Quer nova aventuras de livros-jogos? Pegue O Talismã da Morte e vá para FF 23!

Lançamentos

Quer nova aventuras de livros-jogos? Pegue O Talismã da Morte e vá para FF 23!

Por Em Lançamentos Comentários Quer nova aventuras de livros-jogos? Pegue O Talismã da Morte e vá para FF 23! 29

Se tem algo que eu tive várias chances de ver com meus próprios olhos ao longo deste um ano e alguns meses na Jambô, é o grande amor que o público de livros-jogos tem pela linha. Seja vendendo as edições nos eventos presenciais antes da pandemia ou acompanhando as mensagens enviadas pra gente pelas redes, sempre tem alguém querendo saber qual o próximo título, procurando uma edição já lançada ou uma nova versão de quanto a série ainda era publicada como Aventuras Fantásticas, tanto para completar a coleção quanto para iniciar os filhos no mundo das nerdices.

A Jambô se apodera do Fighting Fantasy 23: Talismã da Morte

Depois de ter traduzido um dos títulos da linha Fighting Fantasy, O Porto do Perigo, e a obra de Jonathan Green inspirada no clássico de Lewis Carroll, Alice no País dos Pesadelos, comecei a trabalhar nos próximos livros-jogos para lançar em 2020. Dessa vez, fomos atrás da uma versão física de um dos volumes mais antigos. E foi assim que Talisman of Death caiu em nossas mãos.

Não se assustem o estado do livro. Esse esquartejamento foi necessário para que o Matheus Tietbohl digitalizasse todas as ilustrações originais, que vão estar na edição traduzida que vai chegar até vocês. E vão separando os os dados e se preparando psicologicamente para sua aventura acabar aqui, porque o material está passando pela revisão final por João Paulo Simões Vilas Boas e irá para a gráfica ainda em março! A arte da capa ficou por conta de Henrique DLD, e também fazem parte do projeto gráfico Dan Ramos e Ana Carolina Gonçalves, responsáveis pelo lettering do lançamento, que vai estar disponível aqui no site com o nome O Talismã da Morte, já em pré-venda! Abaixo, vocês podem dar a primeira olhada na capa.

E sobre o que é esse tal Talismã da Morte?

Neste volume, você assume o papel de uma pessoa comum que é transportada pelos deuses para o mundo mágico de Orbe, onde ganha habilidades de herói e a missão de recuperar o Talismã da Morte antes que os servos da Morte se apropriem dele e destruam toda a vida. E não, isso não é spoiler, é literalmente o primeiro parágrafo da história do livro.

Mas esse não é o único lançamento planejado de Fighting Fantasy para 2021. Como uma imagem fala mais do que mil palavras…

FF 24 — A Lenda de Zagor sai ainda em 2021!

Legal! Mas e quem queria reimpressão de livros-jogos anteriores?

Planejamos quatro reimpressões para 2021, e os arquivos também já estão com o João Paulo Simões Vilas Boas para ganharem uma nova revisão. O primeiro da fila será Fighting Fantasy 01: O Feiticeiro da Montanha de Fogo, seguido de Retorno à Montanha de Fogo, A Cripta do Feiticeiro e Criatura Selvagem respectivamente, com os dois últimos ganhando um novo projeto gráfico.

Gosto de Fighting Fantasy, mas queria tentar livros-jogos diferentes. Vai ter?

Sim! Além da série Fighting Fantasy, vamos expandir nossa linha de livros jogos com novos títulos. A série Lobo Solitário, criada por Joe Dever, que chegou aqui no Brasil originalmente nos anos 90, vai ganhar uma nova tradução pela Jambô. E o primeiro volume vai ser lançado ainda em 2021! Também estamos trabalhando em outro dos livros-jogos de Jonathan Green inspirados em um clássico da literatura infantil.

Como podem ver, estamos com trabalhando com toda a ENERGIA e HABILIDADE pra que os fãs de livros-jogos possam morrer bastante de forma trágica quando os dados não colaborarem viver um monte de aventuras em 2021. E todos nós estamos muito ansiosos pra esse material ficar pronto logo e chegar até cada um de vocês.

FF 23 — O Talismã da Morte já está em pré-venda no site da Jambô.

Comentários (29)

  1. Muito legal, parabéns pessoal!! Algumas sugestões de lançamento pra vocês:

    1 – Aventuras Fantásticas e Dungeoneer (livros de RPG, eu sei, mas tem muito saudosista que iria adorar ter de novo esses livros na coleção!);
    2 – A série Sorcery!, que ficou incompleta aqui no Brasil;
    3 – O livro-jogo duplo “Fúria de Príncipes” (Clash of the Princes).

  2. Estou feliz com as notícias!! Posso dizer que fui um dos que pediu reimpressão dos FF antigos. Parabéns pela iniciativa e também pelas novas edições (23 e 24), que já estão na minha lista de compras desse ano.

  3. Espetacular!! Finalmente vou completar minha coleção com as reedições dos FF04 e FF12, e vou poder trocar meu FF06, o único que destoa na estante… além claro de aumentá-la com os novos volumes!! Parabéns a todos e obrigado!!!

  4. Só descobri recentemente que esses livros estavam sendo relançados, e estou amando poder revisitar essas aventuras! A única coisa que sinto falta são as capas originais, elas eram tão lindas!! alguma chande de uma edição especial com a capa original, e quem sabe aquela linda lombada verde?

  5. Conheci livros jogos a pouco tempo e estou gostando de mais… obrigado a editora por trazer e traduzir eles…os livros jogos me fizeram gostar de ler…espero que vcs lancem mais 😉

  6. Olá pessoal da Jambo. Sou colecionador de livros-jogos da série original desde que saíram aqui pela Marques Saraiva. Logicamente, também tenho todos os que foram publicados por vocês. Esta não é a primeira vez que entro em contato com vocês para deixar um feedback, mas dá última vez eu não obtive qualquer retorno. Quando a Jambo vai parar de traduzir os nomes dos locais tipo Silverstone e Blacksand?! Por que é bem triste continuar lendo os nomes traduzidos, sensação de que tô assistindo um musical de Hollywood dublado pra pt-br. Não colocar as imagens inteiras da capa original também foi um grande erro. A publicação dos inéditos está sendo muito bem vinda, mas esse ritmo de publicações anuais tem que acelerar! Quando sairá Zagor?! Queremos mais inéditos!

    1. Olá “John”, Algumas traduções se fazem necessárias porque o nome do local é a descrição do mesmo, no caso estaria errado não traduzir. E as imagens das capas estão bonitas, ‘ta todo mundo gostando, esntão ‘ta longe de ser algum erro, muito menos um grande.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *