Parte 7 — Histórias de Caçador

Avatar do usuário
Tiagoriebir
Mensagens: 883
Registrado em: 27 Ago 2015, 12:55
Localização: Porto Alegre, Namalkah

Re: Parte 7 — Histórias de Caçador

Mensagem por Tiagoriebir » 13 Ago 2018, 23:24

Goretzka escreveu:— Antes de prosseguirmos, o que você pretende fazer agora que sabe do destino da sua aldeia?
— Bom... realmente, ainda não havia pensado nisso — respondeu o homem, coçando o queixo barbudo. — Acho que vou para Passo do Sebo, ver se alguém conseguiu voltar de Campodouro.
Anahera escreveu:- Se aquela gente não dá valor ao dinheiro, o mesmo não pode ser dito sobre você, certo? Podemos adquirir alguma caça e usar como moeda de troca na vila.
— De fato. Se o vilarejo foi destruído, uma parte de minha caça pode estragar até que encontre quem a compre. Eu posso vender a vocês, sim.
Goretzka escreveu:— Eu ofereço um pouco mais. Além da caça, gostaria de contar com os seus serviços, se possível. Você acha que conseguiria o apoio das outras tribos bárbaras para combater os bárbaros que estão infectados? Cedo ou tarde esse mal também deve recair sobre eles, se é que não já está os afetando, e precisamos de ajuda em Campodouro.
— Eu não contaria com isso. As tribos não são como os vilarejos das terras civilizadas. Mesmo os mais pacíficos vão preferir ficar e perecer na terra em que sempre viveram do que sair e se unir a outras tribos para vagar em terras desconhecidas. Assim como as pessoas de fora são desconfiadas com bárbaros, eles também são, com as pessoas de fora. E, bem, eu já tive minha dose de riscos com bárbaros doentes por um bom tempo.
OFF
• Todos postaram em dia — logo, todos ganham +1 PF, já adicionado em suas fichas.

• Vocês têm até 16/08 para postar sua resposta no prazo. A próxima atualização será em 17/08.
Tentando usar a parte colorida da massa cinzenta.
https://twitter.com/tiagoriebir

Avatar do usuário
Armageddon
Moderador
Mensagens: 501
Registrado em: 07 Dez 2013, 17:22
Localização: Timbó, SC
Contato:

Re: Parte 7 — Histórias de Caçador

Mensagem por Armageddon » 13 Ago 2018, 23:34

- Então faça como sugeri, conde - falou Anahera colocando-se de pé - Vamos comprar o que pudermos carregar para negociar o trato com os cavalos futuramente e partimos em direção ao vilarejo. Ainda temos algumas horas de luz e deveríamos aproveitar o tempo.

A clériga acreditava que Goretzka se daria por vencido ante a recusa do sujeito, aceitando que não era uma aventureiro como eles e sim apenas um qualquer escondido no mato.
Imagem

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 9061
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Vladimir Minsk XI

Mensagem por Padre Judas » 14 Ago 2018, 08:17

Imagem
Vladimir Minsk XI
Imagem
- Aquele seu amigo bardo poderia ser de grande ajuda agora, né? Para ir convencer os bárbaros, quero dizer. Pena que não veio conosco.
Apesar daquele pequeno contratempo, tudo parecia estar resolvido ali. Era hora de seguir em frente.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5204
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Parte 7 — Histórias de Caçador

Mensagem por John Lessard » 15 Ago 2018, 07:39

Imagem

Caelynn afastou-se, já preparando os cavalos, enquanto os demais planejavam. Aquele tipo de situação não era exatamente destinada a ela e ficava feliz por ter companheiros que pudessem resolver a situação em seu lugar. Abaixou-se em seguida, para despedir-se de Mascate e Herói.

- Fiquem bem vocês dois e cuidem de seu amigo Raimer - não dono - boa sorte para você e boa sorte para nós.

A elfa levantou-se e lançou uma confirmação para o conde que estava pronta para quando ele decidisse partir.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
João Paulo
Moderador
Mensagens: 295
Registrado em: 06 Dez 2013, 14:45
Localização: Uiraúna - Paraíba
Contato:

Re: Parte 7 — Histórias de Caçador

Mensagem por João Paulo » 15 Ago 2018, 19:22

Imagem

— Bem, então é isso. Ficaremos com algumas caças. Magnus, escolha as que estiverem em melhores condições de levarmos. Espero que faça uma viagem segura de volta pra Passo de Sebo e obrigado pela ajuda.

O conde ficou um pouco decepcionado, mas sabia que nem todos possuem o que é necessário aventurar-se em uma jornada arriscada, ainda mais um homem que acabou de descobrir que sua aldeia havia sido destruída. Seria uma boa vantagem para Campadouro, na opinião do Conde, por isso ainda frisou.

— Não encontrando nada em Passo de Sebo você pode seguir até Campadouro. Procure por meus homens e diga que me encontrou.

Avatar do usuário
Tiagoriebir
Mensagens: 883
Registrado em: 27 Ago 2015, 12:55
Localização: Porto Alegre, Namalkah

Re: Parte 7 — Histórias de Caçador

Mensagem por Tiagoriebir » 16 Ago 2018, 17:44

Goretzka escreveu:— Bem, então é isso. Ficaremos com algumas caças. Magnus, escolha as que estiverem em melhores condições de levarmos.
— Oh... Certo, senhor — respondeu Magnus. Ele, que sempre fora espirituoso, permaneceu calado desde que encontraram o caçador. Comeu e se esquentou na fogueira como todos os outros, mas seu olhar estava vago, como se não estivesse ali. Ele enfim se ergueu e foi ao carroção.
Goretzka escreveu:Espero que faça uma viagem segura de volta pra Passo de Sebo e obrigado pela ajuda.
— Eu quem agradeço pela companhia e boa vontade — o caçador respondeu ao conde, também se levantando e indo até o veículo, erguer a lona para mostrar a caça a Magnus, enquanto os demais faziam os últimos preparativos para prosseguir a viagem. Uma vez escolhido o produto, Raimer apagou o fogo e se preparou para também partir.
Goretzka escreveu:— Não encontrando nada em Passo de Sebo você pode seguir até Campodouro. Procure por meus homens e diga que me encontrou.
— Obrigado, senhor conde. Espero que não seja necessário, mas se chegar a tanto, farei isso. Vocês se cuidem nessa floresta, e espero que encontrem a cura desta praga. — Então sorriu — Se passarem mesmo por Tuhinga, digam à Zelai que eu avisei a vocês que não bebessem o vinho!

E assim, o caçador seguiu, empurrando o carroção, agora mais leve, com Herói e Mascate ao seu lado. O homem já estava longe quando o grupo terminou de acomodar a caça recém-adquirida nos cavalos, e então Magnus chamou a todos.

Imagem
— Companheiros, me desculpem pelo silêncio repentino. Eu estava acompanhando o que todos diziam, mas eu também ouvi mais alguém. A deusa falou comigo. Ela disse que meu caminho deve se dividir do de vocês. Eu pensei em pedir por mais respostas sobre isso, mas não seria o feitio da deusa. Valkaria quer que nos aventuremos rumo ao desconhecido. Isto é o que nos faz evoluir.

O grupo assimilava com atenção às palavras do cavaleiro alado.

— Isto posto, creio que a ideia do conde é boa, e é um desafio à altura do que a deusa pede. Senhor conde. Meus colegas. Eu irei em busca das tribos que vivem na floresta. Creio que isto é o que me levará rumo a missão que devo cumprir. Não peço permissão a vocês, pois já foi decidido pela deusa. Não levarei cavalo, pois creio que as asas que a Donzela me concedeu serão o suficiente para me locomover rapidamente e prover proteção, se necessário. Vocês podem vendê-lo, se precisarem. Tenho certeza que Valkaria garantirá um bom destino a ele.

Ele se aproximou da sacerdotisa do vulcão.

— Anahera, deixo com você o saco que a curandeira de Campodouro nos deu, para recolher a erva skuggi. Minhas demais provisões, levarei comigo.

O cavaleiro e o conde trocaram um aperto de mão firme, e o guerreiro alado se afastou por fim, olhando aos olhos de todos.

— Obrigado por tudo até aqui, amigos. Tragam a cura para Campodouro. Espero voltar em breve, com reforços para combatermos os inimigos. Pois é isto o que nós devemos fazer.

E alçou voo, ganhando o céu nublado, com chuva fina, tomando a direção oposta de Raimer e diferente da que o grupo tomaria.

O escolhido da deusa dos aventureiros partia em sua própria missão pessoal, que era também a esperança de auxílio e heroísmo em algum momento futuro.
OFF
• E com este post, encerra-se a participação de Magnus como personagem jogador — e se abre a possibilidade de sua participação como NPC.

• Como todos postaram em dia, todos ganham +1 PF, já computado em suas fichas.

• Goretzka gastou 200 tibares comprando caça de Raimer, já descontado em sua ficha. Ele agora tem 1.937 tibares consigo.


Vocês vêm enfrentando uma série de problemas e decisões difíceis; e vêm conseguindo resistir a todas elas de alguma forma. Este é o espírito heroico, tão raro em dias cinzas e chuvosos, como os dias de Outono. Por manterem-se determinados, vocês aprendem. E por aprenderem, vocês evoluem.
Anahera, Caelynn, Goretzka e Vladimir recebem 1 Ponto de Personagem.


• A aventura continua na Parte 9.
Tentando usar a parte colorida da massa cinzenta.
https://twitter.com/tiagoriebir

Responder

Voltar para “Outono”