ameaça muito real do açoite dos carrascos de pele esverdeada e com aspecto de couro.

Pelas informações obtidas, ali, entre aqueles prisioneiros, estava Allerán.

Imagem

Com sua visão, pôde identificar que em cada uma das torres mais próximas da entrada haviam dois hobgoblins. Do lado de fora, em seu campo de visão, haviam aproximadamente vinte prisioneiros, em sua maioria elfos, e aproximadamente dez feitores da Aliança Negra. Se aquela era a fortificação média de acordo com Morion e Jaeger, ele não gostaria de saber qual era a presença pesada de tropas.


_________


Krieger

-...- O homem não respondeu, e simplesmente desapareceu de maneira tão repentina quanto havia aparecido. Logo, dois homens abriram a cela e retiraram as algemas de Krieger. Ele poderia matar os dois ali possivelmente, mas até ele sabia que naquela posição, era uma ideia não muito boa. Foi levado até um largo salão, aonde em uma enorme mesa de estratégias, cerca de seis homens discutiam. Entre eles, estava o Senhor Morte. Ainda mascarado, a enorme foice em suas costas. E no centro, entre eles, estava o lorde Adelhelm.

Imagem

- Então, você é o mercenário. Achei que teríamos mais dificuldades em lhe convencer. Primeiramente, eu quero saber... Como entraram em minha fortaleza?

Krieger sabia bem dos detalhes daquele plano. A falsa Didrika e seus capangas haviam descoberto uma falha na muralha, e haviam subornado um dos soldados de Adelhelm para ignorar a situação em troca de manter seu posto e condições quando Adelhelm fosse morto. Mas haviam falhado. E apenas haviam matado o irmão do lorde. Krieger tinha de admitir: Para alguém que havia perdido o irmão, Adelhelm estava surpreendentemente controlado. Mas havia aquela sombra em seu olhar e ao seu redor. Característica de alguém que estava disposto a matar e sedento por sangue.

__________


Cecilia & Drake

- Não acho que os soldados de Adelhelm iriam se distrair com esqueletos apenas. - Falou Aurea. - Isso gritaria distração. Mas não nego que em um ataque frontal eles seriam terrivelmente eficientes.

- Poderíamos utilizá-los. Criamos a distração com soldados reais, um grupo invade, abre a passagem e colocamos os mortos de Drake dentro do local.- Faust adicionou.

- O professor Drake deveria reservar seus servos alados para depois de termos aberto os portões, eles provavelmente seriam derrubados pelos soldados nas muralhas. - Ahriman disse, com sua estranha e alienígena voz.

- E teremos de convencer Didrika a sacrificar seus homens. Ou... Ou podemos mentir para ela. Falar que temos um plano, falar para preparar as tropas para um grande ataque e então entramos escondidos com o Professor. Lá dentro basta matarmos Adelhelm e seu super soldado, e então tomamos a fortaleza por dentro. Sem seus líderes, yudenianos ficam sem saber o que fazer.- Aurea parecia empolgada com a ideia. - Imaginem só os tesouros que devem haver no castelo e...

- Aurea! Querida! Por favor. Silêncio.

Por um segundo quase pareciam mãe e filha de verdade. Mas ambos, Drake e Cecilia, viram algo em Cecilia naquele momento. Cecilia por instinto viu algo de familiar, e sentiu uma pequena farpa de rivalidade direcionada à outra. Pois Aurea exibia uma postura e orgulho quase dracônicos sob sua armadura completa, que não mostrava um centímetro sequer de pele.

- E então... O que será?- Perguntou Ahriman.


___________


Reyes

Reyes atirava contra a criatura, uma explosão que ecoou pela construção sendo ouvida quando Azrai'l disparou contra o ser que não deveria existir. Mas a criatura nem ao menos pareceu tremer. Aquele tiro não fez nada contra ela, nem mesmo um arranhão. [FA 40... Será?] E o Uktril não parecia disposto a parar. Quando Reyes havia acabado de disparar, a criatura continuou andando em sua direção, tendo desconsiderado o tiro do morto com a mesma atenção que alguém dava para uma única formiga andando em seu corpo. Não havia lhe atrapalhado, era desprezível. Mas indesejável.

O homem logo tentou se afastar da criatura, mas o cômoda era pequeno demais para isso. A única maneira de escapar seria pela escada, e o demônio da Tormenta bloqueava o caminho. A criatura contra atacou Reyes com sua garra, fazendo um corte no braço do homem, que teve de recuar para dentro da cela. [FD= 8; -7 PV] Aquilo se apresentava problemático demais.
Não há espaço o suficiente para ficar fora do alcance do Uktril.
________________

Yehudiah


~Meses depois~



Ele havia estudado, e agora aguardava. Ao longo de meses, haviam assistido o corpo do Arauto se desfazer lentamente em cinzas. E por fim, quando ele era nada mais que cinzas, de acordo com o sangue de seu pai, elas se tornaram incandescentes.
E aquele que à cinzas fora reduzido, das cinzas retornara.
Fora uma explosão flamejante quando as asas negras se expandiram

Imagem
Behemoth, Deus da Calamidade
F20 H10 R10 A15 PdF20
Superkit: Divindade Menor (Regeneração Divina, Super Característica [A])
Vantagens Únicas: Semideus (Tenebra & Thyathis) [AE: Físico], Dragão
Vantagens: Ataque Especial I (PdF), Ataque Especial II (Amplo), Implemento (Explosão), Olhar da Calamidade*, PV's Extras
Desvantagens: Maldição (O Arauto pode ser morto permanentemente por uma donzela de alma pura segundo as lendas élficas. Lendas demoníacas, porém, falavam sobre como bastava ser puro, não mencionando uma donzela ou alma.)

Era como ver o apocalipse. Mas Alencar se mantinha firme.

- SOLDADOS! À SEUS POSTOS!

E Yehudiah soube que a hora de lutar havia chegado. A fortaleza do Rei Nada logo foi preenchida por um verdadeiro exército de seres espectrais. Arqueiros, guerreiros, magos, capitães. O Rei Nada trazia todo o seu exército para enfrentar a criatura.

- PELA GLÓRIA HOMENS! PARA O INFERNO MAIS UMA VEZ!

Uma chuva de flechas espectrais choveu sobre o inimigo, mas agora eles enfrentavam algo que era uma verdadeira divindade.

- YEHUDIAH DE LENNÓRIEN! ESSA É SUA CHANCE DE ENTRAR PARA AS LENDAS!

Imagem
Yehudiah deve considerar que teve todo o tempo para se preparar.
Imagem
- Six shots...
#FreeWeizen

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5204
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Theothanatos: Réquiem para os Deuses - ON

Mensagem por John Lessard » 20 Fev 2017, 08:14

Krieger soltou um assovio quando adentro na sala de guerra de Adehelm, todo sujo e quebrado.

- Adehelm, porrr todos os finados Jeuses, eu achei que fosses uma mulherrr!

Gargalhou.

Aquela sala era muito bonita, com aqueles mapas e aqueles homens importantes. O Sr. Morte estava ali, sujeito refinado e mortal. No fundo Krieger o respeitava, mas isso não queria dizer que não o mataria em combate caso surgisse a oportunidade. Seria ainda melhor ainda neste caso.

- Como Jisses, sou um merrrcenárrrio e trrrabalho em trrroca de pagamentos, e me oferrrecerrres a vingança como como pagamento, um valor que não há como rrrecusar. Agorrra me perrrgunta sobrrre como entrrramos em sua forrrtaleza e eu lhe digo que o mundo é movido á dinheirrro, violência e sexo, tudo em busca pelo poder. Um de seus homens perrrmitiu nossa passagem em trrroca de um desses suborrrnos, lhe garrranto que não batemos nele e Jidrrrika e nenhum de nós lhe oferrrecemos uma foda.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Rick
Mensagens: 2502
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:14
Localização: Penápolis/SP
Contato:

Re: Theothanatos: Réquiem para os Deuses - ON

Mensagem por Rick » 20 Fev 2017, 10:47

Zlaahael observava o local e tentava tirar alguma estratégia do que via. Gostaria de matar alguns hobgoblins, mas a prioridade era resgatar o prisioneiro. Entrar diretamente em combate não ajudaria muito, apesar da vantagem da surpresa. Tentaria uma abordagem diferente, como fizera na fortaleza de Thwor. Não era fácil, estava longe de suas especializações, mas valia a tentativa. Escondido o mais próximo possível das fortificações, ele se concentra e sente o calor tomar seu corpo.

- Lle merna aut farien? - Pergunta, enquanto uma esfera de luz fraca branca sai de seu peito e rodopia em torno de si rapidamente, antes de voltar para seu interior. Sentia-se mais poderoso e o calor do amigo tomava conta de seus sentidos antes que passasse a perceber cada vez mais coisas, os sentidos ampliados pelas habilidades de Telumendil.

Aproveitando da capacidade de voo para evitar fazer barulho e da facilidade que o amigo tinha para se esconder no meio de um ambiente como aquele, o elfo busca passar por cima dos muros da fortificação, aproveitando a noite e se possível, até as posições das nuvens para passar despercebido. O Senhor dos Labirintos estava em suas mãos, pronto para ser usado se necessário, além do fato dele lhe dar as energias necessárias para concluir suas tarefas. Visando chegar até os elfos presos, ele não tinha pressa, tomaria todo cuidado e todo tempo do mundo, se necessário. Que começasse a missão de resgate.
2 PMs pra invocar a alma do Telumendil e ganhar aqueles sentidos especiais, facilidade pra Furtividade, voo, etc.

PV: 40/40; PM: 42/44
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 9062
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Re: Theothanatos: Réquiem para os Deuses - ON

Mensagem por Padre Judas » 27 Fev 2017, 21:22

Yehudiah estudava e meditava – era preciso estar pronto para enfrentar o Arauto novamente. Por tudo o que o rei havia lhe dito, a criatura retornaria ainda mais poderosa.

Então veio a visão. Lucius, o Eterno – e o Samurai de Sangue. Lin-Wu. Conforme o povo de Ni-Tamura havia contado.

O duelo foi impecável, os golpes eram precisos. A percepção da inteligência dos Vestígios o atingiu em cheio. Então Tauron estava consciente quando causou todo aquele caos? Yehudiah sempre achara que o Deus da Força era um hipócrita com sua doutrina de “proteção dos fracos pela escravidão” ou seja lá a bobagem que os devotos dele pregavam. Mas nunca imaginara que o deus pudesse tomar aquela atitude – ele destruíra muitos fracos e inocentes naquele dia.

O mago eventualmente contou ao rei sua descoberta. Era fascinante – e abria-se muitas possibilidades. Para o bem ou para o mal.
Yehudiah
Imagem
- Os deuses não perderam sua consciência, mas não são mais o que eram. O que lhes aconteceu, afinal de contas?
Mas aquilo era para os momentos de repouso. Precisava se focar na preparação para o confronto. O rei traria seu exército. Yehudiah dispunha somente de alguns guardas fracos, nenhum comparável a Gibborim, que finalmente havia sido recriado, mas decidiu fazer sua parte criando vários deles. Mesmo que não pudessem fazer nada mais útil, poderiam servir como escudo para o exército do seu aliado.

Évora era uma boa companhia e hábil na sua área de atuação, mas também não era capaz de enfrentar o monstro, razão porque Yehudiah lhe ordenara que permanecesse protegida dentro do castelo.

Tomara o cuidado de preparar algumas criaturas ovoides que ele desenvolvera há muitos anos e chamava de Fonte de Mana, que lhe proveria a energia mística necessária para mantê-lo vivo e apto ao combate. Ele observaria o combate, esperaria que o monstro estivesse devidamente ferido e então lutaria pessoalmente contra ele.

E ele veio. O Arauto. Estava diferente agora – vivo, pelo que os Batedores puderam dizer a Yehudiah. Isso era um problema, mas o mago já esperava. Não poderia vencê-lo com a mesma estratégia – teria que confiar na força de seu aliado para cansar a criatura o suficiente para ele poder atuar. Estava tudo bem: o nobre élfico considerava natural que outros fizessem o esforço braçal.
Off:

Nos meses de preparação considere que Yehudiah invocou centenas de guerreiros Grunts! e 10d Fontes de Mana. Os Batedores permanecem.

Yehudiah vai começar lançando Invisibilidade Superior (MB, pg. 98) sobre ele mesmo e Gibborim. Serão 4 PMs que ficarão presos na magia. Yehudiah ficou com 52 PMs.
BATEDOR OCULAR, 2N

Imagem

Seres criados por Yehudiah para observar um alvo e identificar suas forças e fraquezas.

F0, H0, R1, A0, PdF0. PV 5, PM 5.
VU: Alien.
VR: Olhos Especiais*.
Kit: Batedor (Olho clínico*).
Vant.: Armadura Extra (fogo)*; Sentidos Especiais (Radar, Ver o Invisível)*.
Perícias: Sobrevivência.
Desv.: Devoção (servir Yehudiah); Inculto*; Modelo Especial.
FONTE DE MANA, 2N

Imagem

Seres criados por Yehudiah para prover reposição de PMs. Possuem a forma de um ovo vermelho, feito de carne, com olhos, nariz e boca fora de ordem. Quando drenados estas partes se alinham e o ovo começa a chorar sangue.

F0, H0, R0, A0, PdF0. PV 10, PM 48.
VR: Autoconfiança (PMs).
Vant.: PMs Extras x4.
Desv.: Inculto; Maldição (não pode se mover, precisa ser carregado).
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
Senimaru
Mensagens: 3960
Registrado em: 22 Jul 2015, 21:23

Re: Theothanatos: Réquiem para os Deuses - ON

Mensagem por Senimaru » 19 Mar 2017, 15:21

O tambor rodou, a capsula vazia caiu no seu lado e seu inimigo morto.... pelo menos era para ser assim mas aqui era a Tormenta. Surpreso com o inimigo ainda não ter morrido ele foi atingido em cheio no seu braço mas ele é a Morte então o ferimento foi leve, se fosse qualquer outro ser, teria perdido o braço.

-Tsc... Então você é um daqueles... Muito bem, vamos ver o quanto aguenta.

Reyes deu um passo de ajuste para trás e voltou a mirar na criatura, sua arma tremia.
Tiro Múltiplo com Ataque Especial I X 4 totalizando 8 PM que serão dividido igualmente.

FA = 6(4+2) + 4 +1D6 X 4

Reyes - 12/15 PVs + 11/15 PMs.
Azra'il - 11/15 PVs + 12/15 PMs.
ImagemImagemImagem


Me? Mad? Haha... quite likely!

Responder

Voltar para “Theothanatos: Requiem para os Deuses”