As Relíquias de Brachian - O Labirinto do Macaco

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5057
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

As Relíquias de Brachian - O Labirinto do Macaco

Mensagem por John Lessard » 02 Jan 2020, 16:23

Capítulo I - Chegando à Orebo

Imagem

Sete dias viajando pelos ermos e estradas secundárias marcou o grupo que continuava em busca das Relíquias de Brachian. Mab tinha apenas uma vaga noção de que a cidade ficava ao norte e com isso, viajaram seguindo rastros, intuição e perguntando as poucas pessoas que encontraram no caminho. A comida se tornou escassa, as rações haviam acabado e restou apenas a caça pelas planícies e bosques da região.

Com o passar dos dias, Renard sentiu suas forças voltarem pouco a pouco, finalmente se recuperando da doença que o afligia, muito também pelo tratamento empregado por Erron. Por outro lado, existia uma aversão e estranheza por parte de Drian com o outro druida e também Dahllila, por suas fés conflitantes.

Mab sabia que haviam deixado a fronteira Luncaster para trás e adentrado no reino de Laughton quando a barriga de todos roncava mais uma vez, pedindo pelo almoço, porém uma visão pôde alegrar seus ânimos. Uma cidade de médio porte surgiu por entre a floresta, pouco depois saírem do meio das muitas árvores e ingressarem numa estrada de terra batida e bastante larga. Uma placa de madeira presa num poste pequeno e meio torto indicava: Orebo.

Era uma cidade com casas de pedra encaixadas e telhados de madeira, algumas construções maiores ostentavam até dois andares. As ruas eram arborizadas, porém todas pavimentadas com paralelepípedos. O contato com a natureza era visível, porém um certo distanciamento também, refletindo a cultura com o novo reino e seu avanço e apresso pela alvenaria. Ao fundo era possível ver muitas tendas, pessoas andando e comprando. A cidade guardava muitas oportunidades, mas ainda assim o tempo corria e Corealis afundava.
Status & Fichas
Renard: PV: 22/22; PM: 12/12; CA: 14/14; PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condições: <> Itens Imbuídos:
Dahllila: PV: 41/41; PM: 0/0; CA: 18/18; PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condições: ;
Erron Guinôl: PV: 30/30; PM: 12/12; CA: 17/17; PE: 0/0 <> PA: 2 <> Condições: ; <> Magias preparadas:
Drian: PV: 38/38; PM: 0/0; CA: 18/18; PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condições:
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17414
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: As Relíquias de Brachian - O Labirinto do Macaco

Mensagem por Aldenor » 03 Jan 2020, 16:56

Drian sentia-se incomodado por andar com aquele grupo.
Drian
Imagem
...
Para evitar o contato com os outros, Drian se transformou em um lobo de média estatura, com penugem grossa e com um exoesqueleto serpenteando por suas costas. Andava à meia distância de todos, ajudando indiretamente na busca pelo caminho da tal cidade. O grupo fez algumas perguntas quando interagia com viajantes, mas Drian preferiu manter-se à distância, as vezes escondido na mata.

A comida escasseava, mas o jovem lobo sabia caçar muito bem e até procurou um pouco para Mab, que sabia não se portar direito numa situação de agrura.

Por fim, depois de um longo tempo, encontraram uma cidade. Diferente da maioria das cidades de Arton, Orebo mostrava algum respeito com a natureza e, por isso, Drian ficou menos azedo. Lembrava algumas aldeias de Tollon que possuíam druidas como guias espirituais, diferente daquelas comandadas por lenhadores gananciosos.

Voltando à forma moreau, Drian se colocava mais próximo de Mab, talvez a mulher quem ele menos sentiu aversão.
Drian
Imagem
É hora de procurar Greiph.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13592
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: As Relíquias de Brachian - O Labirinto do Macaco

Mensagem por Lord Seph » 04 Jan 2020, 12:56

Renard notou a animosidade de Drian devido as Crenças entre o culto aos Irmãos Selvagens e o Druida de Arton.

Renard podia explicar isso, se realmente se importasse com essas questões, mas ele não era do tipo religioso. Mesmo sua crença em Tinnát era mais por ser Patrono dos comerciantes que por fé real.

Mesmo assim Renard explicou o funcionamento das sua arte para Drian, mesmo que não quisesse, seria útil em momento oportuno.
Imagem

Como estava dizendo, sou um Artífice, sou experimentado nas artes da criação de itens mundanos e mágicos, e esses anéis e o ritual que faço pela manhã é justamente para imbuir poder sobre eles e agora também posso aumentar o poder de suas armas, apesar de preferir priorizar nossas defesas.

Então pela manhã escolham o que desejam priorizar em suas estratégias de combate, posso também encantar suas roupas e armas em vez de precisarem usar esses anéis.
Renard fala para todos, talvez Erron iria ver ele com outros olhos sendo um servo do Indomável, mas esperava seu bom senso.

Durante a viagem, enquanto não caçava, fazia os preparativos do escudo feito com o couro do Cão Abissal.

Logo estava tudo pronto e uma missão a perder de vista.
Imagem

Procurar nessa cidade será complicado, melhor irmos até um templo de Tinnát, lá posso pegar dinheiro para comprar itens para nossa viagem, além claro de ajudar algumas pessoas a nós ajudar.
Renard fala se sentido plenamente curado de sua febre, agradecendo os cuidados de Erron por isso.

Teste de Ofícios para fazer um Escudo Leve com couro de Cão Abissal 25.

Itens Imbuídos:

Camisa com Armadura Arcana, Calças com Recuo Acelerado.

Anéis que usarei: Escudo Arcano, Proteção Contra o Mal, Queda Suave, Suportar Elementos, Auxílio Divino. Um anel de Aumentar Pessoa deixarei guardado caso precise.

Vou usar Animar Corda na corda com gancho.

Sobrou 5 PMs que vou deixar o povo escolher entre proteção nas roupas ou ganhar um bônus de +1 de Ataque e Dano nas armas.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 8975
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Dahllila de Tyuule

Mensagem por Padre Judas » 04 Jan 2020, 17:21

Imagem

Dahllila não entendia o homem chamado Drian. Ela respeitava a Dama Altiva, mas ela não dava a força necessária para a vitória. Ela era a deusa dos camponeses, dos que viviam da terra.

Começou a pensar que ele era um tanto herbívoro. Suspirou, esses não eram os modos de um homem de verdade. Em determinado momento aproximou-se de Erron e falou somente com ele.
Dahllila
Imagem
– Não dá pra confiar nesse recém-chegado. Ele é fraco. E ignorante.
A despeito disso ele os acompanhou. Dahllila sabia que não dava pra esperar muito dele, então evitou conversar. Ela não precisava defender o Indomável, a própria ideia de ter que falar por uma divindade era ridícula.

Por fim chegaram à Orebo.
Imagem

Como estava dizendo, sou um Artífice, sou experimentado nas artes da criação de itens mundanos e mágicos, e esses anéis e o ritual que faço pela manhã é justamente para imbuir poder sobre eles e agora também posso aumentar o poder de suas armas, apesar de preferir priorizar nossas defesas.

Então pela manhã escolham o que desejam priorizar em suas estratégias de combate, posso também encantar suas roupas e armas em vez de precisarem usar esses anéis.
Dahllila
Imagem
– Se puder melhorar a capacidade da minha armadura de me proteger eu fico agradecida, Renard.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5057
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: As Relíquias de Brachian - O Labirinto do Macaco

Mensagem por John Lessard » 07 Jan 2020, 14:13

Capítulo I - Chegando à Orebo

Imagem

Drian se aproximou de Mab e lentamente voltou a sua forma humanoide, dizendo que iria procurar por Greiph. Renard por outro lado tinha seus próprios planos, planejando primeiro visitar um templo de Tinnárt. Dahllila e Erron pela distância criada pelo metamorfo e pelo tempo que já conheciam Renard, seguiram com ele. Mab olhou para ambas as frentes.
Imagem
- Nos vemos depois, Drian? - em seguida deu um ligeira corridinha para alcançar os demais.
O moreau do lobo então saiu pelas ruas de terra, em meio as construções de pedra e madeira. Não tinha muito tato social e todos pareciam muito iguais para ele, ninguém lhe parecia mais suscetível a responde perguntas, por isso perguntava sempre para a primeira pessoa que via. Na primeira tentativa, questionou uma criança, que lhe deu de ombros e voltou a jogar bola na viela. A segunda fora um transeunte, que balançou a cabeça em negativa apenas. Por último falou com um comerciante, que antes de responder, lhe indicou uma direção na cidade, mas sem maiores informações.

Drian calculava que havia gastado pelo menos alguns horas em sua busca, sem nenhuma informação concreta. Quando cogitava procurar por uma taverna para beber alguma coisa, de preferência numa canto escuro e isolado, quatro sujeitos se aproximaram por suas costas, dois lhe passaram e colocaram-se mais a frente enquanto que outros dois ficaram mais atrás.
Imagem
- Rapaz, está fazendo perguntas sobre Greiph aqui na cidade, é melhor vir conosco.
***

O restante do grupo em embrenhou mais pelas ruas de Orebo e com algumas perguntas certeiras e simples, descobriram onde se encontrava o templo de Tinnárt. Era um prédio um tanto que modesto todo feito de pedras, sem dúvidas mais simples do que qualquer outro que Renard já tivesse visto.

Do lado de dentro havia um balcão e atrás dele um homem com mantos vermelhos, pele clara e cabeça calva. Em suas costas havia uma divisória, feita de grades de metal.
Imagem
- Bem vindos, viajantes, em que posso ajudá-los?
Status & Fichas
Renard: PV: 22/22; PM: 12/12; CA: 14/14; PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condições: <> Itens Imbuídos:
Dahllila: PV: 41/41; PM: 0/0; CA: 18/18; PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condições: ;
Erron Guinôl: PV: 30/30; PM: 12/12; CA: 17/17; PE: 0/0 <> PA: 2 <> Condições: ; <> Magias preparadas:
Drian: PV: 38/38; PM: 0/0; CA: 18/18; PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condições:
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13592
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: As Relíquias de Brachian - O Labirinto do Macaco

Mensagem por Lord Seph » 07 Jan 2020, 16:26

Após encantar os itens de seus companheiros, Renard parte para o templo de Tinnát, nada demais. Mas era o bastante e ignorou a pressa de Drian, chegou a pensar que Mab devia ter ido com ele.

Mas ia deixar os Irmãos Selvagens guiar o druida.
Imagem

Olá, eu sou Renard Fuchs, um dos herdeiros da Companhia Fuchs e vim tirar uns Tinnatares para despesas de viagem, também gostaria de informações sobre certo indivíduo, mas não aqui, não quero chamar muita a atenção.
Renard fala de forma calma.
Imagem

Primeiro vamos resolver a questão financeira, quero recolher 400 Tinnatares e um bazar de confiança onde eu possa gastar esse dinheiro.
Renard fala de forma calma e bem disposto.

Do meu dinheiro vindo de Prosperidade eu teria direito ao que ganharia desse nível e dos anteriores, mas pegarei apenas os posteriores.

Itens Imbuídos:

Camisa com Armadura Arcana, Calças com Recuo Acelerado.

Anéis que usarei: Escudo Arcano, Proteção Contra o Mal, Queda Suave, Suportar Elementos, Auxílio Divino. Um anel de Aumentar Pessoa deixarei guardado caso precise.

Vou usar Animar Corda na corda com gancho.

Vou encantar a Armadura de Dahllila com Escudo Arcano é Fortificação Leve, além de por anti-criatura Humanoide na sua Arma.

Para o bode da Lucena vou amarrar dois lenços nele, um terá Armadura Arcana e o outro Escudo Arcano.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17414
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: As Relíquias de Brachian - O Labirinto do Macaco

Mensagem por Aldenor » 07 Jan 2020, 17:36

Drian
Imagem
Hum.
Respondeu o moreau do lobo para Mab quando esta indagou sobre seu retorno. Na verdade, não sabia se queria conviver com os outros.

Porém, ao longo de algumas horas e sua falta de habilidade em lidar com seres humanos fizeram com que ele desistisse de ficar sozinho no momento. Talvez fosse a hora de pedir ajuda, ou mesmo incentivar aquele grupo a fazer a coisa certa. Porém, quando deu por si, estava cercado.
Drian
Imagem
Porra.
Praguejou.

Olhou em volta mais uma vez e suspirou.
Drian
Imagem
Desejo falar com ela. Irá me levar a ela?
Falou com seriedade.
Imagem
De certa forma, agora vamos?
O homem não mostrava o jeito civilizado da "malandragem", ou pelo menos não parecia tentar enganá-lo. Drian fez um meneio com a cabeça e serviu à escolta.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lucena
Mensagens: 4033
Registrado em: 13 Jan 2015, 21:24

Re: As Relíquias de Brachian - O Labirinto do Macaco

Mensagem por Lucena » 08 Jan 2020, 16:12

O caminho para Orebo seria longo e vaizo, isso Erron já conseguia sentir em seus ossos, por isso resolveu explorar o livro que havia encontrado nas ruínas. O druida estava curioso sobre a ordem de cavaleiros a quem o herói das relíquias havia pertencido, sobre se havia o envolvimento dele com o Indomável e se havia algo sobre a origem das relíquias. Ele não encontrou nada disso nas páginas de seu livro, mas aprendeu muito mais que esperava os códigos de honra dos cavaleiros e ao aceitar que poderia existir caminhos tão diferentes para honrar o Indomável, sem um precisar se curvar para o outro, sentiu a inspiração divina lhe preencher.
Erron termina o livro e ganha +1 em Sabedoria.
--------------
- Beeeeh!
Ele aparece no fim da floresta, dois dias antes da chegada na cidade, mas Erron já sentia sua presença se aproximando a dias. Uma criatura do Indomável, vinda pra ajudar lhe em sua missão. Ele não esperava a criatura ser Voll.
Imagem
- Voll! Não acredito que está aqui, mas por que o pai iria mandar você? Bem você tá grande eu vejo, mas é tão longe das montanhas. Pensei que não ia te ver de novo até voltar ao Ninho!
O herdeiro da hiena dá caricias ao bode atroz, com suas farpas de osso e cauda de serpente, maior do que ele conseguia se lembrar. Ele pega um lenço de sua roupa, feito de um estandarte da Ordem do Leão que ele havia rasgado no forte.
Imagem
- Rennard, pode fazer aquilo que você faz pra proteger o Voll também? Ele vem conosco.
Dahllila
Mais tarde no mesmo dia Dahlilla vem ter com Erron.

Imagem
– Não dá pra confiar nesse recém-chegado. Ele é fraco. E ignorante.
Imagem
- Não sei com que ideias os artonianos encheram a cabeça daquele druida, mas ele parece ter uma aversão ao irmão de sua deusa. Isso não é natural, como sua insistência em isolação também não é. sobrevivência é uma ação social, para tanto lobos quanto hienas. Não devemos nos dar ao luxo de outras heranças, elas tem seus próprios modos.
Acontece a troca de Memória Racial por Companheiro Animal.
--------------

Na chegada em Orebo Drian decide se separar do grupo em busca de informação, como ninguém parecia ter criado amizade com o druida o deixaram ir sozinho.
Imagem

Como estava dizendo, sou um Artífice, sou experimentado nas artes da criação de itens mundanos e mágicos, e esses anéis e o ritual que faço pela manhã é justamente para imbuir poder sobre eles e agora também posso aumentar o poder de suas armas, apesar de preferir priorizar nossas defesas.

Então pela manhã escolham o que desejam priorizar em suas estratégias de combate, posso também encantar suas roupas e armas em vez de precisarem usar esses anéis.
Imagem
- Ah é. Ouvi que esse é tipo de coisa que o povo desse reino se preocupa. Os sahuagin, depois que os determos, servirão de boa lembrança então. Povo daqui deve ter vida muito fácil se fica perdendo tempo decidindo pelos outros o jeito certo e errado de lutar pela sua sobrevivência.
Magias preparadas: Imbuir Cura Acelerada x1, Espirito Animal x2, Criar Chama, Curar Ferimentos Leves x2, Alterar Paisagem.
Everything Lives!

Código: Selecionar todos

[quote="Pelleas"][img]https://i.imgur.com/qkSeY1p.png[/img]
 [/quote]

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5057
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: As Relíquias de Brachian - O Labirinto do Macaco

Mensagem por John Lessard » 10 Jan 2020, 08:16

Capítulo I - Chegando à Orebo

Imagem

Um tanto contrariado, Drian acompanhou os quatro sujeitos de capuz. Dois iam à frente e dois iam em suas costas, como uma escolta. Nenhum deles lhe dirigia nenhuma palavra e apenas lhe guiavam pelas ruas da cidade. Primeiro saíram da via onde estavam, seguiram por alguns becos estreitos, então acessaram o centro, uma praça com chão de terra batida e rodeada de prédios maiores e barracas de comerciantes. Se dirigiram então para um edifício de pedra e telhado de madeira, comprido e de dois andares. Na porta havia uma placa pendurada escrito "Passo do Javali".

O interior tinha piso de tábuas alinhadas, mesas redondas com 4 e 6 lugares se espalhavam aleatoriamente. No centro havia um círculo de pedra onde era assado um pedaço de carne, que pingava gordura na brasa. De um lado estava um balcão e atrás dele um homem alinhava alguns copos. Do outro lado havia uma escada de madeira que levava ao andar de cima. Não havia muitas pessoas ali naquele momento e a escolta de Drian apenas fez um aceno para o taverneiro quando chegaram, se dirigindo para um porta ao fundo do salão comunal.

Dois deles entraram e indicaram para o druida que fizesse o mesmo, enquanto dois ficaram do lado de fora, fazendo a guarda. O jovem druida então se viu numa sala privada, com uma mesa comprida de madeira de boa qualidade, com 8 cadeiras dispostas ao seu redor, 3 de cada lado e 1 em cada ponta. Sobre ela havia duas jarras e muitas frutas frescas.

No extremo oposto havia uma outra porta, fechada. Sentado na outra ponta da mesa estava um homem, magro e pela estatura possivelmente alto. Ele trazia uma barba grisalha no rosto, que por sinal era marcado pela idade. Os cabelos eram ocultos por uma cartola comprida. Os olhos miúdos do homem encaram Drian, um deles atrás de um monóculo.
Imagem
- Fiquei sabendo que está procurando por Greiph.
Ao seu lado, encostada ao batente da porta havia uma besta pesada, com mecanismos complexos, aparentando ser capaz de disparar arpões letais. O velho se vestia com trajes simples, sob uma armadura de couro e uma capa negra puída.
Imagem
- Infelizmente nossa tão amada líder faleceu na última estação, cabendo à mim, Felix Ignatus, a liderança de nossa singela guilda. Então, o que posso fazer por você?
***
Imagem
- Oh, pois não, pois não... Assim que ver sua comprovação.
Renard então prova sua identidade e aguarda enquanto o homem que se retirava. Pouco tempo depois ele retorna com um saco de dinheiro, onde esparrama tudo no balcão, sob o olhar de dois homens armados posicionados ali perto. Depois de contar ele entrega.
Imagem
- Aqui está, 400 tinnatares. E se procura por um bazar, pode encontrar o que precisa no Alegrifes e Rabujos, duas ruas ao norte.
Com o dinheiro e a informação, o grupo partiu.

Não fora difícil encontrar o local indicado, um lugar ao redor da praça, uma estrutura comprida de madeira e perto de uma taverna e estalagem chamada Passo do Javali. O interior era abarrotado de prateleiras, com diversos equipamentos de aventuras, desde rações, até cordas e picaretas. Uma voz oculta do fundo anunciou.
- Fiquem a vontade!
Status & Fichas
Renard: PV: 22/22; PM: 12/12; CA: 14/14; PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condições: <> Itens Imbuídos: Camisa com Armadura Arcana, Calças com Recuo Acelerado, Anel de Escudo Arcano, Proteção Contra o Mal, Queda Suave, Suportar Elementos, Auxílio Divino; Anel de Aumentar Pessoa, Corda com Gancho com Animar Corda
Dahllila: PV: 41/41; PM: 0/0; CA: 18/18; PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condições: ;
Erron Guinôl: PV: 30/30; PM: 12/12; CA: 17/17; PE: 0/0 <> PA: 2 <> Condições: ; <> Magias preparadas: Imbuir Cura Acelerada x1, Espirito Animal x2, Criar Chama, Curar Ferimentos Leves x2, Alterar Paisagem.
Voll: PV: 18/18; CA: 15/15 <> Condição:
Drian: PV: 38/38; PM: 0/0; CA: 18/18; PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condições:
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17414
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: As Relíquias de Brachian - O Labirinto do Macaco

Mensagem por Aldenor » 10 Jan 2020, 19:35

Drian estava atento, caminhando entre os quatro desconhecidos. Podia ser uma cilada, podia ser apenas uma escolta. Saberia disso depois e pagaria para ver, pois não tinha outra escolha. Estava sozinho, como um lobo.

Porém, o moreau lobo não foi levado a um lugar tão estranho assim. Revelava-se um local até frequentado por comerciantes e então, uma taverna como qualquer outra... talvez menos frequentada. Drian não entendia como funcionavam as organizações humanas, mas entendia que eles não eram criminosos.

Era definitivamente uma taverna, com um nome propício como vira diversas vezes no continente artoniano. No interior, mais semelhanças... a diferença, talvez, seja pelo cozido no meio do salão bem organizado. O cheiro de gordura fez seu estômago roncar e uma saliva involuntária se formar em seus lábios.
Drian
Imagem
Hum.
Sem demora, logo Drian se via numa sala especial, destinada ao líder do bando, o macho alfa. Drian farejou o ar e fez uma careta ao lembrar que estava com um nariz humano naquela altura. Drian não mais sentia perigo, mas ainda queria manter os sentidos em alerta.

O homem se apresentou e lhe deu uma notícia bombástica. Greiph estava morta.
Drian
Imagem
Porra.
Resmungou. Pelo menos o tal Felix Ignatus se dispôs a ficar em seu lugar. Poderia mesmo ceder os itens de Brachian? Testaria sua valentia e também caráter. Mas Drian não esperava muito de um humano.
Drian
Imagem
Preciso das relíquias de Brachian que Greiph possuía. Elas são importantes para manter o equilíbrio da vida, como manda Allih... digo, a Dama Altiva.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Responder

Voltar para “JOHNVERSE”