Herança - Ato XXII - Luz!

Avatar do usuário
Armageddon
Moderador
Mensagens: 501
Registrado em: 07 Dez 2013, 17:22
Localização: Timbó, SC
Contato:

Herança - Ato XXII - Luz!

Mensagem por Armageddon » 24 Nov 2018, 15:52

Imagem

- Você será recebida e bem cuidada na cidade, Fábula - respondeu Jenny ao mesmo tempo que comandava os demais membros da comitiva - Mas agora temos que lidar com os lobos.

- Também não acho sensato você voltar sozinha agora para Folha Prata, Fábula - falou Selene ao lado. Ainda estava um pouco desconfortável por ter sido apanhada de surpresa daquela maneira por uma criança - Os lobos estão em toda parte aqui, e enquanto ficarmos em grupo, estaremos mais protegidas.

Fábula concordou com um aceno, voltando-se para o lugar de onde havia vindo. Um garoto loiro com praticamente a mesma idade dela estava lá, escondido e calado até então. Ele se colocou ao lado da garota Castella, cumprimentando o grupo um tanto quanto envergonhado. Jenny fez pouco caso de sua presença, estava ocupada garantindo que todo o perímetro estaria cercado e protegido.

Quando acreditou que o grupo estava devidamente posicionado, deu o comando para avançarem. E então, sem explicação ou aviso, uma luz surgiu alta, despontando por detrás das mais altas árvores de Tollon, crescendo e inflamando até competir com a lua cheia nos céus.

Uivos ecoaram em volta.
Dezenas deles.

Imagem

Kenlee esperava verdadeiramente ser visto, porém, ficou em dúvida se de fato queria descobrir a real situação do grupo agora, sob a luz mágica que havia criado. Já haviam sido atacados por lobos naquela mesma noite, mas não eram nada se comparadas ao monstro que os observava nas sombras.

Era uma criatura de aspecto aterrador, coberta por uma grossa camada de pelos. Seus olhos vermelhos demonstravam apenas raiva e loucura, assim como a saliva que escorria pelas longas presas brancas no focinho inumano. Era um dos monstros mais conhecidos e temidos de Arton. Um lobisomem. E ele saltou sobre o mago, todo presas e ódio, mordendo-o com toda a força que foi capaz... apenas para descobrir lata no lugar de carne.
Kenlee rolou 6 na jogada de FD, enquanto o lobisomem conseguiu apenas 1.
Não foi suficiente pra provocar dano algum.
- Não esperava por isso, monstrão?! - falou Kenlee, um sorriso feroz no rosto.

Do outro lado da clareira, Selene viu os companheiros e suspirou aliviada de que estavam relativamente bem, apesar da luta contra o lobisomem. Em um momento de dúvida, Jeni pensou que a fera estava prestes a atacá-los pelas costas, quando notou que ele não era o único. Um segundo lobisomem surgiu próximo deles, rosnando.

Ele estava sujo de sangue.
Imagem

Avatar do usuário
asbel
Mensagens: 22
Registrado em: 24 Jun 2014, 23:14
Contato:

Re: Herança - Ato XXII - Luz!

Mensagem por asbel » 24 Nov 2018, 17:12

– Aœ, pėgrã'dhy. Pro'khe çę nû weyn kathä hm khära dh swå bythēlla?

Mal terminou de falar e Gard, mesmo com a espada em mãos, mandou uma bicuda pro lado do lobisomem que tentou morder seu amigo. Porque cachorro tinhoso ele espantava na ponta da botina.

Avatar do usuário
Cavaleiro Morto
Mensagens: 90
Registrado em: 11 Dez 2013, 09:51
Localização: Guaratinguetá/SP
Contato:

Re: Herança - Ato XXII - Luz!

Mensagem por Cavaleiro Morto » 26 Nov 2018, 18:58

Fábula observava o embate, ela sabia que uma luta contra lobisomens não acabaria bem, pois eles estavam no seu território e podiam contar com a ajuda dos lobos.

- Assumam uma formação em círculo, homens de armas nas bordas, crianças e atiradores no centro. Não provoquem estas criaturas, ou podemos acabar no meio de um massacre.
Imagem

Avatar do usuário
Mago Dzilla
Mensagens: 40
Registrado em: 12 Nov 2014, 06:35

Re: Herança - Ato XXII - Luz!

Mensagem por Mago Dzilla » 27 Nov 2018, 18:08

"Não queria ser obrigado a tanto... mas será necessário!"
Ainda não querendo se desgastar completamente numa luta que poderia ser apenas a primeira da noite, Kenlee rolou para trás, deu vazão à determinação que mantinha a pouca sanidade que ainda lhe restava e respondeu aos rosnados da criatura.

— Nós, amaldiçoados, nos entendemos, não é mesmo, filho da noite! - gritou o meio-golem, perdigotos voando na escuridão prestes a ser rompida — Acha que é o único monstro por aqui? Pois CONTEMPLE A VERDADEIRA FÚRIA!

A última frase de Kenlee saiu de seus lábios acompanhada de chamas vívidas, que rodopiaram e criaram diante dele uma figura flamejante bípede, com olhos escarlates cintilantes que lançou um rugido medonho mesmo enquanto tomava forma. Em meio segundo um outro lobisomem, este feito de fogo arcano, retribuiu violência com violência, saltando contra o atacante do jovem mago com garras e presas ardentes.

[Kenlee empregou cinco PMs para criar um lobisomem de fogo (fêmea, por qualquer motivo) com F 2, H2 e R 1, e comandou-o a atacar o monstro que mordeu-lhe o braço golem. "Fúria", como Kenlee a chamou, vai direcionar um ataque de mordida no pescoço do primeiro lobisomem]

Movendo-se para controlar Fúria sob abrigo, Kenlee empunhou com mais firmeza o cajado de madeira tollon. Não era prata, mas a madeira mais nobre do reino tinha fama de causar dano como se fosse mágica. Se a pior situação acontecesse, talvez um ataque em golpe de ponta com a extremidade mais aguda do cajado pudesse causar algum dano aos monstros. Porém, a criatura de fogo era por enquanto a aposta em que acreditava.

— Whäy rewirhar lëesho, gawdherioo!! - finalizou o mago, com uma boa (achou ele) imitação de "gardonês".

Avatar do usuário
Keitarô
Mensagens: 1328
Registrado em: 09 Dez 2013, 19:58
Localização: Mahoyiga

Re: Herança - Ato XXII - Luz!

Mensagem por Keitarô » 29 Nov 2018, 08:58

Novamente, a tensão tomou conta de Alyssa. Não sabia se deveria atacar ou observar. E se fosse Paola?

O ataque em Kenlee trouxe uma sensação estranha. Mesmo contra a vontade, deveria defender-se. Por sorte, o mago estava bem, e empolgado por ter se identificado com o inimigo, aumentando sua chama de batalha. A garota até sentia que a indecisão passara um pouco.

Respirou fundo, travando o abdômen, o que fazia a energia fluir para as mãos e pernas. Com um rápido movimento, inclinou o corpo na direção do lobisomen e saltou, golpeando a cabeça com um chute em diagonal, usando o peso. A sola do pé brilhante, a perna faiscando eletricidade.

Em seguida, ao tocar o chão, girou o corpo em torno da perna de apoio para reacelerar e lançou diversos chutes retos com a outra perna.

Lembrou-se de Peritus. Esperava não estar atacando Paola... Talvez, por isso, embora a técnica fosse primorosa, não estava sequer próximo do que poderia ser.
Manobra de ataques múltiplos. Graças a Aventureiro Nato, é possível atacar duas vezes com H0. Ataque Especial II em ambos: FA=F4+H0+1d, 2 PMs.

Responder

Voltar para “Tormenta Alpha - Herança”