A Presa de Ferro | Ato I - A Trilha dos Caçados

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5212
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: A Presa de Ferro | Ato I - A Trilha dos Caçados

Mensagem por John Lessard » 08 Ago 2019, 16:43

Após o término de combate, Magnus e Meia Noite assumiram a dianteira do grupo, segundo para leste, após Lanna revelar que ao norte havia um grande corpo de água.
Imagem
- Talvez não seja uma boa ideia brigar com espíritos da água - constatou Magnus após um tempo.
Finalmente encontraram um salão maior, o bárbaro franziu o cenho para os trogloditas que rezavam.
Imagem
- Magnus não precisa que dê nada para ele, poliglota ancião, Magnus pega o quer. A caverna é nossa agora, junta seus trapos ou Magnus te quebra em dois.
Off:

Magnus está a exatos 4,5 metros do toglodita mais próximo.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Kairazen
Mensagens: 758
Registrado em: 04 Jan 2014, 18:42

Re: A Presa de Ferro | Ato I - A Trilha dos Caçados

Mensagem por Kairazen » 12 Ago 2019, 23:13

O ultimo dos inimigos teve um golpe de sorte, Theresa pensou que fosse desmaiar, mas conseguiu se agarrar sua força de vontade e ficar de pé. Agora tinham caminho livre pelo resto da caverna, e logo alcaçaram o que parecia o altar do Deus Morto, um grupo de trogloditas rezavam, mas não pareciam tão fortes ou ameaçadores como os da entrada, e pelas palavras de um dele eram apenas sacerdotes:
Imagem
Não ha necessidade de mais sangue derramado, mas precisamos dessas cavernas sacerdotes, temos uma população inteira para abrigar.
Aqueles não eram guerreiros, ataca-los seria ate mesmo cruel, se pudesse ela tentaria evitar isso.

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13724
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: A Presa de Ferro | Ato I - A Trilha dos Caçados

Mensagem por Lord Seph » 13 Ago 2019, 08:06

A luta havia acabado, Lanna se sentia cansada e dolorida, mas nada falou. Não em linguagem de gente.

Lanna pediu para Fenrir farejar por novos caminhos.

Havia um com grande concentração de água e outro mais seco.

No seco havia outros trogloditas, mas não quiseram lutar.

Magnus agia rapidamente antes de qualquer ação mais diplomática. Lanna apenas balança a cabeça e lamenta por tudo aquilo.

Fenrir novamente volta a farejar o caminho enquanto Lanna observa o ambiente.
Imagem

Sul tem mais movimento, Fenrir disse que a leste parece haver uma espécie de área de cultivo.

Norte leva para a área de água que informei antes
e sudeste vai para onde esses cristais estranhos, provavelmente terá mais caminhos.
Lanna termina de falar e invoca mais uma vez sua armadura da natureza, queria estar pronta caso precisassem lutar.
Imagem

Para onde vamos?
Lanna por fim fala.

Conjuro Pele de Árvore aumentado minha CA em +3 antes de entrar na caverna.

Teste de sobrevivência 33.

25 no Trog contra mim, crítico e 11 de dano, dobrando para 22 e mais um ataque 16 com 11 de dano. Total de 33.

Magias Preparadas: Acalmar Animais, Bênção, Criar Água, Curar Ferimentos Leves x2, Espírito Animal x1.


Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
Maggot
Mensagens: 2138
Registrado em: 13 Jan 2014, 19:00

Re: A Presa de Ferro | Ato I - A Trilha dos Caçados

Mensagem por Maggot » 15 Ago 2019, 16:13

- Sempre há necessidade de sangue minha cara. Se não o seu, o nosso. - A líder falou para Theresa - Sigam para sudeste se realmente quiserem tomar as cavernas. Enquanto os seguidores do Pai Morte estiverem aqui, vocês nunca terão esse lugar como lar.

E assim, partiam.

Parte do problema estava resolvido, mas as cavernas ainda não eram deles. Não eram seguras. Ainda haviam trogloditas, apenas os mais pacíficos haviam recuado. Os feridos, velhos e crianças. E aqueles que cultuavam Tenebra, em sua maioria. Por lógica, os que sobravam eram os seguidores do Deus Morto, e isso sim poderia vir à ser um problema. Seguiram, após um longo período de indecisão, pela passagem à sul, para o dormitório. Tudo o que encontraram eram trogloditas velhos e feridos escapando enquanto recolhiam suas coisas, rosnando para o grupo de aventureiros. Talvez a situação agora estivesse invertida.

No centro da sala, porém, havia algo que apenas Magnus reparou no começo, quase chamado por aquilo, e então os outros viram quando apontado pelo bárbaro. Uma curta e curva arma com lâmina de obsidiana deixada para trás em um pequeno altar de pedras negras. Correntes profundamente escuras estavam presas à mesma, e logo Therese identificou as energias necróticas que envolviam a arma. Era perigosa. Lanna reparou não muito depois que aquilo definitivamente era um altar ao Deus Morto, o que tornava a presença de energia ainda mais assustadora. Não havia mais um deus para ceder aquela energia em tributo. E mais importante, aquilo provavelmente estava ligado à vida de alguém, ambas concluíram. Similar à uma filacteria.

Não havendo mais nada ali, apenas retornaram e seguiram o caminho à sudeste, o único que não parecia apenas circular de volta para áreas aonde estavam ou para um beco sem saída. Pouco à pouco, o chão começou à mudar. Os veios púrpura iluminavam a caverna, e logo ao invés de estarem pisando em pedra, os barulhos de algo sendo quebrado e o relevo errático do lugar revelavam que pouco à pouco, avançavam para um ponto aonde apenas ossos cobriam o chão. Quando finalmente alcançaram a próxima câmara, era larga e espaçosa, surpreendentemente bem iluminada pelos veios e cristais púrpuras que cresciam entre ossos. Do teto, pendurados por cordas e cipós, crânios estavam pendurados. Minotauros, humanos, outros trogloditas... Um verdadeiro museu de vítimas ali. Aquela câmara parecia uma genuína passagem para o inferno.

No fim dela, bloqueando o caminho para uma escada que descia, estava uma figura assombrosa. Um troglodita muito maior que os outros e completamente branco. Em sua mão direita um mangual enorme com fragmentos dos cristais roxos encaixados na cabeça e no cabo. Em sua mão esquerda, um escudo grande demais para uma pessoa normal, com o mesmo cristal nas bordas.

- [Então os seguidores da Mãe Noite se acovardaram? Ou vocês os mataram?] - Rosnou em sua língua. - [O humano maior ali... Sinto cheiro de magia nele. No de cabeça estranha também. Vocês serão adições boas ao meu Salão de Ossos.]

E rodando o mangual acima da cabeça com um rugido, partiu contra eles.
Iniciativas:
Jinx
Theresa
Gor-Rok, o Grande Terror Branco
Magnus
Lanna

Imagem

Theresa Rey | PV: 4/17 - CA: 14 - PM:6 - PA: 3 | Condição: | Magias Preparadas: 1° - Aumentar Pessoa x2, Sono, Raio do Enfraquecimento x2, Toque Chocante x1, Escudo Arcano.
Lanna | PV:8/26 - CA: 24 - PM:6 - PA:3 | Condição: Pele de Árvore | Magias Preparadas: Acalmar Animais, Bênção, Criar Água, Curar Ferimentos Leves x3, Espírito Animal x1.
Jinx | PV: 10/20- CA: 18 - PM:7 - PA: 2 | Condição:
Magnus Hjerteøkse | PV: 24/38 - CA:20- PA: 3 | Condição: Dor de Cabeça
Imagem
- Six shots...
#FreeWeizen

Avatar do usuário
DiceScarlata
Mensagens: 1870
Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Re: A Presa de Ferro | Ato I - A Trilha dos Caçados

Mensagem por DiceScarlata » 15 Ago 2019, 22:11

Jinx, cruzado da ordem dos cabeças de dado
Imagem


- Ah pronto, mais uma lagartixa. Seguinte Mag, o recorde é meu, te dou esse ai... E ainda ajudo. DE NADA.

*Uniu as mãos e as separou lentamente, fazendo um cubo de magia vermelha expandir-se*

- OH NIMB... AMALDIÇOE A TODOS!!!

*E assim o poder divino do Caos pulsou dentro da alma de cada aliado, os tornando mais fortes do que já eram, prontos para lutar*

- Quer magia? Vou te dar!!!
BENÇÃO!!!
Movimento: k4
Editado pela última vez por DiceScarlata em 20 Ago 2019, 17:27, em um total de 1 vez.
Tribo Scarlata


- MUNDO DE ARTON: GRUPO MADEIRA DE TOLLON (on):Angra Cabelos de Fogo
- MUNDO DE ARTON: GRUPO AÇO-RUBI (on): Jihad das Areias Vermelhas
- MUNDO DE ARTON: GRUPO JADE (on):Sr. Fuu
- JOHNVERSE: PRESA DE FERRO (on): Jinx - Cruzado da Ordem dos cabeças de Dado
- JUDASVERSO: CRÔNICAS DA TORMENTA (on): Nagamaki no Gouka!
- FUI REENCARNADO COMO MONSTRO (on): Gizmo
- OUTONO (on): Sandman

Avatar do usuário
Kairazen
Mensagens: 758
Registrado em: 04 Jan 2014, 18:42

Re: A Presa de Ferro | Ato I - A Trilha dos Caçados

Mensagem por Kairazen » 16 Ago 2019, 11:56

Theresa se perguntava se era certo o que eles faziam, ela entendeu melhor as palavras do troglodita da entrada, as cavernas estavam repletas de mulheres, crianças e idosos, e agora eles estavam ali para expulsa-los, da mesma maneira que os goblinoides fizeram em Phaendar. Theresa tentava pensar que estava fazendo aquilo por um bem maior, embora uma parte sua ainda se sentisse culpada. Caminhando pelas cavernas viu umas correntes, se lembrou de ler algo sobre aquilo, era um equipamento necromantico, ela se perguntava o que poderia estar preso a elas. Continuaram andando ate chegar a uma sala aterrorizante, decorada com inumeros ossos, e um grande troglodita albino estava no caminho, Jinx ja abençava o grupo, e Theresa achou que era melhor fortalecer os combatentes, sacou a pistola e mirou nas costas de Magnus:
Imagem
Ei grandão, você vai sentir uma picadinha nas costas.
O tiro foi a queima-roupa o acertando em cheio, logo a magia começou a fazer efeito, fazendo ele aumentar rapidamente de tamanho, ficando do tamanho do inimigo:
Imagem
Que tal pegar alguem do seu tamanho hein?
OFF: Theresa vai sacar a pistola e disparar um Aumentar Pessoa em Magnus (ataque a distancia contra CA 10, ataque 16, acertou)

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5212
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: A Presa de Ferro | Ato I - A Trilha dos Caçados

Mensagem por John Lessard » 16 Ago 2019, 21:36

O grupo continuou pela rede de cavernas. Magnus nada disse quando encontrou muitos dos trogloditas correndo,a velhos, crianças e mulheres. Não atacaria, não haveria glória naquilo. Encontraram então uma fera digna de um abate.
Imagem
- Aha, um poliglota albino e gigante! Magnus não entende o que diz, criatura! Sim Jinx, mas Magnus perdeu a conta, começou de novo!
Ele avançara. Jinx despejava seus milagres e então Theresa lhe acertava um tiro nas costas. Magnus olho confuso e com a ira crescendo dentro de si, quando percebeu que estava crescendo. Pernas, braços e tronco, ganhava pelo menos mais dois metros. Levou as mãos as genitálias.
Imagem
- Hehehe.
A criatura golpeou porém acertou apenas o solo. Meia Noite revidou afundando suas presas no monstro, mas que resistia a ser levado ao chão. Magnus deixou ser dominado pela fúria selvagem. Golpeou, seu machado, maior e mais letal, cortou carne e escamas. Recuou a arma e então, mais uma vez, agora um corte de raspão no braço. Seus olhos estavam vidrados, lambiam os lábios com respingos de sangue.
Off:

Meia Noite, ataque 21, dano 10.
Magnus usa ação livre pra entrar em fúria; Movimento para I9; padrão ataque 21, dano 21; padrão 2 por PA ataque 22, dano 14
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13724
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: A Presa de Ferro | Ato I - A Trilha dos Caçados

Mensagem por Lord Seph » 16 Ago 2019, 22:03

Lanna não sabia se aquilo era certo ou errado, mas não eram fiéis da Deusa, então não sentia qualquer ligação com os trogloditas na mesma proporção que tinha com aquele bando que arranjou.

Lanna apenas seguiu em frente e logo estavam diante do que aparentava ser o chefe.

Lanna vê os demais agirem e então ela uiva com todas as suas forças fazendo com que 3 lobos especiais a cercasse.

Eles voam direto contra a criatura, errando sua cabeça, mas um deles lhe atingem o olho.
Imagem

Fenrir!
Lanna grita e o Lobo obedece atacando as pernas da criatura.
Imagem

Vamos derrubar esse animal!
Lanna grita se afastando para permitir uma luta melhor contra a criatura.

Último uso de Aliado Espiritual, 18 e 16 erram, um crítico com 26 de ataque e +18 de dano, +4 de dano por cegar ele.

Fenrir fez um ataque 21 e tirou 8 de dano.

Fui para I6.

Conjuro Pele de Árvore aumentado minha CA em +3 antes de entrar na caverna.


Magias Preparadas: Acalmar Animais, Bênção, Criar Água, Curar Ferimentos Leves x2.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
DiceScarlata
Mensagens: 1870
Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Re: A Presa de Ferro | Ato I - A Trilha dos Caçados

Mensagem por DiceScarlata » 20 Ago 2019, 17:29

Jinx, cruzado da ordem dos cabeças de dado
Imagem


- Ok, já os amaldiçoei... agora os mato!! OH NIMB!! DESTRUA!!!

*Jinx atinge seu mangual ao chão, espalhando uma onda de energia escarlate, que ao atingir os corpos dos seus aliados, regenera sutilmente seus ferimentos*

- Pronto... Agora eu esmago.
canalizar energia: 2 pvs curados dos aliados
movimento: K8
Tribo Scarlata


- MUNDO DE ARTON: GRUPO MADEIRA DE TOLLON (on):Angra Cabelos de Fogo
- MUNDO DE ARTON: GRUPO AÇO-RUBI (on): Jihad das Areias Vermelhas
- MUNDO DE ARTON: GRUPO JADE (on):Sr. Fuu
- JOHNVERSE: PRESA DE FERRO (on): Jinx - Cruzado da Ordem dos cabeças de Dado
- JUDASVERSO: CRÔNICAS DA TORMENTA (on): Nagamaki no Gouka!
- FUI REENCARNADO COMO MONSTRO (on): Gizmo
- OUTONO (on): Sandman

Avatar do usuário
Kairazen
Mensagens: 758
Registrado em: 04 Jan 2014, 18:42

Re: A Presa de Ferro | Ato I - A Trilha dos Caçados

Mensagem por Kairazen » 21 Ago 2019, 12:16

Theresa estava confiante que o grupo daria conta daquele trog monstruoso, Magnus ja estava fortalecido, agora era hora de fortalecer o Jinx:
Imagem
Parado ai cabeça de dado, não vai doer nada.
Deu mais um tiro certeiro em outro companheiro, fazendo-o ficar do tamanho do inimigo, agora eles com certeza ganhariam aquela luta.
OFF: Theresa vai carregar uma capsula de Aumentar Pessoa e disparar em Jinx (CA 10; ataque 13 acertou).

Responder

Voltar para “JOHNVERSE”