Bem-Vindos a Shinkyo

Avatar do usuário
Lucena
Mensagens: 4033
Registrado em: 13 Jan 2015, 21:24

Re: Bem-Vindos a Shinkyo

Mensagem por Lucena » 19 Abr 2019, 14:26

Imagem
- Agradeço pelo chá, Haruna-san
Estavam finalmente frente a Erica Haruna, mas a calma dela causa incertezas em Kamome. Será que ela não reconhecia a situação que estava? Seria inocente? Seria tão culpada quanto o irmão? Seria mesmo o irmão culpado?
Imagem
- É como Fuu-san diz, Haruna-san, mas exitem ainda mais complicadores. Devo dizer que já fiquei surpreendido, e de certa forma desapontado, que um estabelecimento de uma famílias samurai estivesse vendendo um item desta origem. Um Thai'rrokhan.
- Mas fiquei ainda mais chocado ao ouvir ele pode ter sido tirado a força, roubado como dito, do falecido pai de Rokka-kun. Veja bem, ela acredita sinceramente que o pai tenha sido morto durante o evento em que a posso do thai'rrokhan foi tirado de sua posse, apesar de não ter encontrado provas a favor ou contra essa crença, ele está no mínimo desaparecido.
Kamome então olha de volta para Rokka, segurando sua herança com desespero e carinho, para a porta de onde logo viria a milicia, para seus companheiros que pareciam depender dele para expor a verdade e de volta para Haruna-san, calma e feliz.
Imagem
- Acho que não preciso explicar em detalhes por quê é tão chocante de mesmo te ver esperando a posse de tal item. Estão me perdoe, mas vejo minha atitude agora como necessária.
Kamome une suas mãos frente a seu rosto, como se estivesse segurando uma xícara de chá que não estava mais lá e começa a acumular seu ki na região, logo deixando que ele emane de si em ondas de inexorável Ordem, caçando aqueles que não se juntariam a harmonia, mas acima de tudo focado em olhar dentro da alma de Erica Haruna.
Como ultima ação do turno Kamome usa seu talento Detectar Desonra. Como estamos fora de cena de combate/ameaça acredito que posso pedir as 3 rodadas de uma vez.
Everything Lives!

Código: Selecionar todos

[quote="Pelleas"][img]https://i.imgur.com/qkSeY1p.png[/img]
 [/quote]

Avatar do usuário
Aquila
Mensagens: 3397
Registrado em: 10 Dez 2013, 13:49
Localização: Lamnor
Contato:

Re: Bem-Vindos a Shinkyo

Mensagem por Aquila » 19 Abr 2019, 19:56

Imagem

Saburo
Shinkyo - Bazar Haruna

Saburo ficou do lado de fora da loja para descarregar as caixas, enquanto seus companheiro entrava no estabelecimento para tratar com Haruna. Depois de tudo que aconteceu, ele não estava com muito ânimo para acompanhar a discussão com a mercadora, preferindo ficar na frente da loja, observando o movimento na praça, sentindo a brisa morna do fim da tarde.

Seus companheiros estavam decididos a levar aquele caso à justiça, mas Saburo duvidava que os fatos levantados levassem a uma decisão satisfatória tanto para a nezumi quanto para a mercadora, por isso decidiu deixar de lado a discussão. "Deviam ter ficado no continente", o bushi pensou, enquanto descarregava a última caixa do lombo do cavalo, considerando que os Haruna estariam melhor em Valkaria.

"Eles não estavam prontos para isso", Saburo reflete, observando as pessoas passarem da mesma forma que fazia a pouco mais de um dia, na loja de ramem, embora agora o bushi podia sentir que havia algo diferente.

Quem era ele, afinal de contas, para dizer qualquer coisa sobre ir atrás de um sonho, sobre abandonar tudo a fim de seguir um legado que não passava de uma lembrança distante? "Atravessei o mundo por amor", ele podia dizer à si mesmo, mas no fundo de seu espírito, ele sentia que esse não era o único motivo.

Saburo era um filho de Tamu'ra, assim como todos que haviam deixado a vida de exilado para trás sem nem mesmo pensar, e agora seu destino estava ligado ao de seus antepassados. Talvez por isso ele não conseguisse ver a transgressão da nezumi da mesma forma que seus companheiros, imaginando o que ele mesmo faria para recuperar uma lembrança de seu pai, ainda mais se alguém a tivesse arrancado de suas mãos depois de tê-la encontrado...

A dúvida o atingiu como um soco do queixo, e antes que pudesse se dar conta, ele estava correndo para dentro da loja.

Saburo invade a sala onde todos estão reunidos e sem nenhuma cerimônia se joga de joelhos diante de Haruna, ficando de frente para Rokka, colocando-se como uma barreira entre a nezumi e a garota.

- Então foi por isso que veio conosco sem nem mesmo resistir? - o bushi diz, encarando os olhos negros da nezumi, a mão no punho do espadão, pronto para reagir a qualquer movimento. - Desde o fim da batalha, fiquei imaginando por que se rendeu tão rápido, sem nem mesmo tentar fugir. Agora ficou claro. Queria nos usar para se aproximar de Haruna, não é mesmo?
Nota
Não estou com minha naginata, apenas com meu espadão gaijin, que carrego pela empunhadura.
Editado pela última vez por Aquila em 21 Abr 2019, 09:15, em um total de 2 vezes.

Avatar do usuário
Mælstrøm
Mensagens: 1417
Registrado em: 09 Set 2016, 17:51

Re: Bem-Vindos a Shinkyo

Mensagem por Mælstrøm » 19 Abr 2019, 21:35

Capítulo Um: A Katana de Tetsuo Haruna

Imagem

Chuushinbu, centro da cidade

Akira iniciou a explicação com incertezas, inseguro, então deixou outros contribuírem para o relato. Sr. Fuu seguiu e expôs o constrangimento da dúvida que pairava sobre os aventureiros. Rokka teria sido roubada? Talvez na mesma gravidade, Erika Haruna venderia mesmo um thai’rrokhan, um objeto desonrado desse porte? Kamome também manifestou-se talvez como o líder do sentai e, além disso, usou seus dons de Lin-Wu para vasculhar a honra da alma de Erika Haruna.
Imagem
Espere, Kamome-san!
Haru se empertigou esticando a mão para o samurai para detê-lo, mas era tarde. Erika abriu bem seus olhos, surpresa com aquela atitude.
Imagem
O-o que?
Kamome ainda tinha os olhos fechados quando sentiu a mácula da desonra na sala. Ao abrir os olhos, sentiu que havia três criaturas desonradas e quando o véu rubro descia do céu sobre os alvos, Saburo explodiu pela porta, se pondo de joelho mirando Rokka. Sua mão sobre sua enorme nodachi. Então, o véu rubro desceu sobre o bushi, Rokka e o jovem Akira. Erika não tinha tal infâmia.
Imagem
O que? Tá maluco, bushi? Eu me entreguei porque não queria morrer, oras. Você é burro? Não será nem minha primeira vez nessa masmorra. Vou tomar sopa ruim, mas em breve me libertam e eu vou sair por aí de novo. Se eu atacasse a ladrazinha aqui eu certamente conheceria a morte.
Erika se levanta rapidamente, com uma cara de insultada. Haru se colocou do lado de Kamome.
Imagem
Acuse Erika-sama de novo e eu te desafiarei para um duelo até a morte.
Imagem
Quero ver você tentar, rapaizinho. Aliás, o que tem debaixo dessa máscara? Um rosto muito feio? Hahahahah. Dê minha armadura de ossos e minha kra'tann e te ensino umas boas maneiras.
Os dois se encararam, mas Erika pisou firme com sua sandália de madeira sobre o tablado.
Imagem
Chega!
Exacerbou-se. Respirava pesado como se tivesse feito um grande esforço físico. Com o tempo, ela respirou fundo e se jogou sobre a almofada onde se sentava.
Imagem
Estou tonta... mas vou explicar a vocês. Senhor Fuu, Kamome-san, eu não tenho nenhum conhecimento de tal objeto pavoroso. É essa casca de kappa, não é? Nunca, eu juro pela minha família, pensaria comercializar... isso.
Erika tinha repulsa ao objeto, agora que o via melhor, pois Rokka também estava de pé, apoiando-se na carapaça colocada verticalmente.
Imagem
Nunca te acusei. Acuso seu irmão fulano Haruna.
Imagem
Kojiro-sama não faria esta barbaridade. Ele é o homem mais honrado que conheço.
Erika estava ultrajada, segurando-se no quimono, impedindo-se de falar mais o que sua mente pensava ou de agir com impulsividade.
Imagem
Mentirosa!
Imagem
Você que é, nezumi! Kojiro-sama está aqui em Shinkyo há meses, não é possível que ele tenha... que ele tenha... feito essas coisas que você acusa!
Haru estava a um passo de dar um soco no rosto de Rokka.
Imagem
Ora, então ele mandou seus homens! Não é assim que funciona para vocês dai'zenshi? Vivem cercado de servos para fazer o serviço sujo!
Ela deu uma boa olhada em todos com desgosto, Haru fechou os punhos e seus braços tremiam pela contenção.

Então, a milícia adentrou o bazar junto com o pequeno Mataro. Eram quatro homens metidos em ashigaru, com um cônico chapéu de palha, placa peitoral de metal e várias tiras metálicas justapostas. Em suas cinturas, usavam espadas, mas em mãos tinham naginatas.
Imagem
Nezumi! Mãos aonde eu possa ver.
A primeira reação de Rokka foi mostrar os dentes, mas logo se deteve, erguendo as mãos, deixando a carapaça cair balançando pelo chão. Um dos guardas pegou a peça e outros dois levaram a nezumi algemada. O outro, foi até Erika Haruna.
Imagem
Obrigado por nos chamar. A Guarda de Shinkyo agradece enormemente pelos serviços prestados pela família Haruna.
Após o cumprimento inclinando o corpo, os homens armadurados saíram, deixando Mataro sorridente, de braços cruzados ao lado da porta.
Imagem
E aí, sentiram minha falta? Salvei o dia, pelo visto!
Ele disse se referindo a balburdia que se desenvolara. Erika suspirou aliviada e tomou seu chá antes de voltar a falar.
Imagem
Eu agradeço de coração, meus senhores. Aqui está vossa recompensa. E além disso, gostaria de convidá-los para um festival que acontecerá amanhã no Palácio Imperial. Meu irmão Kojiro-sama vai apresentar seu filho Goro-chan à sociedade, e começará seu treinamento como samurai.
Ela sorriu balançando a cabeça para cada um deles.
Nota do Mestre:
Interações com os eventos já ocorridos podem ser feitos desde que não impeçam a cena de acontecer, sem diálogos acrescidos nesse momento. Vocês podem responder à Erika sobre seu convite e fazer perguntas. Mataro também está na cena e pode responder perguntas. Como o usual, cada personagem tem uma pergunta a fazer.
Dados dos Personagens: Inventário, XP, Riquezas
Imagem - Akira Maedoku <> PV: 23/9 CA: 17/16¹ PM: 5 Limite de PM: 1 <> Condição: Doente¹ (DES 17; um sucesso)
Imagem - Saburo no Shigara <> PV: 29/23 CA: 16 PM: 4 Limite de PM: 1 <> Condição:
Imagem - Rei <> PV: 12 CA: 15/16¹/15³ RD:Cura acelerada:PM: 10 Limite de PM: 5 <> Condição: Kuro¹; Ginko²; doente³ (DES 14, CON 8)
Imagem - Fuu Yin Hong <> PV: 16 CA: 16 PM: 11 Limite de PM: 6 <> Condição:
Imagem - Kamome Tsurubami <> PV: 22 CA: 17 PM: 6 Limite de PM: 3 <> Condição:

Próxima Atualização: 22/04

Avatar do usuário
Lucena
Mensagens: 4033
Registrado em: 13 Jan 2015, 21:24

Re: Bem-Vindos a Shinkyo

Mensagem por Lucena » 20 Abr 2019, 12:08

Kamome assiste os acontecimentos cada vez mais chocado com a confusão que crescia, mas logo Erica Haruna estava calma de novo e oferecendo recompensas e convites. Pelo menos sua Honra era genuína, como Lin-Wu confirmara.
Imagem
- Agradeço pelo convite Haruna-san e também peço perdão pela confusão causada aqui, além de minhas próprias indelicadezas. Eu também gostaria de continuar outro dia a investigação quanto ao thai'rrokhan de Rokka. Não encontramos falsidades nas palavras e emoções dela apesar de suas ações vis, mas isso não significa que não exista alguém que queira trazer desgraça a sua família, afinal alguém mal intencionado teve que por a carapaça junto de sua mercadoria. Me sinto compelido para encontrar a verdade por trás deste incidente.
Imagem
Fico feliz, Kamome-san, eu mesma levarei esse assunto para meu irmão Kojiro-sama. Como é uma situação que envolve toda minha família, então é melhor que ele lide com isso.
Imagem
- Entendo. Nós vemos então amanhã, no dia especial de seu sobrinho. Tenha uma boa noite Haruna-san.
Kamome se despede do estabelecimento e vai tratar de Marrom, seu cavalo que Saburo estava descarregando antes de correr desesperado para dentro da loja. Lá ele espera os outros se ajustarem e saírem, em especial Akira, Saburo e Rei.
Imagem
- Vocês pretendem visitar o palácio amanhã? Aparecer lá será o mesmo que nos oficializar como um sentai, certo Fuu-san? Vocês tem as roupas para se apresentarem de forma respeitável? É o mínimo para poder entrar lá, então tomem aqui.
E entrega a nenhum dos 3 em particular as 10 moedas de ouro que ganhara como recompensa, já que Haruno-san parecera esquecer que Kamome dissera não precisar de recompensa.
Imagem
- É o minimo que posso fazer, afinal também não me sentiria bem de ir para o Palácio sozinho.
Kamome entrega seus 10 To recompensa ao grupo.
Everything Lives!

Código: Selecionar todos

[quote="Pelleas"][img]https://i.imgur.com/qkSeY1p.png[/img]
 [/quote]

Avatar do usuário
Aquila
Mensagens: 3397
Registrado em: 10 Dez 2013, 13:49
Localização: Lamnor
Contato:

Re: Bem-Vindos a Shinkyo

Mensagem por Aquila » 20 Abr 2019, 13:25

Imagem

Saburo
Shinkyo - Bazar Haruna

Saburo ficou observando os guardas levarem Rokka sem se afastar de Erika Haruna, temendo que a nezumi ainda pudesse fazer algo contra a comerciante. Os demais podiam ter aceitado a palavra da nezumi sem nenhum questionamento, mas o bushi não era tão ingênuo a ponto de arriscar a vida da garota.

Ainda assim, ele não podia negar que havia julgado mal a nezumi. No fim, a vontade dela não era tão forte quanto ele havia imaginado, e a aceitação passiva dizia tudo sobre a confiança que tinha na justiça. Saburo relaxa apenas depois que Rokka é levada.

- Bem, acho que isso encerra o assunto - Saburo diz para Erika, recebendo o pagamento pelo trabalho, um punhado de moedas de ouro e prata unidas por um cordão, que ele logo guarda em uma algibeira escondida na camisa, que fica ainda mais aberta, exibindo o peito musculoso.

- Uma recepção no Palácio Imperial? - ele diz, sorrindo para a garota de modo cretino. - Não perderia a oportunidade por nada. Nos vemos amanhã, então.

O convite da comerciante o pegou de surpresa, ainda mais porque ele sentia que o assunto não estava totalmente encerrado, como havia dito aos demais. Haruna fez de tudo para evitar qualquer reação quando Rokka acusou o irmão, um samurai, ao que parecia, mas a verdade era que as palavras da nezumi a haviam afetado de modo profundo.

Saburo encontrou os demais reunidos do lado de fora da loja.

- Vocês pretendem visitar o palácio amanhã? - Kamome pergunta, assim que todos estão reunidos.

- Sim - Saburo responde, decidindo seguir a estranha sensação que parecia guiá-lo. - Tem alguns pontos dessa história que ainda não se encaixam, e estou curioso para conhecer o tal Kojiro.

- Aparecer lá será o mesmo que nos oficializar como um sentai, certo Fuu-san? - Kamome continuou. - Vocês tem as roupas para se apresentarem de forma respeitável? É o mínimo para poder entrar lá, então tomem aqui.

"Um sentai?"

Saburo foi pego completamente de surpresa pelas palavras do samurai, imaginando se o rapaz tinha noção do que aquela palavra realmente significava.

Para o bushi, os sentai eram grupos formados pelos senhores feudais para defender seus interesses dentro da intrincada estrutura social tamuraniana, não meros bandos de aventureiros errantes iludidos por baladas e lendas quase esquecidas, como acontecia nos reinos gaijin, e isso implicava em uma responsabilidade que poucos tinha a ousadia de assumir. Ainda assim, tudo que ele fez foi responder:

- Vou comprar um quimono.
Editado pela última vez por Aquila em 22 Abr 2019, 19:47, em um total de 3 vezes.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17596
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Bem-Vindos a Shinkyo

Mensagem por Aldenor » 20 Abr 2019, 14:40

Akira se ajeitou desconfortável na almofada observando as coisas escalonarem rapidamente. Saburo se jogou na frente de Rokka, a ameaçou, Erika ficou furiosa com as acusações e Kamome anunciou usar uma habilidade estranha. Akira erguia uma sobrancelha e fazia uma careta. O que estava acontecendo?

Por fim, os milicianos chegaram e levaram a nezumi dali, que saiu resignada e, por suas próprias palavras, logo estaria solta de novo.
Akira
Imagem
Quero te desafiar pra uma revanche! Não se esqueça de Akira Maedoku, Rokka Nezumi!!!
Gritou pra ela quando já estava sumindo do estabelecimento com os milicianos. Akira suspirou.

Então, Erika ofereceu a recompensa e lhes fez um convite para um festival no Palácio Imperial. Os olhos de Akira brilharam.
Akira
Imagem
Sério mesmo? Mas é claro que eu topo! De imediato! Obrigado, Erika!
Estava tão empolgado que esqueceu totalmente os honoríficos e as formas de tratamento. Apenas inclinou seu corpo pra frente com o saco de moedas em mãos e se retirou com os demais.

Estava pegando sua jitensha quando Kamome os interpelou sobre formar um grupo. Um tal Sentai.
Akira
Imagem
Olha, não sei nada sobre sentai não. Vamos ver isso aí. Eu tenho essas roupas e é com elas que eu vou.
Disse recusando as moedas de Kamome. Ele sabia o quanto isso era importante e Akira estava incerto se era o melhor a se fazer mesmo no momento. Certamente ele tinha pouco ou nenhum interesse em investigar supostas acusações e formar um sentai praticamente o obrigaria a lidar com isso. Mas seria interessante demais visitar o famoso Palácio do Imperador. Com sorte, poderia vê-lo em pessoa!
Akira
Imagem
Satoshi iria adorar visitar o Palácio. Acho. Não sei o que passa na mente daquele velho. De qualquer forma, ele não pode.
E logo ficou um pouco melancólico, confrontando o fato daquela sociedade considerar Satoshi Yamada um pária.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13724
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: Bem Vindos a Shinkyo

Mensagem por Lord Seph » 21 Abr 2019, 15:31

Rei se esforçava para ficar acordada, mente e corpo estavam exaustos devido a febre, por sorte Subaru faz um pequeno tumulto deixando Rei em alerta.

Logo tudo se resolvia e logo Haruna fazia uma proposta.
Imagem

Aceitarei o pedido, Haruna-sama, mas devo deixar claro que não estou com boa saúde após o combate e eu peço que me desculpe caso eu venha a faltar.
Rei fala, deixando cada um decidirem o que fariam. Na saída do Bazar Kuro finalmente se manifesta.
Imagem

Rei-sama você se esforça demais. Devia esquecer essa reunião.
Mas o pequeno espírito para de falar com as palavras de Kamone e Subaru.
Imagem

Aceito seu dinheiro, Kamone-sama, mas devo guardar ele para comprar um Kit Médico para melhor ajudar esse sentai, ainda estou doente e o mesmo pode ser dito para Akira e Haru.
Rei fala caminhando com Kuro e Ginko ao seu lado, havia chegado na cidade no dia anterior e ainda não sabia onde descansar.
Imagem

Devíamos marcar um lugar para nós encontrar antes de partirmos ao palácio, mas no momento irei buscar uma clínica médica.
Rei fala aguardando os demais antes de sair.



Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
DiceScarlata
Mensagens: 1870
Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Re: Bem-Vindos a Shinkyo

Mensagem por DiceScarlata » 22 Abr 2019, 18:27

Sr. Fuu
Imagem


*Quando houve gritaria e ameaças, Fuu se mantinha tomando seu chá. Quando Saburou pulou dentro da casa armado, Fuu ainda tomava seu chá. Com o desenrolar aquecido e depois frio das coisas, o senhor apenas apreciava o momento *

- Oishi naa... (Delicioso...)

*Pousou o copo no chão e realizou uma sutil mesura com a cabeça, agradecendo Haruna*

- Dewa... (bem...), aqui nos despedimos. Agradeço pela oportunidade que me ofereceu, Haruna-san, me trouxe grande alegria e mostrou o caminho que devo seguir diante de mim. Quanto a seu irmão, é como Kamome-dono disse, há muitas perguntas a serem feitas e é a senhorita quem deve fazê-las. Podem estar sujando vosso nome ou a escuridão rondará seu caminho. Mas lembre-se... Ohohoho... Nós boukenshas sempre podemos acender uma luz para guia-la.
Akira
Imagem
Olha, não sei nada sobre sentai não. Vamos ver isso aí. Eu tenho essas roupas e é com elas que eu vou.
*Então, com a agilidade de um ninja, a mão de Fuu segurou a orelha de Akira, puxando levemente, mais em tom brincalhão do que bronqueador*

- ohohohoHOHO!! IKEMASEN, AKIRA-KUN!! Venha comigo, vamos achar um kimono para você. Você é um legitimo herdeiro das técnicas do Yamada-ryu e futuramente, portador do conhecido dos Hong sobre os chakras. Deve se portar com respeito quando assim pedido! OHOHOHO!! Vamos! Vai ser divertido fazer compras com este vovo!!

*Passou o braço no ombro do garoto e foi saindo com ele rindo. Então lembrou-se de uma promessa que havia feito no começo*

- OH! SABURO-SAN! Eu lhe prometi minha parte, aceite por favor!!

*Oferece as dez moedas que recebeu de Haruna*

- E como prometido, que tal irmos beber um pouco de sake? Acho que é cedo para Akira...

*Provocou intencionalmente*

- ... mas acho que você pode acompanhar este velho em uma quente bebida não é, meu amigo guerreiro ?

*Se acabassem virando um sentai, era melhor tentar fazer as pazes com o guerreiro - não que se ressentisse dele- mas para que no futuro, pudessem confiar realmente um no outro*

- Conheço lugares ótimos aqui em Shinkyo! OHOHOHOHOHO!! Vamos pessoal?Jovem Rei, talvez devamos comprar alguns remédios para ti...

*E assim o velho envolvia a todos em sua empolgação em NÃO deixar o dia acabar tão cedo*
Tribo Scarlata


- MUNDO DE ARTON: GRUPO MADEIRA DE TOLLON (on):Angra Cabelos de Fogo
- MUNDO DE ARTON: GRUPO AÇO-RUBI (on): Jihad das Areias Vermelhas
- MUNDO DE ARTON: GRUPO JADE (on):Sr. Fuu
- JOHNVERSE: PRESA DE FERRO (on): Jinx - Cruzado da Ordem dos cabeças de Dado
- JUDASVERSO: CRÔNICAS DA TORMENTA (on): Nagamaki no Gouka!
- FUI REENCARNADO COMO MONSTRO (on): Gizmo
- OUTONO (on): Sandman

Avatar do usuário
Aquila
Mensagens: 3397
Registrado em: 10 Dez 2013, 13:49
Localização: Lamnor
Contato:

Re: Bem-Vindos a Shinkyo

Mensagem por Aquila » 22 Abr 2019, 20:12

Imagem

Saburo
Shinkyo - Em frente ao Bazar Haruna

Saburo pegou o dinheiro que Fuu ofereceu e ficou encarando o velho por um instante, o braço parado à frente do corpo, contando as moedas com os dedos calejados como se fossem as contas de um rosário, mas logo um sorriso surgiu em seu rosto, deixando claro que havia deixado o mistério de lado para aceitar o convite de seus novos companheiros.

- Aceito a bebida, velho - ele diz para Fuu, jogando as moedas para dentro da camisa aberta, - mas apenas se pudermos ir todos juntos. Estava pensando em levar Rei para casa, se ela aceitar companhia... Não, não me olhe assim, senhorita, não é nada do que está pensando, é apenas porque ainda não parece muito bem - mas acho que seria melhor se fossemos todos beber, juntos...

- Esse negócio de sentai... - ele continua, o rosto assumindo uma expressão séria, pensativa. - Estou disposto, se realmente for essa a vontade de todos, mas precisamos fazer isso do jeito certo, bebendo juntos.

A verdade é que Saburo não sabia como realmente lidar com aquela situação, então pensou na única maneira que conhecia para criar um vínculo com seus novos companheiros, uma cerimônia onde todas as diferenças seriam postas de lado.

Responder

Voltar para “O Mundo de Arton”