Parte 10 - Quando o Corvo para de Voar

Avatar do usuário
Tiagoriebir
Mensagens: 883
Registrado em: 27 Ago 2015, 12:55
Localização: Porto Alegre, Namalkah

Parte 10 - Quando o Corvo para de Voar

Mensagem por Tiagoriebir » 15 Nov 2018, 00:29

Imagem

Vocês seguiram ainda por algumas horas, sempre com água pelas canelas e passos incertos, de acordo com o rumo que o corvo tomava. Como o animal seguia voando, teve de fazer várias paradas para os esperar passar por algum trecho especialmente cheio de raízes ou em que o nível da água era maior. Então retomava seu percurso assim que notava que estavam prontos para retomar o caminho.

Vocês sabiam que ainda estavam na metade do dia porque conseguiram ver o céu nublado por sobre as árvores enquanto se afastavam de Tuhinga, mas agora já não viam mais nada. As copas criavam treliças, se sobrepondo em muitas camadas, com seus troncos e galhos sinuosos, sem permitir que passasse quase nenhuma luz, deixando tudo em um eterno crepúsuculo. O cheiro de mofo e musgo do pântano também não agradava e o ar estava estagnado, como se estivessem adentrando uma sala úmida e escura, há muito tempo fechada.

A água da chuva era uma constante que deixava as roupas e equipamentos encharcados. Isso os fazia pensar na força da tempestade lá fora, além daquelas plantas. As gotas não vinham diretamente do céu, mas escorregavam das folhas, em quantidade forte o suficiente para dificultar a visão. Por isso vocês mal viram quando o corvo pousou em uma árvore morta que se projetava em uma elevação na água do pântano. O animal olhou para vocês uma última vez antes de cair da árvore, morto.

Este é claramente o local onde vocês devem invocar as fadas de fogo.

OFF
E começamos mais uma parte de nossa aventura!

• Vocês têm até 17/11 para postar sua resposta sem perda de PFs. A próxima atualização será em 19/11.
Tentando usar a parte colorida da massa cinzenta.
https://twitter.com/tiagoriebir

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 9061
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Vladimir Minsk XI

Mensagem por Padre Judas » 17 Nov 2018, 16:33

Imagem

O guerreiro não conteve um esgar quando ouviu que eles capturavam as pobres fadas e as mantinham presas até a morte. Não era de surpreender serem tão raras. Pensou em fazer alguma crítica, mas conteve-se. Somente a Khalmyr cabia julgar.

Seguiram em frente. A viagem era ainda mais dura e Vladimir cobria-se o melhor que podia com a capa que conseguira no povoado. Não era muito boa, mas servia. Por fim o corvo parou sobre uma árvore... e morreu. Vladimir conteve um suspiro.
Vladimir Minsk XI
Imagem
– Isto foi... triste. Eu meio que já estava me apegando a ele.
Olhou ao redor, procurando por ameaças ou qualquer indício de alguma diferença em relação ao resto da mata.
Vladimir Minsk XI
Imagem
– Então, acho que chegamos. Como vamos proceder? Sacerdotisa?
Olhou para a mulher e para o conde, alternadamente. Rituais mágicos não eram da alçada de um guerreiro, só lhe restava ajudar como pudesse.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
João Paulo
Moderador
Mensagens: 295
Registrado em: 06 Dez 2013, 14:45
Localização: Uiraúna - Paraíba
Contato:

Re: Parte 10 - Quando o Corvo para de Voar

Mensagem por João Paulo » 17 Nov 2018, 18:33

Imagem
Finalmente chegaram ao destino. Parecia que esse dia nunca chegaria. E pensar que haveria todo esse trajeto de volta ainda perturbava o Conde. Mas agora haviam outras preocupações mais urgentes. Como fariam para entrar em contato com as fadas?

– Não acredito que elas se chamam "Fadas de Fogo" por acaso. Tentaremos acender alguma coisa e tentar chamar a atenção delas. – conhecia a sacerdotisa há tempo suficiente para saber da sua relação com o fogo – Acredito que, mesmo com esse tempo, você consiga fazer algo usando sua fé.

– Enquanto Anahera cuida disso, fiquem atentos ao nossos arredores – olhando diretamente para Caellyn, sabendo que poderia confiar essa tarefa a ela.

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5204
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Parte 10 - Quando o Corvo para de Voar

Mensagem por John Lessard » 17 Nov 2018, 19:02

Imagem

Caelynn tinha um sorriso de no canto da boca enquanto enfrentava as águas junto de seus companheiros, mirando as flechas farpadas que tinha conseguido na vila, falou com Anahera, sem mirá-la.

- Isso será bem útil e... - agora sim olhou para sacerdotisa - Vamos conseguir fazer isso...

Apressou o passo, guardando suas flechas na aljava. Algum tempo depois parou ao lado do conde, vislumbrando o corvo caindo, morto. Se manteve impassível.

- Que seja apenas mais esta morte... - olhou para Vladimir enquanto ele se dirigia a Anahera, a elfa assentiu - Vou estabelecer um perímetro e vigiar os arredores.
Off:

Caelynn consegue duas flechas farpadas (FA+1 em dois Tiros Múltiplos)
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Armageddon
Moderador
Mensagens: 501
Registrado em: 07 Dez 2013, 17:22
Localização: Timbó, SC
Contato:

Re: Parte 10 - Quando o Corvo para de Voar

Mensagem por Armageddon » 18 Nov 2018, 19:48

- Sim, estou preparada para isso - respondeu Anahera aos demais, retirando os utensílios que trazia consigo e colocando-os à mão. Afastou as folhas do lugar onde o corvo havia caído morto, mas manteve o pássaro próximo. Depois que tivesse um bom fogo, iria queimá-lo também até virar cinzas.

Estava tudo completamente encharcado no entorno, mas a árvore morta era mais do que suficiente para dar início a fogueira. Procurou sob a casca algum lugar em que ela estivesse mais solta e puxou com força. A madeira debaixo da primeira camada apodrecida estaria, se não seca, menos úmida. Também procurou por alguns gravetos e pela serragem deixada por bichos que comem madeira morta. Sob os pedaços de casca, fez uma pequena pilha de madeira para servir de base e acomodou a serragem e os gravetos sobre ela formando uma tenda.

Com um gesto, a palma de suas mãos se incendiaram, com labaredas escapando pela ponta dos dedos. Ela tocou os gravetos por um tempo, e logo a fumaça subiu em profusão da madeira molhada. Continuou alimentando a fogueira com gravetos até que o fogo estivesse firme o suficiente para começar a receber lenha de verdade. Enquanto isso, a base já estava secando e logo ajudaria o fogo a se manter por tempo o suficiente para ferver a água.

- Se puder cortar um galho novo para mim, Vladimir, irei incluir seu nome em minhas orações.

Assim que recebeu o galho, Anahera o utilizou para montar um tripé simplório, que mantinha a chaleira sobre a chama boa. Madeira molhada era colocada em volta para secar enquanto isso. Precisavam manter o fogo constante.

- Preciso que a água ferva antes de misturar a isca. É ela que vai atrair as ëldaleik'ur. Depois que a atrairmos com isso, devemos segui-las até a gruta onde skuggi brota.

Anahera permaneceu olhando fixamente para o fogo, orando em silêncio para Kurur Lianth. Cada vez mais, a vida de todos dependiam deles. Não poderiam falhar dali em diante.

- A lenda sobre a serpente que guarda o skuggi... Devemos considerar que ela é real.
Imagem

Avatar do usuário
Tiagoriebir
Mensagens: 883
Registrado em: 27 Ago 2015, 12:55
Localização: Porto Alegre, Namalkah

Re: Parte 10 - Quando o Corvo para de Voar

Mensagem por Tiagoriebir » 19 Nov 2018, 22:47

Após algum tempo cuidando das chamas, o grupo enfim vê o resultado do esforço conjunto. O fogo ganha força suficiente para se sustentar até que a água atingisse o ponto certo, quando Anahera misturou a isca ao líquido. Era um tipo de limo malcheiroso que tornou a água verde no instante em que a tocou. Em alguns instantes o conteúdo da chaleira cirou um caldo grosso e esverdeado, que passou a emitir um gás de cheiro repugnante, que potencializava muitas vezes o cheiro do limo. Aquela reação foi tão forte e repentina que não houve tempo de reação — todos os membros do grupo ficaram enjoados, regurgitando tudo o que haviam comido algumas horas atrás, em Tuhinga.

Mesmo Caelynn, que estava mais afastada, sobre algumas árvores, passou mal. Contudo, ainda assim, ela pode perceber que algo grande, com formato levemente arredondado, estava se movendo em direção ao grupo, sob a água do pântano. Era questão de alguns instantes até chegar em seus aliados.

OFF
• Anahera atrasou em sua postagem, perdendo 1 PF, fazendo com que o mestre receba +1 PF. No momento conto com 5 pFs.
• Todos passaram mal com o fedor nauseabundo do gás. Agora estão enjoados, com -1 em todos os testes (incluindo FA e FD) pelas próximas 2 atualizações.

• Vocês têm até 22/11 para postar sua resposta sem perda de PFs. A próxima atualização será em 23/11.
Tentando usar a parte colorida da massa cinzenta.
https://twitter.com/tiagoriebir

Avatar do usuário
Tiagoriebir
Mensagens: 883
Registrado em: 27 Ago 2015, 12:55
Localização: Porto Alegre, Namalkah

Re: Parte 10 - Quando o Corvo para de Voar

Mensagem por Tiagoriebir » 19 Nov 2018, 22:52

Status
Anahera
10/10 PVs | 20/20 PMs
  • • H+1 nas próximas três vezes que tratar um ferimento causado por queimaduras.
    • 1 Poção Antifúria (retarda por 1 dia o efeito da Fúria Negra).
    • 1 Poção de Espírito (recupera 1d+1 PMs).
    • 1 Unguento (cura 1d PVs).
    • 1 Saco com conteúdo malcheiroso par atrair fadas de fogo.
    • 1 Saco com alimento para o corvo
    • 1 Saco para recolher a erva Skuggi.
    • 1 recipiente para aquecer a mistura para as fadas.
    • Provisões para 1 dia.
Caelynn
10/10 PVs | 18/24 PMs
  • • 1 Mapa da região.
    • 1 Rolo de Corda (15m).
    • Provisões para 2 dias.
    • Flechas de Caça: nas próximas duas vezes que usar Tiro Múltiplo contra um alvo desprevenido, recebe FA+1 em todos os ataques.
Goretzka
10/10 PVs | 8/10 PMs
  • • 1 Lanterna Mágica.
    • 1 Unguento (cura 1d PVs).
    • 1 Poção Antifúria (retarda por 1 dia o efeito da Fúria Negra).
    • Provisões para 2 dias.
Vladimir
25/25 PVs | 11/15 PMs
  • • Provisões para 2 dias.
    • 1 Unguento (cura 1d PVs).
    • Capa reforçada: oferece +1 nos próximos dois testes contra intempéries.
Tentando usar a parte colorida da massa cinzenta.
https://twitter.com/tiagoriebir

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5204
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Parte 10 - Quando o Corvo para de Voar

Mensagem por John Lessard » 22 Nov 2018, 12:49

Imagem

Caelynn se mantinha afastada do grupo, vigiando os arredores, enquanto os demais cuidavam do ritual. Apesar da distância, sentiu o fedor de fosse o que fosse que estivessem queimando ali e sentiu sua última refeição subir até sua garganta. Seus olhos élficos, entretanto, perceberam algo redondo e grande se aproximando pela água. Estreitou o olhar, virou-se depressa e disparou uma flecha aos pés do conde, chamando a atenção de todos para si. Passou o dedo dedo pelo pescoço, como se uma faca lhe degolasse e depois apontou para a água.

Esperou, o mais silenciosa possível.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
João Paulo
Moderador
Mensagens: 295
Registrado em: 06 Dez 2013, 14:45
Localização: Uiraúna - Paraíba
Contato:

Re: Parte 10 - Quando o Corvo para de Voar

Mensagem por João Paulo » 22 Nov 2018, 19:37

Imagem
O conde designou Caelynn para a tarefa de vigiar o perímetro. Como sempre, ela nunca decepcionava. Logo com o início do ritual a elfa mandou um sinal de que problemas estavam à caminho.

Não seriam pegos de surpresa.

- Minsk, temos que proteger Anahera para que ela consiga concluir o ritual. - fez um sinal para Caelynn, mas não era preciso. Ela também sabia disso.
Uso Ordens de Combate (1PM) para dar um bônus de +1 em todas as rolagens dos meus companheiros por 4 turnos

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 9061
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Vladimir Minsk XI

Mensagem por Padre Judas » 22 Nov 2018, 21:27

Imagem

Vladimir acenou em concordância quando Anahera relembrou-os sobre a skuggi. Preparou o escudo e sacou a espada, deixando a lâmina pronta. Então veio o fedor e ele vomitou. Estava horrível.

A flecha disparada por Caelynn chamou-lhes a atenção e o Conde passou-lhes instruções.
Vladimir Minsk XI
Imagem
– Irei pessoalmente garantir a integridade da sacerdotisa, milorde.
Postou-se perto dela, pronto para tudo. Inspirou e expirou o ar várias vezes, eliminando o miasma doentio que o tomava. Com muito esforço começou a sentir-se melhor e livrou-se do mal estar.
Off:

Teste de Resistência para combater o efeito do veneno, R3, rolado 5. Gasto 1 PF para adicionar +1d à Característica, rolado 5. Sucesso.

Usarei Escudo em Anahera principalmente. Usarei nos colegas em seguida e depois em mim mesmo.
Editado pela última vez por Padre Judas em 22 Nov 2018, 21:51, em um total de 1 vez.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Responder

Voltar para “Outono”