Sal & Tormenta — Coragem De Bolso, Abraço Da Noite E Pão De Thwor

Sal e Tormenta

Sal & Tormenta — Coragem De Bolso, Abraço Da Noite E Pão De Thwor

Por Em Sal e Tormenta Comentários Sal & Tormenta — Coragem De Bolso, Abraço Da Noite E Pão De Thwor 19

Olá, pessoal! Esse mês, Vinicius Mendes e eu (aka Elisa Guimarães) trazemos o Sal & Tormenta com as sobremesas de mais três deuses: Arsenal, Tenebra e Thwor. Se você quer votar para escolher os próximos deuses a serem representados, entre para o grupo de Conselheiros da Revista Dragão Brasil, onde fazemos a votação todos os meses.

Seguindo a mesma linha dos meses anteriores, temos o desempenho de cada prato na mesa de Tormenta20, propostos por Rafael Dei Svaldi e por mim, além da receita para você fazer na sua casa e experimentar delícias artonianas!

Essas fotos belíssimas são por Matheus Tietbohl!

O CD de preparo de todas as Sobremesas dos Deuses é 20.

Vamos lá, então!

Coragem de Bolso

Os clérigos do implacável deus da guerra criaram essa receita para dar forças aos necessitados em meio aos campos de batalha, masmorras e quaisquer ocasiões em que é preciso força, coragem e energia. Desta forma, açúcar para dar energia, especiarias com propriedades fortificantes e vinho para dar coragem são misturados em uma forma portátil e fácil de consumir antes da batalha.

Efeitos na mesa

Ao consumir a Coragem de Bolso, o personagem ganha uma ação extra a sua escolha até o final do dia.

Custo:  4 T$ 

Receita de Coragem de bolso (a.k.a bala de quentão)

Ingredientes

  • 1 garrafa de vinho 
  • 2 xícaras de água
  • 1 canela em pau
  • 2 cm de gengibre fresco
  • 2 anis estrelado
  • 4 cravos da índia
  • 2 xícaras de açúcar
  • ¾ de xícara de suco de laranja
  • 6 envelopes de gelatina sem sabor

Preparo

  1. Faça um chá com a água e as especiarias.Deixe ferver bem e a água ficar mais escura. 
  2. Junte o suco de laranja, o vinho e o açúcar. Deixe ferver bem. Desligue o fogo, espere esfriar um pouco e dissolva a gelatina.
  3. Unte uma forma com óleo e despeje a mistura. Deixe fora da geladeira por 4 horas, leve a geladeira por mais 5 horas. Corte em cubos e passe açúcar cristal antes de servir.

Abraço da Noite

Dizem que esse doce gelado e aveludado como a noite foi criado por clérigos anões para homenagear sua mãe Tenebra, com uma suntuosa calda de cogumelos subterrâneos adocicados. Há quem diga também que o preparo foi refinado depois por hábeis cozinheiros elfos que cultuavam a deusa, conseguindo atingir o equilíbrio ideal entre o doce, o amargo e o ácido.

Hoje essa receita se espalhou entre todos os amantes da noite e de seus mistérios. É encontrada mais comumente nas comunidades de elfos e de anões (até porque mortos-vivos não comem), embora nenhum dos dois povos admita ter imitado a receita do outro.

Efeito em mesa

Por um dia, quem consome pode absorver 1d6 de vitalidade de um inimigo ao toque.

Uma única porção de Abraço da Noite custa T$ 3.

Abraço da Noite (a.k.a mousse de chocolate com calda de frutas vermelhas)

Ingredientes

  • 180g de chocolate com 60~70% de cacau, dependendo da doçura pretendida
  • 1/2 xícara de creme de leite freco (o que tem que ficar na geladeira) ou nata
  • 30ml de leite integral
  • 4 colheres de sopa de açúcar (pode usar mais se preferir mais doce)
  • 7 claras de ovo
  • 3 colheres de sopa de carvão ativado
  • 300 g de frutas vermelhas de sua preferência. Podem ser congeladas ou polpa.
  • 1/2 xícara de açúcar (mas pode acrescentar mais se preferir uma calda mais doce)
  • 3 colheres de carvão ativado

Preparo

  1. Esquente o leite e o creme de leite/nata e o leite até formar pequenas bolhas na lateral da panela.
  2. Acrescente o chocolate picado e tampe a mistura por alguns minutos.
  3. Misture o creme e o chocolate até formarem uma ganache homogênea e brilhante.
  4. Acrescente três colheres de sopa de carvão e misture até a cor ficar homogênea.
  5. Bata as claras em neve acrescentando o açúcar aos poucos. Caso prefira não usar claras cruas (como nós), cozinhe as claras e o açúcar em banho-maria até que a mistura esteja aquecida e não seja possível mais sentir nenhum grão de açúcar com o dedo e bata com a batedeira até a mistura ficar  em temperatura ambiente. O calor vai ser suficiente para matar esterelizar as claras. Também é possível usar claras pasteurizadas de mercado.
  6. Acrescente 1/3 das claras em neve no ganache e misture até incorporar completamente. Depois, incorpore o restante em duas partes delicadamente, usando uma espátula ou colher para pegar “dobrar” a parte de baixo da mistura na parte de cima. Desta forma, você evita desinflar as claras e consegue uma mousse areada.
  7. Coloque no recipiente de servir e gele por pelo menos 3 horas.
  8. Para a calda, misture as frutas vermelhas, 1/2 xícara de açúcar e 3 colheres de carvão ativado. Deixe a mistura cozinhar até atingir a consistência desejada.
  9.  Coloque a calda sobre a mousse antes de servir.

Pão de Thwor

Os goblinoides são conhecidos por serem inventivos e adaptáveis a todos os tipos de situações difíceis. Por isso, Thwor concede suas bênçãos àqueles que são capazes de fazer engenhocas da sucata, uma limonada de um limão, ou até um pudim de um pão velho.

Essa receita é facilmente encontrada em qualquer lugar que tenha muitos goblins juntos, assim que podem reproduzem esse doce que lhes dá alegrias, enche a barriga e concede benefícios. 

Efeito em mesa

Quem consumir o pão de Thwor pode repetir uma rolagem de teste de Fortitude à própria escolha por um dia.

Custo: feito de restos, mas goblins entendidos de culinária vendem pedaços por T$ 1. 

Receita de Pão de Thwor (a.k.a pudim de pão com banana)

Ingredientes

  • 3 ovos
  • 3 bananas picadas em pedaços
  • 600 ml de leite
  • 1 lata de leite condensado
  • 3 pães amanhecidos
  • canela em pó a gosto
  • 1 colher de café de essência de baunilha
  • açúcar cristal para fazer o caramelo na forma
  • 2 colheres de sopa de azeite

Preparo

  1. Pique os pães e deixe-os de molho no leite por pelo menos duas horas. Depois misture todos os ingredientes.
  2. Unte uma forma com furo no meio com caramelo. A forma com menos chances de erro é colocando açúcar na forma e esquentando na boca do fogão até que vire caramelo. MUITO CUIDADO PARA NÃO SE QUEIMAR.
  3. Asse em banho-maria com água previamente aquecida em forno pré-aquecido a 180°C por 1h. Quando estiver firme, deixe esfriar e leve a geladeira por 8h. 
  4. Para desenformar, aqueça a forma até o caramelho derreter novamente para soltar o pudim e vire em um prato.

Se você fizer alguma dessas receitas, ou usar em sua mesa de jogo nos conte aqui nos comentários. 

Até a póxima!

 

Mais Sal & Tormenta

Sal & Tormenta 01 — Lena e Khalmyr
Sal & Tormenta 02 — Aharadak, Thyatis e Kallyadranoch

Comentários (19)

  1. Gostei muito das comidas deste mês, principalmente a Coragem de Bolso (ela está muito forte). Por isso, acabei ficando com uma dúvida, a ação extra é qualquer ação mesmo, incluindo ação completa? No Abraço da Noite, vitalidade se refere a pontos de vida, correto?

  2. Achei a Coragem de bolso forte demais pela relação preço-benefício, mas não vou entrar nesse mérito, minha dúvida é, conforme a escrita, é possível até mesmo adquirir uma ação completa extra, essa realmente é a intenção ou é digno de uma reavaliação no texto?

  3. O abraço da noite concede o poder de absorver 1d6 de vitalidade, ou seja PV’s temporários. O toque fica ativo o dia inteiro após consumir, ou seja, numa cena, ao atacar 3 vezes, em cada um desses ataques posso continuar usando o toque que suga vida? Posso combar com ataque desarmado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *