"Para o Norte, meu Jovem!" (TRPG - Tópico ON)

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5069
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: "Para o Norte, meu Jovem!" (TRPG - Tópico ON)

Mensagem por John Lessard » 08 Ago 2017, 13:54

Catriona rapidamente sente-se melhor, quando a aquela estranha senhora saiu, após falar, bem, estranhezas. A jovem nobre franziu o cenho, intrigada. Gostaria de pelo menos de ter agradecido. Endireitou-se ao lado de Gael.
Imagem
- Isto foi, no mínimo, estranho... E interessante.
O mirou Gael com os olhos verdes em seguida.
Imagem
- Bom, vamos comer então? Depois podemos ir juntos até o prefeito... Ei, que tal me falar sobre como invoca fogo com os pés? Posso te contar sobre um Rei Necromante...
Catriona era um tanto... Falante.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13600
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: "Para o Norte, meu Jovem!" (TRPG - Tópico ON)

Mensagem por Lord Seph » 08 Ago 2017, 14:05

Os sentidos de Turok estavam em alerta e ele consegue ouvir alguém fugindo. O grupo, ou um daquele grupo estava sendo vigiado. Turok podia tentar seguí-lo, mas se lembrou que o pai disse que a melhor forma de caçar em uma cidade é deixando que a caça vem até si pensando que é o predador.

Turok continua indo até os dois em direção ao estabelecimento.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17428
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: "Para o Norte, meu Jovem!" (TRPG - Tópico ON)

Mensagem por Aldenor » 08 Ago 2017, 14:19

Gael estava absorto no cheiro da comida, esperando ansiosamente. Coçava o cabelo e nem reparava em mais nada. Parecia distraído. Mas Catriona falava bastante. Sua voz margeava seu consciente. Gael ouviu fogo e pés. Necromante...
Gael
Imagem
Hã? Ah, o fogo é o elemento da minha arte. Eu consigo "dobrá-lo". Sabe como é?
Ele faz uma pequena faísca brotar de um estalar de dedos. Depois olha para os lados cuidadosamente.
Gael
Imagem
Mas não faço isso em público... aonde eu estive fui tratado como um feiticeiro e escorraçado. Mas eu não sou feiticeiro. Meu mestre sempre disse que eu era o melhor discípulo que jamais teve. Eu acho que é do sangue.
Ele ia dizendo se lembrando de Jouji e de Gallen, seu avô.
Gael
Imagem
E que rei necromante é esse?
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5069
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: "Para o Norte, meu Jovem!" (TRPG - Tópico ON)

Mensagem por John Lessard » 08 Ago 2017, 14:27

Enquanto esperava a comida, a nobre apoiava a cabeça nas mãos, ouvindo Gael falar de sua arte.
Imagem
- Fascinante... Nunca ouvira falar disso antes.
Ela pareceu parar algum tempo pensando, quando o rapaz perguntou sobre o Rei Necromante.
Imagem
- Ah, sim, claro. A moeda no barco, você viu? Apareceu depois que derrotamos os monstros, lembrei que é o simbolo de um Rei Necromante que fora uma pedra no sapato de Deheon alguns anos atrás... Algo a ver com um ritual profano. Intrigante encontrarmos algo assim, não?
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17428
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: "Para o Norte, meu Jovem!" (TRPG - Tópico ON)

Mensagem por Aldenor » 08 Ago 2017, 14:42

Gael notou como a moça tinha os olhos verdes muito bonitos. Quando a água que pediu chegou, bebeu rapidamente com uma sede voraz.
Gael
Imagem
Moeda? Não vi...
Gael nunca deu muita importância para moedas, dinheiro, posses materiais. Seu interesse era voltado para sua arte marcial. Ele deu de ombros, desinteressado.
Gael
Imagem
Não conheço nada sobre reis ou reinos. Sei que vão e vem, como as ondas do mar. Se a moeda era de alguém do mal, acho normal encontrar com gente má. Afinal, o que eram aqueles monstros? Você parece muito inteligente, você sabe?
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5069
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: "Para o Norte, meu Jovem!" (TRPG - Tópico ON)

Mensagem por John Lessard » 08 Ago 2017, 21:17

Catriona corou levemente, e dei um sorriso bobo.
Imagem
- Ah, sim... Um pouco - se recompôs - Bem, eram Lacedons, uma versão aquática dos carniçais, um morto vivo asqueroso, que dizem surgir com a morte de alguém que experimentou canibalismo durante a vida. Bem brutal, não? Aqueles que enfrentamos costumam viver perto de recifes ou em outros locais famosos por desastres náuticos... E se eles estiverem envolvidos com o Rei Necromante... Ó Gael, necromantes são magos que estudam e reanimam os mortos, então a moeda no barco faz sentido, além de significar problemas. No que será que esbarramos?
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17428
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: "Para o Norte, meu Jovem!" (TRPG - Tópico ON)

Mensagem por Aldenor » 08 Ago 2017, 21:47

Gael coçou o cabelo enquanto ouvia Catriona. Ela parecia saber de muitas coisas e ele ficou interessado.
Gael
Imagem
Magos, heim? Interessante. Jouji me falou que são homens inteligentes, embora muitos sedentos por poder. Se esse tal de rei necromante for assim, ele pode querer expandir suas criações... mas por que daria uma moeda para esses... hã... lacedãos? Eu não faço ideia, mas não parece que possamos fazer algo a respeito. A não ser que a gente volte lá pro Rio Panteão e fiquemos caçando... mas não tô afim não, viu?
Ele disse um tanto moroso pela fome que o acometia.
Gael
Imagem
Cadê esse peixe aííííí????
Elevou um pouco o tom de voz enquanto batia os dois punhos sobre a mesa.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Blackfox
Mensagens: 189
Registrado em: 19 Set 2014, 20:05
Localização: Sombria

Re: "Para o Norte, meu Jovem!" (TRPG - Tópico ON)

Mensagem por Blackfox » 08 Ago 2017, 23:48

A situação de Absalon dificilmente poderia ser pior naquele momento. Quando o jovem pensara ter se livrado das legiões tapistanas, um antigo grupo de inimigos o encurralara nos becos escuros daquela parte de Gorendill. Sua tentativa de blefe não fora nada convincente, de modo que se antes os caçadores de recompensa acreditavam que o reconheciam de algum lugar, agora tinham plena certeza de quem era. Puxando suas mochilas das costas, o grupo de mercenários começou a equipar suas armas, todas fáceis de esconder e transportar. O usurpador encarou a mulher que já identificara como líder do grupo balançar seu chicote agressivamente, com um sorriso sádico nos lábios. Milena Hammerath era uma mulher cruel, banida do exército de Petrynia anos atrás por aplicar treinamentos mortais a seus subordinados. Depois de trair sua nação a favor dos minotauros, encontrou na profissão de caçadora de recompensa a desculpa perfeita para ferir os outros à vontade. Encarando-o como se estudasse calmamente a melhor maneira de quebrar seu espírito, ela logo começou a falar:

- Pode fingir o quanto quiser, meu querido. - Disse ela num tom zombeteiro. - Não importa o quanto corra, no final do dia um escravo será sempre um escravo.

Enquanto ela falava, o restante do grupo se aproximava, começando a cercar o usurpador.

- Bem, temos duas maneiras de resolver isso. - Milena passou os dedos pelo cabo do chicote, claramente mal podendo esperar para utilizá-lo contra a pele de Absalon. - Na primeira, você vem sem reclamar, e nós só quebramos alguns dos seus ossos. - Ela começou a dar voltas ao redor do jovem, levando a mão direita para debaixo do queixo numa expressão pensativa. - Na segunda, você banca o tapado e infelizmente teremos que dizer a lorde Hérius que sua encomenda "quebrou" na viagem. - Ela então parou, aproximando seu rosto do de Absalon e olhando-o diretamente nos olhos. - E então, escravo? O que vai ser?

Imagem
Milena
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Enquanto isso, num bairro certamente menos perigoso, Gael e Catriona debatiam sobre a possível relação entre o ataque dos lacedons e a moeda maldita que caiu de um dos corpos. Silencioso como sempre, Turok entra pela porta da taverna e atrai brevemente os olhares dos frequentadores do lugar, mas que rapidamente voltam a seus próprios assuntos. Seus companheiros percebem sua chegada, mas sua atenção logo é desviada para os pratos que finalmente chegam e eles logo percebem que não era somente a decoração do lugar que fora elaborada com esmero, mas a própria comida também apresentava detalhes aplicados na hora da montagem do prato que pareciam deixá-lo ainda mais apetitoso aos olhos dos aventureiros. O rapaz que trazia as refeições desculpou-se pela demora, quase derrubando os pedidos que levava para as outras mesas. Ele olhou para o meio dríade que se aproximava da mesa e perguntou num tom tímido:

- P-posso trazer alguma coisa para o se-senhor?

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13600
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: "Para o Norte, meu Jovem!" (TRPG - Tópico ON)

Mensagem por Lord Seph » 09 Ago 2017, 07:54

O ambiente era barulhento, selvagem e cheirava de forma interessante. Turok gostou. Um rapaz o intercepta e ele tenta não parecer um predador nesse momento.

- Leite e carne típica dessa região.

Turok resolve se sentar na mesa do lutador e da nobre bem afeiçoada.

Justen, o pai de Turok, ensinou o garoto a caçar a própria comida. Mas Turok gostava de as vezes de um pouco de tranquilidade e deixar outros trazerem seu alimento.

- Desculpem a invasão, mas acho que alguém está de olho no grupo que estava na balsa, o que incluí aquele curandeiro estranho.

Turok retira do bolso a caixa que fez para guardar a moeda e coloca sobre a mesa sem abrí-la.

- Catriona, certo?

Turok olha para a moça.

- Mais cedo falaste que a tal moeda que encontrei no barco era de um tal necromante. Teria mais informações? A moeda está dentro dessa caixa, preferi não carregar ela diretamente em contato.

Turok olha se o rapaz trouxe o que ele pediu.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5069
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: "Para o Norte, meu Jovem!" (TRPG - Tópico ON)

Mensagem por John Lessard » 09 Ago 2017, 08:11

Catriona soltou um risinho amigável com a pronúncia de Gael para "Lacedons", mas não o corrigiu, apenas continuou a conversa.
Imagem
- Tem razão, eu apenas me empolgo com essas coisas, são tão interessantes.
A comida veio logo em seguida e cheirava muito bem, além de ser bonita e isto significava que parecia apetitosa.
Imagem
- Yamm, parece deliciosa...
Logo quando provou, o brucutu do barco chegou, fez um pedido ao rapaz que atendia as mesas e sentou-se com eles. Disse que alguém estava atrás deles e falou sobre a moeda, mostrando inclusive a eles, guardada numa caixa de madeira.
Imagem
- Olha Gael, esta é a moeda de que falei... - Catriona levou mais uma porção de comida à boca, mastigou com calma e continuou - Sim, sou Catriona Hartdegen e você?
Esperou a resposta enquanto comia mais, de maneira lenta e delicada.
Imagem
- Hm, o Rei Necromante... Estava falando sobre ele para meu amigo Gael - lançou uma piscadela para o dobrador - Ele fora um problema para Deheon há algum tempo atrás, algo a ver com um ritual profano e importante... Fez bem em não tocar nesta coisa.
Depois comeu mais e deu de ombros.
Imagem
- Não sei onde está o "curandeiro estranho", nem falei com ele direito e logo depois ele sumiu... Você o viu Gael?
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Responder

Voltar para “Para o Norte, meu Jovem”