Herança - Ato XX - Confio em ti, criança.

Avatar do usuário
Armageddon
Moderador
Mensagens: 501
Registrado em: 07 Dez 2013, 17:22
Localização: Timbó, SC
Contato:

Herança - Ato XX - Confio em ti, criança.

Mensagem por Armageddon » 29 Mai 2018, 12:21

Imagem

Esse definitivamente não era o papel que Fábula havia imaginado para si em toda aquela história. Porém, Sir Luges havia sido especialmente categórico em afirmar que a proteção daquele garoto de cabelos amarelos era vital para os Castella. E, como sempre, tudo o que envolvia a família mexia muito com ela, apesar de saber que família não era um termo muito preciso naquele caso.

Até poucos dias atrás, Arton parecia estar toda em seu lugar. Os anões nas profundezas, os elfos nas florestas, o Panteão nos planos divinos e ela com os Castella. Porém, não podia estar mais enganada quanto a isso. A verdade era que ela não tinha laços de sangue com os mercenários de Zhakarov. Havia sido encontrada ao acaso, ferida em uma floresta qualquer onde foi abandonada para morrer. O homem severo que lhe ensinou tudo o que hoje sabe, que a tratou como uma filha, parecia agora ser um completo estranho. Justo ela, que sempre achou que sabia mais do que todos.

Descobrir que era órfã foi um golpe duro.
Quase tanto quanto o que recebeu há poucos instantes.

Se levantou com certa dificuldade, sentindo o antebraço latejar. Havia absorvido bem a estocada, porém, os hematomas iriam demorar semanas para desaparecer. A espada nas mãos do oponente estava velha e enferrujada. Desembainhou uma verdadeira lâmina, Schneider, a espada mágica que herdou dos Castella e a estendeu diante dos olhos, medindo a distância entre ela e o adversário. Tratava-se de um morto-vivo perigoso, nascido do ódio por aqueles dos quais foi vítima. Se ele consegui-se feri-los, poderiam ter o mesmo destino.
Fábula utilizou a perícia Ciências Ocultas para descobrir o tipo de inimigo que estava enfrentando. Rolou 3, somado a sua H5 e um bônus de +3 pela perícia, conseguiu definir com bastante detalhes o tipo de adversário. Era um Inumano: quando ele consegue acertos críticos contra vocês, impõe um teste de R. Falha faz você perder 1 ponto de R temporariamente.
Do outro lado da clareira, o menino-amarelo ainda lutava contra o outros dois daqueles monstros, mas ainda lhe faltava tudo. Aos olhos dela, se moviam lentamente e de forma desajeitada. Porém, o garoto tinha força e não estava recuando diante do perigo. Provavelmente por ignorância. Estava, ainda, profundamente magoada com Sir Luges, porém, cumpriria o acordo por hora. Protegeria o garoto até chegarem em Follen, onde seriam aguardados.

Isso, se sobrevivessem àquela provação.

Roleplay, Fábula. E bem vinda ao jogo.
  • Fábula: 20 PVs, 10 PMs.
  • Schneider: 10 PVs, 10 PMs.

Avatar do usuário
Cavaleiro Morto
Mensagens: 90
Registrado em: 11 Dez 2013, 09:51
Localização: Guaratinguetá/SP
Contato:

Re: Herança - Ato XX - Confio em ti, criança.

Mensagem por Cavaleiro Morto » 29 Mai 2018, 13:27

Um combate não era o momento para ficar perdida em pensamentos, por isso Fábula avança contra o inumano a sua frente. Ela não poderia perder tempo contra este oponente, pois temia que algo acontecesse com a criança. Ela faz um ataque simples com Schneider, esperando que o desmorto caia.
Obs: Lutando com parceiro, Fábula F 5, H5, A2, R2, PdF0, total de 20 PV e 10 de 20 PMs, sempre conjuro Arma e Armadura de Allihana no começo do dia.
FA 15 +1d6 e FD 12 +1d6. Rolei um 3. FA (3) + 15 = 18)

Avatar do usuário
Armageddon
Moderador
Mensagens: 501
Registrado em: 07 Dez 2013, 17:22
Localização: Timbó, SC
Contato:

Re: Herança - Ato XX - Confio em ti, criança.

Mensagem por Armageddon » 29 Mai 2018, 14:57

Imagem
A proteção do menino era a prioridade para Fábula, por isso, ela resolveu que terminaria rapidamente com aquele confronto para auxiliar o protegido em sua própria luta. Sempre estava preparada para uma luta como aquela, por isso acreditou que uma estocada simples poria fim rapidamente à existência da criatura.

De fato, seu golpe atravessou facilmente a carne ressequida do inumano, abrindo um grande rombo entre as costelas do morto-vivo, deixando apenas uma névoa de pó esbranquecida pairando no ar entre eles.
O inumano rolou um fraco, 2. Sua FD não foi suficiente para evitar todo o dano provocado por Fábula. Porém, ele gastou 1 PM para usar o poder da Faixa de Resiliência, e por isso continua com 1PV
O morto-vivo olhou para o próprio peito por um instante, indiferente ao ferimento, e depois voltou sua ira para Fábula. Em algum lugar daqueles olhos vermelhos, a criança pode ver que apenas o ressentimento pelos vivos a mantinha em pé e lutando.

Do outro lado da clareira, o garoto estava se saindo melhor do que ela própria imaginou. Após evitar o primeiro golpe com a lâmina e o segundo com o escudo, ele se livrou de um dos oponentes com um chute na altura da bacia, que esfarelou os ossos e o deixou parcialmente apoiado nos restos do que já foi uma perna. Porém, assim como havia acontecido com o próprio adversário, ele não pareceu ser realmente afetado pelos ferimentos.

Os três inimigos atacaram, mas não foram capazes de furar as defesas nem de Fábula, nem do garoto. Isso pareceu irritá-los, que mostraram os dentes pendurados com ira para os adversários.
  • Fábula: 20 PVs, 10 PMs.
  • Schneider: 10 PVs, 10 PMs.

Avatar do usuário
Cavaleiro Morto
Mensagens: 90
Registrado em: 11 Dez 2013, 09:51
Localização: Guaratinguetá/SP
Contato:

Re: Herança - Ato XX - Confio em ti, criança.

Mensagem por Cavaleiro Morto » 29 Mai 2018, 17:00

Como ela odiava desmortos, ainda mais quando usavam de truques para burlar ainda mais o seu descanso final. Tendo visto a habilidade do Inumano, Fábula achou melhor trocar precisão por velocidade e iniciou uma sequência de 3 cortes com Schneider.
Fábula faz uso de Ataques Múltiplo, reduzindo sua Habilidade em -2 para cada ataque adicional além do primeiro. Ela faz 3 ataques, cada um com FA: 1d+11. FA: 15, 16 e 22 (o último foi critico).

Caso o inumano caia, ela usa o seu movimento para investir contra os inumanos que cercavam o menino.

Avatar do usuário
Armageddon
Moderador
Mensagens: 501
Registrado em: 07 Dez 2013, 17:22
Localização: Timbó, SC
Contato:

Re: Herança - Ato XX - Confio em ti, criança.

Mensagem por Armageddon » 02 Jun 2018, 16:28

A sequencia de golpes de Fábula foi impressionante e veloz. Cada um deles atravessou o corpo do oponente sem sofrer qualquer resistência, deixando para trás uma nuvem de fumaça esbranquiçada feita de ossos, órgãos e pele transformados em pó. Porém, para sua frustração, o inimigo continuava de pé e avançando.

Ele aplicou uma estocada com a espada em frangalhos, lenta e desajeitada. Porém, mesmo à vontade naquele ambiente de mata, desequilibrou-se por um instante. Nada que pudesse afetá-la normalmente, graças as técnicas aprendidas com os Castella. Contudo, se não estivesse preparada e pronta, enfrentaria problemas. O golpe do inimigo passou muito perto.
Os três ataques de Fábula acertaram. Como o oponente só tem 1 PV, gastou 1 PM para cada ataque e permaneceu com 1 PV. O inimigo rolou 3 nesse primeiro ataque, um valor insuficiente para vencer as defesas da oponente. Porém, a própria Fábula também rolou mal, apenas 1 no dado.
Do outro lado da clareira, a situação era semelhante. O seu protegido estava lidando muito bem com os mortos-vivos, mas seus golpes pareciam não surtir efeito, enquanto os ataques dos monstros chegavam cada vez mais perto. Estavam, juntos, cansando o menino-amarelo. E sempre haveria o risco de haver mais daqueles monstros em algum lugar próximos dali.

Avatar do usuário
Cavaleiro Morto
Mensagens: 90
Registrado em: 11 Dez 2013, 09:51
Localização: Guaratinguetá/SP
Contato:

Re: Herança - Ato XX - Confio em ti, criança.

Mensagem por Cavaleiro Morto » 03 Jun 2018, 18:15

Um piscar de olhos e a cena muda, com o inumano caindo em pedaços, parece que um deus estava brincando com a cabeça de Fábula.
H, como conversamos o poder do Inumano só pode ser atividado 1 vez por turno :), mestre maligno.
Sem pensar, Fábula avança contra os dois inumanos, tentando proteger o menino.
Ela usa o movimento que lhe falta para se colocar entre o menino e os dois inumanos.
Ela repete uma sequência rápida de ataques contra um dos inumanos, não daria chance que o seu poder lhe salvasse da destruição final.
Novamente Fábula faz uso de Ataques Múltiplo, reduzindo sua Habilidade em -2 para cada ataque adicional além do primeiro. Ela faz 3 ataques, cada um com FA: 1d+11. FA: 22, 22 e 15 (os dois primeiros foram críticos).
Na sequência, ela faz uma provocação contra o último Inumano, atraindo a sua atenção e impedindo que o mesmo ataque o menino.
Teste de Lábia, consegui um 4 no teste.

Avatar do usuário
Armageddon
Moderador
Mensagens: 501
Registrado em: 07 Dez 2013, 17:22
Localização: Timbó, SC
Contato:

Re: Herança - Ato XX - Confio em ti, criança.

Mensagem por Armageddon » 11 Jun 2018, 16:53

Como um raio veloz, Fábula atravessa o campo de batalha deixando o oponente para trás, lutando contra os adversários do garoto que estava sob sua proteção. Novamente, seus golpes foram rápidos e precisos, provando que os inimigos não eram dignos de sua real atenção. Virou-se para o último adversário de pé, e com Schneider apontada para ele, disse:

- Você é uma afronta as leis naturais que regem este mundo. É melhor que...

A frase ficou incompleta. Um ataque pelas costas atingiu Fábula na altura das costelas. A espada do desmorto cortou sua carne, e em seguida atingiu seu rosto com um soco, que a jogou para o outro lado da clareira, deixando um sabor amargo na boca. Quando se virou para ele, viu uma espécie de aberração ainda pior do que os meros peões que havia enfrentado até agora. Eram mais daqueles inumanos, porém, estavam todos ligados uns aos outros como se a pele de várias pessoas tivessem sido costuradas juntas, e depois preenchidas com mais daqueles monstros.
O monstro te pegou Surpreso, Dead, ignorando tua H na FD. No caso tua ficha agora é F5, H5, R2, A5, PdF0, certo?
O bicho rolou 4 na FA e você rolou 2 na FD. Você perdeu 7 pontos de vida.
A criatura recolheu um dos corpos que havia destruído e o devorou, engolindo-o por completo. No mesmo instante, dois outros braços e um novo rosto brotaram no monstro, que se virou para ela com olhos vazios.

- Que droga é essa? - perguntou o garoto, terminando ele mesmo de destruir o último dos inumanos.

Vamos lá, Dead. E, por favor, uma ação por post, só.
  • Fábula: 16 PVs, 10 PMs.
  • Schneider: 06 PVs, 10 PMs.

Avatar do usuário
Cavaleiro Morto
Mensagens: 90
Registrado em: 11 Dez 2013, 09:51
Localização: Guaratinguetá/SP
Contato:

Re: Herança - Ato XX - Confio em ti, criança.

Mensagem por Cavaleiro Morto » 11 Jun 2018, 21:23

Fábula ainda se recuperava do ataque surpresa, ela não estava acostumada a ser ferida e já podia ouvir a voz baixa de Sir Luges lhe repreendendo em sua mente. Focando no combate, ela deixou a sua respiração se alinhar com os seus golpes e investiu contra aberração maior na sua frente. Novamente, a mercenária abriu mão da força de um só ataque pela velocidade de 3 golpes.
Novamente, Fábula usa Ataque Múltiplo sem gastar PMs para fazer 3 ataques contra a Aberração Inumana que acabara de surgir. Os resultados dos dados foram 4,5,6, que resultam em ataques com FA: 15, 16 e 22.
Imagem

Avatar do usuário
Armageddon
Moderador
Mensagens: 501
Registrado em: 07 Dez 2013, 17:22
Localização: Timbó, SC
Contato:

Re: Herança - Ato XX - Confio em ti, criança.

Mensagem por Armageddon » 26 Jun 2018, 00:08

Como sempre, Fábula foi rápida e letal. Seus ataques atingiram o monstro, mas não com a eficácia desejada. Os dois primeiros golpes foram defendidos por aquela aberração cheia de braços, rostos e ódio. Apenas o último golpe, aquele em que colocou toda sua concentração, atingiu o inimigo. As inúmeras bocas do monstro gritaram de raiva, e atacaram em conjunto.
O monstro revidou com Ataque Múltiplo, rolando 4 ataques. 2, 6, 2 e 3. FA: 12, 22, 12 e 13.
Fábula defendeu com 6, 1, 1 e 4. Respectivamente, 20, 13, 13 e 16. Apenas um dos ataques entrou, mas entrou forte, causando 9 pontos de dano. O_o
O primeiro golpe foi simples e desajeitado, quase não requerendo sua atenção. Porém, o segundo a pegou de surpresa, muito mais forte do que o normal. Teria sido jogada para longe se uma daquelas mãos não o tivessem agarrado para continuar batendo nela. A menina usou a espada mágica para defender os outros golpes, porém, sentiu que a lâmina oscilou perigosamente e estava muito perto de quebrar.

- Fábula! - gritou o garoto livrando-se do último inumano e correndo na direção dela - Eu vou te ajudar! Espere por mim!
  • Fábula: 11 PVs, 10 PMs.
  • Schneider: 01 PVs, 10 PMs.

Avatar do usuário
Cavaleiro Morto
Mensagens: 90
Registrado em: 11 Dez 2013, 09:51
Localização: Guaratinguetá/SP
Contato:

Re: Herança - Ato XX - Confio em ti, criança.

Mensagem por Cavaleiro Morto » 26 Jun 2018, 09:38

Com um movimento, Fábula sinaliza para o que o menino ficasse atrás dela e cobrisse os seus olhos, aquele desmorto era muito para ele. Ainda com dores devido a última sequência de ataques, a mercenária ponderava o que fazer. Ela precisava de ataques rápidos para passar a resiliência do inumano, mas aquele tanque de carne aguentaria tempo demais. Não tinha outra opção, tinha que usar aquilo, mesmo não tendo certeza se funcionaria contra um morto-vivo.

Os olhos de Fábula ficaram amarelos e reptilianos, emanando uma forte aura de magia que atraiu o olhar do inumano. Aquela técnica era a marca registrada de um verdadeiro Castela, ensinada a jovem por Sir Luges, o vislumbre da Górgona.
H, Fábula gastou os seus últimos 10 PMs e conjura Petrificação contra o Inumano monstruoso, testa a R dele.
Imagem
Imagem

Responder

Voltar para “Tormenta Alpha - Herança”