Império de Jade - Filhos da Tormenta - Ato 1

Avatar do usuário
DiceScarlata
Mensagens: 1869
Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Re: Império de Jade - Filhos da Tormenta - Ato 1

Mensagem por DiceScarlata » 22 Nov 2018, 02:09

Sakuya Shirato
Imagem

*Uma nausea e fraqueza permeava o corpo de Sakuya. Mas não entregaria. Não podia demonstrar fraqueza... Ou assim um tolo faria. Seu pai a havia ensinado que na guerra, saúde era primordial. Uma simples gripe poderia ser a causa da morte do guerreiro. E o guerreiro deve estar sempre afiado*

- Wei-dono, por favor. Fui acometida por alguma infecção daquelas pestes...

*Dizia enquanto voltava a enrolar sua Naginata na bandagens e a prendia nas costas. Seu primeiro golpe fora pesado e preciso, dispersando as criaturas. Estava orgulhosa, mas incompleta. Havia um longo caminho pela frente*
Tribo Scarlata


- MUNDO DE ARTON: GRUPO MADEIRA DE TOLLON (on):Angra Cabelos de Fogo
- MUNDO DE ARTON: GRUPO AÇO-RUBI (on): Jihad das Areias Vermelhas
- MUNDO DE ARTON: GRUPO JADE (on):Sr. Fuu
- JOHNVERSE: PRESA DE FERRO (on): Jinx - Cruzado da Ordem dos cabeças de Dado
- JUDASVERSO: CRÔNICAS DA TORMENTA (on): Nagamaki no Gouka!
- FUI REENCARNADO COMO MONSTRO (on): Gizmo
- OUTONO (on): Sandman

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 9065
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

ZHANG WEI

Mensagem por Padre Judas » 23 Nov 2018, 17:12

Imagem
Zhang Wei
Imagem
– Sim, é claro Shirato-san.
Zhang realiza novamente o mantra e põe a mão logo acima da cabeça da samurai, sem tocá-la. As energias alvo-prateadas a cercam, curando-a.
Zhang Wei
Imagem
– Estas moedas bem podem ser uma armadilha, mas é a melhor pista que temos.

– Concordo que Hina deveria vir conosco, Oburo-kun. Acredito que ela será útil – e esta certa quanto ao dever. Hirei-kun, guie-nos.
Off:

Gasto 3 PM para usar Toque Curativo e curar dano de CONS em Sakura, 1d4, rolado 4.
  • Zhang Wei. PV(18) 18; PM(11) 5.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
Aquila
Mensagens: 3396
Registrado em: 10 Dez 2013, 13:49
Localização: Lamnor
Contato:

Re: Império de Jade - Filhos da Tormenta - Ato 1

Mensagem por Aquila » 26 Nov 2018, 18:20

Imagem

Filhos da Tormenta - Ato I: Ame
Província de Nigata - Próximo a aldeia de Endo - Verão de 1103

Apesar do comentário de Kazuto, Hirei insiste em acompanhar o grupo.

- Não duvido de suas habilidades, Kazuto-san - ele diz, fazendo uma mesura, - mas a floresta pode ser muito perigosa para quem não a conhece bem. Perto da aldeia há muitas trilhas e caminhos, todos ligados entre si, mas o interior da floresta ainda não foi explorado.É arriscado desafiar seus mistérios sem um guia.

- Por isso Hina irá com eles - diz Oburo. - Ela conhece a região muito bem. Tenho certeza de que pode ajudá-los.

A garota fica surpresa com a resposta do avô.

- Vovô? - ela diz, olhando para ele, confusa, mas algo no olhar do homem parece fazer sentido, e ela então sorri, confiante.

O caçador, no entanto, não parece tão certo e começa a mencionar os perigos da floresta, mas o lenhador mantém sua decisão.

- Kazuto-san está certo - diz o lenhador. - Hina possui um grande potencial, mas suas habilidades não vão florescer em nossa pequena aldeia. Ela precisa seguir seu destino, mesmo que isso signifique... Venha, Hirei. Me ajude com a carroça...

Enquanto ambos se afastam na direção da carroça, que havia quase tombado ao lado da estrada, quando o boi se assustou, Hina se aproxima de Kazuto.

- Obrigada por me apoiar - ela diz, os olhos brilhando com a mistura de alegria, confiança e medo que preenche o coração de um aventureiro antes de sua primeira missão. - Vou dar o meu melhor, pode ter certeza... E então, vamos seguir aqueles miseráveis...?

Mas antes que Kazuto responda, a voz de Oburo chamam a atenção de ambos.

- Moedas de ouro? - diz o lenhador, que está parado ao lado de Fou, olhando com suspeita para a floresta, para o lugar onde o wu-jen disse ter sentido a presença de ouro. -Será que...

Enquanto o lenhador se questiona, Hirei já avança na direção da floresta, a tocha erguida para dissipar a escuridão, a chama tremulando e soltando faíscas ao vento. Um momento depois, um brilho dourado revela a primeira moeda de ouro detectada por Fou. O caçador se abaixa cautelosamente e pega a moeda, olhando-a rapidamente antes de jogá-la para Fou, voltando a perscrutar a escuridão.

A moeda faísca no ar antes do wu-jen pegá-la.

- Não há dúvida - diz Oburo, olhando para a moeda nas mãos de Fou, um peça de ouro com um acabamento que lembra a cunhagem tamuraniana antiga, com um furo quadrado no centro, mas que não se parece com nada que o nenhum de voc|ês tenha visto . - Sim, não há dúvida. É uma moeda dos espíritos da floresta.
Sentai
  • Fou (Hanyô Wu-Jen 1): CA:13; PV: 10/10; PM: 13/13; XP: 100.
  • Wei (Ryuujin Shugenja 1): CA:14; PV: 14/17*; PM: 4/11; XP: 100; Condição: Con-2.
  • Sakuya (Humana Samurai 1): CA:16; PV: 14/20; PM: 7/7; XP: 100.
  • Kazuto (Humano Ninja 1): CA:17; PV: 14/14; PM: 5/5; XP: 100.
  • Muwan (Humana Shikan 1): CA:12; PV: 12/12; PM: 9/10; Especial: Ver a Verdade; XP: 100; Efeito Ativo: Aura Zen.
Editado pela última vez por Aquila em 18 Dez 2018, 16:20, em um total de 1 vez.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17595
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Império de Jade - Filhos da Tormenta - Ato 1

Mensagem por Aldenor » 28 Nov 2018, 16:58

Kazuto sorri satisfeito ao ver que havia libertado Hina de seus grilhões da juventude e de seu gênero. Tamuranianos gostavam de se gabavam ao criar jaulas no entorno de mulheres para chamar de proteção. Mesmo com os anos morando em Valkaria, contrastando com o restante do mundo onde esse aprisionamento era nefasto, alguns tamuranianos ainda carregavam consigo o preconceito. Mesmo aqueles que se diziam abertos a novos costumes, carregavam lá no fundo aquele olhar antigo e defasado.

Então, Hina o agradece com olhos brilhantes fazendo-o ficar um pouco sem graça.
Kazuto
Imagem
Você...
Mas foi interrompido pelas vozes idosas de Oburo ao lado de Fou. Acharam moedas.

Piscando o olho para Hina — um costume engraçado de gajins — Kazuto se voltou aos demais.
Kazuto
Imagem
Zhang-san, Shirato-san, Muwan-san, Fou-san... Hina-san. Acredito que seguir o rastro das moedas nos dará uma conhecimento mais complexo, possivelmente o mais correto nesta contenda. Se o hengeyokai queria nos ferir, voltará aonde quer que estejamos.

É assim que penso.
Deu de ombro.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13720
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: Império de Jade - Filhos da Tormenta - Ato 1

Mensagem por Lord Seph » 29 Nov 2018, 06:46

Uma moeda de ouro antiga. Relíquias de um passado perdido? Ou um novo mistério a ser desvendado?

Kazuto é o primeiro a se manifestar sobre a nova descoberta. O rapaz escondia algo do Sentai, aquilo era desonroso sem dúvida, mas deixaria que o mesmo revelasse em seu tempo a verdade.

- Eu compartilho com a opinião de Kazuto-san, não acredito que essas moedas tenham sido jogadas a esmo ou mesmo sejam lembranças do passado que sobreviveram ao caos.

Fou fala aguardando os demais.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 9065
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

ZHANG WEI

Mensagem por Padre Judas » 29 Nov 2018, 09:42

Imagem

Era preciso se abrir às influências positivas. Wei não concordava com o desrespeito àqueles que estão acima por seu valor, mas aceitava facilmente que qualquer um podia servir à causa de Tamu-ra. Ele sorri satisfeito por Oburo ter percebido isso.

Kazuto e Fou sugerem seguir a trilha de moedas e ele acena positivamente com a cabeça.
Zhang Wei
Imagem
– Concordo convosco. Deveríamos segui-las. Não percamos tempo, mas fiquem atentos – pode ser uma armadilha.
Volta-se para o ancião.
Zhang Wei
Imagem
– Oburo-kun, há alguma conexão entre os kami da floresta e as moedas de ouro? Sabe se teriam algum motivo para deixá-las aqui?
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
Aquila
Mensagens: 3396
Registrado em: 10 Dez 2013, 13:49
Localização: Lamnor
Contato:

Re: Império de Jade - Filhos da Tormenta - Ato 1

Mensagem por Aquila » 06 Dez 2018, 20:17

Imagem

Filhos da Tormenta - Ato I: Ame
Província de Nigata - Próximo a aldeia de Endo - Verão de 1103

Vocês deixam a estrada para trás e entram na escuridão da floresta, seguindo a trilha de moedas misteriosas que haviam descoberto. Hina segue à frente do grupo, guiando-os com confiança por entre as árvores altivas, seguida de perto por Kazuto, que leva a tocha.

- Preciso das duas mãos livres para disparar - ela disse para Kazuto quando o grupo se preparava para entrar na floresta. - Não posso disparar e carregar a tocha ao mesmo tempo, então... Então a tarefa ficou para o ninja.

Assim que o grupo entra na floresta, mais moedas começam a surgir na escuridão, dezoito ao todo, revelando uma trilha que leva até a entrada de uma ravina escura, o leito de um riacho de chuva.

- Acho que sei para onde eles estão nos levando - diz Hina, olhando para o passagem escura que corta a floresta,. - Essa passagem vai dar em um dos santuários deles. Venham, não podemos perder tempo. Kazuto, vamos, preciso de luz, aqui.

Ao que tudo indica, as moedas de ouro foram deixada pelos seres da floresta conhecidos como yosei, criaturas meio-espirituais que servem as forças da natureza.

- São fadas - Hina disse, para terror de Oburo.

- Não, eles não são fadas - o velho lenhador tentou argumentar, explicando a diferença de comportamento entre os dois tipos de seres, mas a verdade é que a garota não está longe da verdade, pois as similaridades entre ambas as criaturas e muito grande.

Assim como as fadas dos gaijin, os yosei vivem em um mundo à parte da realidade, existindo em uma forma intermediária entre o mortal e o espiritual. Normalmente eles são invisíveis, mas é muito fácil para eles se manifestarem, e quando o fazem sua natureza fica clara pela forma que assumem, adolescentes, por volta dos doze ou quatorze anos, com feições belas e olhos que demonstram uma pureza tão grande quanto sua sabedoria.

Os yosei já habitavam a floresta quando os primeiros lenhadores chegaram, a cerca de três anos, e por muito pouco o contato entre os dois grupos não terminou em conflito. Felizmente, logo depois a natureza dos espíritos ficou clara e os aldeões recuaram, erguendo santuários em honra aos kami da floresta e seus guardiões, nos limites do reino youkai. Desde então, a relação dos yosei com os aldeões se tornou harmoniosa, com os lenhadores respeitando os limites da floresta em troca das graças da natureza.

Ainda assim, isso não explicava as moedas achadas na floresta.

- Os espíritos da floresta recompensam boas ações - o lenhador continuou. - Geralmente na forma de presentes deixados nos santuários ou na porta de quem fez a ação - cestos de frutas, legumes e até mesmo jarros de vinho e saquê - mas algumas pessoa já receberam moedas como essa.

Isso foi tudo que Oburo disse sobre os espíritos, mas Hina parecia saber algo mais.

-Korobokkuru - ela disse, assim que vocês entraram na floresta. - São eles que trazem as oferendas.

Todos vocês já ouviram falar dos korobokkuro, uma raça de criaturas diminuta que vive no interior das florestas, vivendo em harmonia com a natureza, mas até agora não havia notícias de que eles também haviam retornado para a ilha.

A ravina termina em uma clareira ampla, com um grande tronco de árvore caído marcando o início da área de exploração da madeireira. Assim que entram na clareira, o cheiro de madeira cortada preenche o ar, mas não é possível ver além das árvores, pois a escuridão é completa, exceto por um brilho perto do tronco caído.

- Outra moeda - Hina se abaixa para recolhe o objeto do chão quando Kazuto se aproxima com a tocha, os olhos castanhos brilhando enquanto procura por mais pistas. - E ali tem outra, ali, perto daquela raiz... Vejam, tem alguma coisa ali! - Ela aponta para o outro lado da clareira, onde todos podem ver um brilho vindo da floresta.

- Está vindo do santuário... - a garota diz, antes de todos ouvirem o som de gritos vindos do mesmo local.
Sentai
  • Fou (Hanyô Wu-Jen 1): CA:13; PV: 10/10; PM: 13/13; XP: 100.
  • Wei (Ryuujin Shugenja 1): CA:14; PV: 14/17*; PM: 4/11; XP: 100; Condição: Con-2.
  • Sakuya (Humana Samurai 1): CA:16; PV: 14/20; PM: 7/7; XP: 100.
  • Kazuto (Humano Ninja 1): CA:17; PV: 14/14; PM: 5/5; XP: 100.
  • Muwan (Humana Shikan 1): CA:12; PV: 12/12; PM: 9/10; Especial: Ver a Verdade; XP: 100; Efeito Ativo: Aura Zen.
Editado pela última vez por Aquila em 18 Dez 2018, 16:21, em um total de 1 vez.

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 9065
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

ZHANG WEI

Mensagem por Padre Judas » 07 Dez 2018, 09:56

Imagem

A decisão de seguir as moedas parecia acertada – contar com o apoio dos kami locais com certeza seria útil. Wei acreditava já ter ouvido falar dos yousei, mas era difícil recordar. Talvez algo que sua mãe tivesse lhe contado – ou algum sacerdote? Não lembrava.
Zhang Wei
Imagem
– Seja o que for, é um bom sinal. Se os kami nos recebem com moedas de ouro então devem gostar de nós. E nos querem no santuário.
Quando se aproximavam ouviram um grito.
Zhang Wei
Imagem
– Pelos Deuses! Não percamos tempo!
Esperou que os guerreiros fossem à frente e seguiu logo atrás.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Dthanatus
Mensagens: 877
Registrado em: 02 Fev 2014, 20:37

Re: Império de Jade - Filhos da Tormenta - Ato 1

Mensagem por Dthanatus » 08 Dez 2018, 17:11

Muwan manteve silêncio desde o momento em que o grupo decidiu seguir a trilha de noedas, embora era visível em seu olhar vigilância e perplexidade, provavelmente refletia sobre o porque os kami deliberadamente atraiam o grupo.

Quando grito soa do templo a imediamente afasta o devaneio e assume uma portura de guarsa ao mesmo tempo que pega uma das suas agulhas de cabelo.

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13720
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: Império de Jade - Filhos da Tormenta - Ato 1

Mensagem por Lord Seph » 10 Dez 2018, 08:40

- Bem, vamos avançar, mas ficarei na retaguarda.

Fou fala, o grupo ainda não estavam em harmonia e isso poderia ser perigoso.

- Vamos avançar, mas estejam prontos.

Fou fala avançado atrás do grupo.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Responder

Voltar para “Império de Jade - Filhos da Tormenta”