4 comentários

Sua semana termina feliz com mais um episódio do Podcast Dragão Brasil!

J.M. Trevisan, Leonel Caldela, Guilherme Dei Svaldi e Karen Soarele discutem política, mas não se assuste: estamos falando de mundos de fantasia! Como diferente regimes se comportam em cenários de RPG? Como é a monarquia absolutista? O feudalismo? E se trocassemos tudo isso por uma república? Isso e as respostas para as dúvidas dos Conselheiros da Dragão Brasil, além de dicas do que ver, ler, jogar e assistir!

Para escutar, clique no player acima.

Para baixar, clique no link correspondente com o botão direito e escolha “Salvar como”.

Para ainda mais conteúdo, assine a Dragão Brasil — são mais de 100 páginas de RPG e cultura nerd todos os meses!

Créditos
Participantes:
Guilherme Dei Svaldi (Facebook | Livros), Karen Soarele (Facebook | Livros), J. M. Trevisan (Twitter | Livros), Leonel Caldela (Twitter | Livros).
Edição: Adonias Marques (portfólio).

Comentários

Matheus Carvalho Medvedeff
Gostei do podcast, mas acho que faltou abarcar outros gêneros de rpg além da fantasia medieval. Quem sabe não rola fazer uma parte 2. Aproveitem e convidem Alexandre Lancaster da Brigada Ligeira Estelar, já que política e diplomacia são temas comuns no cenário.
Responder · 8 meses atrás

karen.soarele
Excelente sugestão! O único problema é que o Lancaster não mora aqui em PoA, então dependemos de uma oportunidade em que ele esteja aqui para gravar.
Responder · 8 meses atrás

Matheus Carvalho Medvedeff
Grava via Skype mesmo. Tem uns ótimos programas para gravar a ligação.
Responder · 8 meses atrás

Vlademir
Oi tudo bom? Boa tarde! Ouvi ontem o podcast 12... Vcs falando dos 20 soldadinhos e do poder do regente ( = Barão /Rei e afins) e sobre Roma me lembrou uma coisa... A guarda pretoriana... Que por muitas vezes decidiu quem comandaria o Império. O que me leva na questão da aventura... As vezes o problema não vai ser o feudo/reino vizinho mas a guarda real, que basicamente é ignorada no jogo político palacianos. (e pelos jogadores) Temos tbm a questão da legitimidade, que vcs falaram. Mas que me lembrou da Itália e outros países que divididos tinham um rei mas que não era legitimado por outros lordes... E aí vem a questão ajudar o "rei" a unificar e legitimar a coisa ou ver se os opositores têm um acordo melhor. E tem tbm o exemplo do Shogunato onde o imperador era tão "sagrado" que quem comandava era o Shogun. E como o tempo tomou o poder político para si por completo. Então vc poderia querer falar com o imperador... Mas não era ele que dava as cartas. Heheh Bem... Parabéns pelo podcast, de um abraço para todos e até o próximo.
Responder · 8 meses atrás