UCdAM II - As Máscaras do Deus Vivo

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5211
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

UCdAM II - As Máscaras do Deus Vivo

Mensagem por John Lessard » 13 Mar 2019, 10:58

Capítulo I - A Bordo do Bruma Negra

Imagem

Era difícil para Cygar sorrir, mas ele o fizera, mesmo com a cicatriz grotesca em sua face. O grupo estava engajado em continuar naquela empreitada e isso o deixava feliz. Combinaram então de se encontrarem novamente a beira do lago dentro de dois dias, onde poderiam descansar e se prepararem.

***

O dia marcado para o reencontro estava frio pela manhã, porém com raios solares dourados escapando por entre nuvens. Após comerem mais uma vez na estalagem, o grupo partiria bem cedo. Encontraram Cygar os esperando as margens do lago, de braços cruzados. Não muito distante, estava um bote, com um garoto esperando.
Imagem
- Saudações companheiros! Aquela é a Bruma Negra - ele aponta para uma barcaça além do bote e do rapaz, parada no lago - o capitão Bartolomeu irá cuidar de vocês. O garoto Mathew no bote os levará até lá. Navegarão pelo lago e depois por rios, mas não pensem que será menos perigoso do que se navegassem pelo mar. Ao alcançarem Nirmathas, procurem por Reginar Summerhold na taverna Lamento do Patrulheiro, ele irá os ajudar. Desejo boa sorte a vocês.
Era necessário enfrentar as águas frias do lago para chegar até Mathew e seu bote. Era um rapaz magricela, de cabelos castanhos bagunçados, seus olhos eram ligeiros, seu sorriso confiante, quase de deboche.
Imagem
- Ora, ora, vamos, todos a bordo. Me chamo Mathew e irei conduzir vocês até a Bruma Negra, a melhor, maior e mais veloz barcaça de água doce de toda Arton. Hei, isso aí é um dragão? - perguntou ao ver Aurix subir a bordo - Você loiro e você morenão, peguem um remo, estamos no limite da capacidade, preciso de ajuda.
E assim começaram sua travessia até o Bruma Negra. Era uma barcaça ou até mesmo uma espécie de balsa, feita de madeira negra. As velas eram encardidas, mas estavam inteiras e era isso que importava. Subiram a bordo por uma escada lateral. Pisaram no convés, com algumas cordas e barris espalhados e foram recebidos por um sujeito esguio, vestido com calça cáqui, botas de cano alto e uma camisa branca bufante, com um colete negro por cima. Tinha cabelos grisalhos, assim como o bigode exótico.
Imagem
- Sejam todos bem vindos a Bruma Negra! Meu nome é Bartolomeu, seu humilde capitão e serei responsável por levá-los até Nirmathas.
Ele tinha um hálito de vinho, assim como uma macha clara na camisa.
Imagem
- Hei, loirinho, me ajude a puxar o bote, sim?
Pedido Mathew. Quando terminado, ele e Bartolomeu começavam a preparar o barco, que começaria a deslizar logo em seguida, os levando ao oeste, rumo ao seu destino.
Notas do Mestre:

Todos recebem +1 PF, com exceção de Tyberos e Kyara, que perdem 1 cada e eu ganho 2
Status & Fichas

Kaedros <> PV's 18/24; CA: 17/17; PM: 0/12; PE: 0/0; PA: 1; PF: 3 <> Condições:
Magias Preparadas:
Aurix <> PV's 35/35; CA: 19/19 <> Condições:
Kyara <> PV's 27/27; CA: 19/19; PM: 0/0; PE: 0/0; PA: 1; PF: 2 <> Condições:
Bartolomeu <> PV's 25/25; CA: 11/11; PM: 8/8; PE: 0/0; PA: 0; PF: 3 <> Músicas de Bardo 8/8 <> Condições:
Senhor Snoffles <> PV's 10/10; CA: 14/14 <> Condições:
Tyberos <> PV's 23/32; CA: 14/14; PM: 0/0; PE: 3/3; PA: 1; PF: 2 <> Fúria: 1/1 <> Condições:
Gilgrimm <> PV's 31/36; CA: 17/17; PM: 0/0; PE: 0/0; PA: 0; PF: 1 <> Destruir o Mal: 1/1; Cura Pelas Mãos: 4/4 <> Condições:
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17596
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: UCdAM II - As Máscaras do Deus Vivo

Mensagem por Aldenor » 14 Mar 2019, 19:12

Kaedros e Aurix se ausentaram da cidade durante o período em que aguardavam a partida. Como druida de Allihanna e seguidor de antigos dogmas das mais fechadas florestas de Greenaria, Kaedros via a manifestação da civilização como uma mancha, uma chaga no corpo infinito da Mãe Natureza. Aurix não se importava muito, na verdade queria ficar na cidade onde poderia comer pernis até os ossos sem precisar caçar.

Porém, este era mais um motivo para Kaedros querer ficar fora da cidade. Além de se conectar com os elementos naturais e sentir a presença viva de Allihanna, o meio-dríade queria restabelecer a harmonia com Aurix. Seu lagarto gigante havia se desenvolvido, "evoluído" a uma nova forma de lagarto. Era possível sentir o sangue de dragão correndo nas veias dele, o poder ancestral da famigerada Rainha Eterna que Kaedros pouco conhecia sobre.

A conexão com Aurix acabou dando certo e seu lagarto voltou a respeitá-lo. As influências de Megalokk eram fortes demais no seu companheiro e, por isso, era necessário demasiado trabalho de meditação e oração para que Allihanna crescesse em seu coração reptiliano.

***

O dia chegou e Kaedros e Aurix se apresentaram ao lago para ter com Cygar. Quando ele mencionou Bartolomeu como o capitão do barco Bruma Negra (civilizados adoravam dar nomes sem sentido a tudo), Kaedros olhou para o humano Bartolomeu, o bardo.
Kaedros
Imagem
...
Era preciso encontrar Reginar Summerhold na taverna Lamento do Patrulheiro em Nirmathas. Nomes, nomes. Kaedros meneou a cabeça olhando de revesgueio para Baertolomeu (o bardo) confiando que ele lembraria de todos esses nomes.

Então, o grupo adentrou o lago, andando por suas águas frias até o bote do rapazote Mathew. Kaedros não se importava com aquele frio, embora não fosse acostumado a baixas temperaturas. Aurix, entretanto, sofria. Espirrou algumas vezes antes de subir no bote. O garoto gostava de falar, lembrava Bartolomeu (o bardo) e perguntou se Aurix era um dragão.
Kaedros
Imagem
Ainda não.
Comentou rudemente, pegando em seguida um dos remos para ajudar no serviço braçal. Aurix deitou-se de lado no barco ocupando o lugar de dois.

A navegação do barco pequeno até o barco gigante foi rápida, sem dar tempo de Kaedros suar. Ao subirem, o meio-dríade encarou os tripulantes, o capitão Bartolomeu e o próprio barco gigante chamado Bruma Negra. Sua madeira negra sugeria que muitas árvores de Tollon haviam sido mortas. O ambiente parecia meio caído, mas Kaedros não se importava. Fez uma careta pensando em como os humanos adoravam destruir a natureza para alcançar seus objetivos mesquinhos e se isolou em algum canto, chamando Aurix para perto.
Magias Preparadas:
Presa mágica x2, curar ferimentos leves x5, criar água, névoa obscurecente, arma mágica, infligir ferimentos leves x2.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13724
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: UCdAM II - As Máscaras do Deus Vivo

Mensagem por Lord Seph » 14 Mar 2019, 19:58

Kyara distribuiu as recompensas entre os companheiros, não havia vendo tudo porém. Deixaria para quando chegassem a outra cidade.

Logo estavam diante do capitão, Kyara preferiu deixar tudo com Barth e Gilgrimm, ela só queria os outros colares.

Por sorte antes de chegar ao barco Kyara havia colocado a dádiva de Wynna nos anéis comprados.
Imagem

Bem, vamos indo e eu quero dizer que detesto grandes concentrações de água.
A Goblin se manifesta já esperando a partida até o reduto.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
El toro fraco
Mensagens: 97
Registrado em: 06 Out 2017, 11:51

Re: UCdAM II - As Máscaras do Deus Vivo

Mensagem por El toro fraco » 15 Mar 2019, 07:31

Imagem

Oh, Olá, também me chamo Bartolomeu, é um prazer lhe conhecer.
Que legal, o moço tem meu nome, acho que isso deve ser sinal de sorte!





Meia hora depois....








Odeio barcos, odeio mar, odeio rios, por favor façam isso parar!
Balança, balança, balança....porque barcos balançam tanto? Quero dizer e só um rio...
Bartolomeu estava na borda do barco com a cabeça mirando a água
Odeio barcos, odeio barcos, o mundo está girando! Ahh meu estômago, porque fui comer tudo aquilo antes de vir para cá?
Nesse momento Bart já estava verde.
Imagem
Quic....
Ao seu lado sr.snoffles também estava olhando para a água, e um olhar de ambos confirmava, eles não foram feitos para andar de barco.

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5211
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: UCdAM II - As Máscaras do Deus Vivo

Mensagem por John Lessard » 15 Mar 2019, 08:16

Capítulo I - A Bordo do Bruma Negra

Imagem

O capitão Bartolomeu se aproximou do bardo Bartolomeu, colocou as mãos nas bochechas do bardo e soltou um hálito de vinho.
Imagem
- Fantástico, isso é fantástico.
Deu dois tapinhas de leve e se afastou. Mathew se encarregou de mostrar a embarcação para os demais, enquanto já começavam a deslizar pelo lago. Iriam se acomodar num espaço apertado, cheio de redes. Por sorte, não eram muitos. O próprio garoto tinha um lugar ali, que tratou logo de dizer que era seu. Apenas o capitão tinha um local apenas para ele.

O primeiro dia de viagem fora tranquilo, a cidade pouco a pouco ia ficando para trás, sumindo atrás de uma colina. Mathew ajudava Bartolomeu como podia, ajustando a velas, puxando cordames. Ficava de um lado para o outro enquanto o velho permanecia conduzindo pelo timão. Certo momento do dia, o rapaz se deu uma folga, olhou para Kaedros e Aurix.
Imagem
- O que quis dizer com um "ainda não"? Digo, um dragão ainda é um dragão mesmo filhote, não? Um dragão bebê. É o que ouvir falar, sabe?
Ele fez um nó, prendendo uma corda e soltando outra.
Imagem
- Tem como brincar com ele? Jogando um graveto para ele ir buscar, essas coisas... Sabe, como um cachorro.
O capitão Bartolomeu, olhava de soslaio para o bardo Bartolomeu, enquanto conduzia Bruma Negra.
Imagem
- Está tudo bem, filho? Não parece muito bem. Escute, é bem engraçado que tenhamos os mesmos nomes, mas não estou surpreso, já conheci pelo menos outros dois Bartolomeus. O primeiro era um coveiro, o segundo era gente boa e filho de uma puta. Oh, a mãe dele realmente era uma puta. E você, o que diz sobre si mesmo?
***

Dormiram tranquilos então, a viagem naquele primeiro dia havia corrido sem problemas. O dia seguinte trouxe nuvens menos tímidas e Azgher brilhava com mais fervor, embora a temperatura fosse agradável conforme começavam a se deslocar para o sul. Mathew serviu mingau a todos pela manhã, junto de pão e água.

Ainda não havia chegado ao meio do dia quando o capitão praguejou.
Imagem
- Maldição...
Outro barco se aproximava e Mathew entendeu o sinal para recolher as velas. Lentamente foram diminuindo a velocidade, para atender quem é que fosse que chegava.
Imagem
- Fiquem calmos, eles aparecem vez ou outra.
O barco que emparelhou era quase do mesmo tamanho que o que eles usavam, porém a madeira era mais nova e reforçada, avermelhada. As velas eram escarlates com um touro flamejante dourado bordado. Do outro navio, minotauros saltaram. Quatro deles com armaduras leves e espadas curtas, pelagem marrom clara. Um quinto veio em seguida, armadura mais pesada, gládio na cintura.
Imagem
- Bartolomeu.
Imagem
- Alectus.
Imagem
- Novos tripulantes?
Imagem
- Pois, é.
Imagem
- Para onde vão?
Imagem
- Nirmathas.
Imagem
- Hm...
Alectus fez um sinal com a cabeça e um dos outros minotauros puxou um pergaminho e uma pena, indo até o grupo.
Imagem
- Nomes e naturalidade.
Notas do Mestre:

Todos recebem +1 PF, com exceção de Gilgrimm e Tyberos, que perdem 1 cada e eu ganho 2
Status & Fichas

Kaedros <> PV's 20/24; CA: 17/17; PM: 0/12; PE: 0/0; PA: 1; PF: 4 <> Condições:
Magias Preparadas:Presa mágica x2, curar ferimentos leves x5, criar água, névoa obscurecente, arma mágica, infligir ferimentos leves x2
Aurix <> PV's 35/35; CA: 19/19 <> Condições:
Kyara <> PV's 27/27; CA: 19/19; PM: 0/0; PE: 0/0; PA: 1; PF: 3 <> Condições:
Bartolomeu <> PV's 25/25; CA: 11/11; PM: 8/8; PE: 0/0; PA: 0; PF: 4 <> Músicas de Bardo 8/8 <> Condições:
Senhor Snoffles <> PV's 10/10; CA: 14/14 <> Condições:
Tyberos <> PV's 23/32; CA: 14/14; PM: 0/0; PE: 3/3; PA: 1; PF: 1 <> Fúria: 1/1 <> Condições:
Gilgrimm <> PV's 34/36; CA: 17/17; PM: 0/0; PE: 0/0; PA: 0; PF: 0 <> Destruir o Mal: 1/1; Cura Pelas Mãos: 4/4 <> Condições:
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13724
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: UCdAM II - As Máscaras do Deus Vivo

Mensagem por Lord Seph » 15 Mar 2019, 09:06

A viagem como esperada, foi totalmente desagradável. Tyb estava adorando, mas aquilo era desagradável para a Goblin e ela preferiu um cantinho quieto e tranquilo.

Durante a viagem Kyara treinava sua mente enquanto não ficava enjoada, sempre encantando seus itens com a magia vinda de Wynna.

Então um dia, logo após imbuir seus anéis Minotauros fazem uma abordagem exigindo conhecer eles.
Imagem

Me chamo Kyara, Senhor, sou natural de Valkaria, Senhor.
Minotauros eram encrenca e Kyara detestava encrenca em que não tivesse vantagens.

Então tentou ser o mais respeitosa possível com o legionário.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17596
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: UCdAM II - As Máscaras do Deus Vivo

Mensagem por Aldenor » 15 Mar 2019, 18:30

Assim que zarparam, o barco gigante balançou dali para o meio do rio. Kaedros estava em algum canto, sentado no convés, respirando o ar úmido e meditando pela harmonia com os elementos naturais. Em Greenaria ele gostava de tomar banho em rios e lagos. A civilização havia começado a intervir nos rios com suas embarcações horríveis trazendo sujeira por onde o meio-dríade havia visitado anteriormente.

Então, o garoto veio falar com ele, puxando assunto no que ele compreendeu como "conversa fiada". Aquele tipo de conversa que não leva a lugar nenhum e era só para passar o tempo. Kaedros tinha dificuldade de entender a dificuldade dos civilizados em apreciar o silêncio.
Kaedros
Imagem
Significa que ele não é um dragão. Se tornará um dia.
Disse bebendo um gole de água do seu odre. O rapaz insistia e queria saber os hábitos do lagarto gigante. Cansou sua paciência.
Kaedros
Imagem
Aurix não é um cachorro, humano.
Rosnou se levantando e indo embora. Aurix continuou ali, deitado no convés.

***

O dia seguinte trouxe menos nuvens enquanto Azgher aquecia a vida em Arton. Kaedros aceitou o mingau do rapaz, embora ele tenha ficado meio receoso depois de Kaedros ser ríspido.
Kaedros
Imagem
Está bom.
Disse após comer o mingau, tentando ser simpático, embora duro e direto.

Mas logo Mathew e o capitão foram ter com a abordagem de outro barco gigante. Eram minotauros e o pedido para ficarem calmos deixou Kaedros em alerta. Seu tacape agraciado por Allihanna estava encostado na amurada ao seu lado. Aurix agora estava sentado farejando os novos seres que se aproximavam.

Minotauros.

Kaedros não gostava deles. Eram como humanos, destruíam tudo no seu caminho em prol de seu objetivo. Mas eram mais brutais e inclementes. Era relativamente comum encontrar humanos caridosos e atentos com a natureza. Mas Kaedros nunca vira um minotauro prestar respeito à Allihanna.

Fechou a cara quando eles chegaram.
Kaedros
Imagem
...
Os minotauros se aproximaram e pareciam conhecer o capitão. Kaedros estreitou os olhos pensando em conexões até que um deles veio com um pergaminho. Queria fazer anotações. O meio-dríade cruzou os braços. Kyara logo se arreganhou para eles, mas o meio-dríade ficou encarando o minotauro sem dizer uma só palavra.

Aurix em seu lado ficou de pé e passou a farejar o homem em seu pergaminho, embora ainda não sentisse o ar da violência no ar.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Kairazen
Mensagens: 758
Registrado em: 04 Jan 2014, 18:42

Re: UCdAM II - As Máscaras do Deus Vivo

Mensagem por Kairazen » 16 Mar 2019, 10:36

Tiveram dois dias para descansar antes de partirem, Gilgrimm pensava em seu irmão, tinha prometido a sua família que encontraria ele, mas não podia ignorar tal missão, tinha fé que Heredrimm o colocaria no caminho certo. Antes de chegar o dia da viagem, ele comprou mais algumas rações de viagem, as suas estavam quase acabando, e nunca se sabia quando precisaria ter um bom estoque em mãos.

***

No dia da viagem, receberam as ultimas instruções de Cygnar e foram até o Bruma Negra, e conheceram Matthew, que os apanhou com um bote e os levou ate o barco:
Imagem
Muito prazer Matthew, me chamo Gilgrimm.
Apos um curto período no bote, chegaram ao Bruma Negra, onde encontraram seu capitão, Bartolomeu, era a primeira vez que Gilgrimm viajava de barco, mas viu que Bart não parecia muito bem, foi falar com ele:
Imagem
Ei Bart, tudo bem?
***

O primeiro dia da viagem seguiu tranquila, era estranho viajar em algo tão instável, ter a sensação do chão se movendo constantemente era bizarra demais.Mas logo a calmaria foi quebrada pela chegada de outro navio, Gilgrimm ja ia pegar sua arma, mas o capitão falou para eles ficarem calmos, então surgiu minotauros no navio, ele sabia um pouco do avanço dos minotauros pelo Reinado, mas não se lembrava disso ate aquele momento. Um minotauro veio falar com eles, pedindo identificações deles:
Imagem
Sou Gilgrimm Deepforge, natural de Doherimm.
OFF: Gilgrimm comprou ração de viagem por mais cinco dias (gastou 25 TP)

Avatar do usuário
Maggot
Mensagens: 2138
Registrado em: 13 Jan 2014, 19:00

Re: UCdAM II - As Máscaras do Deus Vivo

Mensagem por Maggot » 18 Mar 2019, 08:25

Haviam sido parados por minotauros. Minotauros entre todos os povos. Tyberos não podia negar que não gostava muito deles. Escravagistas eram o mais baixo que uma pessoa podia ser. Morte em batalha era glorioso e era o que ele desejava como seu próprio fim, mas morrer sob correntes e escravidão era pior do que a mais desonrada das mortes. Quando o minotauro perguntou, ele apenas o encarou, o sorriso costumeiro desaparecido no rosto:

- Tyberos Modric, Zakharov.
Imagem
- Six shots...
#FreeWeizen

Avatar do usuário
El toro fraco
Mensagens: 97
Registrado em: 06 Out 2017, 11:51

Re: UCdAM II - As Máscaras do Deus Vivo

Mensagem por El toro fraco » 20 Mar 2019, 06:50

Imagem
- Está tudo bem, filho? Não parece muito bem. Escute, é bem engraçado que tenhamos os mesmos nomes, mas não estou surpreso, já conheci pelo menos outros dois Bartolomeus. O primeiro era um coveiro, o segundo era gente boa e filho de uma puta. Oh, a mãe dele realmente era uma puta. E você, o que diz sobre si mesmo?
Bart já tinha jogado para fora seu "almoço" no mar umas 3 vezes antes de ouvir a pergunta do capitão Bartolomeu.
Imagem

Acho que já estou me acostumando, obrigado, agora quanto a mim...Quanto a mim bom , eu vim de wynlla, meus pais são donos de uma taverninha em um povoado pequeno perto do litoral, dei sorte de ter conseguido uma bolsa em uma escola de Barros próximo da capital, e após alguns incidentes lá (por um momento a face de Bart mostra uma pequena relutância a lembrar) acabei decidindo viajar como aventureiro como minha mãe fez e ajudar as pessoas que precisam, devo dizer que até a uns meses atrás achei que seria impossível graças a minha incapacidade de defender a mim mesmo, mas parece que wynlla iluminou meu caminho e botou esses companheiros ao meu lado (aponta para o grupo), eles podem parecer estranhos mas são todos gente boa...que falando a verdade gerente a acabam reavendo todos os problemas sozinhos, as vezes até me sinto mal por pegar a fama de carona hehehe.

Ah, e como você notou eu gosto de falar....ah, só um minutinho
Bartolomeu se vira novamente para jogar fora novamente seu "almoço" no rio, porém não havia mais nada para se jogado fora.
Imagem
Ei Bart, tudo bem?
Bart ainda debruçado em direção ao exterior do barco levanta seu indicador para os céus
Imagem

Parece que não nasci para o mar senhor Gilgrim, mas acho que mais um tempinho a bordo e eu me acostumo...ao menos é isso o que eu espero.
Bart vê o capitão olhando com curiosidade para sr.sbofflees
Imagem

Ah, ele?

esse aqui no meu ombro é o Sr.Snoffles, meu melhor amigo(sr.snofflees faz sua formal reverência adorável), ele é bem curioso e...
O clima muda, minotauros chegaram, quando?

Uma patrulha ribeirinha? Seja o que for não quero acabar levando problemas ao Capitão.
Imagem

Bartolomeu Berfred, Wynlla

Responder

Voltar para “JOHNVERSE”