Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17588
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por Aldenor » 14 Fev 2020, 15:56

Aldred sentia dor pelo corpo inteiro. Respirar doía pelas costelas quebradas. A criatura era poderosa demais e ele não via chances de vencer. A surpresa de ver sua irmã ali logo se transformou em medo de vê-la ferida ou machucada. Falaria algo, mas Ladon logo avançou com sua espada esquisita. O golpe castigou bastante o monstro. Em seguida, gritando ordens, Lyane manteve a ideia de se mover dali, mas deu uma luz sobre a possibilidade de vencer o elemental.
Aldred
Imagem
Setenta e seis... hã.
De onde vinha tanta precisão? A Rainha Eterna estava do outro lado do corredor, agora sequer olhava o combate, entretida com suas unhas. Maryanne se aproximou com a espada e a pistola em mãos. Estava perto de Vladimir.
Maryanne
Imagem
Olá, eu sou a Maryanne!
Disse com um sorriso. Estava exultante e otimista, pois havia confirmado a ressurreição de Khaled. Mesmo o inimigo sendo poderoso, mesmo vendo seu irmão bem machucado, tinha confiança na vitória. John e Zidane perderam a mão e o braço, então seu irmão poderia aguentar umas costelas quebradas.
Maryanne
Imagem
Estava com saudade de suas músicas, Kaká! Acho que dá pra derrubar, Aldred! Grita mais um de seus golpes aí!
Vladimir não deixou dúvidas que era possível vencer. Uma pancada de seu martelo foi o suficiente para muitas rachaduras aparecerem no monstro, que urrava em uma língua incompreensível. Aldred piscou várias vezes e não viu o punho dele vindo em sua direção. Teve um mínimo de reflexos para receber a pancada no ombro, jogando-o contra a parede.

Grunhiu, fez uma careta de dor e pensou em chorar. Mas respirou fundo, controlando a dor para não atrapalhar, mas sentiu mais dor vinda das costelas com a expansão dos pulmões.
Aldred
Imagem
T-talvez dê... Realmente... mas Maryanne, fique lon...
A espadachim, entretanto já estava sobre o elemental, saltando com um pulo fenomenal, pisando em seu peito e andando quase na diagonal pelo corpo para alcançar suas costas.
Aldred
Imagem
MARYANNE!!!!!!
Gritou cheio de preocupação e avançou sobre o monstro de novo!
Aldred
Imagem
FULGOR DA ESPIRAL DO DRAGÃO!
Aldred não gostava de repetir-se em seus golpes, mas o elemental, apesar de demonstrar uma linguagem e, com isso, ser inteligente, não parecia ser entendido de artes marciais.

Aldred saltou erguendo a espada e o punho juntos, em um turbilhão giratório. O golpe fora bastante violento e a criatura cambaleou. Mas a dor incomodava demais ao lutador, que não conseguiu socar nem chutar com eficiência. Aldred mantendo-se em movimento e olhou para sua espada, agora segurando-a com as duas mãos.
Aldred
Imagem
M-meu corpo não responde mais, terá que ser com você, Hikari-Katto...
Maryanne digladiava-se para se manter em cima do elemental, Aldred preparava-se para desferir, provavelmente, seu último golpe, e a Rainha Eterna lixava as unhas.
Ação de Aldred
Padrão: Ataque no elemental. Ataque desarmado + katana com Combater com Duas Armas unidos por Golpe Duplo (1 PE) e Ataque Poderoso. Golpe relâmpago com Ataque Poderoso. Chuva de Golpes com Ataque Poderoso.
Golpe Duplo: ataque 35, dano 43.
Golpe relâmpago com Ataque Poderoso: ataque 23, erro.
Chuva de Golpes com Ataque Poderoso: ataque 21, erro.
Reação aparar caso seja atingido (1 PE).

Ação de Maryanne
Movimento: se desloca para m-1.
Padrão: escalar o elemental. Atletismo 32, sucesso.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13713
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por Lord Seph » 14 Fev 2020, 16:40

Cada um seguia sua própria forma de Combater.

A sinergia não era perfeita, mas era o bastante.
Imagem

Maldito entulho!
Ladon grita fazendo um corte ascendente fazendo mais terra e pedregulhos voarem.
Imagem

Você vai cair seu pedregulho metido a besta.
Ladon fala recolhendo Carnage. Não podia se distrair com os demais, não podia ser dominado pela fúria, não ali.

Ataque flanqueando 28, dano 27.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
DragonKing
Mensagens: 579
Registrado em: 17 Abr 2018, 11:24

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por DragonKing » 14 Fev 2020, 18:47

Imagem

Lyane via, mesmo que distante, uma chance de derrotar aquela criatura . Cada golpe que Landon, Vladinir desferiam no mostro, a mente de Lyane calculava e deduzia ao ponto de ter uma previsão do estado do monstro, ele certamente ele estava a beira de sucumbir. A criatura berrava, Maryanne e Aldred forçavam palavras e de imediato não confiou na irmã mais nova, havia um plano em execução e ela o ignorou.

Lyane encara Aldred que parte para ajudar Maryanne que escalava a criatura, mesmo após sofrer um segundo ataque tão potente ele ainda tinha forças para lutar, graças a magia de Khaled. Por sorte seu escudo lhe salvou de sofrer mais uma pancada morta e aí ver que o. Peso do ataque da criatura estava mais fraco apoia os golpes de Aldred.

Lyane via uma oportunidade, mas precisava que a guarda da criatura ficasse baixa, ele parecia ignorar a mulher lhe escalando e Vladimir não conseguiu atrair a atenção do monstro pra si. Lyane então moveu o corpo, ainda mantendo as aberturas protegidas, apoiou-se no joelho do mostro e saltou, segurando-o pelo que parecia sua boca e aproximando seu rosto do dela. Sua voz saia grave e rouca no idioma anão.
Imagem
— Eu disse que não era inimigo, agora você irá perecer seu monte de pedras ambulante
A criatura pareceu recuar, a Olho de Dragão mostrava que seu dom traslnscedia os seres. Ela abre a boca como se gritasse ou se implorasse por misericórdia, sem pestanejar Lyane segura a Paraceptor com firmeza, não atacaria as rochas diretamente, não sabia se sua espada resistiria então enfiou a lâmina no que poderia ser a boca no monstro, segurou com as duas mãos e mudou para baixo cortando a pedra que seria o queixo dela aí meio fazendo-a tombar em uma pilha de rochas.

Lyane olha para a criatura e em seguida para espada, parecia intacta. Olhou para Aldred e surgiu um leve sorriso no canto do seu rosto
Imagem
— Setenta e seis.
Virou-se para Khaled e tocou o ombro do bardo, Lyane sorria, estava satisfeita.
Imagem
— Você salvou minha vida e a de Aldred, Khaled. Você é um trunfo para essa equipe, continue fazendo esse ótimo trabalho.
Virou-se para os demais.
Imagem
— Passamos por esse desafio que consideremos de alta dificuldade, era um mostro poderoso, mas sucumbiu a nossa estratégia. Enquanto agirmos unidos seremos invencíveis.
Lyane se aproxima de Maryanne e estende a mão, sabia que teria que falar com ela sobre a arma de fogo, mas não era o momento. Nundro precisava ser salvo e isso seria perda de tempo além de abalar a estrutura da equipe. Deixaria isso para quando a missão estiver concluída.
Imagem
— Sou Lyane Sylvanna, Oficial do Exército de Deheon, estes são Sir Vladimir Minsk, Landon e... Os demais você já conhece. Estamos aqui em uma missão de resgate, como nos encontrou aqui, como passou pelos arqueiros na entrada e o mais importante como conseguiu se guiar pelos túneis sem um mapa?
Lyane franze o cenho, desconfiada, precisaram de um mapa para se guiar pelos túneis, como aquela garota conseguiu chegar até eles era um mistério que precisava ser revelaso. Ela olha de relance para Aldred como se mandasse uma mensagem para a mente dele de que iriam conversar os dois. Não queria mais uma pessoa atrapalhando, principalmente uma que ignora planos e carrega pólvora consigo.
Lyane usa uma ação de movimento e usa Assustar Aprimorado. Resultado 47.
Lyane usa uma ação padrão e ataca o Elemental. Resultado 31. Dano 16.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17588
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por Aldenor » 15 Fev 2020, 09:14

A batalha acabava com um estrondoso golpe de Ladon e um ataque preciso de Lyane. Aldred viu a criatura se desmontar em um monte de pedras e sorriu satisfeito. Jogou as costas na parede e deslizou até o chão, onde pôde sentar, apoiado à sua katana.
Aldred
Imagem
Isso mesmo, parabéns a todos.
Completou o que a oficial de Deheon disse. Era a primeira vez que a via sorrir.

Aldred não estava certo da vitória contra o elemental porque pensou nos termos de um duelo. Se fosse apenas ele contra o inimigo, provavelmente perderia. Ainda faltava muito para atingir seu ápice e Aldred pensava que talvez nunca fosse atingi-lo. Sentado, viu Maryanne descer num salto acrobático até o chão. Ela sorria feliz e não parecia perceber o perigo daquela luta inútil...
Rainha Eterna
Imagem
Na verdade, seu otimismo vem da confiança nos aliados e, assim, enxergou a vitória.
A Rainha Eterna estava sentada sobre a pilha de pedras, com seu vestido leve mal cobrindo suas pernas. Apoiava a mão no joelho erguido e olhava com desinteresse para os aventureiros. Aldred meneou a cabeça, cuspiu sangue no chão. Pensou que talvez Maryanne soubesse mais de trabalho em equipe.

Maryanne saltou do monstro assim que ele se desmontou em mil pedaços. Pousou como uma gata acrobática e sorriu, como se esperasse aplausos pela performance. Lyane cumprimentava a todos e seu irmão sentava no chão, um tanto carrancudo. Ela conhecia aquela característica: quando algo não saía do jeito que queria, Aldred ficava emburrado. A Rainha Eterna estava sobre a pilha de rochas num instante aleatório e comentava algo com seu irmão. Mas Maryanne não falaria com fantasmas.
Maryanne
Imagem
Não disse? Kaká é o mais talentoso bardo que conheci. Temos que repetir nosso dueto, querido.
E puxou a bochecha do qareen, depois o abraçou e rodopiou pelo chão. Lyane veio falar com ela em seguida. Era uma mulher formal e dura, segundo sua opinião.
Maryanne
Imagem
Conheço o senhor Ladon de histórias. - Disse virando para o lefou com um meio sorriso.
Encantada, sir Vladimir. - Disse virando para o cavaleiro com um sorriso.
Eu sou Maryanne Incarn Maedoc, irmã mais nova de Aldred e filha de Aldred e Therese. Sou uma espadachim e uma barda em horas vagas.
E fez uma reverência aristocrática em sua apresentação com uma leve risada. Em seguida, Lyane a inquiriu sobre sua chegada.
Maryanne
Imagem
Minha mãe é uma maga poderosa, ex-membra do Protetorado, assim como meu pai. Ela ouviu histórias do possível retorno de Khaled... eu o conheci há muito tempo e nos aventuramos juntos. Infelizmente... ele... ele faleceu numa luta contra um dragão negro. Então, quando eu soube da minha mãe que um qareen com as características dele estava rondado por Villent, eu vim direto pra cá. Por mágica!
E balançou a cabeça gesticulando.
Maryanne
Imagem
Eu cheguei aqui perto, andei um pouco e encontrei a mina. Não havia arqueiros ou coisa parecida. Achar vocês foi um pouco fácil por causa da luz e do barulho. Um lugar silencioso como esse atrai atenção.
Aldred deu uma risada lá de onde estava, sentado no chão.
Aldred
Imagem
Então, a mãe trouxe você. Mas achei que tu tinha aposentado.
Maryanne
Imagem
Calma aí, senhor Fulgor da Espiral do Dragão, eu disse que ia dar um tempo. E ver Kaká vivo de novo reacendeu a vontade de atuar de novo.
Aldred se levantou com dificuldade, apoiado na katana.
Aldred
Imagem
Não zombe dos nomes da minhas técnicas. Não tenho culpa se Satoshi não te ensinou nenhuma. Perdoe minha irmã caçula, lady Lyane, ela é um pouco empolgada. E não use a pistola, Maryanne, isso é proibido.
Maryanne
Imagem
Proibido? E por que você tem uma? Somos aventureiros, relaxa. Usamos o que precisamos para vencer. Aliás, o que estamos combatendo aqui? É uma clássica "aventura de masmorra"?
Aldred ocultou a cara com sua mão espalmada.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 9061
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Vladimir Minsk XI

Mensagem por Padre Judas » 15 Fev 2020, 20:09

Imagem
Vladimir Minsk XI
Imagem
– Bem, vencemos no fim. Foram bons golpes!
Aproximou-se de Aldred.
Vladimir Minsk XI
Imagem
– Desculpe, tentei chamar a atenção daquela coisa, mas ela não me deu ouvidos. Essa é sua irmã, então?
A jovem lhe deu um cumprimento aristocrático então Vladimir correspondeu como devia, curvando-se levemente.
Vladimir Minsk XI
Imagem
– Prazer em conhece-la, milady. Se precisar de alguma ajuda, não hesite em pedir. Sou apenas um servo a mando de Khalmyr.

– Quanto à sua pergunta, bem...
Vladimir resumiu o máximo a história toda, o desaparecimento de Nuno e o envolvimento de supostos yudenianos em tudo.
Off:

Dogma cumprido, ofereci ajuda para Maryanne. Huahuahua.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Takaharu Kumoeda: Crônicas do IdJ [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
Lord Seph
Mensagens: 13713
Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por Lord Seph » 17 Fev 2020, 07:38

Haviam vencido, mas Ladon não estava satisfeito com aquilo.
Imagem

Alguém chegou a verificar se havia algum aviso em anão sobre essas eventualidades?
Ladon fala terminando de tirar a sujeira de Carnage.

Ladon observa a conversa de Aldred com Maryanne, mas nada diz. Conhecia ela apenas das conversar com o amigo.
Imagem

Desculpe atrapalhar a confraternização, mas se os nossos atacantes não estão mais lá fora acho que não temos mais o fator surpresa e a vida do Nundro pode estar em risco.
Ladon fala aguardando os demais.


Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17588
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por Aldenor » 17 Fev 2020, 10:20

Maryanne balançava a cabeça, ouvindo atentamente o que o cavaleiro de Minsk explanava.
Maryanne
Imagem
Entendi. Bem, acho que esses supostos yudenianos são mesmo uns idiotas. Quero ajudar vocês.
Sorriu animada cumprimentando com um aperto de mãos com sir Vladimir.

A princípio Aldred ficou reticente, confuso e receoso. Mas depois permitiu-se sorrir.
Aldred
Imagem
Então, bem-vinda à contenda. Bom, na armação do grupo você pode ficar... hã... Maryanne, o que tu sabe fazer?
Era estranho pensar na irmã como aventureira. Sempre a vira como uma cantora, uma menina mimada que gostava de coisas fúteis. Porém, vendo ela ali naquela caverna, com armas e toda atlética, o fez estranhar completamente. Era uma Maryanne totalmente diferente.
Maryanne
Imagem
Bem, você sabe que o estilo Yamada-ryuu tem três katas, não é? Você é do kata Ya e eu sou do Ma.
Aldred
Imagem
Hã. Kata? Do que tu tá falando?
Maryanne ergueu uma sobrancelha.
Maryanne
Imagem
Poxa, Aldred. Você não prestou atenção nos treinos? Seu kata é de múltiplos ataques, golpes concentrados, uso da katana. O meu é sobre apresamento, imobilização, ataques sutis e o uso da chuan.
Maryanne pegou a ponta de sua espada, puxou e soltou. A chuan era uma espada de lâmina reta, mas muito flexível. Aldred fez uma careta.
Aldred
Imagem
Satoshi é maluco, não me falava tudo. Eu sabia que tinha segredos, mas não sabia quais. Se eu soubesse que tu treinava escondida com ele... bem, mas ele não te ensinou tudo né? Afinal, você nem tem golpes especiais.
Maryanne
Imagem
Você diz gritando o nome de um golpe? Ele tentou me fazer falar essas coisas como "Impulso do Voo da Águia", mas acho meio brega hahahahahaha. Eu sei muita coisa, Aldred, não me subestime. Fala pra ele Kaká.
Maryanne piscou o olho para o qareen. Aldred suspirou, mas sorrindo. A Rainha Eterna estava entre eles, observando os dois irmãos conversarem. Aldred evitava olhar diretamente para ela, mas Maryanne as vezes falava olhando para ela também.

Ladon deu uma reclamada pela falta de avisos sobre os perigos da mina.
Aldred
Imagem
Acho que Nundro não chegou a verificar totalmente os caminhos dessa caverna. A mina parece que foi feita em uma verdadeira "masmorra de aventureiro", como os devotos de Valkaria gostam de falar.
Rainha Eterna
Imagem
É melhor ouvirem o que o lefou disse.
Aldred concordava, era hora de seguir.
Aldred
Imagem
Temos que seguir adiante... Lyane com o mapa e Ladon ajudando, como estávamos fazendo. Sabendo o que Maryanne pode fazer, eu acho que podemos agora deixar Ladon e Lyane à frente, eu de um lado, Vladimir do outro e Maryanne na retaguarda. Khaled ficaria no centro de nós.
Maryanne ergueu a mão, como uma aluna pedindo a vez de falar.
Maryanne
Imagem
Eu acho que posso ser mais útil no flanco. Sou melhor agindo em ataque direto e uma das coisas que sei fazer muito bem é achar brechas nos inimigos descuidados. Sir, acho que o senhor é mais "parrudinho", pode proteger o Khaled e nossa retaguarda.
Maryanne disse, olhando para Vladimir em seguida. Aldred fez uma careta contrariada.
Aldred
Imagem
É... pode ser. Mas na verdade, lady Lyane quem manja mais de posicionamento do combate. Eu sou apenas o líder geral do grupo. Se ela não se importar com a ideia, podemos seguir assim. Vamos.
Com a katana na bainha, Aldred seguiu. Maryanne guardou a pistola no coldre e a chuan na bainha e o seguiu.
Editado pela última vez por Aldenor em 17 Fev 2020, 14:05, em um total de 1 vez.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
DragonKing
Mensagens: 579
Registrado em: 17 Abr 2018, 11:24

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por DragonKing » 17 Fev 2020, 10:54

Imagem

Toda aquela conversa entre os Maedoc incomodavam profundamente a oficial, eles pareciam ignorar totalmente que a sociedade possuía regras que precisavam ser seguidas para não jogar o mundo em pura selvageria, até mesmo os goblinoides, pelo menos como ouviu falar, possuíam certas regras que permitiram se organizarem o bastante para montar um gigantesco exército.
Imagem
— Os fins não justificam os meios, criança, essa é a desculpa que tiramos e corruptos usam para justificar suas ações desumanas. Em meio a situações de sobrevivência vale-se de tudo para lutar mais um dia, porém em sociedade é necessário manter-se nas regras. Farei vista grossa para os dois dadas as circunstâncias, mas espero que repensem suas escolhas e as consequências delas, vocês não terão sempre pai e mãe para ajudar.
Lyane fala com firmeza, mas sem grosseria. O papel dela também era como instrutora, fazia parte do seu trabalho orientar os os cidadãos em todos os níveis sociais. Se afastou dos dois e olhou para o corredor a frente. Pegou o mapa e ouviu a voz de Landon, ele tinha um ponto que Lyane já desconfiava desde que os arqueiros não os seguiram. Muito papo e pouca ação era hora de seguir adiante

Imagem
— Já conto com isso, por isso pontuei área de possíveis emboscadas e armadilhas. Mas é sempre bom manter os olhos abertos e os ouvidos também.
Lyane discutia com Landon a melhor direção a seguir, dessa vez ela se sentia perdida no mapa, mas Landon mostrava um conhecimento exemplar de sobrevivência em cavernas, a vida de aventureiro era uma escola prática e não podia negar isso. E os irmãos continuavam falando, Lyane prestava a atenção apenas para tentar decifrar os dois, ainda não confiava 100% neles ambos se mostraram muito impulsivos.
Imagem
— Por mim parece ótimo, mas preciso que se contenha Maryanne, quando estivermos em combate temos que agir como uma unidade, sei que estou soando repetitiva para os demais, mas é importante que seja dessa forma, não há espaço para individualismo como você fez ao escalar a criatura, vencemos, mas você se colocou em risco ao ignorar minha ordem e se colocando em risco você coloca seu irmão em risco ao tentar lhe ajudar e acaba virando uma bola de neve. Estamos lidando com perigos desconhecidos e se estivermos certos, com yudeanos e eles são estrategistas de nascença. Irão identificar nossa fraqueza e usar contra nós.
Tendo certeza de que tudo foi entendido, Lyane se posiciona aí lado de Landon e faz um sinal para continuarem. Sua espada ainda brilhava, iriam ser identificados com facilidade, mas já sabiam que estavam indo e mesmo mostrando confiança e firmeza, Lyane estava com medo.

Avatar do usuário
John Lessard
Mensagens: 5204
Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03
Contato:

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por John Lessard » 17 Fev 2020, 13:11

Ato 3: Escuridão Adentro

Imagem

Sobre o corpo desmontado do elemental da terra, o grupo tirava alguns instantes para respirar antes de continuarem percorrendo os corredores da mina. Maryanne estava ávida em se juntar a contenda e os demais a aceitaram, logo assumindo uma nova formação de avanço, com Lyane deixando claro que faria vista grossa naquele momento à respeito da arma de fogo. Decididos, avançaram.

Khaled mantinha a espada de Lyane brilhando e iluminando o caminho e com a ajuda de Ladon a nobre conseguia se guiar pelos túneis, a procura de sinais de movimentos recentes. Neste momento, já não conseguiam ter muita noção do tempo e a escuridão era densa e qualquer lembrança de sons da superfície era uma lembrança um tanto distante. De uma coisa sabiam, suas barrigas começavam a roncar. Antes que pudesse cogitar comerem alguma coisa, começaram a ouvir o bater nas rochas, algo como bastões de madeira.

A primeira criatura surgiu diante de Ladon e Lyane e a segunda por trás, perto de Vladimir. Pareciam besouros humanoides com quase três metros de altura e uns bons 200 kg. A abeça lembrava um urubu com bico gigantesco e era a única parte da criatura que não era coberta por um exoesqueleto, repleto de saliências afiadas. Entretanto, o que mais chamava a atenção nelas eram seus braços e pernas, que terminavam em terminavam em ganchos pontudos e cruéis.

Imagem

Imagem
Aldred 34 <<< sua vez
Ganchadores
Ladon 29
Khaled 25
Maryanne 23
Vladimir 20
Lyane 13
Notas do Mestre:

Prazo para postar em combate é de 24 hrs.

Dados dos Personagens

Imagem - Aldred <> PV: 22/62 CA: 25/21 PM: 0/0 PE: 3/6 PA: 1 <> Postura: Leopardo <> Condição:
Imagem - Maryanne <> PV: 45/45 CA: 21/21 PM: 0/0 PE: 3/3 PA: 0 <> Postura: - <> Condição:
Imagem - Ladon <> PV: 83/83 CA: 20/20 PM: 0/0 PE: 0/0 PA: 1 <> Fúria: 2/2 <> Condição: Normal
Imagem - Lyane <> PV: 43/54 CA: 28/28 PM: 0/0 PE: 0/0 PA: 1 <> Orgulho: 2/2 <> Postura: Guarda de Ferro <> Condição:
Imagem - Vladimir <> PV: 92/92 CA: 26/26 PM: 0/0 PE: 3/3 PA: 2 <> Desafio: 4/5 <> Postura: Gambito de Tauron <> Condição: Normal
Imagem - Khaled <> PV: 30/30 CA: 19/15 PM: 14/20 PE: 0/0 PA: 1 <> Desejo: 1/1 <> Música de Bardo: 10/14 <> Voo: 1/1 <> Condição:
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17588
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Guerra Artoniana: Parte 1 - Rastros de Guerra

Mensagem por Aldenor » 17 Fev 2020, 15:10

Maryanne ergueu uma sobrancelha quando foi chamada de criança e cruzou os braços. Não era fácil de encarar aquela mulher. No fim, desistiu de argumentar e deu de ombros para uma lição de moral completamente desnecessária. Ela olhou para Aldred depois, como quem pergunta "o que há com ela?" e recebeu um gesto de "sei lá" como resposta do irmão. A Rainha Eterna esboçou um sorriso com aquela situação.

Ainda em seguida, Lyane explicou sobre o posicionamento, criticando sua luta individualista.
Maryanne
Imagem
Sim, senhora.
Disse batendo continência. Aldred logo se meteu pra evitar mal entendidos.
Aldred
Imagem
Vai dar tudo certo, só manter a posição e seguir a orientação.
Maryanne concordou escondendo uma contrariedade. Aldred deu o tapinha do "deixa disso" nas costas da irmã e seguiram.

O grupo logo se viu cercado por monstros horríveis, meio besouros, com cara de urubus e braços e patas com navalhas. Aldred logo tomou um susto, mas estava preparado para a luta. Colocar-se na postura de combate fez seu peito e braços doerem, lembrando da possibilidade de ter algum osso partido.
Aldred
Imagem
Que caralho... Khaled, toque a balada de Lena aí pra nós...
Maryanne estreitou os olhos encarando os monstros, colocando-se em posição. A Rainha Eterna fez uma imitação de pigarro, chamando atenção dos irmãos.
Rainha Eterna
Imagem
Não esqueceram de nada?
Maryanne sentiu uma leve dor de cabeça. Era sua força sendo sugada aos poucos pela sua ancestral dracônica.
Maryanne
Imagem
Ugh... é minha vez? Droga.
Lamentou.

Aldred perdeu um instante preocupando-se com aquela interação com a Rainha Eterna e sua irmã, podendo levantar suspeitas, mas logo sacou sua pistola do coldre de dentro de sua jaqueta como resposta à luta. Não se meteria num combate corporal estando ferido daquele jeito.

O tiro, entretanto, foi totalmente torto, acertando o teto rochoso.
Maryanne
Imagem
E esse tiro não tem nome não?
Disse segurando o sorriso.
Aldred
Imagem
Não enche o saco...
Resmungou guardando a pistola no coldre em seguida.
Ação de Aldred
Livre: saca a pistola da cintura.
Padrão: atira com pistola no monstro em i/j-3/4. Ataque 13, erro automático (1 no dado).
Movimento: guarda a pistola no coldre.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Responder

Voltar para “O Mundo de Arton T20”